Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pedaço de mau caminho (só conversa)

por R.Cheiros, em 17.12.08

“Bem! Tu  viste o pedaço de mau caminho que acabou de entrar?”, perguntou minha amiga Fátima, quase a engasgar-se com o café  que acabara de pedir.
 
“E tu achas que eu sou mulher de perder uma coisa dessas?”, respondi, sem tirar os olhos do moreno , género casual chique, cabelo negro que acabara de entrar.
 
“Sou tarada por homem de calça de couro preta. E olha que rabo ele tem...”

Obviamente, eu já tinha dado uma boa olhada no rabo  dele. Só que... “Estás cega, Fátima? O homem está de jeans.”
 
“Como, jeans? Espera lá: de que homem é que tu estás a falar?”
O deus grego que acabava de entrar, a umas três mesas de distância, de modo que pude fazer uma bela e detalhada descrição: “Aquele viking ali, barba meio por fazer, olhos azuis, quase cinza...”

 

“Não, o que eu digo  é o morenão do outro lado do balcão.  tipo latino caliente, parecido com o António Banderas.”
 
“Ah, aquele... Também é interessantíssimo. Mas podes ficar com ele todinho para ti.”
 
“Bem que eu queria”, suspirou a minha amiga, enquanto os objectos do nosso desejo se afastavam.

 

Os homens são tão sortudos! (E, desculpem, queridos, mas tão sem imaginação!) Enquanto eles tem como o seu tipo de mulher ideal um determinado padrão de beleza de que todos gostam, magras, belas e esbeltas nós, ao contrário, achamos a maior graça em “quase” todos eles, não importa o tipo.
 
A maior prova disso sempre ouvimos os homens dizer, o meu tipo de mulher é assim ou assado e sempre boazona de preferência. 


 Já nós mulheres em compensação...

É difícil definir o nosso tipo de homem. Pode ser o grande e cheio de músculos, ar perigoso; pode ser o sensível meio intelectual de olhar carente. O baixinho que passa despercebido. O certo é que se ele provocar uma reacção química...


A adrenalina enlouquece. A vontade é agarrar o desgraçado e leva-lo para algum lugar, qualquer lugar. E o Adónis que nos faz perder o eixo não tem necessariamente nada a ver com a beleza clássica do Adónis de verdade; muitas vezes, não tem nada a ver sequer com beleza.


Um jeito de olhar, um sorriso, o cabelo, um gesto de mãos..  Ou seja, há um sentimento que beira o êxtase espiritual quando olhamos para um homem bonito, mas alguns tipos de beleza são só para consumo externo. A diferença, desculpem o cliché, está no íntimo!

 

“Queres outro café?”
 
Fátima, que de parva não tem nada, percebeu imediatamente a segunda intenção por trás da minha gentileza. Do balcão, a “vista” era bem melhor do que ali da nossa mesa. E lá fomos nós procurar uma posição estratégica -- isto é, que me deixasse de frente para o meu deus deus grego. O homem era mesmo um escândalo de sensualidade. . Tinha até um buraquinho no queixo, o bandido.
 
“Ele é a cara do Juanes”, comentou a Fátima. Ela tinha razão: realmente ele lembrava o Juanes o cantar ,que é lindo de morrer.

 

“Aposto que é músico também”.
“Será?”, suspirei.
“Vai lá e pergunta!”, desafiou-me.
“Nem pensar!”
“Por que não? O que tem demais, olha que tinha graça?”
 
 A Fátima ainda me tentava convencer quando o “António Banderas” se “pendurou” nos nossos pescoços. “As meninas estão sozinhas?” O jeito ordinarote e o bafo de bebida foram suficientes para quebrar qualquer resquício de encanto. Um desastre completo
 
“Não, estamos uma com a outra, obrigada”, respondeu a Fátima, já totalmente esquecida do fascínio da calça de couro preta e pronta a protestar  se o homem insistisse em se sentar connosco. Felizmente, o Banderas não estava sóbrio suficiente para insistir.
“tens a  certeza de que preciso explicar o que tem de mais?”, brinquei.

 

Confesso que sou adepta fervorosa de olhar pelo prazer de olhar. O fato de ficar com os pneus arriados pela aparência de um sujeito não significa que queira levá-lo para casa. Na minha opinião, a graça está em admirar... E ficar imaginando coisas. Para que me decepcionar? Para que correr o risco de descobrir que o homem é gay? Ou que nunca leu, nem sequer um livro do Patinhas? O bom deste “ flirt” que acontece por acaso é que a gente pode projectar no "deus grego" todas as qualidades que gostaria que ele tivesse. Mas não há a menor necessidade de o comprovar  na vida real.

 

A experiência de vida já me ensinou que nem tudo o que parece é...  A beleza é muito subjectiva... Não podemos ter certeza de que um sujeito é mesmo bonito antes de conhecê-lo. Só aí o maxilar quadrado, o olhar penetrante, o sorriso misterioso, ganham sentido. É o tipo de beleza que só se vê de perto. Aliás, bem de pertinho.

 

Depois de a Fátima me dar boleia até em casa, fiquei horas e horas deitada na cama sem conseguir dormir, lembrando o grand finale daquela noite. Por momentos levantei-me, fui até à loja de música que existia dentro do café,  aproveitar  para ver os Cds  . De repente senti uma presença ao meu lado um perfume agreste de homem. E, no mesmo segundo soube que era ele.
 
Ficamos algum tempo em silêncio, mas eu ia morrer se não ouvisse a voz dele. “Não consigo encontrar nenhum  CD do Perry Blake. Consegue vê-lo?”, tentei parecer o mais natural possível. “Acabei de ver Have You Ever Really Loved A Woman?. Garanto que é das música que você mais gosta.” Com essa observação, ele subiu no mais alto degrau do meu pódio particular de homens interessantíssimos. Conversamos mais um pouco sobre nossos gostos musicais, escolhemos alguns temas e, quando me preparava para voltar à mesa, ele olhou-me bem dentro dos olhos (que, por sinal, não eram azuis, eram verdes), e disse:

 

“A gente já não se encontrou antes? Tenho a impressão de que a conheço .”
“Também tenho, mas não me lembro de onde”. A essa altura eu estava a ponto de ter uma coisa.
“Tudo bem, tenho certeza de que nos vamos encontrar outras vezes. Você vem sempre aqui?”
“Hum-hum...”, já nem falei porque estava a mentir descaradamente!
“Não me disse seu nome”
“Lúcia” Não sei por que menti.
“O meu é António. Tchau, Lúcia”.
“Tchau.” Dei o maior sorriso de que fui capaz, virei as costas e voltei para a minha mesa, esforçando-me para não tropeçar nas nuvens.

 

Sabem aquela coisa que eu disse sobre muitos interessantes e lindos serem gays e burros? Não é preciso levar tããããooo ao pé da letra. Sempre que possível, dê-lhes uma chance. No fundo, todos merecem ser levados para a cama, como eu fiz com  o António naquela noite...

Em sonhos, é verdade!

 

Esta é uma história é completamente assexuada... De sexo não tem nada. Um momento zen diário...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:03


Sensação de sonho

por R.Cheiros, em 02.12.08

Esta noite sonhei contigo.

Não me lembro do sonho, mas a sensação garante-me que sonhei e muito.

Acordei com uma moleza gostosa… uma preguiça de me levantar da cama… um arrepio nas costas como quando passas a tua mão ou quando segura o meu cabelo para me beijar…

Não me lembro do sonho, mas estas sensações garantem que sonhei contigo, só sinto isso contigo.
No meio desta preguiça olho para o lado e vejo-te deitado, beijo-te as  costas e sinto-te a espreguiçar, viras-te dás-me um beijo de bom dia.
Sorriste! E lá vem a pergunta parva: o que foi??

Podia aproveitar para te dizer. Mas não me lembro... só esta sensação..!!!  Mas se lembrasse era o dilema de te contar ou não..

Não me lembro do sonho, mas se me lembrasse era bem capaz de te contar e possivelmente nenhum dos dois hoje ia trabalhar..
Ainda bem que não me lembro do sonho, até porque precisamos de trabalhar, não é ?
 

A vida não é plenamente feliz, claro que não. Mas é nestes momentos que sinto que afinal são coisas tão pequeninas que me fazem tão feliz!

Aproveitem.. Hoje o dia está fantástico, não está?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:23


Eles e nós... Aventuras de cama e cueca

por R.Cheiros, em 31.10.08

 Elas;
 Gostam de dar nas vistas, coquetes utilizam gestos e expressões chamativas sabem que tem ali mesmo uma plateia pronta a absorver tudo ao mais pequeno pormenor.
Eles;
 Exageradamente “machos” " Indiana Jones" de muitas histórias e aventuras.
Apetitosos enredos com muitos detalhes empregues na narrativa. Não me surpreende nem um bocadinho que aquelas à cerca da infidelidade, masculina e feminina, sejam as que tem mais ouvintes atentos... mas sobre as mulheres  chegam ao ponto do delírio..


Ontem passei ali pela Luísa que é a "gaja" que me trata da farta cabeleira que eu da aparência não descuido, lá no San J... até me custa a dizer o nome do “instituto de beleza” sim porque com estas modernices já não se vai ao cabeleireiro vai-se ao instituto de beleza, chique não é?

 Para me dar aqui um toque no cabelo que não está curto nem comprido e convêm ir aparando. E já agora dar um retoque na cor. E não, não é para o pintar, é mesmo só retocar que o meu cabelo preto já tem uns brancos que teimosamente teimam em aparecer e de vez em quando precisa de ser retocado!

Porque aqui entre nós, não sei de onde vem esta ideia mas que ela existe existe. Uma mulher com cabelos brancos quase sempre é apontada como velha...   Um homem é grisalho e só lhe fica bem!
Ela coitada  a (Luísa) até é uma tipa porreira mas não deve gostar muito de me ver por lá porque acha que sou uma stressada cheia de pressa. Logo eu que  até me considero uma das mulheres mais pacientes do planeta. Também vocês digam-me cá quem é que hoje em dia tem pachorra para perder tempo no cabeleireiro? Mas ontem...Agora  que aquilo é unissexo nem vos digo nem vos conto… passa-se lá cada filme que mais parece comédia.

 

Histórias é a melhor categoria para enquadrar o género de conversa que por lá se vai desenrolando. Os homens de modo geral, têm o condão de fazer autênticos milagres da multiplicação dos “pãezinhos” quando toca a enumerar as aventuras amorosas e os casos escaldantes que tiveram ao longo da sua vida. Quando começam é um pulinho até se elevarem ao grau do extremo .

Mas nós mulheres estamos a começar a ser tão ou mais desenvoltas na arte de meter agua..


Mas se eu pensar bem, também o que seria dessas histórias sem o exagero de quem as conta?Tinha alguma graça sem o pormenor íntimos e as performances levadas ao exagero destes bons machos latinos?
Mas os homens são uns grandes gabarolas, alguém tem duvidas?

Mas são bem piores quando tem uma plateia de mulheres atentas.
Mentes retorcidas é o que é… e não me isento a mim própria de sofrer desse mal porque eu bem sei os filmes que faço na minha própria cabecinha quando alguém se estica desta maneira. 

Dizem que as mulheres complicam demais aquilo que é simples....Que  nem sempre as historias têm segundo sentido...E que  nem sempre existe qualquer coisa nas entrelinhas. As vezes o que se diz é real, não havendo mentira, nem segundas intenções,ok  pois está bem...mas aqui não me parece nada..

 

As tantas, já nada fica igual porque quando os devaneios atingiram certas alturas a gente já nem se lembra do ponto de partida já não bate a bota coma perdigota...portanto a coisa é mais ou menos a olhómetro depende da atenção da plateia...mas também como o tempo felizmente vai passando, o resto do pessoal também já não se lembra das coisas e prontos. O pior é mesmo aqueles que se lembram de tudinho porque estão atentos..( era o meu caso)


Sim, porque lá estava eu... atenta, não como protagonista porque a minha vontade  de rir era tanta como o meu ar incrédulo, estava sim  como ouvinte. Fazia parte de um público que se encontrava sentada na  plateia que entrara sem pagar bilhete .

Deliciava-me  a tentar adivinhar qual das histórias seria a mais verdadeira, ou qual dos contadores destas histórias de sexo, cama e cueca   estaria a mentir mais. ..
Alturas houve até que senti que já tinha chegado ao fim mas afinal parece que ainda me falta um bocadinho.

 

(P... )é a tua vez, queres primeiro o cabelo ou a depilação? E é completa ou... Xiu... Esta mulher passa-se... não querem lá ver que me quer tornar personagem de alguma historia... E lá estava eu com todos aqueles olhares de "gozo " apontados na minha direcção...como à espera a minha resposta... Eu um dia mato aquela fulana.


 Já sentada e com a cabeça enfiada na água e champô, lá fui imaginando mentalmente cada uma das histórias tentar de forma racional coloca-las por ordem  que me auxiliassem a avaliar a veracidade do que ouvia e cheguei a uma conclusão.
Contabilizando o total de mulheres alvo dos engates ,e  atendendo às pessoas que eram os contadores, diria eu com mais verdade, que depois de baralhado e voltando a dar, e levando em conta que alguma das histórias tenha sido verdadeira, na melhor das hipóteses  os caçadores  tenham sido os caçados.


Mas que imaginação....As histórias eram muito fantasiosas mas os homens quando toca a falar das suas conquistas, tem destes momentos mágicos de" iluminados" que desponta violentamente nas suas mentes e que facilmente se tornam realidade.

Claro que as mulheres também tem as suas.. Mas os homens esticam-se um bocadito,não acham?
Mas elas estavam como ouvintes talvez tão deliciadas como eu com os pormenores..Porque isto de sexo, aventuras, cama e cueca Sempre nos espicaça a imaginação, é ou não é?

 

Estes são os verdadeiros mestres na arte de bem viver...

Se alguns homens soubessem que ficar de boca calada as vezes compensa, valoriza-os muito mais;)
A mulher povoa realmente o imaginário das conversas masculinas.
No final, ao olhar para os contadores de histórias, todos eles com o ar mais convicto do mundo pensei, quando acabassem o relato o sonho acabava e a realidade podia ser bem dura:)

Porque é que certos homens teimam em contar as suas aventuras de cama  e cueca?

Eu sempre ouvi dizer que homem que é homem come e cala... Não é verdade?


 As nossas histórias "intimas" sim porque todos as temos.. Devem ser guardadas. A experiência a mim ensinou-me a calar.., Aliás, estas histórias só têm piada quando só as ouvimos a nossa cabeça. E recordamos.:)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:59


Tranquilidades, estranhamente calma!!

por R.Cheiros, em 30.10.08

Hoje o dia amanheceu calmo, chuvoso e tranquilo.
A chuva batia na janela do meu quarto enrosquei-me um pouco mais nos lençóis. Eu gosto de me levantar cedo, mas hoje... Espreguicei-me uma duas vezes mas  a vontade de me levantar era pouca ou nenhuma.
Não me conseguia levantar da cama, parecia que alguma coisa me prendia e eu aproveitei  cada bocadinho ao mesmo tempo que o meu corpo se enroscava no lençol solto e nas lembranças.
Nas manhãs de chuva gosto de fazer ronha na cama aproveitar todos os minutinhos. Nunca vos aconteceu?
O pensamento voar para longe e parece que fazermos um pequeno filme da nossa vida? A preguiça  consome-me.!!
Atire a primeira pedra, quem nunca  sentiu saudades.
A vida não nos poupa, exerce todos os papéis... Assim, como o tempo, apenas cobre de dores e alegrias, segue seu rumo de ser tempo, tempo para ter, conquistar, amar, conhecer pessoas, recordar e sentir saudades.
Cada pessoa o sente à sua maneira, com a sua própria intensidade e com suas próprias verdades....
Mas hoje, assaltou-me esse fantástico sentimento tão português que tantos nos caracteriza.
Saudades do tudo o que já  vivi, saudades de amigos distantes, saudades de conversas e de lugares
A saudade que devemos cultivar é um sentimento suave que invade o coração e traz à lembrança aquelas pessoas que amamos, acontecimentos felizes e belos lugares.
Sim, a  saudade pode não entristece o coração de quem sente, podem ser lembranças agradáveis.
Saudade das frases que sempre dizia, de momentos, dos amigos, da convivência, das brincadeiras...
Saudades dos meus pais...
Saudades daquela criança que já só existe na minha memoria..
Saudades de mim

Eu tenho diversas saudades!!
É fantástica a variedade de coisas que podemos fazer na cama ,já pensaram nisso ??
Dormir, sonhar, ler, planear, desfrutar, sexo, ordenar, amor, executar e ate sentir saudades!!
“Hoje não te levantas??”
Alguém me chama... é hora de voltar a realidade.
 (o meu mais que tudo as vezes é tão oportuno..)
O estupor do despertador não se cala!!

Hoje acordei estranhamente calma..
 

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:51

 

Sozinha em casa”  foi literalmente o que me aconteceu ontem e foi também uma óptima oportunidade para não cozinhar, não é que eu não goste, mas só para um “gato pingado” não me apeteceu e foi um descanso de panelas e tachos. As tantas dou por mim a comer todo o tipo de porcarias, desde biscoitos a pistachos passando pelas chamuças e mais uma série de porcarias prontas que tinha lá por casa.  Começo a achar que não posso ficar sozinha devo ter alguma carência afectiva:) então se me enervo a coisa complica e como desenfreadamente. E estranhamente a gripe abre-me o apetite. ( eu sei que sou estranha)

Também é verdade que devido há minha ruindade não são estas baboseiras que me engordam , mas a ver meu apetite voraz e a continuar sozinha em pouco  tempo duplicava o peso.  O que de certo não me favorecia muito , a ver pelo meu enorme metro se secenta.. E o que é  que acontecia? Passava a ser uma gordinha sexy ou uma gorda feia? As “gordinhas” são obrigatoriamente feias? Ou só não se enquadram nos padrões de beleza estereotipados por uma sociedade cada vez mais exigente com o corpo e com a beleza?  

 Esta sociedade em que vivemos transformou-se numa passarela, uma feira de vaidades que não se compadece com padrões diferentes, ser-se considerado "belo" tornou-se uma obrigação. Mas eu  pergunto-me o  que é a beleza? Tambem tenho o meu ideal de beleza..

Assim o Homem dos meus sonhos “belissimo” a bem dizer deveria possuir o olhar transparente de James Dean sob as sobrancelhas arqueadas de Sean Connery ,o ar atormentado de Jeremy irons, o beicinho senual de Russell Crowe,mas adornados com o lábio partido de Humphrey Bogart, o queixo de Pierce Brosnan, o sorriso amável de James Stewart a voz sussurrante de Roberto de Niro ,o balançar de ancas de Jim Morrison a imaginação de Spielberg,a afiada ironia de Óscar Wilde, o corpo fantastico de Joaquim Cortés e a conta bancária do Belmiro de Azevedo.  Seria com certeza lindo e um excelente partido, ai lá isso era.... A modos que seria assim! que é o mesmo que dizer: Não existe. A beleza é muito relativa..

Beleza é a percepção individual que cada um de nós caracterizada normalmente pelo que é agradável aos sentidos. Nos novos conceitos de beleza. Uma mulher ou homem  para ser bonita/o tem que ser magros só assim é “aceite” na sociedade. Mas que grande treta… eu pessoalmente acho que existem gordinhos bem bonitos ( o Malato é um exemplo disso). E nunca me interessei por minguem pelo aspecto físico. E vocês, acham que seria possível interessarem-se por um gordinho/a ou isso está fora de questão? 

De todas as formas de discriminação, a que mais atinge principalmente as  mulheres é a da “gordura” talvez seja a mais perversa. Atitudes racistas ou homofóbicas são publicamente condenáveis. Mas quando se trata de fazer piada com aparência dos mais gordinhos parece que é normal..  E o  preconceito aparece nas mais  diversas situações e muitas vezes sem nos apercebermos..  Uma mulher gorda , é 'simpática' ou, no máximo, '(ATÉ) tem um rosto bonito'. Se quiser andar na moda, tem que mandar fazer roupa sob medida porque  habitualmente as lojas não tem números grandes. E o que tem são sempre modelos desactualizados e de péssimo gosto. Se for responder a uma vaga de trabalho, precisa rezar para que nenhuma magra queira o mesmo posto. E, se resolver ir ao ginásio, vai ter que superar a incómoda sensação de que é o centro das atenções. Porque o sociedade  não perdoa quem está fora das medidas.  

Mas vamos ser claros: Se aceitarmos que ser magro é condição "sine qua non" para se ser aceite pela sociedade, chegamos, inevitavelmente ,a uma outra constatação: todos aqueles que não são magros são feios, logo, excluídos. Beleza é mais do que aparência. Personalidade e atitude também nos fazem parecer mais bonitos. 

É verdade que nunca a imagem foi tão privilegiada, mas isso não quer dizer que sejamos reféns dos padrões dominantes de beleza,ou sim..?? A  beleza não é só aparência física. Eu por exemplo não ligo nenhuma a  beleza pronta, das capa de revista. Beleza conseguida sabe deus a que preço e com carradas de fotoshop . Uma beleza feminina  pré feita .  As mulheres hoje julgam-se tão inteligente emancipadas e livres e não se apercebem que se estão a tornar escravas de uma “suposta” beleza e a virar um produto de consumo rápido oferecido de bandeja.  

Senão vejamos , vamos a qualquer salão automóvel onde o objectivo é ver os carros em exposição e se nos interessar comprar algum.. ou no mínimo fazer uma ideia do que queremos. Todas as marcas de carros tem ao lado uma menina semi vestida a fazer posse como o macaquinho e sempre de taxa arreganhada, e para que, pergunto eu?  Claro que podia ser a vendedora de determinada marca e quiçá para dar alguma informação, mas desenganem-se estás “criaturinhas” Só foram programadas para não mais  que dizer bom dia ou boa tarde e sorrir muito.. Mostrar o corpito e estão ali apenas como chamariz .  

Mas quem acredita que são só as mulheres está redondamente enganado, os homens começam também a ficar obcecados pelo corpo perfeito( nem todos graça a todos os santinhos) Eu nunca gostei de homens muito musculosos, especialmente quando passam do limite e ficam desproporcionais, com ombros e braços enormes que fazem a cabeça parecer minúscula. Especialmente quando converso com um deles e concluo que o cérebro também é minúsculo. 

 Existem os "magros de ruindade", que comem, comem e mesmo assim não engordam e existem gordinhos que comem pouco ou seja até fazem uma alimentação regrada. Podem existir vários factores para se ser gordinho.  Mas ambos tem a sua beleza, pessoas bonitas ou feias não tem que ter obrigatoriamente a ver com o aspecto físico. 

Hoje em dia tanto homens como mulheres tem tendência a querer ser  e a apaixonarem-se por pessoas que não existem, por imagens pré  fabricadas. O ideal que hoje se tem de beleza Humana é feito construída e transmitida através da mídia. Oferecem-nos como exemplo artistas famosos ou modelos de preferência bem "escanzeladas" magros, corpos trabalhados sabe deus a que preço e com quantos bisturis, não podem ter borbulhas, rugas, celulite, e a pele sempre bronzeada, etc, etc. Cada um é como cada qual… essas convenções imposta pelas revistas e tv que  diz que as  mulher tem que  ser magras é um engano. Cada um tem que tentar fazer uma alimentação saudável, sem se tornar escravo da perfeição e o  mais importante  é ser saudável!   Amar-se e principalmente ser feliz!  

Vejam algumas modelos, que coisas esquisitas?, parece que  morreram e esqueceram de as  enterrar. E mais, de acordo com estudiosos do comportamento humano, mulheres excessivamente preocupadas com a própria imagem acabam por se tornar  superficiais, ao passo que homens acometidos pela mesma inquietação tornam-se narcisistas. 

Se eu não acho que seja possível a combinação entre estética e inteligência? Eu sei que é. Toda a gente  tem defeitos, e aqueles que insistem em aparentar perfeição (e fazem uso de subterfúgios diversos para ocultar dos outros o que não toleram nem a si mesmos) costumam ser insuportavelmente chatos.  Já imaginaram  um homem que não se permite a acompanhar  a companheira numa enorme taça de gelado ou em  saborosos uns pasteis de Belém? Alimentos  proibidos? Que desgraça! Toda as pessoas tem a sua beleza independente de ser magra, gorda, alta ou baixa... Se a pessoa se souber  vestir, se estiver de bem com a vida  , não tem como ser feio!! 

Existem homens e mulheres que gostam de ter onde pegar...: e sexo com um gordinho....  Já ouvi até uma conversa de homens que dizem que ir para a cama com uma mulher perfeitinha é um stress ...porque não conseguem relaxar, têm medo de suar, de estragar o penteado , de ficar numa posição que de alguma forma desvalorize seus pontos fortes, de aparecer uma celulite ou uma estria contra a luz. 

Beleza é uma coisa relativamente e pessoal, porque cada pessoa interpreta a beleza de uma forma, tem um gosto distinto. Procure se cuidar, fez exercício físico para se manter saudável, e no fazer sacrifício para emagrecermos. Porque ninguém é perfeito, até as boazonhas das capaz de revistas tem lá as suas mazelas.. 

Eu não tenho nada contra gordinhos, até os acho bem interessantes… e homens obcecados por dietas então é de bradar aos céus.. é vê-los separar coisas no prato, “ui, cebola não, enchidos  não, batata frita  não”.  Ah, mas parece coisa de criancinha..! E a fobia de açúcar? “Oh, céus, isso não tem sabor de adoçante ... Argh, será açúcar? Nããão!!!”. Contar calorias é coisa para gorda neurótica, homem que é homem não sabe a diferença entre ligth e diet. o que realmente  é  importante é  uma vida saudável e feliz, mais quilo menos quilo .... não é importante. Existem gordinhos muito interessantes..

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:55


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds