Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Zeitgeist II

por R.Cheiros, em 08.05.09

Os velhos apelos ao preconceito racial, sexual, religioso, ao fervor nacionalista e raivoso começa a falhar.

A questão de quem eu sou saber se sou bom ou mau bem ou mal sucedido, tudo se aprendo no caminho..

Vivemos uma crise de consciência?


Zeitgeist II

Vale a pena ver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:43


Uma questão de consciência..!??

por R.Cheiros, em 14.10.08

 

     Será consciência..?
Existia o grilo falante que era a "consciência" do Pinóquio.
(alguém se lembra?)


Mas de uma maneira ou de outra, com os sem “grilo falante” consciência todos nós temos. Ou quase todos...

 
Quantas vezes não somos alertadas para algo.. Uma "campainha" interior que insistimos em não "ouvir" o que nos diz? É a nossa consciência? Não tenho a certeza que seja. Também não tenho a certeza que todos tenham consciência.

Bom, a mim nunca me faltou e fala que se desunha...As vezes até fala mais do que devia… Penso até que existem dias que devia estar bem caladinha...

 
Será que a tal da “consciência” a responsável pelas constantes inquietação e duvidas na altura de tomar certas decisões?


Não sei se será! Mas sei que me irrita e inquieta esta constante campainha da consciência. Parece que faz questão de me lembrar dos prós e dos contras, parece que insiste em “proteger-me” de determinadas escolhas...  Pois não  sei o que é, nem nunca vou saber. Se é sexto sentido, espírito santo de orelha ou consciência... A unica coisa que  sei é  que me anda a inquietar..


Até ver, vou-me deixando levar e fazendo escolhas... Nem sempre as certas. Mas isto de viver há ganhar e há perder... Quando escolho as vezes perco. Porque isto de escolher perdem-se umas coisas e ganham-se outras.... Só espero que as escolhas compensem..

Como referi no post anterior e aqui encaixa como uma luva:"Dizia  Nietzsche a vida é um eterno retorno, porque precisamos, temos a obrigação de errar e voltar a errar quantas vezes for necessário , em suma, só vale a pena se  levarmos uma vida de liberdade, uma vida que valha a pena ser vivida..."

 

Eu sinto que ainda vou errar muito... Fazer muitas escolha umas acertadas outras talvez não... E viver..

Há quem diga que felizes são os “loucos” que não tem consciência...
Não sei se assim é. Nem sei se gostaria de ser louca... (ou se já sou..) Mas as vez dava-me um certo jeito passar pela vida sem consciência...nem que fosse uma vez por acaso.

As vezes não vos apetece dizer: que se "fo...." lixe a consciência??

 

Mas o que é a consciência?
A consciência pode ou não ser explicada?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05


um dia de trabalho

por R.Cheiros, em 26.03.08

Quando ela entrou ,tailleur justo ,saia pelo joelho ,cabelo curto agora com uma cor arrojada.. ,os lábios de um vermelho furioso,não esperava que a sua secretaria Ana , a recebesse com aquele rapaz ao lado.

-Doutora ,bom dia…

-Bom dia e prosseguiu no mesmo ritmo de entrada habitual :atravessar o escritório a”correr”,com a  Ana atrás dela a dar-lhe conhecimento de tudo.

Gostava de entrar bem rapido ,chegava cedo e aproveitava para tomar um cafe e fumar um cigarro na sua sala ,antes da reunião com os outros advogados associados ,depois era o momento do dia de  disputarem atençães  e ela a ter que decidir bem rapidamente : para ela é o segredo de um bom advogado.

Mas a visão daquele rapaz ao lado da Ana ,estava a fazê-la não conseguir captar tudo o que se passava a sua volta.( como ela gosta)

Reparou primeiro no pescoço ,moreno e esguio,depois nos olhos de um azul mais claro que o céu e o mar depois da tempestade ,(isto é o lado dela de sonhadora) o  rosto era largo e forte ,mas os lábios grossos e firmes tinham um sorriso claro e quase de menino, já o cabelo era preto ,cortado rente.

O fato ajustava-se ao corpo largo ,como se estivesse a ponto de explodir ,via-se que o herdara de alguém ..ou como eu costumo dizer o (defunto era mais pequeno) ou que o comprara a muitos anos e foi pouco usado.

Mas ela não foi capaz de tirar da mente a quantidade deliciosa de músculos que deviam estar a gritar por debaixo daquela camisa azul justa ate a loucura, estava parado e sorridente…

-E falaram ainda do ministério publico ,continuava a Ana , querem que a doutora envie o fax sobre………

Ela percebeu que ele estava a notar a forma como ela o olhava.. .

Deitou os olhos ao chão e prosseguiu com ar serio e foi  pousar as coisas em cima da secretaria (não queria dar nas vistas daquela maneira).

Ana continuava a falar ,até que disse:  - E apresento-lhe o dr. João ,o novo estagiário.

Agora é que estava tudo em causa ,pensou consigo própria ,tinha que ser o mais  fria  e profissional possível .

Ele não podia perceber o que lhe tinha passado pela cabeça ,(em relação a ele e a secretaria castanha a sua frente).

-Bem vindo .João quê?

- João ( ….)

- (…..) ? ÉIrlandês ?

-Sim , o meu avo era Irlandês … mas não resistiu aos encantos de uma morena portuguesa , e vai dai que eu..

-Bem vindo ao escritório doutor, a  Ana vai indicar-lhe a zona dos estagiários , daqui a meia hora teremos uma reunião e vou passar-lhe um caso para me ajudar a desenvolver ,obrigado.

Ela sentou-se  com ar de fim de conversa ,João ainda ia contar que apesar de meio Irlandes era mais português que nunca , ele tinha uma graça enorme a contar isso mas ela  não podia ceder..

Ele sorriu de novo, acenou com a cabeça e tudo pareceu iluminar-se nele ,devia ter pouco mais de 25 anos..

Eles saíram e ela ficou a olhar para o escritório, uma obra de 20 anos de trabalho ,tinha consumido grande parte das suas energias e esforços , e esquecido afectos e boa parte da sua vida familiar…dividia-se entre a família e o trabalho ,o casamento ressentia-se ,(agora mais do que nunca).

Ana bateu  a porta – Doutora ,o dr. An... e a dr. Jo.. não podem vir à reunião ,a dr.Ma... tem que ir rapidamente ao escritório do cliente x . -Posso marcar para as três?

- Que remédio…

- E um problema ,o que é que faço ao estagiário?

Ao ouvir  aquela frase ,ela não foi capaz de resistir a vê-lo completamente nu,em cima da secretaria dela … estas doida pensou, e fechou os olhos como a querer apagar essa imagem

- O que faz ??? Então… mande-o entrar.

-Doutora ,quero começar por lhe dizer que estudei todos os seus casos… e que é uma referencia para mim.

E pronto , se aquilo continuasse assim, ela não sabia o que seria capaz de fazer

- Obrigado ,bom.. o que temos  aqui para decidir hoje ? Ana…

-Ainda aquele caso de adultério que tem entre mãos doutora…

Foi um duche de agua fria!!!!!!!!

(hoje não me apetece fazer mais nada...)

«Saber é lembrar-se! será isto a consciencia?????»

(Estou tramada!!!)

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:48


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D