Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Estava-me mesmo a apetecer...

por R.Cheiros, em 12.01.09

Um, dois, três... já está! 

Aqui estou eu de cara lavada e vou continuar por mais uns tempos, sem certezas.. 

(não sei se assim ou diferente)

 

A morte é a única constante da vida. Concreta e definida é a ideia que um dia todos havemos de morrer e a única coisa de que tenho certezas, é que um dia hei-de morrer.

 

Os blogues.. Uma moda que se vai pegando e que se pode tornar um vício. Saudável. E onde mais do que tudo se pretende exorcitar pensamentos próprios e alheios. De alguém que observa o mundo de uma maneira muito própria. Ou talvez não...!!
 

Mas daqui também não vêm nada mal ao mundo...uhmm...?!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:44


Uma questão de consciência..!??

por R.Cheiros, em 14.10.08

 

     Será consciência..?
Existia o grilo falante que era a "consciência" do Pinóquio.
(alguém se lembra?)


Mas de uma maneira ou de outra, com os sem “grilo falante” consciência todos nós temos. Ou quase todos...

 
Quantas vezes não somos alertadas para algo.. Uma "campainha" interior que insistimos em não "ouvir" o que nos diz? É a nossa consciência? Não tenho a certeza que seja. Também não tenho a certeza que todos tenham consciência.

Bom, a mim nunca me faltou e fala que se desunha...As vezes até fala mais do que devia… Penso até que existem dias que devia estar bem caladinha...

 
Será que a tal da “consciência” a responsável pelas constantes inquietação e duvidas na altura de tomar certas decisões?


Não sei se será! Mas sei que me irrita e inquieta esta constante campainha da consciência. Parece que faz questão de me lembrar dos prós e dos contras, parece que insiste em “proteger-me” de determinadas escolhas...  Pois não  sei o que é, nem nunca vou saber. Se é sexto sentido, espírito santo de orelha ou consciência... A unica coisa que  sei é  que me anda a inquietar..


Até ver, vou-me deixando levar e fazendo escolhas... Nem sempre as certas. Mas isto de viver há ganhar e há perder... Quando escolho as vezes perco. Porque isto de escolher perdem-se umas coisas e ganham-se outras.... Só espero que as escolhas compensem..

Como referi no post anterior e aqui encaixa como uma luva:"Dizia  Nietzsche a vida é um eterno retorno, porque precisamos, temos a obrigação de errar e voltar a errar quantas vezes for necessário , em suma, só vale a pena se  levarmos uma vida de liberdade, uma vida que valha a pena ser vivida..."

 

Eu sinto que ainda vou errar muito... Fazer muitas escolha umas acertadas outras talvez não... E viver..

Há quem diga que felizes são os “loucos” que não tem consciência...
Não sei se assim é. Nem sei se gostaria de ser louca... (ou se já sou..) Mas as vez dava-me um certo jeito passar pela vida sem consciência...nem que fosse uma vez por acaso.

As vezes não vos apetece dizer: que se "fo...." lixe a consciência??

 

Mas o que é a consciência?
A consciência pode ou não ser explicada?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D