Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Já não escrevo umas linhas neste cantinho há algum tempo...ainda assim de quando em quando visito alguns (cada vez menos blogues) não gosto do “politicamente correcto” ou de lamechices..
 A vez apetece-me voltar a postar... e o que eu mais gosto nos blogues é que como isto é meu, eu faço o que muito bem entendo sem me preocupar com o que os outros acham ou deixam de achar .
Existem blog que desaparecem num ápice é um facto, mas não me parece que seja tanto por falta de neurónios de quem escreve ( eu diria até, que não é por se escrever sem erros que se escreve bem, mas sim quem têm alguma coisa a dizer..) A nossa vida diária não interessa a ninguém, falar de temas batidos nas notícias acaba por se tornar monótono e, embora existam pessoas que levem isto completamente a serio, um  blog  só faz sentido se nos der gozo, penso eu de que…

Não fui nem sou uma pessoa certinha, felizmente, porque as pessoas certinhas sempre me mexeram com os nervos, o que a mim diga-se de passagem não é muito difícil de acontecer...Mas adiante…

Vou votar conscientemente em Sócrates!

 Porque é o candidato que me merece mais credibilidade e porque é "um batalhador".Acredito que a continuidade será um factor de estabilidade. Tem personalidade forte e eu decididamente gosto de personalidades fortes. Não gosto, mas não gosto mesmo nada, de quem faz o que parece bem só o politicamente correcto que se deixa manipular pelas massas.

 Não sei se vai ser o Sócrates a “salvar” Portugal.
Primeiro convêm não esquecer que estamos no meio de uma crise a nível mundial. E depois, porque não cabe só ao governo, mas sim a todos nós, empresários, trabalhadores, estudantes, enfim a todos os portugueses em geral, mudarem o país, com uma atitude onde o facilitismo não impere não se seja sôfrego por pontes e feriados e não se pense que o governo é responsável por tudo sem, que nós próprios façamos a nossa parte. Mas isto eram contas de outro rosário, ou como quem diz outros quinhentos ….

As alternativas…?Realmente válidas e praticáveis… poucas ou nenhumas.
Lousa:  uma esquerda radicar pouco realista sem margem para qualquer “desvio”diria mesmo uma ditadura de esquerda.
Portas : um lousa mais apinocado , mais bem falante sempre com a irritante frase “tá a ver “ na ponta de língua…
(não é a toa que dizem que os extremos se tocam)
Jerónimo de Sousa : altamente duvidoso … o comunismo é lindo mas impraticável, muito menos numa base de braço de ferro.
Manuela ferreira Leite :  cheira a tudo o que de pior o cavaquismo teve, execrável, retrógrada, fora do tempo e da realidade… por ela muitas expressões do tempo da outra “senhora “já foram repescadas. 

Será que mos estamos a esquecer da nossa historia???

O povo tem memoria curta…??!  
Sócrates: arrogante…? Pois talvez !!! mas do mal o menos… não se pode agradar a todos e não se governa um país só com medidas populares.
Precisamos de quem arrisque quem invista a longo prazo … a titulo de exemplo, parar com as obras previstas pelo actual governo, tipo TGV  é afastar-nos um pouco mais da Europa, mas isto era outra conversa…  
Feita a "análise política"... a minha claro está. Não deixem de exercer um direito que é de todos nós e foi adquirido á conta de luta e sofrimento de uns tantos para que hoje possamos escolher em consciência.
Não se pode agradar a gregos e a troianos é verdade… Deus que foi Deus não agradou a todos..
 A esta hora está uma amiga minha a (que tem três mãos ) a dizer: para escreveres isso mais valia estares quieta!
Pois lamento, mas voltando ao inicio , o que eu mais gosto nos blogues é que como isto é meu, eu faço o que muito bem entendo sem me preocupar com o que os outros acham ou deixam de achar .
A vida realmente não é fácil… mas temos pena não fui eu que a fiz!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:44


Cheirinhos... de trazer por casa !

por R.Cheiros, em 13.01.09

Portugal  é um país de brandos costumes… Gente boa, pachorrenta como diriam alguns: Muito bons de boca.... Há até quem lhe chame: O cantinho há beira-mar plantado.


Tenho aqui no escritório uma TV. Aquela “caixinha mágica” que agora parece que é moda dizer-se que não se vê…(Gosto de a ter ligada como som de fundo, até posso não lhe estar a ligar.. Mas faz-me companhia principalmente quando trabalho fora de horas.) Pois, mas eu sou muito antiga e gosto de ver.

Não que mereça a publicidade (SIC) tem uma programação que benza deus… já para não falar da falta de respeito pelos espectadores. Sim falta de respeito, só um canal dirigido por alguém que não tem dois dedos de testa muda os programas de horário só porque lhe convêm a seu belo prazer. Sem se preocupar com outros tantos que aquela mesma hora segue um determinado  programa de informação ou seja lá do que for. Mas a diante… 


Eu gosto de ver  a ver a SIC noticias( ontem foi um bocadinho mais ao lado na generalista) e vejo um senhor da protecção civil.. (um responsável) quando acusados de não terem dada o seu melhor neste ultimo nevão, com o seguinte discurso: "Não podemos adivinhar onde vai nevar nem a que horas, podemos ajudar não podemos fazer milagres."
Eu pergunto se é “isto” o responsável  pela protecção civil estamos bem tramados… Ai paíszinho de terceiro mundo.... Se um dia a nevar deixou uma quantidade de gente presa  nos carros por mais de 12 horas se nevar durante duas semanas bem morremos de fome e de frio! O país fecha as portas. Depois de tantos avisos da meteorologia que trabalha directamente com a protecção civil isto lá é resposta que se dê..?


E por falar em frio..!
Eu olho para as minhas mãos e até me dói a alma, alem das próprias mãos, está claro. É que isto de ter frieiras não é brincadeira. Primeiro, sente-se uma ardência acompanhada de comichão, depois começam a aparecer uns pontinhos vermelhos que inflamam até se transformarem em bolhas. Como resultado, os dedos incham e cobrem-se de um vermelho intenso e a pele estica tanto que parece querer rebentar. A minha sorte é que as minhas não rebentam e nunca me apareceram nas orelhas.

Existem casos que são necessário tratamento de enfermagem. Bom também tenho sorte de não morar em Vila Franca do Rosário uma freguesia de Mafra. Por incrível que pareça nem um profissional de enfermagem tem. (Isto ainda no programa de informação..)
Quando se perguntou ao director do centro de saúde o porque da falta de profissionais de enfermagem naquele centro, a resposta foi rápida e certeira: "Porque temos falta de pessoal"  

Bravo meu caro Doutor, uma verdade de "la palice" a que já todos tinham chegado. A pergunta que se impõe é:Porque..? Com tantos jovens e não só, licenciados em saúde a quererem trabalhar e em situação precária, estão a espera de que?

 

A área da saúde é uma coisa que sempre me fez confusão. Todos os dias se ouve falar na falta de médicos principalmente no interior. Eu pergunto-me : Então porquê é que não há mais vagas para medicina?   E as que existem são médias altíssimas.. (Será que existe aqui um dos tais lóbis que tanto se fala?)Mas atenção, aqui mesmo ao lado em Espanha qualquer aluno com média de 16 entra para medicina. Que depois vem alegremente trabalhar para Portugal e já pode? Não é estranho?
Que eu saiba, medicina ainda continua a ser um curso só possível de tirar em universidades públicas, não nas privadas, certo? O estado não deveria colocar os recém formados onde existem falta de médicos?? Afinal foi um investimento na sua formação há conta de todos nós.

 

Tondela é uma boa terra, na região centro, zona do bom vinho do Dão. Alias, não é só Tondela todo o Distrito de Viseu é excelente mas frio como o coraças. Uma das principais características dos tondelenses é o desenrascanço, pois é... Não há aquecimento na escola toca de levar aquecedores e cobertores. há... Mas sempre tem o "Magalhães" não minimiza o frio mas faz bem ao ego do nosso primeiro. 


Li por ai algures alguém a “dizer”:   Por incrível que pareça tudo o que escrevo é fruto da minha imaginação!   Eu por incrível que pareça sou pouco imaginativa.. e tudo o que escrevo são coisas que vou ouvindo aqui e ali…


Ainda na TV , estive a ver uma reportagem onde se perguntava :será  que nos conseguimos olhar  como verdadeiros críticos de nós próprios?
Boa pergunta…
Será que conseguimos mesmo?
Tenho serias duvidas que sejamos capazes de nos analisar e de nós criticar de forma absolutamente imparcial.

E vocês o que acham?


Fala-se tanto em livre arbítrio mas tecnicamente não existe, só  em teoria é possível . Seria uma maravilha se tivéssemos controlo sobre as nossas escolhas, mas na realidade isso não acontece. Apenas escolhemos o que a sociedade nos impõe.

Para que o livre arbítrio pudesse vir a ser real, (e o que é real..?) teríamos que escolher algo que não nos foi imposto, ou não seja de nosso conhecimento, só que escolher algo que não existe (o que é existir?) é impossível, logo o livre arbítrio não existe.
Existem muitas possibilidades, mas possibilidades essas que o sistema impôs ao indivíduo, ele não as criou, elas existem e são impostas. 

Nós  nada mais somos do que o instrumento da execução de uma das alternativas que nos são dá-das.

Por isso não temos livre arbítrio, nós somos apenas um instrumento de execução. A nossa  escolha é baseada na  informação que nos é impingida.. influencia as nossas  escolhas, as nossas  acções não são espontâneas, são  condicionadas.
O livre arbítrio não existe, a originalidade também não, somos reflexos de uma sociedade imposta, que nos direccionam e influenciam sobre as nossas escolhas, somos “robôs programados”.

 

Vivemos numa grande " ilusão" ! Claro que não tão grande como a daquele casal que teve a ilusão de ter 4 milhões de euros de premio no casino e nem lhes viu a cor..

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30


Uma questão de consciência..!??

por R.Cheiros, em 14.10.08

 

     Será consciência..?
Existia o grilo falante que era a "consciência" do Pinóquio.
(alguém se lembra?)


Mas de uma maneira ou de outra, com os sem “grilo falante” consciência todos nós temos. Ou quase todos...

 
Quantas vezes não somos alertadas para algo.. Uma "campainha" interior que insistimos em não "ouvir" o que nos diz? É a nossa consciência? Não tenho a certeza que seja. Também não tenho a certeza que todos tenham consciência.

Bom, a mim nunca me faltou e fala que se desunha...As vezes até fala mais do que devia… Penso até que existem dias que devia estar bem caladinha...

 
Será que a tal da “consciência” a responsável pelas constantes inquietação e duvidas na altura de tomar certas decisões?


Não sei se será! Mas sei que me irrita e inquieta esta constante campainha da consciência. Parece que faz questão de me lembrar dos prós e dos contras, parece que insiste em “proteger-me” de determinadas escolhas...  Pois não  sei o que é, nem nunca vou saber. Se é sexto sentido, espírito santo de orelha ou consciência... A unica coisa que  sei é  que me anda a inquietar..


Até ver, vou-me deixando levar e fazendo escolhas... Nem sempre as certas. Mas isto de viver há ganhar e há perder... Quando escolho as vezes perco. Porque isto de escolher perdem-se umas coisas e ganham-se outras.... Só espero que as escolhas compensem..

Como referi no post anterior e aqui encaixa como uma luva:"Dizia  Nietzsche a vida é um eterno retorno, porque precisamos, temos a obrigação de errar e voltar a errar quantas vezes for necessário , em suma, só vale a pena se  levarmos uma vida de liberdade, uma vida que valha a pena ser vivida..."

 

Eu sinto que ainda vou errar muito... Fazer muitas escolha umas acertadas outras talvez não... E viver..

Há quem diga que felizes são os “loucos” que não tem consciência...
Não sei se assim é. Nem sei se gostaria de ser louca... (ou se já sou..) Mas as vez dava-me um certo jeito passar pela vida sem consciência...nem que fosse uma vez por acaso.

As vezes não vos apetece dizer: que se "fo...." lixe a consciência??

 

Mas o que é a consciência?
A consciência pode ou não ser explicada?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05

 

Eu não vivo sem música. E vocês?

É uma constante na minha vida em todos os momentos, acordo com música é o som do meu despertador, no carro no trabalho, ou em casa. Eu acho que a música é um alimento da alma que nos pode fazer sonhar, viajar, enfim eu adoro musica. Na minha casa desde menina sempre se ouviu muita música. . Recordo-me das músicas que habitualmente se ouvia lá em casa influencia principalmente do meu pai.

Adriano Correia de Oliveira

Pedro barroso

José Mário branco -Mudam-se Os Tempos, Mudam-se as Vontades

Zeca Afonso Traz outro amigo também Cantigas de Maio

E Alfredo Marceneiro claro, que era a voz do fado de eleição do meu pai. Acho que na altura eu sabia todas as letras de cor.

Com os meus irmãos, sim que nessa altura eu ainda era a mais nova (a ultima nasceu com 13 anos de diferença de mim) comecei a ouvir outros géneros musicais e a ganhar verdadeiro gosto pela música.

Beatles,Aretha Franklin.(foi com a minha irmã) Frank Zappa, Pink Floyd,The Tubes,Peter Gabriel, Cat Stevens, Black Sabath,e Rolling Stones,Rory Gallagher, etc etc e o mestre da guitarra :Jimi Hendrix (curiosamente nessa altura o meu irmão jogava à bola federado, começou a ir para os treinos de guitarra ao ombro, aqui entre nós jogava melhor do que tocava mas entretanto optou pela guitarra)

Depois começamos a fazer a nossa propria seleção e a gostar mais disto ou daquilo..

Nirvana, Marillion ,Dire Straits,Supertramp,Credence Clearwater Revival ,Rod Stewart foram algumas das minhas escolhas. Hoje tenho outras, claro.

E Porque existem memória que não se perdem, algumas das musicas não que hoje sejam as minhas preferidas mas que de alguma forma marcaram a minha vida neste ou naquele momento e me despertaram os sentidos. Então aqui vai:

Zéca Afonso Balada do Outono : Ela embalou a minha infância, assim como outras músicas faz-me lembrar de alguém muito especial. O meu Pai.


Earth & Fire – Weekend : Sempre que me recordo esta musica, lembro-me uma festa há muitooo tempo atrás onde conheci alguém muito especial.


Rod Stewart-I Don't Want To Talk About It: (Como gosto de todas escolho esta ) Lembra-me minha primeira paixão de adolescente, daquelas dramáticas, que quando não dá certo, agimos como se o mundo fosse acabar..


Creedence Clearwater Revival - Have You Ever Seen The Rain : Momentos muito felizes, lembro-me de todas as palavras ditas, lembro-me do refrão que cantei junto com alguém que é parte importante da minha história.



Dire Straits - Sultans of Swing: Fizemos uma viagem muito agradável e essa música tocou repetidamente durante todo trajeto e quando a escuto, lembro-me perfeitamente daquele dia.


Eagles - Hotel California: Velhos tempos:))



BB King - The Thrill is Gone( resalto esta) Um tempo bom, sem responsabilidades, sem preocupações...só amor:)


Kenny Rogers - The Gambler: Este “homem” está ligado a minha vida desde que me casei... tambem aprendi a gostar. Marca o início da minha vida em comum quando toca  associo logo a alguém muito importante na minha vida,meu amigo,companheiro, que me deu um dos meus maiores tesouros, o meu filho.



Vangelis - Chariots of Fire: Uma fase da minha vida foi embalada por essa música. O meu filho era pequeno e, enfim.


Bryan Adams - Have you ever really loved a woman : Uma semana de sonho onde fui rainha... É só fechar os olhos e escuto  lembro-me de cada pormenor.. Porque tenho a certeza que este homem canta só para mim..


 

 

Hoje tenho outras preferências mas estas músicas marcaram a minha vida. Ainda hoje me acompanham no carro o :Bryan Adams e Creedence Clearwater Revival estes ultimos são unicos e fantasticos.

 

 

Guardo religiosamente os meus velhinhos de vinil...

Adoro jazz e música clássica até os meus gatos gostam..

E fado

 

Músicas da vida... Vocês terão as vossas
 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:50


Isto é um mimo...

por R.Cheiros, em 12.09.08

  Dois posts num dia só... Mas justifica-se acreditem.
A Isabel do coisasdocoracao que se diga de passagem é uma simpática resolveu oferecer ao meu R.Cheiros estes três fantásticos prémios.

 Primeiro:
 Sei que por dentro sou uma Rainha e que mereço este mundo e o outro. Mas estou na divida se não me o ofereceu porque acha que "falo de mais:))

Segundo:

Porque é que é tão complicado perceber o que se passa na cabeça duma mulher? Se calhar é igual nos homens mas da minha limitadíssima experiência estou em crer que as mulheres só complicam mais um bocadinho... Dizer o que se pensa ajuda a descomplicar:)

Terceiro:

Lamentavelmente esqueci-me dos óculos em casa e não consigo ler os discursos da praxe que se fazem nestas alturas:)


 

          1º                              2º                                 

Bom... Isto dos prémios torna-se num círculo vicioso porque invariavelmente oferecemos sempre aos mesmos. Hoje não vou dizer que os leva quem quiser ou outro blá blá blá qualquer.
Porque vou descobrindo novos espaços "amigos" ou não deste blogue não me importa e nem sei se é correcto:) mas é o que me apetece fazer. E vou começar pelo último.
Então bora lá:

O 3º ofereço a uma pessoa que tem um blog "doce" porque nestas coisas os olhos também comem...  Por se dar ao trabalho de ilustrar o blogue com fotos suas e merece os Óscar da Tertúlia de Sabores

1º Ofereço a dois borguistas homens.
Ao jangadadecanela  já  conhecia o blog mas ontem passei lá um bocado grande e acho que o Luís escreve com uma sensibilidade que... :) ok está entregue

E para Antonio Codeçoeste não conhecia mas valeu a pena conhecer e ficou-me na cabeça.. Vou voltar mais vezes. Gostei de tudo o que encontrei

O 2º  vou oferecer e não é troca de galhardetes... acho mesmo que está mulher diz tudo o que pensa...coisasdocoracaoPode não ser nos posts mas nos comentários cuidado com ela:))

Nota: ninguém é obrigado a publica-los nos blogues que mencionei. Mas fica em acta:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:57


Cor! E a tua qual é?

por R.Cheiros, em 03.09.08

 Há uns dias passei os olhos pela seguinte frase:
"A vida tem a cor que a gente a pinta."
Desconheço o autor, embora tenha pesquisado na net (rapidamente, confesso!).
 Independentemente de quem seja, considero uma constatação feliz uma óptima afirmação.
Sempre gostei de cores...E, elas, fez-me lembrar :Querer, escolhas e caminhos...
O que é que todos sem excepção querem? “Ser feliz.”
Uns dizem que a felicidade não existe. Outros que são momentos. E outros ainda têm conceitos de felicidade muito próprios.
No nosso dicionário particular, o termo felicidade pode receber uma infinidade de significados. Ou melhor, o 'ser feliz' está condicionado às expectativas de cada um de nós. Como somos todos complexos, E diferentes  para alguns "ser feliz" não são conceitos facilmente definidos...
Mas penso que a maioria de nós quer é ser feliz. 
'A vida tem a cor que a gente a pinta’.
Esta  frase, vá se lá saber porque, sugere-me que de alguma maneira, somos responsáveis pela 'pintura' de nossa vida. A cor que escolhemos pode ter a ver e de que maneira com a nossa felicidade, alegria, ou tristeza.
A vida é feita de escolhas. Umas certas outras nem tanto. Mas é como uma paleta de cores ... Com grande variedade de opções. Podemos escolher e mudar a cor mais ao nosso agrado.
Eu gosto de uma parafernália de cores. Vários tons...E,acho que tenho aprendido a pintar minha vida com as cores que mais  gosto.

Nem sempre com tons claros ... Mas rapidamente pinto por cima um tom mais agradável...

Eu pessoalmente não sou muito original. Gosto de preto e branco. Mas , segundo Leonardo da Vinci: O branco e o preto não são cores mas extremos da luz. Pois não sei... só sei que gosto.
 (Dizem que Picasso gostava de azul  Van Gogh gostava de amarelo já Monet preferia o vermelho).
Deve ser muito triste, no final desta vida (porque existem outras), apercebermo-nos de que a vida sempre nos permitiu fazer escolhas e inclusive tivemos todas as cores à nossa disposição; todos os pincéis; tintas; guaches; lápis de cor; todo tipo de cores e texturas. Mas que, por um lamentável descuido, deixamos passar a vida sem colorido....
Reparem que até mesmo o arco-íris se permitiu ter cores, enquanto muitos nós, passamos a vida sem o colorido que poderíamos ter...

Na cultura ocidental, as cores podem ter alguns significados, alguns estudiosos afirmam que podem provocar lembranças e sensações às pessoas.

Podia por aqui o significado das cores, mas seria monótono:)

E tu, qual é a cor da tua vida?
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:54


Escolhas sorte/azar

por R.Cheiros, em 13.05.08

 

Ontem revi ou seja vi pela vigésima vez a Cidade dos Anjos. É um retrato perfeito das escolhas que fazemos em determinadas alturas da vida.Para tudo, mas mesmo para tudo temos de ter sorte.. Dou comigo a pensar na minha vida. Mais cedo ou mais tarde, acho que tudo aquilo com que ao longo dos anos nos deparamos acaba por ser um reflexo dessa mesma sorte. Ou do azar. Tanto dá. São os dois lados da mesma moeda. E um está invariavelmente ligado ao outro. E o que para mim hoje é sorte, amanhã pode mesmo revelar-se o maior dos azares. E vice-versa.Coisas tão simples que muitas das vezes não pensamos nisso. Como por exemplo: A sorte de termos a família que temos, a sorte de crescermos num determinado meio , a sorte de sermos como somos (ou não!).
Eu tenho mau feitio. Reconheço. Sou teimosa, refilona e não deixo nada por dizer, por isso meto-me muitas vezes em confusões

Costumam dizer que sou uma insensível. E que às vezes pareço um mamute numa loja de cristais. Talvez porque não consigo disfarçar o que sinto. Pensei e quando dou por mim já o disse. Tenho o meu coração com ligação directa à boca. Mas não é por ser insensível é sim porque sou impulsiva. Demasiado impulsiva. E é por isso que choro e rio como uma "Madalena". E é também por isso que compro guerras com as quais muitas vezes nem tenho a ver directamente. A sorte ou o azar  reflecte-se em grande parte nas nossas escolhas ao  longo da vida e em darmos valor a pequenas coisas que nos parecem sem importância mas que não imaginamos a sorte que temos até as perder.

Eu sou uma sortuda, primeiro que tudo porque estou viva.

Sou uma sortuda porque sou uma optimista de bem com a vida. E azarada porque maldigo a minha vida muitas vezes
Sou uma sortuda porque sou extrovertida. E azarada porque por vezes me fecho a grandes oportunidades.
Sou sortuda porque sou independente. E azarada porque algumas vezes não sei aproveitar essa independência
Sou uma sortuda por rir imenso e estar de bem com a vida. E azarada porque me emociono com facilidade
Sou sortuda por seu uma impulsiva. E azarada porque não consigo parar a tempo e controlar-me
Sou sortuda e por ter o emprego de que gosto. E azarada porque nem sempre tudo corre como gosto
Sou sortuda por ter amigos especiais.E azarada por não ter tanto tempo como gostaria para estar com eles.
Sou sortuda por ter a família que tenho. Eles são azarados  por ter que me aturar.
Sou sortuda por gostar de viver e de pessoas . Eles têm azar se não gostarem de mim.
Sou sortuda por ser uma eterna criança. E azarada porque às vezes me falta a capa de mulher madura.
Sou sortuda porque sou gira como o caraças;)

Sou sortuda porque tenho a capacidade de sonhar.
E por ultimo sortuda por ter um blogue e por ele me dá tanto prazer. Azarado é quem ainda não o descobriu.

Sou sortuda porque sou muito modesta:)))

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:24


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D