Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cheirinhos... de trazer por casa !

por R.Cheiros, em 13.01.09

Portugal  é um país de brandos costumes… Gente boa, pachorrenta como diriam alguns: Muito bons de boca.... Há até quem lhe chame: O cantinho há beira-mar plantado.


Tenho aqui no escritório uma TV. Aquela “caixinha mágica” que agora parece que é moda dizer-se que não se vê…(Gosto de a ter ligada como som de fundo, até posso não lhe estar a ligar.. Mas faz-me companhia principalmente quando trabalho fora de horas.) Pois, mas eu sou muito antiga e gosto de ver.

Não que mereça a publicidade (SIC) tem uma programação que benza deus… já para não falar da falta de respeito pelos espectadores. Sim falta de respeito, só um canal dirigido por alguém que não tem dois dedos de testa muda os programas de horário só porque lhe convêm a seu belo prazer. Sem se preocupar com outros tantos que aquela mesma hora segue um determinado  programa de informação ou seja lá do que for. Mas a diante… 


Eu gosto de ver  a ver a SIC noticias( ontem foi um bocadinho mais ao lado na generalista) e vejo um senhor da protecção civil.. (um responsável) quando acusados de não terem dada o seu melhor neste ultimo nevão, com o seguinte discurso: "Não podemos adivinhar onde vai nevar nem a que horas, podemos ajudar não podemos fazer milagres."
Eu pergunto se é “isto” o responsável  pela protecção civil estamos bem tramados… Ai paíszinho de terceiro mundo.... Se um dia a nevar deixou uma quantidade de gente presa  nos carros por mais de 12 horas se nevar durante duas semanas bem morremos de fome e de frio! O país fecha as portas. Depois de tantos avisos da meteorologia que trabalha directamente com a protecção civil isto lá é resposta que se dê..?


E por falar em frio..!
Eu olho para as minhas mãos e até me dói a alma, alem das próprias mãos, está claro. É que isto de ter frieiras não é brincadeira. Primeiro, sente-se uma ardência acompanhada de comichão, depois começam a aparecer uns pontinhos vermelhos que inflamam até se transformarem em bolhas. Como resultado, os dedos incham e cobrem-se de um vermelho intenso e a pele estica tanto que parece querer rebentar. A minha sorte é que as minhas não rebentam e nunca me apareceram nas orelhas.

Existem casos que são necessário tratamento de enfermagem. Bom também tenho sorte de não morar em Vila Franca do Rosário uma freguesia de Mafra. Por incrível que pareça nem um profissional de enfermagem tem. (Isto ainda no programa de informação..)
Quando se perguntou ao director do centro de saúde o porque da falta de profissionais de enfermagem naquele centro, a resposta foi rápida e certeira: "Porque temos falta de pessoal"  

Bravo meu caro Doutor, uma verdade de "la palice" a que já todos tinham chegado. A pergunta que se impõe é:Porque..? Com tantos jovens e não só, licenciados em saúde a quererem trabalhar e em situação precária, estão a espera de que?

 

A área da saúde é uma coisa que sempre me fez confusão. Todos os dias se ouve falar na falta de médicos principalmente no interior. Eu pergunto-me : Então porquê é que não há mais vagas para medicina?   E as que existem são médias altíssimas.. (Será que existe aqui um dos tais lóbis que tanto se fala?)Mas atenção, aqui mesmo ao lado em Espanha qualquer aluno com média de 16 entra para medicina. Que depois vem alegremente trabalhar para Portugal e já pode? Não é estranho?
Que eu saiba, medicina ainda continua a ser um curso só possível de tirar em universidades públicas, não nas privadas, certo? O estado não deveria colocar os recém formados onde existem falta de médicos?? Afinal foi um investimento na sua formação há conta de todos nós.

 

Tondela é uma boa terra, na região centro, zona do bom vinho do Dão. Alias, não é só Tondela todo o Distrito de Viseu é excelente mas frio como o coraças. Uma das principais características dos tondelenses é o desenrascanço, pois é... Não há aquecimento na escola toca de levar aquecedores e cobertores. há... Mas sempre tem o "Magalhães" não minimiza o frio mas faz bem ao ego do nosso primeiro. 


Li por ai algures alguém a “dizer”:   Por incrível que pareça tudo o que escrevo é fruto da minha imaginação!   Eu por incrível que pareça sou pouco imaginativa.. e tudo o que escrevo são coisas que vou ouvindo aqui e ali…


Ainda na TV , estive a ver uma reportagem onde se perguntava :será  que nos conseguimos olhar  como verdadeiros críticos de nós próprios?
Boa pergunta…
Será que conseguimos mesmo?
Tenho serias duvidas que sejamos capazes de nos analisar e de nós criticar de forma absolutamente imparcial.

E vocês o que acham?


Fala-se tanto em livre arbítrio mas tecnicamente não existe, só  em teoria é possível . Seria uma maravilha se tivéssemos controlo sobre as nossas escolhas, mas na realidade isso não acontece. Apenas escolhemos o que a sociedade nos impõe.

Para que o livre arbítrio pudesse vir a ser real, (e o que é real..?) teríamos que escolher algo que não nos foi imposto, ou não seja de nosso conhecimento, só que escolher algo que não existe (o que é existir?) é impossível, logo o livre arbítrio não existe.
Existem muitas possibilidades, mas possibilidades essas que o sistema impôs ao indivíduo, ele não as criou, elas existem e são impostas. 

Nós  nada mais somos do que o instrumento da execução de uma das alternativas que nos são dá-das.

Por isso não temos livre arbítrio, nós somos apenas um instrumento de execução. A nossa  escolha é baseada na  informação que nos é impingida.. influencia as nossas  escolhas, as nossas  acções não são espontâneas, são  condicionadas.
O livre arbítrio não existe, a originalidade também não, somos reflexos de uma sociedade imposta, que nos direccionam e influenciam sobre as nossas escolhas, somos “robôs programados”.

 

Vivemos numa grande " ilusão" ! Claro que não tão grande como a daquele casal que teve a ilusão de ter 4 milhões de euros de premio no casino e nem lhes viu a cor..

 

publicado às 09:30

 Era uma vez uma criancinha!!!!

A criancinha quer a Playstation. A gente dá.


A criancinha quer estrangular o gato. A gente deixa.


A criancinha berra porque não quer comer a sopa. A gente elimina-a da ementa e acaba tudo em festim de chocolate.

 

A criancinha quer bife e batatas fritas. Hambúrgueres muitos. Pizzas, umas tantas. Coca-Colas, às litradas . A gente olha para o lado e ela incha.


A criancinha quer camisola adidas e ténis nike. A gente dá porque a criancinha tem tanto direito como os colegas da escola e é perigoso ser diferente.


A criancinha quer ficar a ver televisão até tarde. A gente senta-a ao nosso lado no sofá e passa-lhe o comando.


A criancinha desata num berreiro no restaurante. A gente faz de conta e o berreiro continua.


Entretanto, a criancinha cresce. Faz-se projecto de homem ou mulher.Desperta.


É então que a criancinha, já mais crescida, começa a pedir mesada, semanada, diária. E gasta metade do orçamento familiar em saídas, roupa da moda, jantares e bares.


A criancinha já estuda. Às vezes passa de ano, outras nem por isso. Mas não se pode pressioná-la porque ela já tem uma vida stressante, de convívio em convívio e de noitada em noitada.


A criancinha cresce a ver Morangos com Açúcar, cheia de pinta e tal, e torna-se mais exigente com os papás. Agora, já não lhe basta que eles estejam por perto. Convém que se comecem a chegar à frente na mota, no popó e numas férias à maneira.


A DEVIDA COMÉDIA
Miguel Carvalho
A criancinha, entregue aos seus desejos e sem referências, inicia o processo de independência
meramente informal. A rebeldia é de trazer por casa. Responde torto aos papás, põe a avó em
sentido, suja e não lava, come e não limpa, desarruma e não arruma, as tarefas domésticas são
«uma seca».
Um dia, na escola, o professor dá-lhe um berro, tenta em cinco minutos pôr nos eixos a criancinha
que os papás abandonaram à sua sorte, mimo e umbiguismo. A criancinha, já crescidinha, fica
traumatizada. Sente-se vítima de violência verbal e etc e tal.
Em casa, faz queixinhas, lamenta-se, chora. Os papás, arrepiados com a violência sobre as
criancinhas de que a televisão fala e na dúvida entre a conta de um eventual psiquiatra e o derreter
do ordenado em folias de hipermercado, correm para a escola e espetam duas bofetadas bem
dadas no professor «que não tem nada que se armar em paizinho, pois quem sabe do meu filho
sou eu».
A criancinha cresce. Cresce e cresce. Aos 30 anos, ainda será criancinha, continuará a viver na
casa dos papás, a levar a gorda fatia do salário deles. Provavelmente, não terá um emprego. «Mas
ao menos não anda para aí a fazer porcarias».
Não é este um fiel retrato da realidade dos bairros sociais, das escolas em zonas problemáticas,
das famílias no fio da navalha?
Pois não, bem sei. Estou apenas a antecipar-me. Um dia destes, vão ser os paizinhos a ir parar ao
hospital com um pontapé e um murro das criancinhas no olho esquerdo. E então teremos muitos
congressos e debates para nos entretermos.


(O texto a cima é um artigo publicado na visão online.)

 

...E porque a brincar se podem falar de coisas serias..

É a face mais escondida da violência doméstica: as agressões de filhos contra pais continuam a aumentar em Portugal,


Cada vez mais, idosos procuram o  médico de família para tratar hematomas e desabafar sobre o que os filhos lhes fazem. Pais e mães aterrorizados pela violência que os seus filhos exerciam em casa.
As vítimas por seu lado hesitam, devido há vergonhas que sentem por denunciar os seus próprios filhos e também sabê-los capazes de o voltar a fazer.

 Quando os pais recorrem à justiça para tentar conter o filho, a situação já é muito desesperada.

Em 2007, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) recebeu 390 denúncias de pais contra os filhos O número de queixas subiu 12 por cento em relação ao ano anterior, em que o total era de 349.

Os actos agressivos de jovens com idades entre 18 e 25 anos já representam 20 por cento do total das denúncias registadas pela APAV.

Manuel, o jovem de 15 anos que disparou contra a mãe e o tio, em Vila Meã. “O meu neto é mau e violento”
Maria Manuela Moura decidiu pôr fim a anos e anos de violência do filho único
:"Violência durou 17 anos"


 

publicado às 09:45

Esta noite tive um sonho... Se te contar não acreditas!

Quem é que nunca disse isto?
Quantos enredos conseguimos nós recriar numa noite de sono? Sítios e pessoas que não conhecemos e com quem nunca nos cruzamos no nosso mundo real fazem parte de um cenário e recriamos cada personagem no nosso imaginário...
Os sonhos são situações criadas pela nossa mente que nos transmitem sentimentos de tristeza ou alegria, dor, amor, desejo sem muita lógica. ( outros tem toda a lógica) Eu acho que o  sonho é uma manifestação criada pela mente inconsciente e consciente e transcende os meros cinco sentidos. Portanto, os sonhos podem, de forma simbólica ter uma linguagem própria, revelar questões de nossa personalidade ou os nossos desejos mais escondidos.

 

O enredo que criamos nos  sonhos nem sempre é muito claro... É como um puzzle onde faltam algumas peças. E se os tentamos descrevemos para alguém, reparamos sempre que faltam pedaços que não nos lembramos muito bem do como aconteceu. lembramo-nos de pequenas passagens....
Existe uma explicação para os sonhos?

Eu acredito que sim, embora não esteja muito certa do que possa ser. ..Mas acredito que está ligado com o nosso dia a dia e com a vivencias que vamos tendo.

Mas como dizia eu, esta noite tive um sonho ou talvez fosse um pesadelo ... O que é certo é que me tirou o sono e eu desisti de tentar entender o que é que podia querer dizer... ( ou talvez saiba).Sonhos são caleidoscópios do imaginário que nos conseguem baralhar..

 

Ontem um pouco antes de me deitar tinha estado a jogar (para não me enjoar com o jogo do Sporting) o jogo dos pinguins...

Acho que toda a gente conhece este jogo, não? O abominável homem das neves (neste caso nós) damos umas traulitadas valentes nos pobres dos pinguins a ver a que distancia conseguem ir...Ou acertamos e eles lá vão todos lampeiros ou caem de focinho no chão.

Pois não sei se foi por tanto esborrachar pinguins ou por outro motivo o jogo continuou no meu sonho...

 

Inconscientemente fiz algumas alterações.
Então um a um vou substituindo os sorrisos idiotas dos pinguins por caras de pessoas que eu conheço. E alguns bem merecem umas traulitadas... Mas já estava  a ficar farta , até que...Ena! Encontrei uma vontade em mim! Vamos   lá continuar o raio do jogo que eu não sou mulher para deixar nada a meio! Comecei por trocar  os pobres dos pinguins por algumas caras que conheço que a meio substitui por políticos...E depois de tê-los todos assim, com cara de "políticos" é que a coisa começou a animar.

 

Mas arma que tinha era uma prancha e pareceu-me pouco.

Se a gente escolhe a arma errada então corremos o risco de não acertamos em político nenhum com a agravante dos que  se ficarem todos a rir de nós porque quisemos tira-lhes  os sorrisos estúpidos da cara e mudar alguma coisa.

 

Já escolhi a minha arma, uma caçadeira de canos serrados.
Como sou justa antes de cada tiro uma perguntinha...
Porque é que cobram IVA as impressas no acto da facturação quando o lógico seria ser cobrado contra recibo? Sem explicação...
Porque diabo existe o pagamento especial por conta? Sem explicação...
Porque carga de água o estado deve aos fornecedores durante dois anos e quando paga não inclui juros? Sem explicação...
Para que diabo serve e para que foram  desenterrar o Decreto-lei Nº18/2008? Sem explicação...

( mais perguntas no próximo sonho) 

E nesta altura do campeonato,  pego portanto  na minha caçadeira de canos serrados e faço pontaria ao alvo, que é como quem diz ao primeiro pinguim ou ao primeiro que me aprece à frente ou à cambada que diz que nos governa..Olho para aquelas caras de sacanas     e pumba! Aqui vai disto e os gajos fica logo todo furado e caem para o lado!  Venha o seguinte..!

 

Freud dizia que os sonhos são a satisfação de desejos reprimidos no inconsciente pessoal.
Existem tantos tipos diferentes de sonhos, as pessoas estudam-nos, tentam entendê-los e dividindo-os em grupos. E nós vamos sonhando e vamos antecipando o seu significado  formulamos julgamentos, uns positivos e outros que até evitamos lembrar.

Os sonhos vêm e da mesma maneira se vão. E normalmente são uma coisa inócua.

Raramente perco o sono ou pouca coisa me tira o sono. Mas confesso que agora acontece muitas vezes, e este sonho pode ser premonitório. Depois  não consigo dormir por mais voltas de dê na cama a melhor solução é inventar o sono. Sou alérgica a qualquer tipo de medicação para dormir. A coisa possivelmente funcionava melhor depois de meia  garrafita de whisky e depois de  tê-la mamado toda iria dormir como uma anjinha..! mas também não bebe portanto estava fora de questão essa ideia de me enfrascar.

 

Os sonhos vêm e da mesma maneira se vão. Vêm provocar imagens e sentimentos. Mas, quando acordamos, e quase sempre, frustrados sem saber o final do sonho ou porque o sonhamos.. Perguntamo-nos ,porque vieram esses sonhos e para onde foram?
Quero lá saber de onde  vêm ou para  para onde vão... Deve  haver um espaço no nosso inconsciente  onde as histórias são montadas, onde os personagens são escolhidos pelo critério da ilusão, do desejo e da vontade....

Na noite anterior também sonhei..! Não me lembro como foi o sonho, mas como tudo é loucura, posso usar também uma linguagem poética e dizer sonhei contigo..:))

 

"Dentro de cada um de nós há um outro que não conhecemos. Ele fala conosco por meio dos sonhos."
(Carl Jung)

 

publicado às 10:25

 

Há alguns anos atrás, nós, portugueses conquistamos a tão gloriosa e esperada liberdade de um regime totalitário que até então massacravam com torturas, repressão e censuras. Conquistamos a tão almejada democracia, que nos dá o livre arbítrio, a liberdade de expressão e acção. Como isto é lindo, não é?
Hoje somos pessoas “livres”, podemos fazer o quisermos....


O governo? “Ah! Esse não tem autoridade sobre mim!” “Ha ha ha, eles não prestam para nada!” “São uns bandidos e nosso primeiro-ministro um sacana filho da mãe!” "O presidente da república? À esse é um verbo de encher.."Política? Não ligo nada a política! Política não serve para nada! Eu nem voto! Ou se voto é em branco!”
Livros? Escola? “Eu adoro ler e estudar”, ou então “estudar para quê?” matamo-nos a estudar para depois não ter emprego... Quantas dessas frases nós ouvimos todos os dias? Aliás, isso é digno de um país de semianalfabeto! Pena é que ninguém tem consciência disso.


As pessoas só se importam com seu status (chique essa palavra americanizada, não é?), dinheiro e posição social, só pensam em ter, nunca em ser!Vivemos numa sociedade globalizada propagada pela aura da modernidade capitalista. Está-se na sociedade do espectáculo, onde as pessoas se julgam muito espertas porque vêem televisão de plasma, tem cartão multibanco para utilizar 24 horas por dia e já todos usamos telemóvel. Vivemos para ganhar dinheiro tornarmo-nos “ricos”, ou quem sabe, apostar na sorte e ganhar o euro milhões


Pessoas fingidas? Sem nenhum escrúpulo? Pessoas que lhes preocupa mais a vida dos outros do que a sua... ? Falsos moralistas e preconceituosos..? hipócritas..? Pisam por cima de qualquer um para obterem o que querem? Isto é sempre a mesma ladainha, não é?
A sociedade está cada vez mais individualista, capitalista e sem cérebro! Alimentada a todo instante por os meios meios de comunicação. Concursos altamente duvidosos que nos prometem   grandiosa ascensão social, 10 minutos de falso poder  pela “riqueza”
O governo fala, fala... E nós vamos nos deixando levar... Manipular, enganar! Alimentamos ilusões!


Hoje pensa-se em querer ter, mais e mais...ascensão social? Faz-me rir! A maior utopia que pode existir! Não vejo tantos pobres por ai virando ricos dá noite pró dia, aliás, nunca nem vi, nem ouvi, mas remediados a virar “pobres” é o pão nosso de cada dia.
Viver num mundo de ilusões ou de verdades inventadas?

 

Parece que não mudou muita coisa, mudou-se apenas o nome. A imprensa continua a fazer o seu papel, o estado continua a exercendo seu papel de sempre, manipulando, enganando e fomentando ilusões. E nós os tolos acreditando e venerando.
Todos acham que são livres, porém é certo que o passado está muito mais presente do que queremos ver, afinal a ignorância cega! Achamos que somos livres, mas somos controlados e limitados, seguimos regras impostas, disfarçadas de “liberdade” e “democracia”.


E hoje  dia 10 de Outubro... Vergonhosamente a Direcção Nacional do PS impôs a todas e todos os deputados disciplina de voto.
Se todos os deputados abandonarem a sala no momento das votações é um gesto de coragem contra esta hipocrisia politica que o PS quer impor.
O PS impede a liberdade de voto.
O PS impede a cidadania plena.
Falta liberdade e igualdade na lei!


Eu tenho a minha sexualidade bem resolvida as dos outros não me incomodam nem o casamento me afronta.
O que é que pode incomodar a qualquer ser humano seja ele quem for as orientações sexuais do outro?
O mundo passara a ser muito melhor e mais pacifico quando deixarmos de nos preocupar com as escolhas dos outros e deixarmos de tomar as nossa como certas ou verdades absolutas.
Todas as pessoas têm direitos iguais ou deveriam ter independente da raça, religião, cor, sexo ou orientação sexual.
Dentro de uma democracia, a própria definição de Direito, pressupõe deveres e direitos iguais para todos independentemente da sua cor, credo, religião raça ou orientação sexual. Cidadania, direitos e deveres iguais deviam ser garantidos.

É uma questão de justiça!

 

 

publicado às 09:43


“Claro que já bati na minha mulher”

por R.Cheiros, em 17.09.08

 Não vi o primeiro Momento da Verdade, mas de tanto ouvir falar estava na expectativa e não perdi o segundo, confesso.

 

Tudo tem um preço!

Por um punhado de euros e 15 minutos de fama duvidosa troca-se a intimidade das pessoas por dinheiro.

 

A verdade compensa?

Esta verdade não tem mérito algum. A intimidade de cada um de nós, os seus erros e falhas são conversa para ter com a consciência, ou com quem pelos seus laços de genuíno afecto mereça que com ela a partilhemos.


Isto é um lavar a roupa suja na praça pública e quanto mais imunda, melhor. 

 E o mais incrivel : a presença das "vítimas " familiares e amigos – para que o espectáculo seja maior e possamos degustar a  angústia, a mágoa e o  desgosto escondido por trás de um sorriso de vergonha.

Numa altura que tanto se fala de "valores" ou da falta deles, isto não será um exemplo a não seguir?

Isto não será uma hipocrisia? Ganhar dinheiro e audiências há conta das imaturidades e fragilidades de alguns "imbecis"?

 

Para José Nogueira e para a esposa, Maria José, a "culpa" foi da filha que tocou a campainha e não deixou o pai dizer que já tinha batido na mulher. "Eu ia dizer que sim. Qual é o problema?

 

As revelações desta família continuam. "Passei no exame de condução à terceira vez porque paguei 150 euros", disse ontem Raquel ao chegar a casa. A mãe só corrigiu um ponto: "Nós é que pagámos ali três notas de 50."

  

Palavras para que? é um "artista" português!!!

 

publicado às 09:30


25/04/74

por R.Cheiros, em 25.04.08
E foi assim.....

No dia 25 de Abril de 1974, pelas 00 horas e 20 minutos, a transmissão da canção "Grândola Vila Morena" de José Afonso, no programa "Limite" da Rádio Renascença, é a senha escolhida pelo Movimento das Forças Armadas MFA ), como sinal confirmativo de que as operações militares se encontram em marcha e são irreversíveis.
Na véspera, dia 24 de Abril, a canção "E Depois do Adeus", interpretada por Paulo de Carvalho, transmitida aos microfones dos Emissores Associados de Lisboa, pelas 22h 55m , marcava o início das operações militares contra o regime.
No dia 25 de Abril de 1974, pelas 00 horas e 30 minutos são ocupadas as instalações da Rádio Televisão Portuguesa, da Emissora Nacional, da Rádio Clube Português, do Aeroporto de Lisboa, do Quartel General, do Estado Maior do Exército, do Ministério do Exército, do Banco de Portugal e da Marconi, locais estratégicos considerados fundamentais.
Pelas 4 horas e 20 minutos, é difundido pela Rádio Clube Português, o primeiro comunicado ao país do Movimento das Forças Armadas MFA ).

Duas horas depois, Forças da Escola Prática de Cavalaria de Santarém, estacionam no Terreiro do Paço.
Às 13 horas e 30 minutos, as forças para-militares leais ao regime, começam a render-se. A Legião Portuguesa é a primeira.
Pelas 14 horas, inicia-se o cerco ao Quartel do Carmo. Dentro do Quartel estão refugiados Marcelo Caetano, Presidente do Conselho e dois Ministros do seu gabinete.
No exterior, no Largo do Carmo e nas ruas vizinhas, juntam-se milhares de pessoas.
Às 16 horas e 30 minutos, terminado o prazo inicial para a rendição, anunciado por megafone pelo Capitão Salgueiro Maia, oficial que comandava o cerco e após algumas diligências feitas por mediadores civis, Marcelo Caetano faz saber que está disposto a render-se e pede-se a comparência no Quartel de um oficial do MFA de patente não inferior ao coronel.
Uma hora depois, o General Spínola, mandatado pelo MFA , entra no Quartel do Carmo para negociar a rendição do Governo.
O Quartel do Carmo iça a bandeira branca.

Marcelo Caetano rende-se às 19 horas e 30 minutos.
A chaimite BULA, entra no quartel para retirar o Presidente do Conselho e os Ministros que o acompanham, conduzindo-os à guarda do MFA ao Posto de Comando do Movimento, no Quartel da Pontinha.
Meia hora depois, alguns elementos da PIDE/DGS disparam sobre manifestantes que começavam a afluir à sua sede, na Rua António Maria Cardoso, fazendo 4 mortos e 45 feridos.

Grande homem Salgueiro Maia

Hoje fala-se muito mas perderam-se os valores de liberdade e principalmente muitos esqueceram o principal objectivo da revolução .

 

publicado às 10:07


não nos fodam mais

por R.Cheiros, em 29.03.08

Quem é que nunca deu  um tombo?
 .
Um sábado
Como deve de ser ,sol, céu sem nuvens e calor!!!
Um excelente dia para passear e não fazer nada
 .
Quem nunca caiu na frente de  montes de gente???
.
Apetecia-me vadiar..se bem que eu, particularmente, adoro dias assim para ir para a praia, ...
( não esta bom para tomar banho mas óptimo para vadiar..)
O guincho é um sitio perfeito!!
Bicicletas no carro e lá vamos as duas prontas para um bocadinho de exercício físico .
Que eu me lembre, fazia mesmo muito tempo que isto não me acontecia ...!
Cair de dar um tombo fenomenal .. ( que vergonha)
Não é que me importe muito de ver toda a gente a olhar para mim
o mau mesmo foi as esfoladelas e o entorse no pé!!
.
Fiquei meio cabisbaixa... fiquei mesmo!
Não foi o fato de vergonha que passei , mas por me ter magoado de verdade e porque fazia muito tempo mesmo que não me acontecia.
 .
Mas se até o Super-Homem, às vezes caia!!!!
..
Sou uma cidadã activa e participante deste pais
Contribuinte em imposto e mão de obra
defensora deste "cantinho a beira mar plantado" que adoro
sinto-me triste quando ao ver as noticias levo com uma reportagem da  Al Jazeera )a denegrir a imagem do meu pais.
.
Portugal é o pais mais pobre da Europa  Lisboa a sua capital já viu melhores dias, uma cidade em decadência onde impera a lei da corrupção, vive-se de negociatas e de jogos pouco claros,
.
As imagens que mostram da capital Lisboa são prédios degradados ,sim (porque os temos) mas dai a dizer que a nossa capital  é isto tenham dó...
.
Lisboa é das capitais mais bonitas da Europa conheço varias e afirmo que o nosso pais é dos mais bonitos e Lisboa uma das mais bonitas capitais..
Nem tudo é perfeito ou está bem, mas alto lá ... não somos um pais de corruptos e vigaristas.
.
O senhor Ricardo Sá Fernandes do BE contribui e muito para a imagem feita de nós portugueses ) por a entrevista que dá na reportagem.
São estes os políticos que nos querem governar???
É esta a imagem que querem passar do nosso pais???
.
Só me apetece dizer:
POR FAVOR NÃO NOS FODAM MAIS!!

publicado às 22:44


Nem sei que titulo lhe daria...

por R.Cheiros, em 05.03.08

Como Vamos de Segurança em Portugal ?

O povo é pacifico e tal....

faroeste/far-west

 

Violência de Norte a Sul  

Nas últimas duas semanas ocorreram diversos crimes violentos um pouco por todo o país. A crescente sensação de insegurança atinge especialmente as áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto.

22/02
Um homem de 47 anos é morto no assalto à mão armada a um café em Camarate, concelho de Loures.

28/02
Em Loures, um homem de 40 anos, alegadamente toxicodependente, matou os pais e em seguida suicidou-se.

28/02
Também em Loures, o corpo de um travesti é encontrado dentro de um contentor do lixo.

29/02
Alexandra Neno, mulher de pivô da Sport TV, morre à porta de casa, em Sacavém, vítima de dois tiros no peito.

01/03
Jovem foi baleado no estacionamento do Oeiras Parque; morreu 3 dias depois vítima dos ferimentos causados.

01/03
À porta de uma discoteca em Viseu, dois seguranças foram baleados por clientes expulsos daquele espaço nocturno; ambos têm ferimentos graves mas estão livres de perigo.

02/03
Segurança de bar no Porto foi baleado de madrugada; tem ferimentos graves mas a sua situação é estável e está a recuperar bem.

29/02 a 03/03
Detidas 47 pessoas no concelho de Sintra numa operação que visou "aumentar o sentimento de segurança na população", segundo a comissária Paula Monteiro do Comando Metropolitano de Lisboa.

(esta foi muito perto da zona onde resido e digna de se ver... uma verdadeira caça a multa, porque andar atrás de marginais dá muito trabalho e se a farda se estraga sai-lhes do bolso))

04/03
Segurança do centro comercial Colombo, morre esfaqueado com três facadas no tórax; suspeita-se de vingança.

publicado às 14:40


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D