Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Diálogo... pessoas e "pessoazinhas"

por R.Cheiros, em 18.11.08

Basicamente o diálogo é das coisas mais importantes entre as pessoas. Já alguma vez pensaram o que pode originar a falta dele?
Imaginem como seria, vivermos num mundinho só nosso e fechados em nós próprios, sairmos de casa todas as manhãs incomunicáveis?
Não dar os bons dias a um vizinho não agradecer um gesto simpático ligar para os amigos para saber se esta tudo bem, não ser gentil com os outros, não perder 10 minutos que seja com os colegas do trabalho a rir de tudo e de nada... Era bem triste não existir dialogo entre as pessoas, não era? seja do que for...


Existem pessoas que gostam de falar de trabalho, de música de futebol de politica, viagens, roupas outros gostam mais de ambiente, religião, educação, cultura.... Temos liberdade de falar de tudo e de nada...de futilidades ou de necessidades o diálogo é importante nas nossas vidas. Ou seja podemos falar de tudo o que quiséramos da forma que quisermos somos livres ... É claro que a nossa liberdade termina quando interfere com a dos outros.
Mas existem aqueles que vão alem disso...frustrados, solitários, pessoas de mal com a vida e mal resolvidas. Porque..?Pois não sei, mas sei que existem.
 

A gente quando escreve gosta sempre de saber que alguém leu... E que serve para alguma coisa nem que seja para distrair uns segundos da puta de vida que todos nós levamos e que é demasiado curta para se estar a perder muito tempo com coisas demasiado sérias, tirando aquelas muito óbvias... Que facilmente nos tiram do sério todos os dias por muito que a gente não queira não há volta a dar... É por isso é que eu digo sempre : Que se AME muito.. Muito SEXO (mas com estilo) e muita GARGALHADA que ainda é do melhorzinho que a gente vai conseguindo fazer nesta vida. Porque um dia tudo acaba e a única coisa que levamos desta vida foi o prazer sentido:)


Existem tantas pessoas a escrever... (e bem) e sobre tudo... Amor, cultura, sexo e até culinária... Estes últimos crescem parecem cogumelos. Não que eu tenha nada contra muito pelo contrario até comecei um mais ou menos sobre o tema. Mas como sou inconstante e facilmente me canso das coisas foi ficando para trás... Porque aqui entre nós que ninguém nos ouve cozinhar cozinho eu todos os dias e não é pouco... E isto das receitas e mais ou menos como os perfumes embora mal comparado, tenho muitos mas embico sempre para o mesmo. Também compro muitos livros de receitas mas acabo por fazer sempre o que me lembro na altura, mas adiante...


Tantos blogues e tão bons e pergunto-me....Credo  mas o que vem a ser? O que é que se passa aqui? Tinha eu aqui  um blogue tão jeitoso para desabafar as minhas mágoas e agora apareceu alguem incomodado que resolveu tentar arruinar  tudo com comentários despropositados. Mas que coisa! Ainda  nem estou  em mim de "enervada" que estou com este energúmeno  que me quer estragar estes pequenos momentos de felicidade tão arduamente conquistados por esta mulher que não faz mal a ninguém com comentários foleiros. ( porque eu e continuado)


Mas que raio que esta gente tem sempre que se meter onde não é chamada
As coisas que se passam e que a gente nem sonha nem desconfia! Percebi que há por aí uma  alminha que até gosta de vir aqui espreitar as baboseiras que vou debitando! E que acha por bem agredir-me gratuitamente... Raramente publico os comentários mas eles andam ai...
As coisas tem a importância que lhe queremos dar, lá isso é uma verdade de la Palisse e eu podia simplesmente ignorar e nem pensar nisso... Mas existem coisas que me intrigam e nunca fui  avestruz para enterrar a cabeça na areia ...E uma vez tem graça as duas já é chalaça e se forem muitas perde a piada toda

 

Excelentíssima anónima/o que  anda a despejar porcarias no meu blogue
Simpaticamente peço-lhe  para que se mude já daqui para fora. Que se sinta frustrado ranzinza ou de mal com a vida isso não é da minha conta nem de ninguém. Só é da minha conta que se esteja a aproveitar aqui do meu espaço para despejar parvoíces que não tem nada a ver comigo nem com a minha vidinha .A menos que nos conheçamos, mas  se for o caso faça o favor de o dizer..que a minha paciência em relação a si já se esgotou.

Se gosta tanto de fazer comentários arranje lá um local próprio para escrever essas tontices  que tanto gosto parece ter em despejar aqui para o meu sítio.Faça lá uma coisa assim mais subtil..

 

 O que não falta por ai são espaços coloridos com temas e nomes muito mais sugestivos do que o meu... Portanto arranje-se lá por um deles e tungas,deixe por  lá essas coisecas que tanto gosta de escrever e pire-se que este blogue é meu e até é muito jeitoso  e eu não o conheço de lado nenhum. Enquanto era só burrinho eu até relevava mas agora que é mal educado isto é um escândalo!

 

 O que comenta aqui a mim sinceramente não me interessa nada e ponho a mão no lume por toda a gente que eu lê que a eles também não! Enfim, no lume se calha não ponho que a gente hoje em dia nunca sabe e só me faltava agora sair daqui queimada ou chamuscada.


Portanto meu amigo/o se procura emoções fortes está no sitio errado...

Há quem goste de dar e há quem goste de receber. Isto hoje em dia há gostos para tudo que nós iguais mesmo só  em  aparência ...que depois vai-se a ver  lá no fundo somos todos tão diferentes  que até chateia...que a mim até me espanta como raio conseguimos nós viver em amena sociedade!

Porque isto basicamente dialogar é das coisas mais importantes entre as pessoas, mas à que saber fazê-lo

Agradecida!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:27

Todas as pessoas sem excepção guardam algum tipo de segredo.
Não tem que ser obrigatoriamente alguma coisa proibida ou grave, mas é um segredo.
Existem apenas dois tipos de segredos:
"Os que escondemos dos outros e aqueles que escondemos de nós mesmos”
O segredo é normalmente uma coisa só nossa “íntima” pessoal que não contamos a ninguém. Talvez por receio de que deixe de ser segredo, alguma falta de segurança que o confidente escolhido se ria de nós ou ainda porque simplesmente não existem ninguém que confiamos verdadeiramente para o fazer.


Os segredos variam de inofensivos desabafos do dia a dia a historias cabeludas. Há  quem o conte porque sente verdadeira   necessidade de partilhar. As coisas que se passam e que a gente nem sonha nem desconfia..!


Aquela velha historia.. a possibilidade de se falar com a melhor amiga/o mas nada nos garante que ela vá manter a boca fechada. Existe lá piorzinho que uma pessoa língua de trapos?
Xiuuu não contes a ninguém...! E tungas vai-se a ver já todo o escritório sabe... Essa coisa do coitadinho que não sabia o que fazia e que de repente se encontra a contar o que lhe foi confiado cheira-me sempre a esturro..

 

Dizem que as mulheres não sabem guardar segredo... eu começo a desconfiar que são os homens..Se o homem é cavalheiro, pois isso até não lhe fica mal porque um homem educado deve ser cavalheiro com todas as mulheres .Mas entre o ser simpático e o ser mal intencionado… a bem dizer já não sei onde fica a fronteira que isto é mesmo assim há sempre que desconfiar.. ( A vitima passa a ser alvo de piadinhas e olhares de escárnio)


A mim enerva-me pessoas que com a maior facilidade do mundo quebram o segredo que lhes foi confiado..Ai que vontade de  pregar um par de estalos! Sinto-me velha e ultrapassada prontos! Mas mesmo assim acho que estamos a caminhar em sentido inverso ao que deveríamos.


É preciso saber guardar um segredo e parece fácil mas pelos vistos não é. Basta um descuido uma conversa mais acesa e o segredo deixa de o ser em menos de nada.
Muitas vezes magoam-se pessoa sem querer por se falar de mais. Ou o que para quem ouve parece ter pouco significado e não fazer sentido para quem conta faz todo o sentido. Todos nós temos os nossos pequenos segredos e mistérios.


Cada vez menos se confiam segredos? Eu acho que sim. Parece que se quebrou algum laço entre as pessoas até entre os melhores amigos.
Pode ser só impressão minha mas estranhamente as pessoas desconfiam mais umas das outras. A confiança que é um “bem” que devia ser preservado para dividirmos com alguns eleitos das nossas relações esta a quebrar-se.


Acho até que a que a desconfiança passou a ser tónica nas relações humanas é como um segredo, todos desconfiam de todos mas ninguém diz nada. Contar um segredo é muito fácil, escolher a quem o contar é onde reside a dificuldade.


O que é que leva uma pessoa a não conseguir guardar um segredo?Acreditam que existe alguém verdadeiramente confiável?Qual é a vossa relação com o segredo?
 Guardar segredos ou mesmo informações importantes é um sinal de maturidade e compromisso afectivo, acho eu.
Eu ainda confio nas pessoas e não me arrependo. Ou  qualquer dia andava por ai  de faca na liga e a desconfiar até da própria sombra.
Cheira-me que isto da confiança dava  pano para mangas mas enfim…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:58


Agarrem-me se não vou-me a ela..

por R.Cheiros, em 04.09.08

Esta é uma daquelas coisas que acontecem sempre quando não devem acontecer! Bolas que não estou nos meus melhores dias.
Pois como dizem por aí não mandes pedras se tens telhados de vidro.
Hoje de manhã passei lá pelo café do Pedro como de costume para tomar um cafezito e comprar tabaco.
O Pedro até é um tipo simpático" e giro que se farta". Mas hoje não era ele que lá estava, era a mulher, a Cristina, uma grandalhona cheia de curvas mas feia como uma noite de tempestade. 

Depois de nos cumprimentarmos vai logo de comentar: “Ó (.....) olha que agora que o tempo vai piorar vamos tirar as cadeiras lá de fora. Como se isso me interessasse para alguma coisa hoje nem acordei nos meus melhores dias. Por falar nisso : Cruz credo! Esta noite não dormi nada e passei mal que se farta. E hoje  não acordei melhor. 

Mas ela não parava de buzinar ao meu ouvido e vai dai que: “Não sabes que fumar faz mal para a pele e à carteira?! ( "dahhh  como diz a minha sobrinha",está tipa é parva,claro que sei.) Não que a tua esteja mal.. Nem pareces a idade que tens. (engraxadora duma figa) “mas estás um bocadinho mais gorda não estás? Mais deixa lá mal se nota...e como és  simpática dá-te um ar de miúda e até pareces mais nova!”

E eu dava-lhe a simpatia e era já o que me apetecia era dar-lhe com o café nas ventas que havia de ver a minha simpatia...

Mas pensando bem também era um desperdício.... Do café claro!

 Mas ela  vai de continuar ..:

"O teu Marido esteve cá ontem! Olha que o homem está tão diferente! Mais simpatico.

"What??? Simpatico??? 

Hum... Sinto um ligeiro cheiro a esturro, só ligeiramente....

Mas ela não satisfeita ainda insistiu e volta á carga: “Esteve ali sentado naquela mesa com uma “senhora” durante um bom bocado...”

Bingo.. ..Eu sabia que isto tinha água no bico!

Eu devo ter mudado de cor do branco para o roxo (de raiva) que as tantas ela lá disse:

“Ó mas não ligues a isso era uma moça nova. Talvez vendedora de alguma coisa, estiveram um tempo grande a ver uns papéis... Não te apoquentes com isso”.  

Se eu não fosse uma pessoa simpática, sim que eu sempre fui a simpatia em pessoa para esta tipa, mas se não fosse dizia-lhe para abrir a pestana e que em vez de estar de olho no marido das outras que desse uma olhadela no que tem em casa.

Sim que o Pedro é bom homem mas tem um excelente olho para as “boas” clientes... Que eu bem o vejo de vez em quando a piscar o olho à Sílvia do primeiro esquerdo e um dia até passei por lá e ouvi uns barulhos estranhos mas familiares e depois sairam os dois da parte privada e bem vi o Pedro todo suado e corado e não era de ter andado a servir cafés.
Também sou mazinha e não lhe contei que a tal “senhora” era a minha irmã.

Mas que diabo, quem é que a manda ser gira como o caraças ... ? Começo a ficar com dúvidas existenciais... A minha mãe ainda hoje é linda com uns tremendos olhos azuis “imagina nos tempos áureos.)

Se as minhas irmãs são todas bonitas tinha que aparecer um patinho feio na famila?

Mas que diabo... A sorte da minha mãe é que sempre viu no meu pai a "oitava maravilha do mundo". Ou começava a ter duvida se eu não fui fruto de uma "escapadinha" com o padeiro...

Mas não ponho de lado a ideia de que tenha sido adoptada...

Hei-de arranjar um bocado par lá ir com a minha irmã nem que seja para espetar com ela nas fuças da Cristina.

Afinal ninguém gosta de ser corno, não é?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:02


Motel

por R.Cheiros, em 20.06.08

 

Rosa não se aguentou e contou à Lurdes:

 

- Viram o teu marido  a entrar num motel.


A Lurdes abriu a boca e arregalou os olhos. Ficou assim, uma estátua de espanto,durante um minuto, um minuto e meio. Depois pediu detalhes.


 - Quando? Onde? Com quem?

- Ontem. No Discretíssimu's.

- Com quem? Com quem?

- Isso eu não sei.

- Mas como? Era alta? Magra? Loira? Coxa de uma perna?

- Não sei, Lu.

- Carlos Alberto me paga. Ah, se me paga.

Quando o Carlos Alberto chegou a casa Lurdes anunciou que iria deixá-lo e contou por quê.

- Mas que história é essa, Lurdes? Tu sabes quem era a mulher que estava comigo no motel. Eras tu!

- Pois é. Maldita hora em que aceitei ir. - Discretíssimu's! Toda a cidade ficou a saber. Ainda bem que não me identificaram.

- Pois e então..?

- Pois e então, que eu tenho que te deixar . Não vês? É o que todas as minhas amigas esperam que eu faça. Não sou mulher de ser enganada pelo marido e não reagir.

- Mas tu não foste enganada. Quem estava comigo eras tu!

- Mas elas não sabem disso!

- Eu não acredito, Lurdes! Tu vais cabar com o nosso casamento por isso? Por uma convenção?

- Vou!

Mais tarde, quando a Lurdes estava a sair de casa, com as malas, o Carlos Alberto ainterceptou-a. Estava sombrio:

- Acabo de receber um telefonema - disse. - Era o João.

- O que é que  ele queria?

-Fez mil rodeios, mas acabou por me contar. Disse que, como meu amigo, tinha que contar.

- O quê?

- Tu foste vista a sair do motel Discretíssimu's ontem, com um homem.

- O homem eras tu!

- Eu sei, mas eu não fui identificado.

- E não disseste que eras tu?

- O quê? Para que os meus amigos pensem que eu vou a motel com a minha própria mulher?

- Pois e então?

- Pois e então,desculpe, Lurdes, mas...

- Mas o quê???

- Vou ter que te dar uma tareia.

 

-Não vês? É o que todos os meus amios esperam que eu faça. Não sou homem de ser enganado pela mulher e não reagir.

 

Moral da historia:

A maneira mais fácil e mais segura de vivermos, consiste em sermos, na realidade, o que parecemos ser....
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:10


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D