Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E se de repente..

por R.Cheiros, em 06.07.09

Tocar o telefone as 4 da manhã que me faz acordar em sobressalto (que isto de ter filhos “morcegos” noctívagos não é pêra doce…)

Atendo com um sim “baixo”  pelo adiantado da hora.  

Do outro lado está um tipo, ainda por cima do norte… Não me deixou nem “piar” ,e  começa a desfolhar o rosário com aquele sotaque fascinante a desfazer-se em elogios ( comecei irritada mas o que me fartei de rir..)   que eu era muito querida, o  amor da vida dele, uma mulher fascinante , do  mais  quente e sensual!

E dizia ele, que me conheceu “doutras andanças” …

E eu àquela hora a pensar,  em que andanças andaria eu metida para conhecer um estranho que de repente me diz que está apaixonado por mim…

Olhem que eu de sensual não tenho nada..!

Eu bem tentei dizer que não, ó homem você esta enganado no numero..

Mas ele não me dava atenção, cá para mim o gajo não estava com os copos estava com a garrafa inteira…

Para completar a festa, o meu “mais que tudo” que acordou com o barulho e com um humor “canino”, arremata com está:

Esse gajo não dorme nem deixa dormir… diz-lhe mas é para vir para casa!

What….??? Não querem lá ver que estes se conhecem…!

(Na realidade eu percebi que se estava a referir ao filho.)

Moral da história acabei por perder o sono  e passar o resto da madrugada pensar quem seria a “felizarda “ que perdeu esta preciosidade de telefonema..

 no ilustre desconhecido que animou a minha noite ou os meus sonhos .

É que as vezes acontecem coisas tão insólitas que parecem sonhos ;)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38


Acabou o Natal e agora?

por R.Cheiros, em 27.12.08

 

Acabou o Natal, a grande noite do dia 24, toda a gente reunida, conversas, comilança desenfreada, coscuvilhices de família, uma noite que se arrasta e o corpo começa a pedir cama..
Dia 25 é um dia inteira de ressaca. Não de bebida, mas dos dias de expectativa (infundadas)para uma noite que é só mais uma igual a tantas outras.

Passamos mais de um mês à espera da grande noite. Vivemos uma época de loucura. Lojas entupidas, supermercados lotados, caixas multibanco sem um chavo. Compras, compras, e mais compras tudo para a grande “festa” a noite de natal.
E para que…? em 99,9% das casas não se falou do verdadeiro sentido do natal.
Eu pergunto: quem é que lembrou do “aniversariante” do dia?
Quem parou para um minuto e pensou no no significado do natal verdadeiramente?

Qual foi o ser que por segundo que fosse se lembra-se porque se festeja a noite de 24 para 25 de Dezembro?
Quem interrompeu os seus festejos para repensar a sua própria vida em meio aos seus semelhantes?

Quem se propôs por instantes rever a sua vida em família e em sociedade? 
Isto, para a maioria das pessoas é Natal. Para mim, é uma distorção de valores...
"O natal é quando um homem quiser ?"

É uma frase feita e batida e soa muito bem em certos momentos.
O que eu fiz? Ou o que deixei de fazer..? Estive em família… , participei de uma ceia exagerada, bebi, sorri, conversei..Voltei para casa e dormi. O  dia 25 passei o tempo com sono e cansada e o que aconteceu de novo...?

Foi a noite de natal mais inútil que tive nos últimos anos!

Acabou o Natal e agora? 

Bom , os outros não sei... Eu vou continuar a minha vida.
No próximo fim de semana  vou estar reunida com toda a família como acontece em todos os fins de semana ( e não por ser natal) com a vantagem de não ter que gramar a noite quase toda acordada.
E foi natal...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:55


Sinto falta de mulheres...

por R.Cheiros, em 20.10.08

  Ou melhor dizendo, sinto falta de conversar com mulheres. Das minhas amigas que há uns tempos para cá tenho desleixado com as minhas amizades e deixado de comparecer a um determinado jantar..

Pois nem só de casamento vive uma mulher!

Para esquecer o cheiro a lixívia e detergente que fica entranhado nas mãos de estar a tarde toda a fazer limpezas. Nada melhor para espairecer dos fins de semana conjugais que um jantar só de mulheres num sábado há noite. Quase tão rotineiro como o casamento são estes nossos jantares. No total somos dez todas amigas de infância. Do tempo da bata branca na escola primária.


Podem não ser muito originais, mas, não pecam por falta de animação. É onde se fala de tudo e até da vida dos outros. Este chegou ao ponto de se recordar os nossos primeiros amores e rimos muito. O pior que estes jantares tem é que no final ficamos no eterno dilema e agora onde vamos? Há esqueci-me de dizer que damos sempre uma esticadinha a um lado qualquer para continuar a conversa. Discutimos que nos fartamos até decidirmos onde ir porque há sempre este problema nas saídas só de mulheres acabamos sempre a noite umas um bocado chateadas com as outras porque todas querem levar a sua avante e depois nenhuma fica satisfeita com o sítio para onde vamos.


A Maria está sempre por tudo... Tem ar de guarda fiscal é a única divorciada e diz que os homens são os melhores amigos das mulheres a seguir aos cães. A joão é tudo menos comum... Uma pintora excêntrica e má língua até quinta casa... A Glória é das mais velhas e diz que a idade lhe dá estatuto..:) Cristina a loira, a Helena a intelectual do grupo, Fátima é a mais “ajuizada “e a que perde o juízo com mais facilidade, São a tímida, Manuela  inconfessável... Advogada nunca se sabe muito o que ela pensa:)  alérgica a qualquer tipo de compromisso... A vida é para ser vivida. Carmo... dona de uma agencia de viagens a super chique:)E euzinha...

 

Fomos para um sítio onde se podia dançar e ouvir música ao vivo e beber um copo, ai perdão.. Bebericar qualquer coisa. Porque a Carmo desde que virou socialite e se passou a chamar “Carminho” já não vai beber um copo mas bebericar qualquer coisa.. A rapariga deve andar a precisar de terapia da fala é que de uns tempos para cá parece que passou a falar com a boca cheia de papas. Não sei se é alguma espécie de urticária ou se o sítio não estava altura da dita... Mas isto já lhe passa.. Porque é como diz a Lena que é uma mulher prática assim como eu, vamos mas é aproveitar a noite que não é todos os dias que os nossos homens se dispõe a tomar conta das crianças… Mas quais crianças? Pois da minha parte foi chão que já deus uvas… se me descuido um bocado ainda me cruzo com as minhas crianças na noite lisboeta....

 

E assim estivemos um bocado à conversa ao som da um tipa esganiçada e já entradota mas com um corpinho de fazer inveja a muitas menininhas novas e eu bem vi a São com o olhar clínico de sempre a criticar-lhe as rugas a volta dos olhos mas de olhar arregalado para as pernas musculadas. Sim,que a São pode ter um corpinho janota mas aquilo treme por todo o lado. Deve ser por isso que a mulher nem dançar...A acompanhar a  "esganiçada" entraram 3 meninos que benzos deus… bons com o milho ou como diria a “Carminho” eram estupendaços e umas meninas, e foi nessa altura que a noite começou a animar ou talvez não….
A conversa passou para segundo plano porque a vista era de veras mais tentadora … e a música latina convida sempre a um pezinho de dança. Logo eu que raramente saio à noite…. Não resisti e lá fui..


A São continuava alapada com o dito na cadeira reencontada não mexia nem um milímetro ! A Cristina que é uma loira sem idade, ou melhor, tem mas não diz... Até porque nunca fui muito boa com contas (ou não fosse ela professora de matemática) mas isso da idade também não interessa nada o que interessa é a alegria de viver e com ela ninguém consegue estar triste.
Confesso que me estava a divertir, além de estar com um sorriso de orelha a orelha sempre gostei muito de abanar o esqueleto. Eu ando muito desactualizada … como é que podia imaginar que os meninos e as meninas da salsa desciam cá a baixo para dançar com publico. Até aqui nada de especial... Até porque dançar com um profissional é logo outra coisa. O pior é que mulheres sozinhas atraem sempre ( .....) E assim  os básicos dos básicos.

 

Mas isto da idade não perdoa e reconheço que já não tenho pedalada para certas coisas…e acabei a fazer companhia à São, a Lena e a Manuela fizeram o mesmo.
As outras lá continuaram e a “Carminho “com todo aquele bom ar a esta altura já lhe tinha passado o mau humor e rapidamente se transformou na rainha da noite… o que também não é difícil… aquela rapariga dá nas vistas em qualquer lado, vestida com logótipos da cabeça aos pés. Ela é só roupa de griffée. Imaginem, e logo eu eu que tenho um pezinho na feira… E a pena que tenho que a feira de Carcavelos seja há 5º feira… é que se encontra lá cada pechincha que nem imaginam e eu quero lá bem saber que ela acha que ir à feira é possidónio.

 

Já estava um tipo de olhos arregalados para cima da “carminho” e destilava todos os elogios que tinha conjecturado e que a sua fraca inteligência lhe permitia.. E nesta altura já o meu estômago se revirava porque claramente o rapaz se fartou de procurar as palavras escolhidas de qualquer  dicionário e toca de inventar que nestas coisas a gente já sabe que é bem pior remediar!
Mas pelo andar das coisas eu estava a ver que o verniz estalava em menos de nada. Também casada com o energúmeno do Nuno não é de admirar… pergunto-me eu o que leva alguém a estar casado com um tipo que tem uma amante? Ou que anda com uma pindérica como diz a “Carminho” só pode ser por conveniência ou então a “Carminho” é assexuada…coisa que eu duvido pelo menos nunca conheci nenhuma.

Ou talvez conheça… com aquele ar a Manuela Ferreira Leite e talvez a Hillay Clinton..

Porque todos sabemos  que a Hillay Clinton ganhou pontos no ranking da popularidade porque, em vez de fazer o que qualquer mulher sensata teria feito quanto descobriu que o marido tinha uma amante, desempenhou o papel tradicional. Ou seja o mesmo da Carminho... Faz de contas que não vê... Que isto o pior cego é aquele que não quer ver....
É que à Hillary nem se lhe conhecem amantes, nem sequer, imaginamos que tenha desejos sexuais.  A pobre da Chelsea deve ser resultado de uma experiencia de laboratório ou de uma segunda aparição do espírito santo. O mesmo não posso dizer da minha amiga:)))

 

Mas por esta hora já a Carminho estava bem animadinha com o ilustre desconhecido que lhe animava a noite ou talvez os sonhos..

E eu àquela hora a pensar em que andanças andaria eu metida ...e só o ou oiço dizer que está apaixonado por ela… E ela a rir que nem uma perdida e o homem, que era um homem do norte ainda por cima ,foi por ali fora com aquele sotaque fascinante a desfazer-se em elogios.


Agora chega.. e resolvemos acabar com a festa... Mas estava a sair pior a emenda que o soneto...O tipo contra ataca, que eu era muito querida, um amor, uma mulher muito sensual! Ó homem olhe que você está enganado! Olhe que eu de sensual não tenho nada!” ele continuou e eu lá resolvi ficar calada que nem um rato a fazer de conta que não percebia.. Mas lá a tiramos dali para o ar puro da rua.
Ai… e com tudo isto aumenta a minha desconfiança na raça humana em geral e na espécie dos homens em particular! Quanto mais evoluímos mais eles embrutecem! É… cheira-me que esta missão na terra  ainda vai ser abortada por falta de  inteligencia no sexo masculino!

Afinal nós as mulheres não são assim tão mazinhas nem umas cabras umas com as outras…Formou-se um espírito de grupo para retirar a Carminho de maus lençóis... Mas sinceramente não é que não ache que o Nuno não mereça um bom par de cornos mas sei que a Carmo amanhã se ia arrepender do que estava a fazer…

Cá fora ainda nos rimos um bocado à conta destas histórias, mas eram 3 da manhã e o meu mais que tudo não ia gostar da brincadeira, ai aposto que não. Lá se meteu cada uma em seu carro e ala que se faz tarde. Dez para as quatro estava eu a chegar a casa, de sapatos na mão para não fazer barulho... Ai meu deus ao que uma mulher chega... Depois de velha parece que voltei aos meus 18 anos.

(No domingo tive sermão e missa cantada..)

 

Afinal as mulheres são mais unidas do que se diz por ai..


 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:32


Sonho. Não sei quem sou.

por R.Cheiros, em 31.05.08

Sonho. Não sei quem sou neste momento.
Durmo sentindo-me. Na hora calma
Meu pensamento esquece o pensamento,
     Minha alma não tem alma.

Se existo é um erro eu o saber. Se acordo
Parece que erro. Sinto que não sei.
Nada quero nem tenho nem recordo.
     Não tenho ser nem lei.

Lapso da consciência entre ilusões,
Fantasmas me limitam e me contêm.
Dorme insciente de alheios corações,
     Coração de ninguém.

Fernando Pessoa

Cancioneiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:39


Solidão

por R.Cheiros, em 01.03.08

Não fomos feitos para a solidão.

Solidão é uma ilha com saudade do naufrago

Sei que te lembras de mim
Sei que  vais estar sempre aqui 
Mas não sei se me conheces

Não sei se me queres ver como sou

Solidão não é ser solitário ..

A maior solidão é a dor de estar rodeado de gente e estar sozinho

Odeio quando  me roubas a solidão sem em troca me ofereceres verdadeira companhia. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:06


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds