Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Metam a vuvuzela no ….!!!

por R.Cheiros, em 09.06.10

São milhares de vuvuzelas à venda nos postos Galp por 1€ ou adquiridas através da troca de 100 pontos Fast

Ainda nem começou o Mundial e eu já não posso com o barulho desta
coisa!!!!!!!!!!

Enchem-se de €€€€€   com a venda disparatada desta corneta sem jeito nenhum .

E como diz o outro…

A Galp que meta a vuvuzela no e baixe o preço da gasolina/gasóleo  !!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:32


País dos quatro F´s

por R.Cheiros, em 21.06.09

Somos um país patético ou com poucos interesses?
O noticiário da manhã começa com futebol, Cristiano Ronaldo
Ao almoço, futebol, Cristiano Ronaldo aterra no aeródromo de tires em voo particular
Ao jantar, futebol, Cristiano Ronaldo estas de férias no Algarve em vale de lobos e ainda não foi visto… mais desenvolvimentos até ao final deste jornal..


Três canais generalistas mais dois só de notícias e todos sem excepção batem na mesma tecla.

Pergunto-me : não temos nada mais interessante para noticiar?
Estamos realmente mais interessados  na vida do Cristiano Ronaldo  (futebol) do que em notícias que façam parte da nossa realidade e com conteúdo?


A quem é que interessa as férias de Cristiano Ronaldo..? se as passa no Algarve ou na baixa da banheira..

Eu gosto muito de futebol, mas pelo amor da santa tenham dó..


Portugal  o país dos quatro F´s
F de Fátima, cada dia com mais adeptos   á espera de um milagre para a crise
F de Fado, a vida está a tornar-se para alguns o "fado" do desgraçadinho ..

F de Futebol, os Portugueses tentam esquecer dos  problemas com o futebol 
F   de fodidos se continuamos a pensar assim..!!


Não é por nada,  mas..
O bailarino português Marcelino Sambé, de 15 anos, venceu na quinta-feira o Concurso Internacional de Ballet de Moscovo,
Nem só de futebol vive o homem..
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:02

(Não resisto a partilhar)

 

Este texto foi escrito única e exclusivamente para as mulheres portuguesas, para ser lido e apreciado por elas apenas. Caros leitores, prossigam somente se estiverem de bom humor ou sentirem necessidade de uma auto-avaliação. E se for esse o caso, não levem a mal...

 

Chama-se Manel, é funcionário público e casado com uma Maria Qualquercoisa ou Qualquercoisa Maria. Tem um belo bigode preto, mede geralmente entre 1m60 e 1m70 e pesa mais de 80kg, 50% dos quais acumulados na barriga, portanto é incapaz de usar o cinto na cintura e calçar sapatos com atacadores (a menos que a Maria concorde em apertá-los todas as manhãs).


Pratica desporto aos fins-de-semana, graças à Bola e ao Record, para além das transmissões da SportTV. E não importa que a Maria e os filhos (a Cátia Vanessa e o Bruno Vanderley) estejam mortinhos por vestir os fatos de treino verdes e roxos para irem passear para o Centro Comercial. Enquanto estiver a dar os oitavos de final do campeonato da 3ª liga da Checoslováquia ninguém vai a lado nenhum, "vão mas é à cozinha buscar-me uma bejeca, isto é que é vida!" (desaperta as calças e põe os pés em cima da mesinha de café coberta com um naperon).
 

Todos os dias, assim que chega da repartição encontra as camisas engomadas e o jantarzinho na mesa. Aos domingos almoça em casa da sogra, que "nunca devia sair da cozinha, só lá é que presta para alguma coisa", e janta naquela tasca onde servem uns pezinhos de coentrada e um pudim Flan que não há em mais lado nenhum.


O roteiro cultural do homem português está limitado às exposições itinerantes que de vez em quando passam pelo OlivaisShopping e são de borla. Vai às vezes ao cinema, ao domingo à tarde. "O Estalóne pá... aquilo é que é um artista!"


Detém um considerável grau de informação acerca dos temas da actualidade, mas apenas detém. Não a processa, não a interpreta nem a sabe comentar muito além de "aquele bin laden pá, monhé do caraças, nunca mais lhe rebentam c'a fronha."


Quem ele mais admira no nosso país é o grande Vale e Azevedo, "qual vigarista qual quê, cambada de invejosos!" e a Catarina Furtado (o melhor será não reproduzir aqui os comentário típicos a seu respeito). A nível pessoal, o seu grande orgulho é nunca ter precisado de Viagra, "a minha Maria que o diga, não só cá homem para essas coisas."


Comprou recentemente uma roulote que está no parque de campismo na Costa, cabem lá 5 pessoas e o depósito dá para 5 banhos portanto durante uma semana chega para todos. "Este ano é que vão ser umas férias! Umas belas sardinhadas e um passeiozinho até Espanha. Dizem que Badajoz é muito bonito..."

 

(Mulher .P)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:51


Bora à bola

por R.Cheiros, em 03.11.08

 O futebol está conotado como um desporto tipicamente masculino. Algumas mulheres, (não todas, graças aos santos) acreditam que o pior que lhes pode acontecer é ter que dividir os namorados ou maridos com a (bola) consideram à partida um espectáculo violente e masculino, nada feminino...
Curiosamente em alturas específicas como o europeu ou o mundial (talvez por moda) todas elas tinham uma palavra a dizer desde um palpite sobre os resultados até tácticas com um boas  treinadoras de bancada ou sofá.
Elas acham que o futebol é coisa para eles está a associado ao macho que cospe no chão coça os tomates ,bejecas e tremoços e pouco inteligentes.
Eles, que elas percebem é de telenovelas, e oferecem um sorrisinho irónico quando elas se mostram conhecedoras do assunto. Serão "machonas" lésbicas??

 

 E eu pergunto, um desporto masculino porque?
A mulher não tem capacidade para entender as regras ou para jogar?

 

Pois meus caros, segundo vários estudos psicológicos demonstram que as mulheres de qualquer idade possuem uma coordenação motora superior à dos homens e manipulam com maior facilidade objectos pequenos, portanto não é por aqui..
As raparigas começam a falar mais cedo que os rapazes, com maior fluidez e correcção. Há quatro vezes menos mulheres do que homens disléxicos.(isto era só uma aparte)
Os homens, em média são mais hábeis nas aptidões motoras que requerem velocidade e força. Em contrapartida nós destacamo-nos na solução de labirintos em quebra-cabeças também somos mais hábeis em delinear rotas.

 

 Ao fim e ao cabo, o que é um jogo de futebol senão uma rota, um labirinto, um quebra-cabeças, uma competição...
Sejam homens ou mulher, quem é que não gosta de um desafio, uma boa competição? Eu gosto, e detesto perder nem que seja a feijões.

Claro que isto, (competição/desafio) são coisas espicaçam mais entusiasticamente as mentes masculinas que propriamente as femininas. Neles, desperta um eco nas suas psiques evolutivas. Na verdade, quando vêem um desafio acende-se uma luzinha na sua programação genética: o que contemplam no ecrã não é mais do que uma versão sofisticada de duas tribos rivais a competirem por um território é como voltar as origens ... 
 
No campo de futebol, os espectadores esperam que os jogadores suportem a  dor, o controlo do corpo, a força perante as pancadas a vontade de derrotar o inimigo. Os jogadores, hoje são os artistas de um espectáculo sem amor à camisola onde os €€€€ pagos ditam a que cube pertence desde pequeninos.

 
Mas vejam bem,  a ideia institualizada  que se tem de masculinidades competitiva, hierárquica e agressiva não se compadece de amizades íntimas entre homens, não é verdade?

Ai daquele que, no escritório, se atreva a dar a mão a a um amigo ou, pior ainda, vá há casa de banho com ele, gestos que nós mulheres, nos permitimos diariamente sem o menor pudor ou vergonha.
 Os desportos de equipe são uma boa desculpa que proporciona aos jogadores a oportunidade de tocar abraçar outros homens sem que haja suspeita de intenções homossexuais envolvidas. Aqui entre nós, para alguns é um alívio, convínhamos... Não é?

 

Se falarmos sobre hábitos culturais revela-se que o futebol é, de longe, a primeira actividade de ócio preferida pelos adolescentes (eles não elas) Não é por acaso que a maioria dos miúdos gostaria quando crescer de ser um Cristiano Ronaldo. O futebol ainda continua a ser o mais apodero sinonimo De de virilidade e de êxito. Esta é a razão porque o futebol continua a ser um desporto masculino, mas já conta com algumas adeptas ferrenhas femininas e não é porque os jogadores têm umas pernas lindíssimas. 

 

Fala-se muito de jogos de alto risco de que o futebol é um espectáculo violento. Por si só, o futebol não é mau não é bom, é um espectáculo, são gostos… o que é triste é toda a cultura de violência gratuita e competição agressiva que se instituiu em redor do jogo.
Adeptos grosseiros insultam os jogadores adversários como se fossem gado, o árbitro é sempre filho de uma mulher “seria” claques de gente mal formada, as quantias astronómicas que se movimentam para pagar o passe de alguns jogadores, os presidentes de alguns clubes são… sem comentários!

 

O futebol é uma arte como outra qualquer e se for bem jogado e “limpo” é magnífico.
É uma sensação extraordinária assistir a um jogo num estádio cheio com as claques a puxar pelas suas equipes.
Eu gosto de futebol e não acho que seja um desporto masculino, é um desporto e ponto final. Aqui entre nos até tem muito mais lógica que sejamos nós a apreciar aqueles 22 agradáveis senhores a exibirem as suas magnificas barrigas das pernas enquanto perseguem uma bola.

Considero-me bem feminina e não é por isso que deixo de assistir ao meu Sporting sempre que posso. Também grito também me saem algumas pérolas de quando em vez... Não dispenso a minha camisola verde e branca e tenho as cotas em dia.


Mas permitam-me uma pergunta, será que o reinado dos azuis e brancos chegou ao fim??
AI… deus existe.
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:51

web counter free

Usuários online


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds