Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


 

Há alguns anos atrás, nós, portugueses conquistamos a tão gloriosa e esperada liberdade de um regime totalitário que até então massacravam com torturas, repressão e censuras. Conquistamos a tão almejada democracia, que nos dá o livre arbítrio, a liberdade de expressão e acção. Como isto é lindo, não é?
Hoje somos pessoas “livres”, podemos fazer o quisermos....


O governo? “Ah! Esse não tem autoridade sobre mim!” “Ha ha ha, eles não prestam para nada!” “São uns bandidos e nosso primeiro-ministro um sacana filho da mãe!” "O presidente da república? À esse é um verbo de encher.."Política? Não ligo nada a política! Política não serve para nada! Eu nem voto! Ou se voto é em branco!”
Livros? Escola? “Eu adoro ler e estudar”, ou então “estudar para quê?” matamo-nos a estudar para depois não ter emprego... Quantas dessas frases nós ouvimos todos os dias? Aliás, isso é digno de um país de semianalfabeto! Pena é que ninguém tem consciência disso.


As pessoas só se importam com seu status (chique essa palavra americanizada, não é?), dinheiro e posição social, só pensam em ter, nunca em ser!Vivemos numa sociedade globalizada propagada pela aura da modernidade capitalista. Está-se na sociedade do espectáculo, onde as pessoas se julgam muito espertas porque vêem televisão de plasma, tem cartão multibanco para utilizar 24 horas por dia e já todos usamos telemóvel. Vivemos para ganhar dinheiro tornarmo-nos “ricos”, ou quem sabe, apostar na sorte e ganhar o euro milhões


Pessoas fingidas? Sem nenhum escrúpulo? Pessoas que lhes preocupa mais a vida dos outros do que a sua... ? Falsos moralistas e preconceituosos..? hipócritas..? Pisam por cima de qualquer um para obterem o que querem? Isto é sempre a mesma ladainha, não é?
A sociedade está cada vez mais individualista, capitalista e sem cérebro! Alimentada a todo instante por os meios meios de comunicação. Concursos altamente duvidosos que nos prometem   grandiosa ascensão social, 10 minutos de falso poder  pela “riqueza”
O governo fala, fala... E nós vamos nos deixando levar... Manipular, enganar! Alimentamos ilusões!


Hoje pensa-se em querer ter, mais e mais...ascensão social? Faz-me rir! A maior utopia que pode existir! Não vejo tantos pobres por ai virando ricos dá noite pró dia, aliás, nunca nem vi, nem ouvi, mas remediados a virar “pobres” é o pão nosso de cada dia.
Viver num mundo de ilusões ou de verdades inventadas?

 

Parece que não mudou muita coisa, mudou-se apenas o nome. A imprensa continua a fazer o seu papel, o estado continua a exercendo seu papel de sempre, manipulando, enganando e fomentando ilusões. E nós os tolos acreditando e venerando.
Todos acham que são livres, porém é certo que o passado está muito mais presente do que queremos ver, afinal a ignorância cega! Achamos que somos livres, mas somos controlados e limitados, seguimos regras impostas, disfarçadas de “liberdade” e “democracia”.


E hoje  dia 10 de Outubro... Vergonhosamente a Direcção Nacional do PS impôs a todas e todos os deputados disciplina de voto.
Se todos os deputados abandonarem a sala no momento das votações é um gesto de coragem contra esta hipocrisia politica que o PS quer impor.
O PS impede a liberdade de voto.
O PS impede a cidadania plena.
Falta liberdade e igualdade na lei!


Eu tenho a minha sexualidade bem resolvida as dos outros não me incomodam nem o casamento me afronta.
O que é que pode incomodar a qualquer ser humano seja ele quem for as orientações sexuais do outro?
O mundo passara a ser muito melhor e mais pacifico quando deixarmos de nos preocupar com as escolhas dos outros e deixarmos de tomar as nossa como certas ou verdades absolutas.
Todas as pessoas têm direitos iguais ou deveriam ter independente da raça, religião, cor, sexo ou orientação sexual.
Dentro de uma democracia, a própria definição de Direito, pressupõe deveres e direitos iguais para todos independentemente da sua cor, credo, religião raça ou orientação sexual. Cidadania, direitos e deveres iguais deviam ser garantidos.

É uma questão de justiça!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:43


Lucida!!

por R.Cheiros, em 21.05.08

 

 

 

 

Quem de nós nunca teve vontade uma vez por outra de gritar, um grito de alma e dizer basta...

Sim, tu que me estas a ler neste momento, nunca te passou pela cabeça mudar tudo??

Nesta sociedade sou mais um número, nada me destaca, contribuições em dia, voto, dever cívico cumprido, tenho casa, carro, família, sou correcta em todos os aspectos.

Na rua sou invisível, não me vês sou igual a toda a gente, nada me diferencia.

Uso o disfarce perfeito, roupas da Zara,Massimo Dutti Lanidor,de uma sociedade consumista e ambulante, igual a milhares de outras pessoas, onde ninguém me pedira justificação ..

Ninguém olha ninguém nos olhos.

Quero tirar o meu disfarce.

Eu sou muito mais do que isto que se vê ..., falta a minha alma, o sorriso, o meu amor, o meu ódio, o meu desprezo, o meu cérebro meu olhar, os meus sonhos..

Sonhos que dificilmente tu consegues ver. É isso que me torna livre, me afasta das tuas rédeas, que pôs o brilho nos meus olhos, que me torna única.

Sou muito mais do que tu queres, ou do que consta no meu BI, sem complexos, fronteiras, barreiras ou limites.

Sozinha no meio de tanta gente...

 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:01


Por acaso há um dia do homem?

por R.Cheiros, em 07.03.08
Bem sei que é amanha... e era para deixar passar em branco, mas ...
( não resisto ,depois de ouvir um grupinho de mulheres a comentar ao almoço sobre as prendas que esperam receber amanha)
É este o vosso  conceito de igualdade?
Igualdade dos sexos uma M....!
Se fôssemos iguais não tínhamos dia institucionalizado.
Por acaso há um dia do homem?
Se fôssemos iguais não precisávamos de quotas nos partidos e na assembleia
Nós nunca seremos tratadas com igualdade muito menos não enquanto existirem estes diazinhos da treta...
E sabem porque?
Porque como é claro  não somos iguais, nem melhores nem piores somos diferentes, somos mulheres.
Não quero nem tratamento especial só igualdade de oportunidades de deveres e direitos
Queremos ser tratadas como merecemos todos os dias do ano e isso basta

 «Apenas mulher»

O presidente amanha vai condecorar umas quantas mulheres e tem que existir um dia especifico para as condecorar????
Amanha é o dia que todos se vão lembrar de que uma em cada sete mulheres é espancada em casa (falei nisso há pouco tempo) que blá blá blá blá bla .
Sobre a igualdade dos sexos blá blá blá
O dia da mulher é uma verdadeira humilhação.
Pois bem, peguem no dia 8 de Março e enfiem-no  pelos entrefolhos a cima

 (junto com as rosas tipicas ofertas dos centros comerciais e ruas de lisboa)

E agora vou  pegar nos papeis...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:39


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds