Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Efectivamente

por R.Cheiros, em 26.01.09

Sabem aqueles momentos em que nos sentamos e olhamos o  horizonte? Respiramos   profundamente... De repente  fazemos  contacto com nós mesmos . Sim, contacto! Nunca vós aconteceu?
Já pararam para pensar no significado da palavra contacto? Esses momentos não são tão comuns como se poderia imaginar. Na verdade arrisco-me a dizer que estes momentos estão em vias de extinção.
 
Ouve-se muito por ai essa conversa de que o ser humano moderno anda  distanciando do próximo, perdeu valores e princípios básicos, que as novas gerações tendem a desenvolver um tipo de  resistência a laços e afectos a desvalorizar o seu semelham-te, que se recusa a uma  reflexão da vida globalizada e capitalista. Talvez sim, mas não será esse um discurso de quem não se "vê" não se olha verdadeiramente a si próprio  mais há muito tempo?


De quem não sabe qual foi a última vez em que se deixou” ser” a si mesmo?

 

Depois de uma semana interessante e inesperada aconteceu um facto que me fez parar.. Um momento de contacto comigo mesmo, assim tipo quando cair a ficha, sabem como é?
Analisamos ponto por ponto, e descobrimos que tudo estive ali o tempo inteiro, dentro de nós, mas não conseguíssemos ver? Pois é. ..
 
Há um “quê “em cada um de nós.“De onde viemos e para onde vamos”

“Quem sou eu”...?

Sou a leal a honesta a desinteressada? Não.... Se me olhar com olhos de ver, se for sincera... Não!

Temos tendência a olharmo-nos superficialmente, só a capa.... E por isso não somos tão honestos quanto imaginamos ser. Não somos tão leais como pensamos e somos mais egoístas do que podemos assumir.

Por quê? Pois não sei...!!
A sociedade parece que faz questão de nós transformar em “clones” cópias uns dos outros... E eu detesto cópias.

Eu abomino pessoas boazinhas, perfeitinhas, honestíssimas... Parem lá para pensar...Não existem súper heróis, todos temos defeitos! A modéstia fica-nos muito bem, mas cuidado é muito ténue a linha ...! Modéstia de mais é vaidade.


E como um dia disse Miguel Torga:
Levem a vida a serio sem se levarem a vocês mesmos muito a serio.

 


Vá se lá saber porque, associei esta letra dos GNR ao post:)

 

Adoro o campo as arvores e as flores
Jarros e perpétuos amores
Que fiquem perto da esplanada de um bar
Pássaros estúpidos a esvoaçar
Adoro as pulgas dos cães
Todos os bichos do mato
O riso das crianças dos outros
Cágados de pernas para o ar

 

Efectivamente escuto as conversas
Importantes ou ambíguas
Aparentemente sem moralizar

 

Adoro as pêgas e os padrastos que passam
Finjo nem reparar
Na atitude tão clara e tão óbvia
De quem anda a engan(t)ar
Adoro esses ratos de esgoto
Que disfarçam ao pilar
Como se fossem mafiosos convictos
Habituados a controlar

 

Efectivamente gosto de aparência
Imponente ou inequívoca
Aparentemente sem moralizar

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:48


Nós mulheres gajas

por R.Cheiros, em 06.05.08

Porque hoje me apetece!! Vou falar de sexo, que é o mesmo que dizer vou falar de mulheres, ou seja vou falar de nós gajas.

Já faz  uns tempitos de venho lendo todo o tipo de blogue de "gajas"que se encontram a nossa disposição, crescem como cogumelos, parece que todos os dias existem 4 ou 5 novos, se não for mais.

Reparo que 99% tem uma coisa em comum (desejo, tesão, sexo..) ou mulheres mal amadas.Não deixa de ser curioso, comparado com blogue masculinos. Os nossos em matéria de sexo batem os homens em largos pontos.(Salvo raras excepções)

Sim, dá-me um certo gozo ler alguns deles, consigo dar umas valentes gargalhadas.

Sinceramente  que me tenho perguntado algumas vezes, se somos um país de mulheres mal "fodidas"ou se andamos todas com as hormonas  á flor da pele?

Possivelmente temos estado escondidas, (presas) claro que a internet veio ajudar muito, aqui podemos ser "tudo", dizer "tudo", por para fora os nossos desejos mais secretos, afinal basta umas fotos ousadas (coisa que abunda por aqui) e escrever umas palavras de fazer corar as pedras da calçada, e pumba, esta feito.

Agora falando muito a serio, o que é que se passa connosco, gajas...?

Será que precisamos tanto de falar sobre as nossas males de amor ? E de sexo de uma forma (vulgar) porque nos faz sentir poderosas...?? Ou é mesmo desejo de por em pratica tudo o que escrevemos e não temos coragem para isso..???

Tenho cá para mim, que este é o nosso lado oculto de "meninas más" que na vida real fica muito aquém do que aqui escrevemos.... Será que estou errada.???

Não tenho assim..... Tanta experiencia de vida, afinal tenho 46 anitos, mas tenho alguma, e de todas as amigas que tenho, parece que ao vivo e a cores nenhuma de nós é assim. E tambem falamos de homens....e sexo. Porque aqui entre nós,muitas mulheres juntas.... Hum, as conversas podem ser sobre tudo..:)).

Curioso  é que  não são só as mulheres mais jovens, na casa dos vinte e poucos anos, trinta, supostamente deveriam ser essas as mais liberadas, as que escreveriam mais abertamente de sexo, (talvez outra geração, questão de mentalidade) pois é completamente errado, que se desengane quem pensa isso.É mais abrangente.

(A fase de que depois dos 40 se morre para a vida está ultrapassada.)

Concordam  comigo que é depois dos quarenta que se começa a viver? ou pelo menos a termos "aquela" segurança....

Só esta connosco quem quer, não fazemos frete, gostamos muito mais de nós, sabemos o que queremos, sabemos dizer não, e a ultima palavra passou a ser nossa.

Chorar só se for de tanto rir.

A calma é das nossas melhores armas.

Aprendemos a conhecermo-nos.

Enfim, estamos na "tal" idade...

A esta hora estão algumas a pensar: Esta tipa é doida o meu blogue não fala de sexo muito menos de forma vulgar.(Existem os restantes 10%) Pois é minhas amigas não fala mas essas mesmo “puritanas” que estão a pensar isso são as que normalmente fazem os comentários anónimos ou ainda aquelas que adicionam tudo quanto é blogue de sexo como amigos. Depois há ainda aquelas ou aqueles fico na dúvida, que enviam e-mails tão brilhantes como eles próprios.

(Um à parte)

"E aproveito para informar que não sou gajo"

Bem.... Vou tomar um  isto é só a minha opinião e vale o que vale!

Fui repescar este post ao meu antigo blogue

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:13

web counter free

Usuários online


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds