Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Relações

por R.Cheiros, em 04.10.10

Tudo nasce, cresce e morre, nada é eterno, tudo é cada vez mais efémero

Há quem se entusiasmam até à loucura no início de uma relação, seja ela qual for....

Sentimental, profissional ou de amizade (que para mim são das mais complexas de gerir) depois, há primeira “sombra”  desvanecem...
Outras há, que o tempo passa, cresce o conhecimento, os limites do  espaço de cada um, e o respeito mútuo .

E a afeição vai solidificando, quando a pessoa merece, claro, ai há que dar o nosso melhor...
O afecto genuíno só morre quando não aceitamos o outro, com todos os seus defeitos, o seu espaço e o seu tempo... Ou quando a ingratidão nós bater à porta (isso é tramado).

Até lá, não há nada mais compensador e divertido que as relações humanas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:04

    

 

São  criativas (ok, alguns) e tem o poder de nos surpreender, ou nem tanto.. Depende da perspectiva.

 A época natalícia é óptima como exemplo, existem os “modelos Standard “ é de caras, sabemos tim tim por tim tim o que vêm dali… Mas as vezes as surpresas chegam de onde menos se espera , e conseguem superar todas as nossas expectativas, ou talvez não …

Existe assim uma espécie de bondade e simpatia “ institualizada” regras pré-definidas mensagem de circunstancia, é da praxe..!!  Curiosamente fica sempre no ar, um "cheirinho a" a hipocrisia a fingida sinceridade.

Das duas três , ou somos participativos e colocamos aquele sorriso nota (10) e fazemos de conta que o mundo é perfeito e somos realmente todos muito “amiguinhos” ou caramba… e lá vem o rotulo … mania , vaidade, isto é tudo ignorância ou algum complexo de superioridade …

Obviamente que é um “ti ti ti” porque poucos ( ou nenhum) tem tomates suficientes para opinar, criticar face a face.  Ouve  lá, eu também não te suporto!  E põe-se um ponto final no assunto.

A família ok, ( porque isto aqui entre nós, nem todos são perfeitos) não podemos escolher mas os outros… por amor da santa já não há pachorra para tanto nhã nhã nhã…

Mas mesmo assim há quem insista em fazer o  tal papel …. Seguir regras que ficam bem , fazer de conta… mas não deixam em caso de oportunidade de nos morder a pele por vezes mal nos conhecendo e impor-nos defeitos nem sempre merecidos…

Mas ainda assim, o ser humano é fascinante!!

 É possível que seja a única forma que( alguns) conhecem para viver… ou para dar algum “sal” á própria vida.

Que os animais são muito nossos amigos, é bem verdade. Mas que posso fazer…

Quanto mais os conheço mais gosto do ser humano!!

É único…!! Tem diversidade de pensamentos, emoções, ideias ,sonhos, e é óptimo na sua  essência ;)

E todos sem excepção tem anseios, desejos… de felicidade, a necessidade de amor ,dignidade ,liberdade enfim de amar e ser amado.

Quem diz a verdade fica sozinho!! Mas não valerá mais só que mal acompanhado??

Talvez não…!!!

 

Alguém consegue honestamente responder…??

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:46


Liberdade o admirável mundo novo...

por R.Cheiros, em 15.06.09

De repente ou nem por isso, um mundo novo revela-se aos nossos olhos.

Os telemóveis dizem onde estamos, são facialmente localizados por GPS. Os computadores o que procuramos, a internet democratiza o conhecimento quebra o isolamento ou a fidelidade por exemplo, mas memoriza todos os nossos passos e traça o perfil de quem o utiliza.

As câmaras de vídeo vigilância seguem os nossos passos.

Na rede de tecnologias tão aperfeiçoadas, que nos oferece conforto rapidez e segurança, engenhosos e complexos sistemas de satélite e câmaras de videovigilância que nos prometem proteger do terrorismo e da criminalidade. Inconscientemente tornamo-nos cúmplices de uma sociedade que nos vigia, estuda e observa. É este o nosso admirável mundo novo?

Caminhamos para um mundo em que um chip sob a pele vai conter toda a identificação e informação do indivíduo, para lá da nossa identificação pública. Uma serie de dados que estamos habituados a pensar como sendo do nosso acesso restrito e sigiloso: o nosso historial clínico, cadastro criminal e até o nosso credito bancário.

 Isto é ser livre..?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:18


A ti… ( amizade)

por R.Cheiros, em 10.03.09

 Existe coisa melhor do que a vida… viver..!
A vida é simples e fantástica mas nós teimamos e complicar é quase como diz a minha mãe “ não inventes… não procures cabelo em ovo..” E não é que ela tem razão! Alias como sempre, é uma mulher sábia.
Hoje acordei, cedo como é meu habito abri a janela e Voilà… o dia está lindo e todo há minha espera. Tenho este péssimo habito de achar que o dia nasce para mim..
De caneca de café na mão, sai ( gosto de tomar café do lado de fora )aqui ainda se consegue ouvir o chilrear dos pássaros longe do barulho dos carros.( continuo a ser uma “miúda “ da aldeia)Olho a minha frente, e acho tudo lindo.. até onde a minha vista alcança.
Sento-me numa cadeira acendo um cigarro e  sorrio,  recordo-me do meu primeiro pensamento do dia. ( foi para uma amiga)

 

Gosto de pessoas, já o disse aqui variadíssimas vezes que gosto de pessoas!

Não de um determinado tipo de pessoas com esta ou aquela característica não tenho um estereótipo pré definido ,   mas de pessoas de modo geral.
Para mim , não sei se certo ou errado o que a vida tem de melhor  ou a minha definição de  “viver bem” não passa por  ter uma casa com mais ou menos metros quadrados com ou sem jardim,  ter o carro mais XPTO  topo de gama , muitos menos o numero de €€€.

O bom  da vida  são as pessoas, pessoas que se cruzam na nossa vida os momentos vividos e os as emoções partilhadas.


 Não existem duas pessoas iguais, logo não existem visões iguais sobre as coisas, penso eu de que… Cada pessoa é única e têm uma maneira muito própria de percepcionar o mundo e a vida, logo cada pessoa tem uma forma própria de ver e sentir… a “amizade”.

 

O que é um amigo? O que será a amizade?

 

Procurei no dicionário a palavra (amizade)  e esta foi a melhor definição que encontrei ou a que mais me agradou : A amizade é uma das mais comuns relações interpessoais que a maioria dos seres humanos tem na vida.  "é a aceitação de cada um como realmente ele é".

 

 Isto leva-me a outro ponto, separar o trigo do joio … quem são realmente os meus amigos?

Obviamente que nem todas as pessoas são nossas amigas… muito menos é meu amigo quem quer!


Existem pré requisitos para a amizade? A amizade genuína exige presença assídua e física, tempo, sins constantes, desculpas..?

Não, na minha modesta opinião que vale o que vale… a amizade é precisamente o contrario. Nunca se agradece a um amigo por partilhar as alegrias ou as angustias (porque todos as temos) a amizade é isso mesmo partilha e confiança.  Nunca digo adeus a um amigo mas sim até já… podemos estar meses sem nos falarmos mas sei que está ali para me ouvir se precisar.. 


A presença física não é de todo o mais importante… não, não é. A importância está na disponibilidade para me ouvir (um dia da caça outro do caçador.. que é o mesmo que dizer um dia tua outro eu) e ter a sinceridade de dizer: estás completamente errada.

Na amizade não existem desculpas de ausências… porque se for genuína vence todas as diferenças, todos os defeitos e todas as divergências e jamais termina. Se termina foi porque nunca existiu. Não se iludam!!

 

Nem tudo são rosas… também já levei algumas rasteiras. Mas se há coisa que eu aprendi ao longo da vida é que nem toda a gente e digna de confiança.


Amigos verdadeiros, descobrem-se e revelam-se “as escuras” podem estar longe mas sempre perto… ao alcance de um telefonema.

Uma das coisas que mais prazer me dá  é perceber um amigo feliz e foi precisamente isso que hoje me levou a escrever este post tão “serio”.

Uma amiga que prezo muito uma grande mulher que conquistou o meu respeito e a minha total confiança pelo modo claro que esta na vida e como arregaçou as mangas contra algumas "advertências." (não vou dizer nomes porque ela sabem quem é)


Pessoas que se cruzam na nossa vida são muitas, mas que deixam alguma coisa são pouquíssimas. Assim, para mim uma amizade é mais do que o convívio entre pessoas, mais que lembrar do aniversário ou oferecer prendas no  Natal…  vai muito além disso!

 

Somos por natureza animais sociais e precisamos naturalmente de nós relacionar. De amar de conversar de nos sentir aconchegados e apoiados.
Não existe pior sensação do que perceber que o tal amigo, ou que o considerava como tal, se revela uma fraude… fiz uma amizade recente que passei a valorizar como as mais “antigas” aprendi a entender, conhecer, e sobretudo respeitar apesar de todas as nossas diferenças.

 

As minhas amizades têm um espaço especial na minha vida. Podemos não falar todos os dias.. Mas não é esse facto que me provoca amnésia.
 (curiosamente no dicionário a seguir à definição de amizade vem a de amnésia!!)


As todas as pessoas da minha vida e principalmente aos meus amigos ,  e a (ela )bem hajam por existirem e tenho o maior orgulho que me chamem de amiga!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:46


” O vigarista do ano”

por R.Cheiros, em 09.03.09

 Existem coisa que ainda me surpreendem…. Ou talvez não.
Ontem, na estrada que liga a rotunda do ramalhão ao centro da vila em Sintra, ia um tipo a conduzir um carro e no lugar do pendura ia outro com a mão de forra a puxar um pobre dum burro preso com uma corda. (depois disto..)fico a pensar se a inteligência do fulano não é menor que a do asno.

 

Gosto de cinema! É uma das coisas onde me dá prazer gastar uns euros  em filmes e guardo-os religiosamente a par dos cds de música e dos livros, é sempre bom recordar. Ontem foi um desses dias, voltei a ver” O vigarista do ano”
Quer se queira quer não, embora o filme seja de 2006 é um tema sempre actual…!
Vigaristas, oportunistas, malandros, artista da confiança, em suma , pessoas que tem na ponta da língua a canção do bandido.


Então  a  história é mais ou menos  assim:
“Um ambicioso escritor vende a uma editora a autobiografia de um milionário sem jamais tê-lo conhecido”.
O vigarista do ano é o nome do filme. Hughes é um milionário, vive recluso e há quinze anos não fala com a imprensa.
Apesar de talentoso para (inventar) histórias, Clifford Irving nunca obteve sucesso com seus livros.
O “esperto” e narcisista anuncia que está a escrever o livro do século. O Vigarista do Ano diz ter sido contratado pelo milionário recluso Howard Hughes para escrever a sua autobiografia. Falsifica documentos e com um grande trabalho de pesquisas, consegue enganar os editores, e a imprensa.
É tudo uma grande mentira: O vigarista vai entrando cada vez mais em suas próprias mentiras. Mente aos amigos, à mulher, mente tanto e com tanta convicção que chega a mente a si próprio e acredita nas próprias mentiras.
(Este filme é baseado em factos reais)

 

Mas aqui entre nós casos destes mas com contornos ligeiramente diferentes existem a rodos no dia a dia.   Digo eu…
Dizem que tenho mau feitio (embora eu não concorde nada) mas digam-me cá, um dos grandes exemplos de falta de honestidade e de oportunismo flagrante não é o modo como o estado trata os cidadãos?  


 Não, não vou entrar por temas complicados e dizer que o estado é um péssimo pagador, por outras palavras um grande caloteiro!

Também não vale a pena falar no ( IVA)… que deveria ser cobrado pelo “fisco” após boa cobrança . Mas não. É pago no acto da facturação! Agora imaginem a capacidade financeira que tem que ter uma empresa para suportar os atrasos do próprio estado que consegui acumular factura em atraso de cerca de 2 anos.

Mas deixa-me estar calada…

Já há quem diga que mulheres falam mais que os  homens, pois bem, se falamos bastante é porque queremos ser ouvidas, mas ouvidas com atenção.

 

Parece que o que seria natural e ficava bem era falar de rendas e bordados, ponto de cruz . E agora agora  entra a minha linha de  sedução e desenrola-se  suave do elogio  a mim própria...Esta sem dúvida é a parte que eu mais  gosto..! ( e não é para me gabar, mas até sou bem prendada)  ou quem sabe de culinária. Mas lamento informar mas não tenho nem pachorra nem é essa a inclinação da dona deste blogue.
Assim como assim que me perdoem os que não gostas. Tem bom remédio ainda estão só a meio do post, olha vão embora…

 

 Portanto vou  continuar no tema inicial, os vigaristas.
Sim, sim, tudo bem, eu sei que  algumas coisas podem parecer tretas, muitas vezes pouco sentidas, porque de tanto ouvir-mos falar delas as tantas já não fazem moça… 

 

 E foi precisamente este filme  ( O vigarista do ano) que me deu o  mote para este post sobre a desonestidade das pessoas.
Até porque como disse lá atrás é um tema que não passa de moda e quer se queira quer não nem que seja uma vez na vida, todos sem excepção, acabamos por nos cruzar com uma “encomenda” destas.

Sobre pessoas vigaristas, desonestas e oportunistas. Sim, porque as há e muitas. Eu  por exemplo na minha vida profissional poderia fazer uma lista de alguns aldrabões “profissionais” que faria chorar as pedras da calçada…

Bom,  mas deixamos lá as pedras ou daqui a bocado quem chora sou eu a lembrar-me destes “energúmenos”.
Também vivemos num pais de impunidade ( ou não havia cadeia para tanta gente) onde está mais do que visto que só os desonestos é que recebem os louros!


Mas existem vários tipos de vigaristas…

 Alguns, mentem com tanta convicção que delirantemente pensam que é verdade  e passam  a viver da mentira criam uma vida de “ficção” (acreditam que são na realidade aquilo que imaginam nos seus delírios) e fazem como objectivo de vida viver de esquemas e cambalachos . Enfim, uma total falsidade, repleta de falta de originalidade, aliada a publicidade enganosa.
Publicidade enganosa, que todos nós sabemos pode ser conseguida com o  o poder do marketing…
Mas na hora do vamos ver nem tudo o que parece é…
É mais ou menos ainda que mal “acomparado” a gente marcar um encontro com o Jorge Clooney e aparecer-nos os Shrek… Tão a ver???

 

 O Vigaristas tentam valer-se da mentira para ganhar  dinheiro ou qualquer outro proveito  enganando as pessoas. Porque normalmente as suas “vitimas” são arredadas em teias de falsa imagem( imaginem a imagem lá de trás.. )
 As mentiras que eles contam e as encenações que criam podem levar as pessoas  mais incautas na sua boa “fé “ a deixar-se levar… A publicidade enganosa é, de facto, algo estupendo! No caso do Shrek a única coisa que o safa é ser verde:)

Mas qual é de facto a aparência dos vigaristas? Ou a que dizem ser…Ao contrário do que se possa pensar nem sempre é um “personagem” sombrio. ( isso só ao vivo).
 Pelo contrário, podem ser encantadores, bastante charmosos e persuasivos e sempre espertos ao assumir a aparência que mais lhes convêm e que a situação exige. Desengane-se quem pensa que é uma característica masculina.. Nada disso muitas das vezes trabalham em grupo podem ser uma gangs muito bom organizada .

 

Nem sempre é fácil consegue identificar um vigarista há primeira… Existe  quem se considere  muito esperto, mas mesmos esses se agirem de boa fé , em uma altura da vida ou em outra acabam por se cruzar com este tipo de gente.  Não é à toa que a origens da palavra vigarista, que em inglês, "con-artist" não é nada mais que a abreviação de  “artista da confiança”

Todos nós temos o nosso lado intuitivo, é ou não é? Principalmente as mulheres… acreditem ou não o sexto sentido existe. 


 E  instintivamente existe sempre  um pormenor ou outro que nos diz para não confiar em determinada pessoa. Mas  como também somos teimosas, algumas das  vezes acabamos por dar um credito que confiança… tipo: esperar para ver …

Muita gente não entende isto, principalmente no mundo dos negócios, mas  eu acho  a honestidade das pessoas é algo importante e deve ser conservada na sua forma mais pura.   ( é o tal lado de criança que todos devemos conservar)
E nem sempre se está preparado para lidar com vigaristas… Acreditamos que os outros são como nós. Não  que eu tenha alguma coisa contar o Shrek, não, não tenho.
Mas este tipo de gente dedica a vida a planear golpes…dá-me nos nervos…

E no  final são uns pobres coitados que os únicos que os seguem são os credores e alguém mais afoito que lhe queira fazer a folha..
 
Até para se ser vigarista têm que se ser bom!.quando alguém se propõe a fazer alguma coisa o mínimo que deve fazer é ser o melhor..


 Mesmo os melhores só podem continuar até o momento em que as pessoas começarem a suspeitar… O bichinho da desconfiança é tramado.. Não existe nada mais poderoso que a verdade e a honestidade..  O conto do vigário não dura para sempre…!

Depois podemos vê-los … A começar de novo, novos esquemas novos golpes à procura do próximo incauto a ver se tem mais resultado do que com o ultimo.
A moral destas “pessoas” é uma coisa inexplicável, própria de quem pretende de quem já perdeu tudo… não tem um único valor.

Existem por todo o lado..Uns com mais “inteligência” outros menos… ( que não contam com a perspicácia, inteligência e intuição do outro)por vezes o lobo disfarça-se de cordeiro...  Até aqui pela net…

Não tenham duvidas!  Não sou só eu que vejo as ‘tangas’ que circulam pela Internet, pois todas as pessoas de bom senso o conseguem ver, ou não??
 Basta quererem!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:22


Era uma vez um blogue...

por R.Cheiros, em 07.03.09

Isto dos blogues tem muito que se lhe diga… ou se têm!
Quando comecei o ” ramo de cheiros “ nunca pensei que durasse tanto tempo. Mas entretanto tomei-lhe o gosto, diverte-me aquilo que vou escrevendo .

Aqui entre nós isto  pode ser  um óptimo  antídoto contra o stress e fica sem duvida mais barato que antidepressivos ou consultas em psicólogos.  

 

O lema desde o inicio, foi e é escrever sobre o que me passa pela cabeça sem me preocupar se alguém vem ler ou não. Também não faço “estudos de mercado “para saber que temas se querem ler…

Blogues ,vou lendo muitos alguns. Uns muito bons, outros assim assim e também muita porcaria. Isto na minha opinião claro. 

 Comentário faço muito poucos ( o tempo também não é muito e é gasto a escrever estas patacoadas) mas os poucos que faço, concordando ou não, com o que está escrito, posso dar a minha opinião nem sempre de encontro ao que pensa quem escreve mas nunca ofendi ninguém. (ou se o fiz, que o digam..)

 

Eu começo a achar que o "ramos de cheiros" é um grande blogue ou quiçá o melhor dos melhores..

Não, modesta nunca fui, e agora muito menos… A ver pelos numero de fãs que estou a arranja só  pode ser pela qualidade do blogue… Claro que também pode ser por mim. Afinal sou muito interessante....

Não é à toa que o meu nome próprio é bonita o do meio linda e o sobrenome fantástica..

 

Todo este blá blá blá já me começa a dar vontade de rir..

Tenho uma amiga minha que fez uma pesquisa em psicologia, mas eu juro, por todos os santinhos, que não estou a defender nenhuma tese para educadora de infância muito menos em psiquiatria.

Também não gosto de vermelho é uma cor que nunca uso fica-me mal ao tom de pele. Então porque raio vêem marrar comigo?????

Se o que escrevo incomoda vêm porquê…?

 

Começo a ficar um bocadinho farta deste tipo de anormalidades, por isso ...

 

 

"Á fulaninha dos comentários"
Excelentíssima senhora dona anónima ;
Sugiro que fale com alguém que conheça dessas coisas da psiquiatria, frustrações e afins  que não eu. É claro que a minha paciência em relação a si já se esgotou, e arranje um local próprio para escrever essas balelas e teorias da tanga que tanto gosta de despejar aqui  para o meu sítio! E olhe que isto não é nenhum caixote de lixo virtual! Sim, porque se fosse o nome do espaço seria “Caixote de Lixo Virtual” e não “ramo de cheiros” está a compreender?!

 

Aqui há dias fiz um post: Viver e deixar viver ( Cada qual sabe as linhas com que se cose)

E a minha fã, que julgo não seja a numero 1, porque são varias … deixou-me o seguinte comentário:

(Isto é apenas uma pequena amostra dos mimos que recebo)

 

Desconhecido (IP: 85.244.150.246) disse sobre Viver e deixar viver ( Cada qual sabe as linhas com que se cose) na Sexta-feira, 6 de Março de 2009 às 00:26:  

hum menina.. axo q o titulo q deste ao post se deve aplicar a ti propria: "vive e deixa viver". cada um tem o direito de fazer o q lhe dá na real gana desde q n intrefira na liberdade de outrem...e sim...tu tambem tens o direito de dar opiniao pois es livre tal como todos nos...embora sempre pudesses dar opinioes sobre temas mais enriquecedores, e falar sobre algo mais construtivo do que os gostos alheios.
ah! e eu tenho 22 anos nao sou nenhuma quarentona com tesao, apaixonada ou a amar ng de 20...mas e se fosse??? deveria ser optimo, é sempre taooo bommm :) va descarrega as tuas frustraçoes em cima de mim que eu posso bem com elas e deixa os outros em paz
sei perfeitamente q nao vais aceitar este comment...mas enfim...espero ao menos q o leias, para nao continuares a fazer figura de frustrada (oops axo q exagerei agora :)
Caty.””

 

Claro que lhe respondi , sou educada!

 

"Ramo de Cheiros"
Olá e muito bom dia.

Aqui não se respondem a comentário anónimos, mas para ti que és uma simpatia vou abrir uma excepção;)

Existem coisas fantásticas, não é…?
Imagina tu que eu estava a pensar não escrever mais no blogue, mas o teu comentário aguçou-me o apetite… nunca fui mulher de virar as costas a um “desafio” também não gosto de pessoas cheias de certezas… e como podes ver o teu comentário está aqui.

Começo por te agradecer o menina, gracias.

Tens toda a razão, este post aplica-se a mim própria, onde é que está a dúvida??
Pensei que era evidente… aplica-se porque é a minha opinião e o que penso sobre o assunto.

Tenho que volta a concordar contigo: Cada um é livre de fazer o que lhe dá na real gana desde que não interfira com a liberdade dos outros. E fico muito mais descansada agora que dizes que sou livre e posso dar a minha opinião. Acho que foi o que fiz, não te parece?

Bom mas eu vou escrever devagarinho (como se tu fosses muito burra ) para que possas entender. 
O que me parece que interfere com a liberdade dos outros são pessoazinhas como tu que não sabem expressar ideias e pontos de vista e partem para o ataque gratuito. Mas entendo as tuas limitações … é por isso e só por isso te dou um desconto.

Quanto ao tema ser ou não enriquecedor e construtivo .. Bom, não estive a fazer um estudo de mercado para avaliar os temas que se querem ler. Mas este parece que mexeu contigo… a ver pelo “tom” do teu comentário.:)

Será que estas apaixonada por alguém mais velho…? A ser verdade tinha pena do “infeliz” aturar uma infantiloide deve ser dose..!

Mas vamos lá a parte que interessa;)

Uma quarentona com ( tesão).. Não que seja da tua conta, mas é verdade, ainda tenho tesão imagina tu…. Mas é bom não é?

E sim também ainda estou apaixona, não por alguém de (20) porque a ver pela amostra do que é a tua geração estava bem trama… são todos tão básicos como tu?


Mas tens a certeza que tens 22 anos?
(estive quase para chamar a minha sobrinha que tem 8 anos para conseguir decifrar este teu comentário visto que a linguagem é aproximada “axo”)

Espero que tenhas ficado esclarecida quanto as minhas “frustrações” mas se te ficaram duvidas podes sempre voltar que eu faço-te um (desenho) . Não respondo a comentário anónimos mas para ti abro sempre uma excepção.

Não exageraste nada…
Beijinhos Caty.

PS:Volta sempre, não te acanhes… ( quem sabe aprendes alguma coisa)

 

Catarina (IP: 85.243.210.191) disse sobre Presunção e água benta cada um toma a que quer no Sábado, 7 de Março de 2009 às 01:12:


lol... realmente foi mesmo conversa de quarentona frustrada...mas assim é melhor, como ja tinha dito, podes descarregar em mim que posso bem com elas.
Esta tipa sou eu: Catarina Taborda da Silva Cunha, moro em paredes e tenho uma linda filha, um lindo namorado e uma linda merda de vida. nem sei porque estou a dizer isto..tu tens informaçao detalhada sobre mim ate deves saber o que comi ao almoço. Bem.. quem me dera chegar a tua idade e estar contente simplesmente porque acho q eduquei bem minha filha (seja ela ou nao feliz) e porque me sinto com a moral de criticar quem é feliz de maneira diferente daquela que eu concebo. aii quem me dera chegar a tua idade e poder dizer: "a juventude esta perdida".. ía me dar cá um gostinho, um sentimento de importancia que tanto me iria amaciar o ego...lol. mais alguma coisa?

 

 

"Ramo de Cheiros"

Olá Catarina

Quarentona frustrada que mexe com o teu imaginário, não? é que não te chamei para aqui e tu voltas sempre…

Não havia necessidade de teres dito que tens uma grande merda de vida. Isso minha querida, nota-se pela tua forma de estar na vida. Um lindo namorado que pelos visto a esta hora da noite ( que fizeste o comentário) deve estar a passar o tempo com alguém com uma cabeça mais saudável do que a tua..

Começo a achar que o realmente te anda a fazer falta é um namorado... Uma boa (queca) e uns bons amassos... Não é nada saudavel na tu idade estar aquia  perder tempo com isto..

Normalmente as mulheres mal (fodias ) destilam o fel por todo o lado:)))

O mal de muitas mãe e pais deste pais é PENSAREM  isso mesmo, que educaram bem os filhos (sejam  eles ou não felizes) ó “lerdinha” ainda não percebeste que a educação da tua filha só será bem feita se ela for feliz…

A ultima parte da juventude perdida e ego amaciado sinceramente não percebi.. tens a certezas que tomas-te os comprimidos a horas, hum..?

Perguntas-me se mais alguma coisa? Eu então aqui respondo-te á tua frase:

(eu nem sei porque te estou a dizer isto tudo..)

Estás a dizer isto tudo porque deves ser uma pessoa tremendamente infeliz e de mal com a vida.

 

  Desconhecido (IP: 85.243.210.191) disse sobre Viver e deixar viver ( Cada qual sabe as linhas com que se cose) no Sábado, 7 de Março de 2009 às 01:20:  

 

normalmente o que nao nos afecta, ignoramos...explica-me la como se eu fosse(q pmais

normalmente o que nao nos afecta, ignoramos...explica-me la como se eu fosse(q pelos vistos sou) muito burra, porque é q ficas-te taaaoooo "picada" por uma anormal de 22 anos q parece nem ter 8 e pelos vistos precisa de saber q ainda tens tesao lol. no comment. para a tua idade podiass te deixar afectar por coisas algo mais...inteligentes llol. ah "bora la minha tesuda" amandar mais insultos a esta parvalhona que esta a adorar a conversa.
li algures "processo judicial"... venha ele q é para eu me rir mais um bocadito. ai como adoro isto :)
quando é q vais postar algo que critique os homosexuais? ou eles nao mexem tanto ctg como os amigos do teu filho? lol...

 

"Ramo de Cheiros"

Afectou-te o meu post?

Pelos vistos sim.. Para te dares ao trabalho de passares as tuas noites ( que devem ser pouco interessantes) nisto.

Nunca ignoro ninguém que se dirige directamente a mim , que foi o teu caso.

Anormal tu própria te chamas, eu não diria tanto só que tens um ligeiro desvio de comportamento. Quanto a insultos não os esperes de mim, sou uma pessoa bastante educada. Mas se descer ao teu nível não tarda nadinha mando-te para o caralho com todas as letras.

Processo judicial? Não me digas que me vais processar.. é outras das tuas graças?

Ora ora, não me desiludas… Preconceitos ,é...?? Porque deveria eu criticar os homossexuais não me dizes?

Vou-te contar um segredo mas só a ti…Eu sou lésbica.! Hum.. mas já  descortinei..  Descobriste que sou quarentona, tesuda e agora estás a mandar-te a mim.. ! Querida desiste és vulgar de mais.

Quanto aos amigos do meu filho são de certo mais inteligentes do que tu e olha que alguns tem a tua idade.

 

Desconhecido (IP: 85.243.210.191) disse sobre Viver e deixar viver ( Cada qual sabe as linhas com que se cose) no Sábado, 7 de Março de 2009 às 01:22:    


ah! e so deixo comments anonimos porque nao tenho tempo para me andar a preocupar com bloguinhos e bloguetas. mais q fazer..prefiro ler a exposiçao alheia do que me expor alheiamente, se é q m fiz entender.
caty
  

"Ramo de Cheiros"
 Ai caty , eu bem tento entender, mas sabes que não consigo?
Admito que a culpa deve ser minha, a idade já não é o que era..

Também não estou habituada a lidar com pessoas tão “inteligentes” como tu..
Para quem não tem tempo dás-te ao trabalho de vir constantemente ao meu blogue e de deixar não 1 nem 2 comentários seguidos mas sim 3. Não tens mais o que fazer menina??
Queres maior exposição que está… ?
Pronto se querias tempo de antena e tomar conta do meu blogue aqui está.
Boa noite.

 

Na minha terra existe um ditado que diz que a primeira tem graça a segunda já é chalaça.. Mas À terceira .quarta ,quinta e por ai fora já me começa a dar nos nervos...

Também podia não liga, simplesmente ignorar... Mas acho que esta (coisa) merece pelo menos uma "notazinha" e eu até estava sem ideias para escrever um post...

 

Espero que agora entendas, (sejas tu quem fores) quanto ridícula/o és.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:31

Ao longo da vida ( e no meu caso já são alguns anos) quarentona como dizem.. Quarentinha e uns trocos como eu gosto de dizer.
Mas dizia eu ,que ao longo da vida durante o nosso percurso vamos vivendo aprendendo errando acertando é uma aprendizagem constante.
 
Existem coisas que preferimos esquecer, cruz credo..Porque embora na altura nos parecesse certo hoje temos noção que foram aselhices e outras de que nos orgulhamos e muito. É ou não é? Invariavelmente isto acontece com toda a gente.

 

Não me vou por aqui a divagar sobre coisas construtivas ou enriquecedoras (até porque já disse aqui uns post atrás) quem procura ler coisas inteligente que procure uma enciclopédia, aqui não encontra ..!

E, como pertenço ao mundo também como filha, sei que tudo começa lá atrás com os nossos pais e com tudo o que nos  transmitem, facultando-nos  a capacidade de nós podermos um dia transmitir valores e formas de estar.
(mas quando eles próprios não tem capacidade para tal, tá tudo estragado..) 


Vou apenas dizer que me orgulho muito do meu filho!

 

Fui mãe muito nova, hoje o meu filho tem vinte anos e alguns trocos e uma filha de "coração".  De inicio até pensei que não era capaz..É serio...:)
Hoje orgulho-me de todos os passitos que fui dando na formação de ambos.
São ambos adultos independentes educados bem formados  e com noção do mundo que os rodeia. Pode ser presunção minha, demito, claro que pode! Mas não dizem que presunção e agua benta cada um toma a que quer? Há pois é..!

 
Quem ler isto. Sim porque podem não comentar mas a minha "base de dados" dá-me indicação precisa de quem vem cuscar..Está a esta hora a pergunta: Mas porque é que esta tipa está  falar disto? Alguém lhe perguntou alguma coisa...!

 

Não, não perguntou, mas eu escrevo o que me apetece!

E pelo que vou vendo por ai… ( e vem ter comigo, eu não procuro)  só me apetece dizer: Esta juventude (e não só..)esta de caixão há cova..!
Falta-lhe o básico… educação, auto estima, valores e saber estar.

Porque isto na vida é assim: Estar todos estamos saber estar é que não é para todos...!

E digam lá se não é verdade que cada um sabe as linhas com que se cose..!

 
- Obrigado, mãe.
Eu meneei a cabeça, sabendo que sorria.
- Eu que tenho de agradecer... filho.
(Só me faltou dizer : por seres quem és.)


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:21


O bichano..

por R.Cheiros, em 04.03.09

Há duas coisas que ainda me admiram..

A inteligência das bestas e a bestialidade do Homem."

A sabedoria dos gatos é infinitamente superior.

 

 

Sabem sempre quando parar..!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:53

No meu tempo...
 Ele pensou  nessa frase,... O começo do discurso sobre comportamentos que desfiou para o filho, horas antes de sair de casa.
Estava a conduzir  a caminho do trabalho quando, parado no sinal vermelho, observou  um grupo de jovens adolescentes que atravessava a rua.  Rapazes  com as calças largas, um número bem maior que o corpo pedia , descidas, mostravam  as cuecas e raparigas  com as calças tão apertadas que pareciam não conseguir respirar, no mínimo um numero  a baixo, deformavam  o corpo ainda em formação.
 
Bem, esse, por certo, era é o  tempo deles...
 O tempo do “por que não...?”, sem entoação de pergunta e sim de uma afirmativa categórica.
 De fato, no tempo "dele" , esse “porque não!!!”, era a resposta e também o ponto final.
 
Constatou então, que a gramática havia mudado e nesta nova, os pingos nos “is” caíram, de vez, em desuso.
Lembrou da conversa  que tivera com o filho naquela manhã. Enquanto falava sobre o mau comportamento dele na escola e em família, o garoto expressava-se com monossílabos ou vocábulos em inglês.
 
Sentiu-se como numa   sala de conversas (chat) da internet. Com a sensasão de já  ter ultrapassando o número de letras permitido, onde já não adiantava insistir na mesma tecla.
Lá ia o seu filho, mochila as costas, pedaço de pão na mão, com um "anel" no  nariz   a "digitar" no ar um grande “FUI!” ...Como que a  bloquear o acesso a visitantes indesejável.
 
Ficou travado, no ecran  daquela cena, até então. Era como se o cursor do rato  estivesse congelado na sua cabeça. Deu-se conta que repetiu a mesma frase que o pai lhe dissera há tantos anos atrás:
“No meu tempo era assim e não assado”.
 
E uma sensação de impotência instalou-se-lhe   na  alma. Acaso não tenho  mais  tempo?
Então onde o perdi?
Só podia tê-lo perdido... pois não o vi terminar!
O que faz o tempo do "meu " filho não ser o "meu" também? Afinal, só havera  realmente, um tempo na vida? O tempo dos jovens?
 
Quando ele dizia: “no meu tempo”, parece que, automaticamente, um botão o tirava de circulação, limitando-o a um tempo que já se passara há muito... Mas, ao levar  a mão ao peito, o que era aquilo que ainda reconhecia a pulsar? e a pontada de expectativa diante do que tinha por viver?
Dos sonhos que ainda não haviam se tornado realidade... Dos planos esboçados num guardanapo  de papel  no café da manhã, ainda à pouco...
 
Aqueles jovens que atrevessavam  a rua carregavam a mesma atitude que um dia tivera. Um olhar indiferente para os adultos há  sua volta. Um ritmo novo no andar, como se afrontassem o silêncio dos comedidos, com seus passos sem pressa de chegar.
 
Talvez por que chegar não fosse tão interessante quanto era o passeio... Isto "ele" lembrava-se de  ter sentido, mesmo que não concebesse que o tinha  sentido na época. Mas agora, sob a calvície adquirida pela idade, de homem que vive a correr  atrás do futuro e deixa o presente sempre no passado, o pensamento naquela sensação quase a trouxe de volta e por pouco não deixou o carro para seguir a pé...É  que  o  que o acorrentava àquele banco era, talvez por ironia do universo  o tempo. ..
Esse roteiro pontual da vida que nos põe adiante.
 
Sinal verde. Era hora de cumprir o tempo. Viu os adolescentes desaparecerem , no outro lado do passeio , no meio do ir e vir dos transeuntes e assentiu para si mesmo em concordância com o fato de que eles também precisavam seguir, mesmo sem perceberem que a alegria era trilhar o destino e não tê-lo prontinho na próxima parada.
 
Alguns minutos depois, chegou no escritório de contabilidade onde trabalhava.
Olhou o "tempo" na parede, estava na hora: deu o bom-dia de todos os  dias. Retomou o trabalho de tantos dias. Recebeu a incumbência do dia. Tomou o segundo café do   dia. Meio-dia comeu o prato do dia. Fim do dia deixou tudo em dia e  preparou-se para retornar a  casa que comprara um dia a prestações, que  se estendem até hoje , mas que são debitadas na  sua conta, automaticamente, no dia do vencimento. .
 
Então, como um balde de água fria, despertou  de todo o cansaço do expediente, enquanto procurava pelas chaves do carro, no estacionamento da empresa, chegou á conclusão   de que seu tempo não havia acabado.
A cada dia, ele estava lá a construir  o dia seguinte, possibilitando o amanhecer. Por que então aquele tempo não era seu?
Quem de fato o fazia acontecer?
Sorriu ... E ainda a sorrir  seguiu para casa, sem pressa, sem horas.. conduzia  o carro no tempo que agora voltara a ser dele.

 

O passado fugiu, o que esperas está ausente, mas o presente é teu. O teu tempo... Vive-o
(Provérbio árabe)

 

Miguel ,gracias

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30


Há muitas maneiras de matar pulgas

por R.Cheiros, em 27.02.09

 

Que é o mesmo que dizer: há muitas maneiras de esfolar gatos( pobres gatos que eu adoro-os e tenho dois que são um encanto)

 

Existem vários tipos de pessoas, certo? E dentro dessa enorme variedade de pessoas diferentes (são as diferenças que não tornas únicos) hoje apetece-me divagar sobre três  tipos, “espertos os  inteligentes e pessoas de bem”.Não, definitivamente não é a mesma coisa, podem apostar.

 

Não há muito tempo, e depois de um resultado pouco favorável sobre um negocio (isto profissionalmente falando) ouve uma voz que se levantou e disse: quem sabe na próxima… sabe, o mundo é dos espertos.! Pois não é que fiquei a magicar nisto… e tenho reflectido bastante sobre o real significado da coisa…

 

Evidentemente que para quem é honesto nem sempre é fácil lidar com os espertos . Por norma o “xico esperto” têm tendência a dourar a pílula. As situações com eles nunca são reais, são criativos de forma a tornar as situações parecer mais encantadoras do que na realidade o são, regem-se pelo facilitismo criando situações vistosas e fáceis aos olhos de quem as vê, enquanto a realidade é dura nua e crua. Chegam a ser mentirosos compulsivos que de tanto mentir acreditam nas suas próprias mentiras.

 

Já me passou pela cabeça até que ponto eu não deveria ser “esperta” também. Ora, se o mundo é dos espertos e se todos sem excepção procuramos o mesmo, embora alguns o neguem… sucesso profissional, estabilidade financeira e pessoal, qualidade de vida, amor, felicidade blá blá blá e muitos etcs..  Há que saber jogar e criar situações é ou não é? E para isso basta ser esperto… nem que se tenha que fingir acontecimentos, sentimentos, viver de expedientes, ser actor… afinal a vida dizem… é uma enorme palco. O que acontece é que quando se quer ser actor convêm  que se seja profissional à seria ,e os espertos por norma são amadores…

 

Porra , a fazer ao menos que façam bem feito, é ou não é? A esperteza dá uma euforia de segurança que os faz sentir intocáveis e protegidos mas vão deixando atrás de si um rastro por onde pegar dai a puxar a ponta da linha é fácil fácil.

 

Lidar com a inteligência é um bocadinho mais difícil… até porque se parte de um pressuposto que uma pessoa inteligente ( que também pode ser “esperto”)  quando faz, faz bem feito ,ponderando os prós e os contras avalia situações calcula as margem de erros e nunca, mas nunca, deixa pontas desatadas que possam ser puxadas e deixar que se chegue ao fundo da meada ( ou no novelo ) depende das circunstancias.

 

Existe coisinha pior que um esperto básico?

 

A mim pessoalmente irrita-me a estupidez , se querem ser ” xicos espertos” ao menos que sejam inteligentes para que não sejam facilmente desmascarados e passem a  ser motivo de piada, isso é básico… é o mínimo que se pode exigir de algumas aventesmas que por ai habitam..

 

E no meio disto tudo onde é que entram as pessoas de bem ( que actuam de boa fé)..?

Simplesmente seguem a vida dentro dos princípios que acreditam tentando não passar por cima de ninguém. Há… mas algumas vezes tem assim uns rasgos de (inteligência e de esperteza) e deixam por terra com uma facilidade incrível os planos mirabolantes dos espertos “desta vida”.  Até chega a ser divertido..

 


E o tipo que falei lá em cima… que me disse que a vida era dos espertos, esqueceu-se de acrescentar: A vida é dos espertos sim, mas com  dois palmos de testa e alguma inteligência.

 

Um dia da caça outro caçado…

Que é o mesmo que dizer um dia ou espertos outros os inteligentes e o amanhã quem sabe…
 

PS: A melhor forma de matar pulgas não é à "chapada" ainda existe o pó (DDT) vá lá sejam espertos mas inteligentes..!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:33


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds