Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dá que pensar...

por R.Cheiros, em 14.04.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:09

    

 

São  criativas (ok, alguns) e tem o poder de nos surpreender, ou nem tanto.. Depende da perspectiva.

 A época natalícia é óptima como exemplo, existem os “modelos Standard “ é de caras, sabemos tim tim por tim tim o que vêm dali… Mas as vezes as surpresas chegam de onde menos se espera , e conseguem superar todas as nossas expectativas, ou talvez não …

Existe assim uma espécie de bondade e simpatia “ institualizada” regras pré-definidas mensagem de circunstancia, é da praxe..!!  Curiosamente fica sempre no ar, um "cheirinho a" a hipocrisia a fingida sinceridade.

Das duas três , ou somos participativos e colocamos aquele sorriso nota (10) e fazemos de conta que o mundo é perfeito e somos realmente todos muito “amiguinhos” ou caramba… e lá vem o rotulo … mania , vaidade, isto é tudo ignorância ou algum complexo de superioridade …

Obviamente que é um “ti ti ti” porque poucos ( ou nenhum) tem tomates suficientes para opinar, criticar face a face.  Ouve  lá, eu também não te suporto!  E põe-se um ponto final no assunto.

A família ok, ( porque isto aqui entre nós, nem todos são perfeitos) não podemos escolher mas os outros… por amor da santa já não há pachorra para tanto nhã nhã nhã…

Mas mesmo assim há quem insista em fazer o  tal papel …. Seguir regras que ficam bem , fazer de conta… mas não deixam em caso de oportunidade de nos morder a pele por vezes mal nos conhecendo e impor-nos defeitos nem sempre merecidos…

Mas ainda assim, o ser humano é fascinante!!

 É possível que seja a única forma que( alguns) conhecem para viver… ou para dar algum “sal” á própria vida.

Que os animais são muito nossos amigos, é bem verdade. Mas que posso fazer…

Quanto mais os conheço mais gosto do ser humano!!

É único…!! Tem diversidade de pensamentos, emoções, ideias ,sonhos, e é óptimo na sua  essência ;)

E todos sem excepção tem anseios, desejos… de felicidade, a necessidade de amor ,dignidade ,liberdade enfim de amar e ser amado.

Quem diz a verdade fica sozinho!! Mas não valerá mais só que mal acompanhado??

Talvez não…!!!

 

Alguém consegue honestamente responder…??

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:46


Mais um..:)

por R.Cheiros, em 06.11.09

Casamento, casório ou matrimónio.
É o vínculo/contrato estabelecido entre duas pessoas, com o reconhecimento religioso ou social e que se pressupõe uma relação de intimidade, sexual e outras..
Quando me dizem que “tenho sorte que sou muito bem casada”, eu costumo dizer que sim.
Pelo menos fiz tudo o que manda “protocolo” registo, igreja, padre, padrinhos, convidados, festa, lua de mel… deve estar bem casada não é…?
Brincadeiras à parte, eu acho que não existe “sorte” ou azar. Existem casamentos que resultam e outros nem tanto… existem pessoas compatíveis e que funcionam bem juntas. 
É importante  aproveitar cada momento, cada fase da vida  as boas e as menos boas, porque essas também existem… é preciso ter  alguma sabedoria e maturidade.
O que eu escolheria para descrever o casamento era “livro em branco” porque todos os dias temos uma página nova… pode ser romance, drama, comedia, erótico ,etc. E nunca  sabemos como vai terminar…
Paixão, amor, desejo, sexo, carinho, amizade é tudo fantástico e tudo faz parte do casamento. Mas também existem as desavenças, os momentos cinzentos… e há dias que apetece mandar tudo as ortigas... existe em todos os casamentos, e quem disser que não esta a enganar-se a si próprio.
A felicidade encontra-se nas pequenas coisas, na cumplicidade, num olhar sem palavras… nos momentos que realmente precisamos de alguém que diga : “estou aqui para o que der e vier”
Vamos juntando emoções, vivencias… e se há pedaços que vão ficando pelo caminho...vamos encontrando outros…. prazeres ,muita satisfação, cumplicidade, companheirismo.
 Gosto de viver casada (são 28) adoro dormir e acordar ao lado de quem amo gosto, gosto da ronha de me enroscar de manhã, mas também já não vivo sem as guerrinhas matinais.
Quanto ao casamento ser uma instituição falida...!  Pois eu não sei…
O amor em si é que hoje é banalizado. Confundido com outras coisas…  acho que a felicidade está em viver um dia de cada vez… viver plenamente com todos os obstáculos que vamos encontrando… e conseguir supera-los, isso é a verdadeira felicidade .

Muitos insistem numa procura desenfreada nem sabem de que… ! Porque isto do amor, da felicidade, é ao mesmo tempo prático e idealista
 É algo simples e complexo que nunca se sabe ao certo o que é, só se sente…
Foi neste mesmo dia há 28 anos atrás, era um sábado, chovia torrencialmente.
Ele chegou 35 minutos atrasado (eu pensei que tinha desistido) no copo de agua faltou a luz e mal abandonamos o local, 1 km á frente, um furo no pneu.

Não sou supersticiosa, mas 28 já cá cantam…
Com muitos altos e alguns baixos, algumas discussões, lágrimas também, mas incontestavelmente muitos mais sorrisos.
Balanço final: Amo-te

 

 Acho esta piada muito apropriada… “mas o meu mais que tudo” não se chama Zé e já são 28!

 

Para comemorar o 1º aniversário do casamento o Zé quis proporcionar à esposa uma noite inesquecível. Resolveu convidá-la para jantar e quis observar tudo o que os outros maridos faziam.
Já no restaurante, reparou num casal mais próximo:

- Açúcar, meu torrãozinho?

O Zé achou fascinante o modo do outro tratar a mulher. Olhando para outro casal, reparou que um cavalheiro pegou numa colher, levou-a ao frasco de mel e disse para a mulher:

- Mel, minha abelhinha?

Os dois exemplos acabaram por inspirá-lo. Chegou a vez dele agradar a esposa... Nada poderia correr mal! Cortando um pedaço de carne do seu prato, olhou-a e disse:

- Presunto, minha porca?


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:20


Fome de amor

por R.Cheiros, em 19.10.09

O tempo…Não á nada que possamos fazer para detê-lo ou fazê-lo andar mais devagar.
A nossa “preciosa” comodidade está a esgotar-se… a minha, a tua, a de “quase” todos!
Estou eu aqui a perguntar-me, se estaria a escrever estas mesmas palavras, se ontem não estivesse à conversa, ilustrada com fotos, com alguém que regressou do terreno?
Estava hoje a pensar nisto..?
É vergonhosa a situação a que chegou o homem pela sua ganância em nome da civilização, a fome mata todos os dias milhões de pessoas em todo o mundo.
Á crianças que não chegam à idade adulta por falta de alimentos, enquanto outras, comem demais e ficam obesas pelos erros e excessos alimentares.
Profundas desigualdades na distribuição da riqueza, atingiram proporções verdadeiramente chocantes e o mundo assiste de “camarote”.
(1974) Durante a "conferência mundial sobre alimentação", as Nações Unidas estabeleceram que “todo homem, mulher, criança, tem o direito inalienável de ser livre da fome e da desnutrição.”
E esse direito não é cumprido porque?
A terra tem recursos suficientes para alimentar a humanidade inteira.
As desigualdades em todo o mundo, são cada vez maiores, o esbanjamento de recursos nos países mais ricos está a conduzir a humanidade para a sua própria extinção.
Não depende dos “outros” fazer alguma coisa, todos podemos fazer a diferença.
Mas alegadamente não podemos fazer nada, e os argumentos são sempre os mesmos… para não ajudar!
Á e tal, também todos têm os seus problemas domésticos, “afinal farto-me de trabalhar.” Para ter a casa ou o automóvel dos seus sonhos, as férias que há muito desejo, e o que é que eu sozinho posso fazer…?
Hoje está na moda a solidariedade com contrapartidas.. uma chamada de valor acrescentado, que parte reverte a favor da instituição (X) mas sempre a pensar no apartamento ou no automóvel que dai pode vir.
Para mim, solidariedade reduz-se em dar ao outro..
Mas será que a solidariedade é entendível por todos?
Para muitos é: ( Toma lá, e quando tiveres condições para isso retribui com juros) ou ainda (toma lá mas diz aos outros que fui eu que te dei )
É uma pena que cada vez existam menos utópicos neste mundo, pessoas que acreditem que não é preciso esperar pelos “outros”… se não pensasse assim, Aristides de Sousa Mendes não tinha salvo 30.000 vida.

Cada um de nós pode fazer a diferença…sobretudo quando conseguirmos ver, se existem pessoas  que estão mal , então estamos todos mal..
Na sociedade actual, o individuo    só existe enquanto for útil, servir para alguma coisa. Não lhes é reconhecida a dignidade de pessoas.
Entre os povos, as relações são vistas em termos de exploração, saque, lucro,   solidariedade… é uma palavra que não consta no dicionário.
Nós, vamos no bom caminho para engrossar as listas de desigualdade, miséria e fome!
Tanta ganância para que… afinal a vida é feita de trocas, dar e receber!
Imaginem (1 euro) menos do que custa um gelado. Se cada um de nós doasse um euro não ia doer nada, mas faria a diferença.. diminuiria de certeza a dor de muitos..
Eis o que nos dizem as estatísticas:
- Há 800 milhões de pessoas desnutridas no mundo.
- 11 Mil crianças morrem de fome a cada dia.
- Um terço das crianças dos países em desenvolvimento apresenta atraso no crescimento físico e intelectual.
- 1,3 Bilhão de pessoas no mundo não dispõe de água
potável.
- 40% Das mulheres dos países em desenvolvimento são
anémicas e encontram-se abaixo do peso.
- Uma pessoa a cada sete padece de fome no mundo.

Dá que pensar...
No mundo, não há só fome de pão, á sobretudo fome de amor!!! ilustrado pela ausência estrutural de valores e ética..
O vírus que mais contagia é a ganância dos homens
E nós insistimos na nossa "feira das vaidades"

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:28


Hoje é assim... amanhã logo se vê…

por R.Cheiros, em 07.10.09

Confesso que já estava com saudades do nevoeiro pela manhã do cheiro da terra molhada.. Enfim de renascer de novo…
Este tempo inspira, é quase artístico…
Não é que isso possa interessar alguma coisa a quem passa por aqui, mas estou apaixonada!
Não, também não é a canção dos onda choc aquele grupinho infanto-juvenil que dizia:
«Estou apaixonada
e só penso em ti em cada instante
Eu quero ser o ar que tu respiras,
eu quero ser o pão que te alimenta
blá blá blá »
Também não exageremos… nem tanto ao mar nem tanto à terra… um meio termo já está de bom tamanho..
Até porque me parece que é paixão a mais… e a paixão é uma emoção que muito empolada é a patologia mais grave do amor…
Diz o povo e com razão, a  paixão é algo muito mais passageiro que o amor. Logo isto deve ser amor…! É quase como as pilhas duracel, e dura dura ….
E o que é que o tempo frio tem a ver com o amor?  Ou  com o facto de se estar apaixonado…? Ó se tem…
Existe clima melhor para se trocar mimos? Para namorar na verdadeira acepção da palavra…?
Apetece estar em casa..
Calçar aquelas meias velha que todos guardamos e temos pena de por fora..
Enroscar-se no sofá (bem acompanhado) com uma mantinha
Acender a lareira conversar com um som de fundo fixe , que tal Norah Jones ou Diana Krall..hum?
Até ler um livro ou ver um filme sabe melhor no inverno com uma caneca de café quente.
Um banho com agua quase a escaldar  (acompanhado ou não, fica ou critério de cada um)
E fazer amor, sexo, ou como lhe quiserem chamar...é muito mais saboroso,  com a vantagem de saber que toda a transpiração é do investimento físico...;)
E o acordar… existe melhor coisa que ficar a aproveitar o quentinho dos corpos na ronha com manha, de manhã…???
O tempo frio é infinitamente mais romântico, mais sensual mais apetecível, mais… apaixonante!
Estou a entrar na minha “era” a renascer, com vontade de amar e dizer amo-te,  ("salvo seja" não é que de verão não ame...) mas o tempo frio....é infinitamente mais "quente"...  ou não fosse eu do mês dos gatos…
Hoje estou mais feliz que ontem, amanhã logo se vê…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:29


Os homens.. são fantásticos!!!

por R.Cheiros, em 21.07.09

Os homens são uns amores, há que dize-lo com frontalidade. Hoje em dia já não se justificam estas guerrinhas que existem entre machos e fêmeas.

De modo geral, os homens de hoje estão mais disponíveis para tentar entender o universo feminino. Eles informam-se, pesquisam e querem estar actualizados para terem respostas e entenderem estes seres maravilhosos que somos nós, mulheres. Claro que existem excepções… mas isso são meia dizia de estupores mal amados que ainda pensam que o homem é um ser superior.

Somos diferentes, mas são as nossas diferenças que nos completam … e abençoadas diferenças.

Hoje, apetece-me fazer um tributo ao homens… aos homens da minha vida a todos esses seres maravilhosos que são os machos.

Pensaram algumas que estou louca… se calhar passou-se, não, nada disso! Existem coisas que só aprendemos ao longo dos anos e com a convivência diária. E digo mais, quem diz que o amor só é lindo nos primeiros tempos do casamento tire dai a ideia… porque isto é mais ou menos como a (Tónica Schweppes) aprende-se a gostar ou a conhecer o verdadeiro amor.

É bonito ver que hoje os nossos homens nos acompanham nas compras e dão opinião … e sempre sincera.

Tenho um baptizado dentro de um mês, e apetece-me um trapito novo.

- Gostas deste?

- É muito bonito

- Mas achas que me fica bem?

- Fica , eu gosto.

- Espera, vou experimentar mais estes quatro

- Que tal este? Não achas que esta muito justo?

- Na.. Fica-te muito bem ,  isto tudo com o jornal à frente dos olhos… (este "fica-te muito bem" é a capacidade que eles adquirem de conseguir ver através das folhas do jornal)

- Sei.. Diz lá qual é que gostas-te mais de me ver?

- Todos, mas talvez o azul.

- Azul…???   ( lá está, aqui entra a capacidade premonitória… ou seja, já sabem que possivelmente não vamos levar nenhum e quiçá vamos comprar um azul.

Não são uns queridos?De facto são uns amores e não se pode negar.

- Hoje tive que ir ao Colombo, passei na (...) e estive para te comprar aquelas sandálias que querias, estavam na montra em castanho.

Não compras-te porque?

- Não sabia se querias…  ( compreendo , é difícil adivinhar depois de falarmos nisso 500 vezes)

Ferias… sinceramente nunca como este ano me sinto a precisar de ferias.. sinto-me cansada e tem sido um ano difícil. Mas as ferias estão há porta e não me apetece nada gastar dinheiro num biquíni novo, afinal também não gosto assim tanto de praia.

- (…..)

- sim ?

- Que tal, achas que ainda dá para usar este ano?

- Claro, estás fantástica!

-Mas olha aqui… aparecem uns pneus .. estou mais gorda.

- Que raio de ideia .. Não sabes que há tecidos que encolhem…? Olha, tens por ai umas calças que cada vez que as lavas ficam-te mais pequenas… encolhem claro....é que não dei por isso que estejas a crescer…

- Isto é lindo de se ouvir… digam lá?

E ainda existem mulheres que  dizem que não entendem os homens… existe lá coisa mais fácil??

Por exemplo, em questão de sexo …tanto se fala do orgasmo feminino, se a mulher finge ou não finge.. acho isso uma parvoíce..  se fingem nunca chegam a saber o que é bom, é ou não é??

E os homens, fingem…? Nunca tinha pensado nisso a sério mas se alguma duvida tinha acabei por perde-las.

Diz uma amiga minha e com uma certa razão, não existem dúvidas sobre o orgasmo masculino, se ele se vira para o lado e ronca as dúvidas dissipam-se.

Eu até gosto de cozinhar e modéstia há parte tenho uma certa mão para  "coisa". Mas porque muito que se goste nem sempre o tempo é aliado ou a vontade … é que isto de dia após dia fazer almoço e jantar também cansa.

Aqui há dias foi-me “apresentada “ por uma amiga a ultima maravilha que segundo ela revoluciona qualquer cozinha, "e qualquer carteira diria eu…" porque isto 900 euros sempre são 900 euros. Mas pronto falou-me da bimby.

Ora o que é a bimby…? Já todos devem saber menos eu que sou sempre das últimas a saber das coisas. A bimby parece que é a ultima bomba da cozinha, o supra sumo. Do pão ao queijo fresco ,iogurtes assadas fritos esta coisinha faz de tudo.. Com a vantagem que se lava sozinha.

Eu sou adepta da comida “tradicional” se assim se pode dizer.. e um  fogão pode ter 4 bicos ligados. Aquecer a sopa, cozer a massa, fazer o molho da massa e aquecer chocolate para um gelado de sobremesa. Sem estas tretas cheias de botões.. mas lá deixei que a minha amiga falasse a uma amiga para marcar uma demonstração em minha casa. ( porque a bimby é tipo um clube de vendas não se vende em lojas)

Todos sabemos que esta é a era de vendas por telemarketing, são tantos que conseguem ser uma praga… lá em casa existe o habito de nunca se dar muito troco a essas chamadas.

Toca o telefone e atende o meu "mais que tudo" 

- Sim, sim, é é…

- Ela não está… quem…?

- Bimby ? mas que raio é a bimby?

- Ó minha cara senhora, um robô que faz pão queijo, manteiga, iogurtes, sumos naturais, arroz, favas e bacalhau ..

- Tenho cá em casa um que faz isso tudo e anda lava estende passa e aspira… não me custa 900 euros mas cá me hei-de arranjar. Não estamos interessados.

Surpresa porque..? Cada vez amo mais  o sexo masculino nem que seja pelo sentido de humor.

  

Bem haja os homens por existirem …!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:33


Vamos falar de sexo…!!

por R.Cheiros, em 12.07.09

"Portugal é o segundo país da Europa Ocidental com maior número de mães adolescentes”

Não vou falar do caso(Y) ou do caso (X)… de vários já  se tem falado por ai em programas de televisão e batidos e rebatidos em vários blogs e não só.   Embora alguns deles me choquem, não posso nega-lo.

Mas hoje apetece-me falar de sexo! Afinal o sexo aliado há falta de informação e educação é uma das grandes causas da gravidez precoce.

Em Portugal, a gravidez na adolescência, é ainda uma realidade preocupante, que revela que há um longo caminho a percorrer que deve envolver o esforço de todos. Pais, professores, e do próprio estado através das mais variadas instituições com um objectivo comum: o de prevenir e educar.

A maioria dos encarregados de educação , professores e até os  nossos governantes  vão ostentando uma  cegueira e surdez perante o mais válido dos válidos argumentos : a educação sexual. É essencial para “educar” e prevenir. Deve ser dada nas escolas fazendo parte do programa curricular ou extracurricular.

Obviamente que o ideal seria ter  alguém devidamente qualificado para explicar orientar e tirar duvidas. Mas existem outras formas que podem ser uma mais valia, mas muitos pais não aceitam e acham inadmissível.

Estupidamente, perguntam que moral tem neste caso um professor para falar de sexo com o filho/a (deles)? E para que precisa uma criancinha de 10 ou 11 anos ter conhecimentos de sexo…? Saber o que é sexo oral, um anticoncepcional, etc etc...

Pois para que…? Talvez para não engravidarem aos 12 anos, não parece uma justificação mais do que válida?

Há, e tal...mais nós em casa explicamos o que eles precisam de saber..

É mentira!

Uma grande maioria de (pais), não consegue falar abertamente de sexo com os filhos, e tem eles próprios uma sexualidade mal resolvida. Uma grande  maioria   continua a reprimir a sexualidade  dos filhos.  

Se eles próprios não assumem a sua sexualidade como vão orientar os filhos… ? orientar não é esconder…!

Já publiquei isto há muito tempo, mas é um bom exemplo a seguir.

Na nossa sociedade o problema é grave  e aqui entre nós, crescer não é fácil.. ainda mais nos dias de hoje que os jovens são mais “livres” e os progenitores mais ocupados.

Muita gente não sabe, mas existe uma Unidade de Saúde  : Saúde W  Jovem ( é uma unidade de saúde da santa casa)  que atende jovens dos 12 aos 24 anos.

Ali, qualquer jovem pode falar de tudo.. Desde a sexualidade à violência, consumos ilegais, igualdade, relações humanas, qualidade de vida, etc…

Ensinam os jovens a conhecer melhor o  corpo… gostar dele e tratar dele com atenção, saber o que lhe faz bem ou mal… escolher como quero cuidar dele… e muitas vezes fazer algumas coisas para que ele esteja mesmo em forma…

Existe um médico disponível para consultas de adolescentes e fazer exames se for necessário..

Se tem preocupações relativamente ao corpo e a relacionamentos afectivos e sexuais… tem sempre enfermeiros disponíveis para tirar todas as dúvidas. 

 

Mas só existe bom sexo e seguro com educação.

Saúde W  Jovem

Morada: Largo Trindade Coelho - 1200-470 Lisboa

Telefone: 213235000/ 213 235 171 / 213 235 569

Fax: 213 235 567

mvmenosolidao@scml.pt

 

Sexo não é um bicho-de-sete-cabeças, é bom! Tão bom que todos sem excepção estamos cá por causa dele.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10


A abstinência ??Valha-me deus.

por R.Cheiros, em 31.03.09

O papa Bento XVI afirma que uso de anticoncepcionais mais especificamente o preservativo nega o objectivo do casamento, ter filhos.

 Vocês concordam?
A abstinência é a solução para a sida disse o papa Bento XVI. Declarou  ainda, que a distribuição de preservativos não é a forma correcta de combater a disseminação do vírus.

O pontífice insistiu que a Igreja Católica Romana está na vanguarda da luta contra a epidemia.

O Vaticano encoraja a abstinência sexual como forma de combater a disseminação da síndrome da imunodeficiência adquirida.
E já agora esta afirmação: os homossexuais são admitidos na igreja católica, desde que sejam abstinentes, mesmo mantendo o desejo por alguém do mesmo sexo.

Amor ao próximo... E são estes os caminhos do senhor????

 Valha-me deus!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:47

O amor (a paixão) são como um” interruptor ligam-se num picar de olhos” pode surgir do nada  e em qualquer lugar ou circunstancia. Não acredito nada naquela “ladainha “ apaixonei-me porque temos tantas coisas em comum.. Somos iguais!


Ok, não digo que não existam alguns casos, mas parece-me estranho… primeiro porque não existem duas pessoas iguais e também porque a perfeição não existe não adianta comparar as fichinas  de “pré incisão” ao namoro.  A vida quer se queira quer não não é perfeita. Muito menos as mulheres e os homens.


Há muitos muitos  anos atrás, também eu sonhava com um homem alto ,moreno ( aqui depende dos gostos) loiro musculado  que haveria de aparecer montado num cavalo branco ( naquele tempo podia ser de mota que eu não me importava nada) e a vida era só maravilhas… e viveríamos felizes para sempre.
Pois, lamento informar, mas a verdade é que isso é só um mito.
Primeiro o príncipe encantado não existe , ou seja, o único que existia casou com a Cinderela, e até dizem as más línguas, que entretanto se envolveu também com a Banca de Neve , só não se "safou" com a Fiona porque ela, vá-se lá saber porque preferiu o Sherek.
Segundo na hora dos vamos ver… alto, baixo, loiro ou moreno ,mais ou menos musculado isso é o que menos importa, e o amor acontece..


Mas eu acho que a ideia ainda persiste no imaginário de muitas adolescentes e não só.. Não queiram saber a quantidade de mulheres adultas a sonhar com o príncipe encantado em cima de um cavalo branco. Ok aqui a coisa já muda um bocadito de figura, , troquem lá o cavalo branco por um topo de gama com muitos cavalos. Muitas ainda não  têm consciência que mulheres e homens têm qualidades e defeitos e que o príncipe perfeito é pura ilusão.


É bom sonhar, então não é…?
Mas a história do príncipe encantado montado no seu alazão era apenas mais uma história como tantas outras que ouvíamos na infância, apelava ao nosso lado romântico de pureza e inocência como uma promessa de felicidade eterna. Mas bem vistas as coisas, a gente cresce, é ou não é? Então para que continuar a viver num mundo imaginário ?


Um dia, vamos encontra o homem “perfeito” ( para nós) e nós vai fazer feliz.  Mas desiludam-se, homens e mulheres erram e cometem graves erros, porque as pessoas têm formas de ver as coisas diferentes e os objectivos de um nem sempre são os objectivos do outro. E existem  as discussões, claro que existem, as divergências, a ideia de que “não temos nada a ver um com o outro”


Nunca conhecemos ninguém nem nos conhecemos verdadeiramente, não acreditam? Pois eu posso garantir que é verdade! As vezes temos que testar os nossos próprios limites… e ai as vezes a coisa nem sempre sai como imaginamos, ou seja nem tudo são rosas…


Suponhamos ( “isto é um suponhamos”..)  que estamos   envolvidos com  alguém do nosso  trabalho…A relação ( amorosa) deve ficar no mínimo fora das quatro paredes do escritório , ou do local de trabalho. Ora o lema é trabalhar e mais nada, certo? Afinal serviço é serviço e conhaque é conhaque. Mas aqui entre nós, todos  sabemos que do dizer ao fazer vai uma grande distancia…ou  se vai!


Assim a explicara a  "coisa" de  grosso  modo , se o (relacionamento ) for entre colegas no mesmo nível hierárquico, a “coisa” até vai seguindo sem sobressaltos de maior, penso eu de que… Agora se o (relacionamento) for com o chefe, ai ai… ai é que a “porca torce o rabo” acreditem.
Existem “pessoas tão mal mandadas… faz-me lembrar uma historia que se ouvia na minha terra:

“o meu filho é muito bem-mandado, mas quando diz que não é não e não mesmo”.

Há pessoas teimosas como uma “mula”.Depois como todos somos humanos erramos e dificilmente se conseguem separar as aguas.


Ora se por uma lado o tipo trabalha ao nosso lado ( ou por  cima) e até sabe qual é ao papel dele por outro também dorme connosco e sente-se no direito de dar palpites em tudo( até criticar se preciso for) olha que não há pachorra…


E as  mulheres, quer se queira quer não por muito racionais que sejam  a nossa cabeça por estar ocupada com trabalho, contas ,contratos seja o que for, mas sempre sobra um espacinho onde somos guerreiras e não gostamos de perder nem a feijões.. Quanto mais para o tal! Recusa-se a ver os defeitos dela mas os dele aparecem na ponta da língua. E também temos uma capacidade só nossa.. De os vencer, nem que seja pelo cansaço .


E ai, o pseudo- príncipe passa rapidamente a sapo sem direito a beijo.
Não, o amor não acaba, qual que....Até porque as pessoas não são iguais  e têm visões  da vida diferentes.
Mas definitivamente o “príncipe encantado” é um tipo cheio de defeitos que nos pode irritar ,tirar do sério, dar-nos s sensação de que poderemos cometer um crime assim… de um momento para o outro.

O amor, háaa é a melhor coisa do mundo!! Mas há que acordar para a realidade e perceber que o ser humano tem qualidades e defeitos, e que essa história do "príncipe encantado" é apenas possível em livros e filmes. Isto porque, a vida real não é um sonho cor de rosa, como em tempos chegou a pensar!

E a parte boa, sabem qual é? É que é infinitamente saboroso fazer as pazes.
Mas querem um conselho? Nunca misturarem o trabalho com o amor, as tantas é dormir com o "inimigo".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:19

  Gostei desta frase de (Dayane Breyer) para o título 

 

Tudo muda tudo se transforma. De facto  vivemos num "admirável" mundo novo. E é  surpreendente.... Pode parece exagero quando se diz que hoje parecemos colones uns dos outros mas não está  longe da verdade … Hoje prima-se mais pela cópia do que pela diferença  é bom ser como o vizinho o primo ou o colega de trabalho. Os mais jovens  quase que se poderia dizem que saíram da mesma linha de montagem e analisados na mesma base de dados tal são as  semelhanças.


O silicone proporciona-nos ser  fêmeas que não deixa nada a desejar aos pneumáticos. 
Se alguém sofre de leve acesso de melancolia   nada que o Prozac ou Saroxat não resolva. A fecundação in vitro esta na ordem do dia. A empresa cor de rosa invade-nos todos os dias com estereótipos da moda e beleza . Os jardins e o  ar puro foi trocado por complexos  equipamentos de ginastica e  os ginásios caríssimos substituem o desporto ao ar livre. A publicidade e som ambiente das grandes superfícies (supermercados ) incluem sublimes mensagens destinadas a induzir-nos a comprar… A televisão oferece-nos concursos e programas de entretenimento altamente duvidosos com vidas de mentira onde por dinheiro tudo é possível até vender a própria mãe ao diabo. O cinema cada vez mais sensacionalista oferece-nos  violência , tórridas paixões  e amores  surreais, ou seja   todo o tipo de emoções fortes sem necessidade de levantar-mos o traseiro do belo do sofá. 


 E, no entanto e atendendo a tudo isto não me parece que sejamos pessoas mais felizes a viver num mundo melhor.

 Há alguns anos atrás, não muitos.. Se nos tinha saído  na rifa ser uma mulher de peito pequeno ou nos resignávamos ou púnhamos enchumaços no soutien. Se um homem não era, digamos abonado de (dito-cujo) mas completamente capaz de erecções, aceitava-o com calma e talvez até se queixasse mas em privado. Actualmente ,recorre-se desenfreadamente aos silicones à prostaglandina  ao viagra e a todo o tipo de fertilizações e daqui a nada até à clonagem.


Mas se existe alguma verdade nisto tudo é que o mundo esta em mudança e estão a quebrar barreiras e tabus .Durante séculos tivemos sob a influencia de uma "religião" que considerava o corpo como cárcere da alma e onde a sensualidade não existia, sexo era para procriar. ( isso não impediu claro está ,que alguns grande senhores se tenham entregue com devoção a grandes borgas e orgias que hoje fariam corar muito boa gente).


O prazer estava proibido à mulher, era visto como um pecado  uma transgressão  com pena de castigos como caldeirões fumegantes e horrorosos suplícios.

Nós pecadoras convictas, conscientes hoje de que o pecado não é nem mais nem menos um “medo” para nos controlar ,e  já conhecedoras do castigo que nos espera ( que é igual ao dos homens  ou seja nenhum) parece-nos lógico que também nós estejamos dispostas a pecar , não tanto como eles… Mas tendo em conta que vamos ser condenadas de qualquer das maneiras, assim como assim que seja por obter algum prazer.

E já algum disse: não existe melhor forma de se amar a si próprio do que aceitar-se a si mesmo e deixar-se levar pelas exigências mais primarias do nosso eu e  amai-vos uns aos outros..:)


Os homens são por natureza mais promíscuos do que as mulheres. É um pouco discutível se a promiscuidade masculina é uma  tendência natural ou não. Há ate quem diga e defenda a teoria de que a monogamia é antinatural .Mas também não o são a televisão, o telemóvel , os  automóveis e até os aviões..? Os homens podem aprender a ser fieis do mesmo modo que aprenderam a  conduzir.
 

E agora pergunto-me eu, e a mulher é fiel por natureza?
A maioria das mulher é ou foi tradicionalmente mais fiel do que os homens. Mas não acredito que esse comportamento corresponda a uma tendência genética, seria mais fácil acreditar que o lugar ideal para um elefante era uma loja de cristais.

Mas também há que ter em conta que esse comportamento se deve a  uma sociedade onde a maioria  das culturas penaliza ou penalizava  as mulheres sexualmente activas.  

Se não vejamos, ainda hoje existem culturas onde se contempla legalmente o homicídio por honra.  Homens que matam as mulheres ou as irmãs ou as filhas adulteras e sabem que podem contar com a conivência da sociedade onde estão inseridos e com a benevolência  da justiça, (e que justiça ..) Em muitos países africanos ainda hoje  se pratica a cliterodictomia .  

Estive a ler sobre isso e uma das explicações é que serve para garantir a fidelidade ao seu futuro marido.

Sejamos lógicos se a mulher fosse monogâmica por natureza, para que seriam necessárias semelhantes barbaridades para garantir uma tendência natural?

 

Se pensarmos bem as fêmeas dos nossos parentes mais próximos os chimpanzés ( pois é são nossos parentes) e dos orangotangos não são propriamente um bom exemplo de castidade fidelidade e bons costumes…mas isto é no reino animal …:)  

No caso das humanas  existem quem diga que estamos destinadas a ser das fêmeas mais promíscuas da espécie animal ,pois somos a únicas que dispomos de um órgão exclusivamente destinado ao prazer, há.. Pois é! O clítoris. Ok eles têm um pénis, mas é "multi-funções". Este, o nosso é destinado exclusivamente ao prazer. Dai que nós mulheres possamos atingir orgasmos múltiplos com mais facilidade..

 

De modo que eu acho que se pode dizer que as mulheres, são por natureza tão promíscuas quanto os homens, mas ao fim de tantos séculos de dominação masculina, aprendemos a auto iludir-nos ou a dissimulá-lo. Mas neste novo milénio algumas de nós começam a tirar a mascara...

Na verdade qualquer mulher pode ser, ao mesmo tempo boa e má, protectora ou agressiva, criadora ou destruidora, adorável com os seus amigos, perigosa com os inimigos, fiel quando decide sê-lo ou uma cabra se lhe der na gana..  Tal qual outro ser humano!  

Mas para muitas de nós a mulher ainda tem que ser como a de César, não tem apenas que ser honesta, mas também de parecê-lo.

 

A infidelidade , há quem viva  obcecada com medo de ser traída/o há quem a pratique sem o menor preconceito e há até quem diga que isso é coisa que não existe, que a infidelidade está na cabeça das pessoas.

Hoje em dia o sexo é um tema banal, todos o praticam todos falam dele e já quase ninguém tem pudor em comentar o assunto.
Mas aqui entre nós, com esta “quebra de tabus” como alguns lhe chamam esta modernice e desinibição mais ou menos explicita, parece que vivemos em uma sociedade bem mais infeliz.. 
 
Não são de agora, os casos de infidelidade sempre aconteceram. Sempre  foi praticada, e escondida a sete chaves .

Quando era masculina, eram rotulados de grandes machos  e possivelmente só o faziam porque não tinham uma mulher de “jeito” em casa, portanto nunca eram culpados. No caso feminino a coisa muda de figura,  infiéis ou imorais sãos os nomes mais simpáticos para as descrever. 
Hoje os limites são mais flexíveis ou estão a ultrapassar-se todos os limites?

Ainda se mantém determinados valores?

Ou o culto do casamento começa a ser cada vez menos usual? 

Tanto  homens como  mulheres (hoje) querem ser livres viver o momento e depois partem, não se inibem na procura de  novas experiências sem ter que dar satisfação.
Isto parece um sinónimo mais do que evidente de que hoje em dia ninguém se quer prender a ninguém..

Eu ainda acredito que nem todos pensam assim, ainda existem aquelas e aqueles que o casamento fidelidade e compromissos são coisas “sagradas” por muito que se modernize..


As vezes procuram e não sabem bem o que...  perfeição, sensação de perigo ou é 
aquela  velha máxima “o fruto proibido é o mais apetecido”? 

 E qual é a mulher que gosta de ser traída..? Nenhuma julgo eu!

Mas  mesmo quando (eles) são apanhados com a boca na botija entra sempre a canção do bandido... as velhas desculpas, tipo: "Aquilo não significou nada é a ti que eu amo" ou "Um homem não é de ferro "ou ainda, "Estava com os copos nem me lembro da cara dela". blá blá blá. 

 Já (elas)  justificam-se de modo diferente…: Falta de carinho, necessidade de atenção e de afecto, e um desejo de ser vista como mulher, e não como a companheira perfeita ou a mãe dos teus filhos.

A mulher não trai com a mesma  facilidade com que o homem o faz.  Ela precisa de envolvência, e não é algo que surja do dia para a noite.

 

A infidelidade é insegurança, só pode…tanto em homens como em mulheres.. 

Há quem tenha relacionamentos liberais com acordos pré estabelecidos onde os dois se podem envolver-se com quem quiserem.
São novos mundos..Novas mentalidade ... Excesso de liberdade ... Insegurança..  Ou simplesmente uma grande falta de vergonha?

O que é certo é que a infidelidade existe…
 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds