Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mulheres vítimas de exploração sexual vendidas por 35 mil euros; sem-abrigo raptados para trabalho escravo em Espanha; falsas agências de emprego: a ponta do icebergue do tráfico em Portugal.

 

Jornal de noticias

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:29


A vida até é uma aventura!!

por R.Cheiros, em 19.12.08

A vida é um exercício de flexibilidade   essa é que  é essa.  Ele há dias que não sei como me aguento aqui no alto deste muro de onde vejo tudo o que a vida tem para me dar. Sim porque por muito que a gente não queira existem coisa que nos são empurrada e entram pelos olhos dentro.
 Nada disto faz muito sentido mas a vida é mesmo assim..Nem tudo faz sentido ou até faz a gente é que teima em não ver..
Mas enfim, continuando aqui na linha de pensamento...
As coisas haviam de ser mais simplezinhas… e a gente não se devia dedicar tanto à procura de razões para subentendidos que pura e simplesmente não estão no dicionário original. Será insegurança? Será fraqueza? Será que não conseguimos admitir que não somos tão completas como nos queremos fazer parecer às vezes? Seja o que for… é uma grande chatice, lá isso é!


Depois de alguns momentos de angústia lá consegui finalmente descobrir o motivo porque o aspirador deixou de fazer vapor e largava uns pingos de água.
Sim, que isto de ter animais peludos em casa acarreta além de horas de jornada extra aquelas mariquices como vapores e purificadores. A menos claro que se goste de conviver com pelos por todo o lado o que nunca foi o meu forte. Pelos, pelos, só mesmo os do meu "mais que tudo" mas esse está terminantemente proibido de os tirar.


Depois de alguns palavrões e alguns parafusos espalhados no chão descobre-se finalmente o precípuo da questão. Que veio atrás de uma enxurrada de agua suja perto de 3 litros que me alagou o chão da cozinha. Do mal, o menos se não descobrisse que tanto estrago valeu apenas uns míseros 0.50 cêntimos.. Muito pouco para a espargata que fiz e a bela da nódoa negra que tenho no traseiro que parece que andei a bater com ele em alguma esquina da parede...   Por momentos voltei à infância  e era ver-me a apanhar a dita com a velha e boa pá para um balde como uma criança na praia. Definitivamente a infância já lá vai... Já não tenho idade nem para esta patinagem artística "forçada" nem para andar descalça sobre a água (o ultimo a conseguir essa proeza foi há mais de 2000 anos e ainda hoje se fala nele..) e muito menos para andar de rabo para o ar a tentar apanhar água. Um balde cheio depois, estava suada desgrenhada mal-humorada um verdadeiro trapo.... Mas nada que um banho não resolva.

 

Sim que depois desta renhida luta humano (ou quase) contra a máquina ainda tinha que ir ao circo.
De que adianta esmorecer... Parar é morrer!!

E é que de cabeça erguida é mais fácil ver o caminho e além disso dá para apreciar melhor as vistas, então não é? Há que esquecer o passado. É isso! O que lá vai lá vai e o que sobrou..?  algumas nódoas negras só me podem impedir de sentar por alguns dias..

Mas isso não interessa nada e portanto ou me escondo aqui a chorar em lamentos ou aceito o convite do meu filho e vou com ele e a amiga ao circo.

Há pois é... Ontem fui ao circo. Circo Victor Hugo Cardinalli ao parque das nações.
Ok, confesso que não sou grade apreciadora da arte e nem gosto por ai além de palhaços... Porque será :)???
Não sou grande entendida mas na minha modesta opinião tem qualidade e excelentes artistas. Umas horas de ilusão com umas boas gargalhadas há mistura.. Desde elefantes a cavalos, mágicos e equilibristas , palhaços e motas teve de tudo e eu gostei. Principalmente dos leões e do carrinho das pipocas. Já agora acrescento para dizer me surpreendeu pela positiva. Com cadeiras individuais ,wc c/ fraldario rampa para deficientes e até enfermaria. Ou quiçá sou eu que estou desactualizada e já não ia ao circo há muitos anos.

Mas nem sempre para se ver palhaços precisamos de pagar bilhete ou ir ao circo...


O que me custa a entender a estupidez de algumas pessoas! Volto sempre a este tema recorrente mas que posso fazer... Até a estupidez tem limites.
É que acho que as pessoas se deviam limitar a viver a vida  que de si já nos prega tanta rasteira sem procurar mais sarna para se coçar..


Ele e ela tinham um casamento  de 12 anos. Vê-los dava gosto ...

- Ela: Querido blá blá blá
- Ele: Sim amor blá blá bká e blá...
Pois mas nem tudo o que parece é... E as aparências também enganam...Nem tudo o que luz é ouro..

Não, não estou a dizer que ela não gostava dele, longe de mim.... Apenas resolveu partilhar tanto "amor" que tinha para dar com mais alguém.

Ou era só sexo...Sexo e amor podem estar separados ou não?

Bom adiante...
Ele descobre e estupidamente apaixonado nunca lhe passaria pela cabeça que a “culpa” também podia ser dela, não senhor, ai a minha santinha! E vai dai, resolve contar alguém, e para que..? Para dar cabo do carro do malvado que lhe desencaminhou a santinha.
E toca de contratar, quem.. perguntaram alguns, pois nem mais um brasileiro (e notem que não tenho nada contra brasileiros...) mas estes (caras) depois de contarem tantas anedotas sobre portugueses são eles próprios uma verdadeira anedota.

 

Convêm dizer que isto está mau está mau mas a PSP da minha zona tem as instalações numa moradia toda XPTO moderníssima que mais parece um T8 de uma zona chique do Restelo.


Mas voltando ao (ele) que fica muita a dever à inteligência e esqueceu-se de pedir as credenciais de bandido ao brasuca e perguntar se tinha algum doutoramento em bandidagem... Contrato-o e não repara que é tão burro com ele próprio.
O serviço fica então combinado para o dia seguinte.
Ironia do destino, o amante mora na rua da PSP onde para o carro todas as noites.
Bandido macho nunca se preocupa com pormenores e afinal aquilo ali ao lado é só mais um T8 de algum “doutor “sim, porque não sei se já repararam no Brasil são todos doutores, pelo menos nas novelas...aproxima-se do carro e vai dai toca de partir o vidro um bocado de petróleo lá para dentro e vamos fazer uma bela fogueira que está frio...é que o tanso nem se apercebeu que o T8 mais a baixo era da bófia.
A noite até era pacata...e partir um vidro sempre faz alguém baralho..e a polícia andava por perto..
Alto lá, diz o xó guarda!

Qual que... Bandido inteligente mete-se no carro (dele)e toca de ir na direcção da T8  que por acaso e só por acaso  até é uma rua  sem saida...Conclusão, bate com as fuças no muro.

 

Isto dava um bom argumento de novela ó se dava! Estes factos são verdadeiros não fictícios e deviam pagar direitos de autor ou imposto por estupidez.
Ai a vida é bela...
Há dias que não lembram ao diabo e certas noites com um final que só pode ser para rir!

Digam lá para que tanta chatice... A vida até é uma aventura!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:16


Chicago "hoje farta da espécie"

por R.Cheiros, em 04.12.08

Alguém se lembra do Chicago?

 

Tenho dias que me sinto completamente farta da "espécie" masculina. Vá se lá saber porque lembrei-me deste filme. Gosto de cinema e de musicais e este vídeo é... Ou seja eu gosto.


 A letra é a descrição como "elas" despacham os respectivos  "mais que tudo" desta para melhor.


A música que é conhecida como o Tango da Lamúria, ou seja, onde as Assassinas da cadeia de Cook, revelam friamente como mataram seus maridos. Acho brilhante.
A história de Chicago não tem nada de amor ou paixão , mas sim sobre fama e publicidade, tirar o melhor proveito da situação e participar do grande circo onde o que importa é que o show tem que continuar.

O filme que conta a historia de Roxie Hart (Renée Zellweger), uma cantora que sonha em ser famosa. Ela conhece Velma Kelly (Catherine Zeta-Jones), que já foi famosa no passado. Em comum, ambas são assassinas. Roxie matou o amante quando ele a abandonou, enquanto Velma matou seu marido e irmã.

 

 

Vale a pena ver o vídeo, digo eu.
A letra diz mais ou menos isto:


Ele mereceu !                          
Ele só pode culpar a si mesmo se você estivesse lá se você tivesse visto

Aposto que teria feito o mesmo!

-Você sabe que as pessoas...Tem aquelas manias que te incomodam. Como Bernie.
Bernie gostava de mascar chiclete.Não,mascar não. ESTOURAR!
Eu fui pra casa um dia destes  e tava realmente irritada, procurava um pouquinho de compaixão. E lá está Bernie,deitado no sofá a beber cerveja e a  mascar, não, mascascar não...Estourando , e então eu disse:
“Bernie,se você estourar essa chiclete mais uma vez...”
E ele estourou…
Eu peguei a arma da parede e lancei dois tiros de alerta ...bem na cabeça dele….


-Eu conheci Ezekiel Young na cidade de Salt Lake há dois anos atrás
E ele  disse-me que era solteiro e começamos a sair.
Depois fomos moramos juntos. Ele ia trabalhar, voltava para casa,fazia-lhe uma bebida, Jantávamos…
E então eu descobri...“Solteiro”,foi o que ele me disse? Solteiro uma porra! Ele não era!!
Apenas casado. Ah, e não tinha seis esposas? Um daqueles mórmons,sabem?
E naquela noite, quando ele voltou, fiz a sua bebida, como sempre.
Sabem que não é toda a gente  que reage bem ao  veneno?

Ele mereceu ,Ele só pode culpar a si mesmo
Se você estivesse lá. Se você tivesse visto. Aposto que teria feito o mesmo! HA! Ele mereceu. Ele arrancou a flor da sua glória
E então ele usou e abusou..Foi um assassinato! Mas não foi um crime

 

(gosto particularmente deste )

 

- Lá estou eu na cozinha,a preparar  o frango para o jantar.
Cuidando da minha vida..E de repente aparece meu marido Wilbur
Num ataque de fúria.
“Tu andas a  sair com o leiteiro” Disse ele.
Ele estava maluco, e continuou a gritar:“Tu saíste com o leiteiro!”
E ele tropeçou na minha faca…
Tropeçou na minha faca dez vezes!

Se você estivesse lá.Se você tivesse visto
Aposto que você teria feito o mesmo!

 

É falso!! Não sei porque os EUA dizem que eu fiz aquilo!
Tentei explicar para o policia, mas ele não me entendeu...

-Tá,mas você fez? UH UH, inocente!

 

-A minha irmã,Veronica e eu fazíamos um show e meu marido,Charlie viajava conosco para o ultimo número .No nosso show,fizemos várias acrobacias...Um, dois, três, quarto, splits, águias invertidas, saltos mortais,
Um após o outro..
E nessa noite, antes do show, estávamos no Hotel Cícero, os três a brincar . Rindo, bebendo…até que o gelo acabou. Então fui buscar mais.
Voltei, abri a porta e  deparo-me com  a Veronica e Charlie  a fazer o número dezessete...A Águia Invertida!

Bem,fiquei completamente chocada, apaguei, não me  lembro de nada..
Até mais tarde, quando já estava a  lavar o sangue da minha mão
E percebi que eles estavam mortos!

Eles mereceram. Eles mereceram o que tiveram
Eu não fiz isso. Mas se tivesse feito. Como é que alguem  poderia me culpar?

 

( e vai por aqui fora..)


Eles mereceram 

Tudo o que tiveram 

Eles nos usaram E nos abusaram
Como podem  nos dizer
 que estávamos erradas?
Eles mereceram eles só pode se culpar
Se você estivesse lá se você tivesse visto
Aposto que teria feito o mesmo

 

 Sinto-me maléfica
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:40


O reino do faz-de-conta

por R.Cheiros, em 10.09.08

O a pobre do Michal Douglas acabara de ser abandonado pela mulher que lhe levou os filhos, tinham-no despedido do emprego, endividado até as orelhas,e, para cúmulo encontrava-se metido num engarrafamento do caraças em pleno auto - estrada de Los Angeles. Esturricado por um sol dos diabos e atordoado pelo pandemónio de milhares de buzinas a tocar ao mesmo tempo com os respectivos donos a vociferarem insultos entre si. As tantas para ajudar a tanta desgraça o fulano de trás deixa descair o carro e pumba..


Não era de estranhar que se passasse e que, de revolver em punho levasse por diante uns quantos condutores, enquanto se dirigia a casa da ex mulher.


Todos quantos estávamos a ver o filme compreendíamos perfeitamente o desespero do homem...mas, as opiniões dividiam-se cada cabeça cada sentença .

Todos nós sabemos  uso de armas de fogo é hoje o símbolo de muita  violência gratuita. E que se usa uma arma por "dá cá aquela palha" parece tão simples...


A criminalidade é cada vez mais violenta em Portugal, quem é que não sabe disso? Os roubos, homicídios ou violações - crimes que provocam maior alarme social e uma enorme sensação de insegurança.
Mas para além de mais violentos, os criminosos estão também mais organizados. Hoje em dia um roubo já é pensado até ao último pormenor. Basta recordar o ultimo assalto há "famosa" carrinha de valores no auto-estrada.


Assassinatos, violência doméstica, assaltos, tiros na escola, mortes em discotecas etc, etc, Será que nos tornamos mais violentos ao conviver com tanta violência?

Eu reconheço que me sinto insegura e bastante preocupada principalmente quando os mais novos cá de casa resolvem fazer as suas noitadas... Hoje uma troca de palavras pode dar origem a um tiro ou uma facada.

Existe uma crescente onda de violência explícita e gratuita entre os jovens entre o ser humano de modo geral, sejam eles de qualquer classe social, origem, raça ou religião.


Alguns culpam a sociedade cada vez mais exigente e competitiva que nos leva ao individualismo exagerado. Hoje vive-se um salve-se quem puder onde tudo é permitido não se olha a meios para tingir os fins e tudo se faz por 5 minutos de fama ou suposto sucesso.


Não importa ser mas parecer, e ter... Ter a casa mais  XPTO os melhores moveis que o vizinho , o melhor carro que o colega, as melhores ferias que o amigo, nem que para isso tenha que se fazer um novo credito. ter, ter... E quando se vai a ver são só aparências... Porque na realidade não tem nada, só dividas. É muito comum ver algum abrir a carteira e trazer uma infinidade de cartões de credito, eu pergunto-me para que??? Mas parece-me que são modas é giro e fica bem abrir a carteira e mostrar todo aquele "arsenal" Fazem-se créditos loucos, créditos para pagar créditos as famílias estão cada vez mais endividadas e mais “perdidas” e mais sozinhas. 

Não sei de quem é a culpa...

 A oferta de dinheiro fácil de plástico é muita todos os dias somos bombardeados com publicidade de dinheiro a baixo custo só facilidades...  Mas será que ainda há quem acredita que alguém dá alguma coisa a alguém de graça? 

 

Tudo se paga, nada é de borla... Cada vez mais se perdem casas por falta de pagamentos, carros são confiscados. Porque das duas e uma ; ou se come ou se pagam os créditos... e gera violencia.

A falta de apoios para a integração social o facilitismo à imigração descontrolada a formação de guetos tudo isto faz a violência

 

E os outros  vão ficando orgulhosamente sós.
Esse individualismo exagerado gera medo entre as pessoas. Esse medo faz com que elas se tranquem em si mesmos.

Nós, seres humanos, tornando-nos mais e mais individualistas estamos a perder a noção de sensibilidade quando deparamos com a violência veiculada nos jornais e Tv. A tragédia já não nos choca tanto.

Um crime já começa a tornar-se banalidade do dia a dia. A guerra passa a ser apenas uma mera contagem estatística de mortos e feridos. Uma simples cena de amor num filme faz-nos chorar muito mais que centenas de mortos todos os dias nos noticiários .

 

Assim, a violência pode ser expressa de várias maneiras. Seja ela física, urbana, doméstica, psicológica, política ou social. Mas uma coisa é certa, a violência está a crescer de tal maneira parece uma coisa comum, parece  um caso de normalidade no  nosso quotidiano. A violência tornou-se comum, banal.
E o que se faz??


Parece que vivemos num País inexistente, num qualquer reino imaginário de contos-de-fada.
As pessoas aprenderam a brincar com acontecimentos sérios, rindo às vezes de sua própria sorte.

Essa politica  anárquica torna o povo vulnerável frente às grandes decisões nacionais. Muitos procedimentos irresponsáveis acontecem diariamente sem que as pessoas pensem questioná-los.

Desse modo vemos o professor fazer-de-conta que ensina, o aluno fazer de conta que aprendeu e o estado faz de conta que baixou o insucesso escolar. 

O Governo fazer-de-conta  que governa e  o povo faz-de-conta que é governado os ministros fazem-de-conta que fazem alguma coisa .

O presidente faz-de-conta que conta para alguma coisa . Os  políticos fazem-de-conta que são sérios e o povo faz-de-conta que acredita.

O estado faz de conta que acaba com as barracas mas  faz guetos sociais e nós povo fazemos -de-conta  que acreditamos.

O estado  faz-de-conta que controla a imigração ilegal e o povo faz-de-conta que acredita

A Lei que faz prender é a mesma que  pode fazer soltar. Os policias prendem o juiz faz-de-conta que  "julga" e a vitima fazer-de-conta que acredita. 

Eles fazem de conta que a violencia está controlada ,e  o povo ainda fazer-de-conta que acredita..

São alguns absurdos que vêm provar que vivemos num País do faz-de-conta realmente

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:54


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds