Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Falar de amor.

por R.Cheiros, em 19.05.08

 "Quando me dá para falar de amor alguma coisa de pouco católico se passa..."


Dizem que o amor é a linguagem universal, vence todas as barreiras, existe em todas as camadas sociais faixas etárias, credos e religiões.É mais forte que as ondas do mar, chega a todo lado, faz rir e chorar, é alegria na dor, faz sonhar o mais séptico.

E quanto tempo conseguimos estar sem falar de amor..??

Não existe o tempo quando o assunto é amor.

É tão fácil, falar de amor.. O toque que nos desperta pode ser de um filho, de um pai, de uma mãe, de um irmão ou de um amigo, ou da pessoa a quem amamos...

Falamos de amor todos os dias, e com amor.Para falar verdade o amor na minha vida faz todo o sentido não vivo sem estar apaixonada.

Um dos amores da minha vida a é minha família. Eles são os meus "amores" quem eu mais amo e que nunca irei deixar de amar .....

O amor tem assumido inúmeros significados e expressões ao longo da história. Ouvimos falar de amor nos  romances, conhecemos histórias e conhecemos pessoas que se dizem apaixonadas.

Estive a ler sobre isso e o amor não é igual para todos.

Para Freud o amor está presente em toda motivação humana; para Nietzsche o amor faz-se no “eterno retorno“, todo prazer retorna à dor; para Shakespeare todo amor termina em tragédia; para Chaplin o amor é uma das mais belas frustrações…

E para nós....???? Todos  conhecemos pelo menos uma definição de amor,não é? Quer  seja na voz do poeta por uma canção ou por um  filósofo, ele é retratado nos duelos do amor e do ódio .

Mas eu acho que existe um outro tipo de amor... Para cada um de nós existe alguém especial... Que vamos sonhando idealizando, mas será que existe o amor ideal..?

O amor físico paixão, sexo e amor tem que estar ligado ao casamento?

Ou o casamento é uma instituição em ruínas e completamente falida?

Li esta frase que faz todo o sentido: ("Quando os casamentos tinham por base os interesses, eram estáveis e duravam, pois os interesses em geral permanecem. Mas, quando as pessoas começaram a casar-se por amor, estragou-se tudo: porque o amor é por natureza instável e passageiro") Nem sempre uma paixão arrebatada resulta num casamento sólido. O amor pode ser tramado...

O amor é tão subjectivo...

Algumas vezes o amor e a paixão podem  deixar-nos tão cegos que não conseguimos ver o óbvio. Ou seja : Nem sempre conseguirei viver a vida inteira com aquela pessoa por quem nos apaixonámos um dia..

Ou crescemos juntos na mesma direcção ou..Fica na base dos interesses!

Para nós  seres humanos a felicidade é encontrada no desejo daquela figura feminina ou masculina que nos satisfará por completo, representando o fim de todo tédio e angústias; aquela pessoa que nos vai salvar de toda apatia e suprir todas nossas carências. Sonhamos com um amor incondicional, pleno, acima de todas as coisas. De repente, quando menos esperamos, os nossos olhares são atraídos para alguém que nunca tínhamos visto antes, mas pensamos que aquela pessoa não nos parece estranha. Nessa situação experimentamos os batimentos cardíacos acelerarem, alguns suam frio, experimentam o rubor e até perdemos as palavras. Nesse momento gostaríamos que o tempo parasse para que pudéssemos fitar com um olhar mais demorado cada detalhe que está causando o balançar do coração.

 

Ahhh… o amor à primeira vista. Será?

 

Ai ai o amor...Que seja eterno enquanto dure!!!

publicado às 08:23


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds