Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Que tal uma banheira de espuma...?

por R.Cheiros, em 25.03.09

Existem outros.. Mas é um prazer, chegar a casa, depois de um dia de trabalho daqueles complicadíssimos, encher a banheira com água bem quente juntar um óleo  relaxante e mergulhar naquele paraíso. Relaxar o corpo e deixar a agua fluir, de preferência com um cenário antecipadamente composto.. umas velas e um bom vinho, o banho pode ser tão rotineiro … mas  é  bom não é?


Mas parece que nem sempre foi assim..O banho já foi considerado um acto de luxúria e pecaminoso. A água tanto era tida como um bem essencial como um inimigo da saúde.
Pioneiros em muitas coisas os egípcios não deixaram de o ser nestas coisas da higiene.  Passavam horas refasteladas em banhos refrescantes e perfumados. Pratica que foi seguida por muitos outros desde os romanos aos gregos. As tão conhecidas saunas. Diz-se até que a sauna era o local escolhido por estas civilizações para fazer negócios e definir estratégias politicas e sociais. (ao contrario dos nossos governantes que optam de certeza pelo wc dai saírem estas ideias de merda). A sauna era portanto um encontro de prazer e convívio social. (o que hoje também não deixa de ser, só muda o prazer..)


Ora como não há bela sem senão, e como não podia deixar de ser… idade media, reconquista crista .. e pumba lá se vai o bem bom. A sauna e os banhos foram conotados como locais de pecado e perversão pelo contacto dos corpos nus, estes cristãos eram loucos…
Mas como em terra de loucos quem tem olho é rei.. Neste caso quem tem dinheiro… os mais abonados, não tanto pela higiene porque aqui entre nos sempre foram uns grandes malandrecos.. Toca de construir casas de banho privadas e seguiam os princípios dos banhos romanos e nesses espaços organizavam grandes festanças com direito  a  massagens para os convidados( chamem-lhe burros vá lá..)


 E como desde que o mundo é mundo existem os ricos e os pobres, os que tudo tem e o os outros… os mais humildes, limitavam-se a lavar as mãos e a cara. O rabiosque e as partes baixas , agua nem vê-la… portanto como devem imaginar , naqueles corpitos não deixavam de abundar muitos “visitantes” desde o piolho a outros que se reproduzem em partes mais baixas e dizem que são chatos como o caraças. Boinas chapéus e barretes , disfarçavam os de cima, já os de baixo sabe deus….


Também convínhamos que o banho não fazia muito sentido. Uma vez que a roupa era usada até estar completamente suja, dizem até que tinha um efeito esponja e absorvia a sujidade que o corpo não adquiria.

E para se assoarem.. lenços? Mas que lenços, alguém sabia o que era um lenço … para o mesmo efeito estava mesmo ali à mão os dedos os as mangas . A bem da verdade , nos tempo de chuva devia dar jeito. Afinal depois de secas as mangas deviam ficar com o efeito impermeável e completamente “teso”.


 O fedor e a sujidade era tanta, que durante a época das Descobertas, os europeus eram conhecidos pela simpático alcunha “mal  cheirosos” e porcos, vá se lá saber porque…

Já os homens da igreja, sempre muito bonzinhos e desprendidos das coisas terrenas, optavam pela sujidade para demonstrarem que não se preocupavam pelo corpo terreno e que dedicavam apenas os seus pensamentos a Deus.


Chegávamos portanto ao século XVII mas pouco se tinha evoluído em matéria de asseio. O banho continuava a ser desaconselhado, até porque a água quente dilatava os poros e deixava entrar todo o tipo de doenças.   Portanto agua só molhar as mãos sacudi-las bem sacudidas e passar na cara, e olhem lá…


Mas pronto, lá lhes começou a chegar a “mostarda” ao nariz, que é o mesmo que dizer que também temos um dos sentidos que se chama olfacto, certo? O pivete era tanto que tinha que se combater de alguma forma.


Para sorte nossa (hoje) foi nessa época que a cosmética teve um avanço significativo. Sim porque os tais que tudo têm, os das classes mais favorecidas, para disfarçar o cheiro nauseabundo usam perfumes e talcos e muita maquilhagem.  Até dizem as más línguas , sim não fui eu que eu cá não sou de intrigas…  que o  rei francês Luís XIV só tomou  banho duas vezes na sua vida.  quando nasceu e quando casou.

  Porque isto de tomar banho estava fora de questão, não vá agua desgastar a pele e o corpito .. Felizmente para todas as narinas sensíveis em meados do século uma mente brilhante inventa o sabão à base de banha de porco. Mas desenganem-se os que pensam que era para tomar banho… nada disso, lavar o rosto e as mãos a roupa e olhem lá… sim porque até ali a roupa era apenas sacudida.


Aos poucos e poucos começaram a surgir então aqui e ali uns quantos manuais de higiene. E com eles foram  surgindo  vários produtos para melhorar tanto a condição da pele como do cabelo. Até que se instituiu os lavadouros públicos. Para evitar certas doenças que por cá habitavam por falta de higiene. Hoje é pratica corrente, e um habito enraizado, lavar as mãos várias vezes ao dia, antes e depois das refeições e as roupas devem ser  lavadas regularmente. Háaaa e o banho são muito importantes. Embora me palpite que algumas pessoas ainda pensem que vive no tempo do (Luís XIV).
Não é por nada, mas principalmente de manhã é um pouco desagradável, não é?


E agora sejam sinceros…não vos apetecia encher a banheira com agua bem quente juntar um óleo de relaxante e mergulhar naquele paraíso. Relaxar o corpo e deixar a agua fluir, de preferência com um cenário antecipadamente composto.. Umas velas e um bom vinho, o banho pode ser tão rotineiro … mas é bom não é?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


Um dos grandes mistérios da humanidade.

por R.Cheiros, em 16.03.09

 "Eu sei a resposta.."


Dedico este texto a todos os portadores dos cromossomas ( xy) e que passam a sua triste existência tentando descobrir a resposta a uma simples, porém complexa pergunta. O que venho fazer aqui hoje é responder a um dos grandes mistérios da humanidade.


Qualquer ser humano do sexo masculino maior de catorze anos heterossexual se pergunta:


 O que as mulheres querem?


Pois juntamente com esta pergunta e outras como: De onde viemos? Para onde vamos?  E quem somos? Assombram-nos durante séculos. No que diz respeito às perguntas de onde viemos, para onde vamos e quem somos ainda não sei a resposta, deixo isso para que os estudiosos, religiosos, filósofos, ou qualquer outro “oso” as respondam. Mas para a mal fadada pergunta: O que as mulheres querem? EU SEI a resposta.


Acredito que para muitos homens a resposta para esta pergunta será ridícula, absurda à primeira vista. Mas tenho a certeza que após apenas alguns minutos de reflexão vocês concordarão comigo e lembrem-se, dizem que gênio é aquele que enxerga o óbvio. E a beleza do que vou revelar está exactamente na sua simplicidade.


Li certa vez que os homens têm em média 10 milhões a 20 milhões de neurónios a mais que as mulheres e confesso que precisei utilizar cada um deles para poder responder esta pergunta. Além é claro do conhecimento prático do assunto, pois como dizia o “Martinho da Vila” na famosa canção… Já tive mulheres... 


Sempre acreditei que a única maneira das mulheres se igualarem a nós homens, alcançarem o nosso nível, seria  rebaixando-se. E como elas sempre foram melhores em tudo o que fazem, até neste quesito elas já nos ultrapassaram. Já fazem coisas que muitos homens se envergonhariam. E se perguntar-mos , porque estas a fazer isso? Ela vai dizer: Porque o sei fazer!


Não me levem a mal. Eu simplesmente AMO,ADORO, as mulheres, mas como dizia Chaplin não às admiro.  O tio do homem-aranha já dizia junto como um grande poder vem uma grande responsabilidade.  Elas são academicamente melhores, têm mais sensibilidade, são mais inteligentes, incontestavelmente mais belas, mais educadas e tem o maior poder de todos que é gerar outra vida. E o que elas fazem com esse poder todo, nada.


Não temos uma mulher presidente  em Portugal , e no mundo são poucas, elas continuam a ganhar  menos que os homens mesmo exercendo as mesmas funções e muitas vezes melhor que os homens. Necessitam de legislação especial para defender aquilo que é direito de todo ser humano, a "vida". E toda vez que se levantam estas questões a resposta é sempre a mesma. O mundo é machista. Pois bem o machismo assim como a hemofilia é uma doença da qual o homem padece, mas é transmitido pelas mulheres.


Quanto mais programas e propagandas que se façam contra a gravidez, principalmente na adolescência, mais elas engravidam. E não adianta dizer que são necessários dois para “dançar o tango”, pois se a decisão de se fazer ou não sexo dependesse dos homens a humanidade ainda estaria na idade da pedra. E eu provo isto.


Para um homem não engravidar uma mulher ele pode usar preservativo ou não ter sexo.Para uma mulher não deixar que um homem a engravide ela pode usar o Diu, obrigar o homem a usar preservativo, tomar um anticoncepcional, usar atecnica do "calendario " e não f****. Tem montanhas de opções.
Mas mesmo assim elas engravidam e a culpa é dos homens! 

(esta parte, eu Ramo de cheiros não entendo..)


Desculpem, sei que fugi ao assunto que me trouxe aqui hoje que é responder: O que as mulheres querem? É que quando gostamos muito de um assunto acabamos a divagar  um pouco.Mas  vamos lá...


Pelo fato do mundo ser machista crescemos a ouvir inúmeras coisas sobre o que elas querem como dinheiro, poder, fortuna, carro, casa, mas podem acreditar que tudo isso é balela, frazes feitas, conversa da treta. Não significam nada. Absolutamente nada.


O que elas querem é apenas uma coisa. E com essa coisa simples , que revelarei agora QUALQUER homem terá QUALQUER mulher do mundo NÂO IMPORTA se é alto, baixo, gordo, magro, rico, pobre, bonito ou feio. Dando a elas essa “coisa” vocês as terão eternamente. E isto serve para qualquer tipo de relação seja ela amizade colorida, namoro ou casamento.


Preparados então vamos lá.

 

O que as mulheres querem?

 

Respeito

 

 

Autor: Homem

 

Este texto foi-me enviado por e-mail.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:17

O amor (a paixão) são como um” interruptor ligam-se num picar de olhos” pode surgir do nada  e em qualquer lugar ou circunstancia. Não acredito nada naquela “ladainha “ apaixonei-me porque temos tantas coisas em comum.. Somos iguais!


Ok, não digo que não existam alguns casos, mas parece-me estranho… primeiro porque não existem duas pessoas iguais e também porque a perfeição não existe não adianta comparar as fichinas  de “pré incisão” ao namoro.  A vida quer se queira quer não não é perfeita. Muito menos as mulheres e os homens.


Há muitos muitos  anos atrás, também eu sonhava com um homem alto ,moreno ( aqui depende dos gostos) loiro musculado  que haveria de aparecer montado num cavalo branco ( naquele tempo podia ser de mota que eu não me importava nada) e a vida era só maravilhas… e viveríamos felizes para sempre.
Pois, lamento informar, mas a verdade é que isso é só um mito.
Primeiro o príncipe encantado não existe , ou seja, o único que existia casou com a Cinderela, e até dizem as más línguas, que entretanto se envolveu também com a Banca de Neve , só não se "safou" com a Fiona porque ela, vá-se lá saber porque preferiu o Sherek.
Segundo na hora dos vamos ver… alto, baixo, loiro ou moreno ,mais ou menos musculado isso é o que menos importa, e o amor acontece..


Mas eu acho que a ideia ainda persiste no imaginário de muitas adolescentes e não só.. Não queiram saber a quantidade de mulheres adultas a sonhar com o príncipe encantado em cima de um cavalo branco. Ok aqui a coisa já muda um bocadito de figura, , troquem lá o cavalo branco por um topo de gama com muitos cavalos. Muitas ainda não  têm consciência que mulheres e homens têm qualidades e defeitos e que o príncipe perfeito é pura ilusão.


É bom sonhar, então não é…?
Mas a história do príncipe encantado montado no seu alazão era apenas mais uma história como tantas outras que ouvíamos na infância, apelava ao nosso lado romântico de pureza e inocência como uma promessa de felicidade eterna. Mas bem vistas as coisas, a gente cresce, é ou não é? Então para que continuar a viver num mundo imaginário ?


Um dia, vamos encontra o homem “perfeito” ( para nós) e nós vai fazer feliz.  Mas desiludam-se, homens e mulheres erram e cometem graves erros, porque as pessoas têm formas de ver as coisas diferentes e os objectivos de um nem sempre são os objectivos do outro. E existem  as discussões, claro que existem, as divergências, a ideia de que “não temos nada a ver um com o outro”


Nunca conhecemos ninguém nem nos conhecemos verdadeiramente, não acreditam? Pois eu posso garantir que é verdade! As vezes temos que testar os nossos próprios limites… e ai as vezes a coisa nem sempre sai como imaginamos, ou seja nem tudo são rosas…


Suponhamos ( “isto é um suponhamos”..)  que estamos   envolvidos com  alguém do nosso  trabalho…A relação ( amorosa) deve ficar no mínimo fora das quatro paredes do escritório , ou do local de trabalho. Ora o lema é trabalhar e mais nada, certo? Afinal serviço é serviço e conhaque é conhaque. Mas aqui entre nós, todos  sabemos que do dizer ao fazer vai uma grande distancia…ou  se vai!


Assim a explicara a  "coisa" de  grosso  modo , se o (relacionamento ) for entre colegas no mesmo nível hierárquico, a “coisa” até vai seguindo sem sobressaltos de maior, penso eu de que… Agora se o (relacionamento) for com o chefe, ai ai… ai é que a “porca torce o rabo” acreditem.
Existem “pessoas tão mal mandadas… faz-me lembrar uma historia que se ouvia na minha terra:

“o meu filho é muito bem-mandado, mas quando diz que não é não e não mesmo”.

Há pessoas teimosas como uma “mula”.Depois como todos somos humanos erramos e dificilmente se conseguem separar as aguas.


Ora se por uma lado o tipo trabalha ao nosso lado ( ou por  cima) e até sabe qual é ao papel dele por outro também dorme connosco e sente-se no direito de dar palpites em tudo( até criticar se preciso for) olha que não há pachorra…


E as  mulheres, quer se queira quer não por muito racionais que sejam  a nossa cabeça por estar ocupada com trabalho, contas ,contratos seja o que for, mas sempre sobra um espacinho onde somos guerreiras e não gostamos de perder nem a feijões.. Quanto mais para o tal! Recusa-se a ver os defeitos dela mas os dele aparecem na ponta da língua. E também temos uma capacidade só nossa.. De os vencer, nem que seja pelo cansaço .


E ai, o pseudo- príncipe passa rapidamente a sapo sem direito a beijo.
Não, o amor não acaba, qual que....Até porque as pessoas não são iguais  e têm visões  da vida diferentes.
Mas definitivamente o “príncipe encantado” é um tipo cheio de defeitos que nos pode irritar ,tirar do sério, dar-nos s sensação de que poderemos cometer um crime assim… de um momento para o outro.

O amor, háaa é a melhor coisa do mundo!! Mas há que acordar para a realidade e perceber que o ser humano tem qualidades e defeitos, e que essa história do "príncipe encantado" é apenas possível em livros e filmes. Isto porque, a vida real não é um sonho cor de rosa, como em tempos chegou a pensar!

E a parte boa, sabem qual é? É que é infinitamente saboroso fazer as pazes.
Mas querem um conselho? Nunca misturarem o trabalho com o amor, as tantas é dormir com o "inimigo".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:19


O tempo não volta atrás… sem ideias!

por R.Cheiros, em 11.03.09

 Ando um bocadinho descorçoada com o blogue. Um bocadinho assim para o muito..


É do tempo..? Pois não sei, mas duvido.  Está  óptimo com um sol radioso. Reconheço que sou um bocadinho inconstante, mas só um pouquito, talvez as coisas não estejam a correr como deveriam.
Uma mulher "escalfasse" a trabalhar, armada em “escrava Isaura” quase como a mulher do padeiro de noite e de dia quando deveria receber os loiros vai-se a ver e tungas... Sai tudo ao contrário do que se espera.


Eu bem tento transmitir por aqui ânimo e confiança, e por enquanto ainda não considero que a minha missão seja uma missão impossível, embora esteja já a resvalar para uma missão de alto risco à medida que eu vejo o objectivo cada vez mais longínquo! Ele são empresas a fechar, desemprego, calotes que até arrepiam, etc.

 

É que eu sou mulher de cabelo preto (pintado é certo, porque isto os branco já não perdoam.. mas não sou burra! Sou razoavelmente "esperta" e até percebi logo que a crise que por ai tanto se fala é uma treta e é só para alguns...
O que está a dar é ser político, lembrem-se disso… a politica é um emprego de futuro.


A modos que sinceramente não tenho ideia nenhuma do que escrever aqui.

A verdade seja dita, nunca tive lá grande imaginação. Não, minto! Já tive…

Ouve uma altura da minha vida que tive a ideia brilhante de me juntar aos “meninos de deus”.  Paz e amor era o lema. Mas confesso que o que mais me atraia era o espírito livre a musica e dizer que era contra.. Contra as convenções o capitalismo, contra as regras … A coisa até não corria mal, até a minha mãe se "encher".... E ser contra a “roupa pouco limpa” e contra umas faltas à escola. O caldo entornou de vez quando cheguei a casa com a ideia peregrina de passar uma semana numa comunidade assim a modos que virada para o (hippie) .
 Nunca me lembro de ver o meu pai tão zangado… Sei que me disse na altura se o meu objectivo de vida era viver no meio do mato, que tinha lá na (terra) muito mato para roçar, era só por mãos há obra.  Lá se foi o meu lado aventureiro de rebelde sem causa..
 
Os mais novos não devem saber de todo que raio são estes “meninos de deus” mas os mais cotas da minha geração de certo já ouviram falar. Então era tipo de uma seita  que até acreditava em deus mas em moldes diferentes. Facilmente eram encontrados nas ruas de viola e cantorias. O lema era paz amor e natureza, viver uma vida nómada e comunitária.
Velhos tempos…já não volto a ter 15 anos …

 

Fiquei triste e  magoada, juro que fiquei.
Mas como tristezas não pagam dividas.. Para irritar principalmente o meu pai, quis ser freira. É verdade! Daquelas há séria … hábito, convento e tudo.  
Depois pensei melhor… O voto de silêncio era o que me estava a custar mais engolir. E aqui entre nós, na altura também conheci o meu “mais que tudo” e não quis deixar passar o meu estatuto de mulher e também sempre tinha um belo dum corpito a defender! Porque isto do corpo não se compadece só de rezas hóstias e a paz no mundo.

 
Mas mesmo assim, continuava  a acreditar  que podia salvar o mundo..  Ideias não me faltavam reconheço.


Pensei então que teria que virar as minhas baterias para outro lado… colei cartazes, distribui folhetos e muitos etcs…
Até um dia…! 
Nunca gostei de “pastores”, vá se lá saber porque… nunca fui “Maria vai com as outra” e acho que o que o ser humano tem de melhor é a diferença. Liberdade passa também por fazer o que acreditamos. 
Sempre gostei de conversas bonitas. Mas muito raramente "emprenho" por os ouvidos.   Estava quase quase  rendida, confesso. Sempre acreditei nos principios ( e isso agradeço ao meu pai) liberdade, igualdade, fraternidade. Depois a bem da verdade,  também não se comiam criancinhas ao pequeno-almoço.

 

Falava-se   tanto de igualdade, descriminação, direitos  das mulheres, direitos humanos, e além disso quando se acredita que  que podemos ser  todos "iguais" e  felizes  só podem ser bom, é ou não é?
Mas se calhar falta  mencionar qualquer coisita.. Assim tipo depois do blá blá blá que tal  passar à prática.
Chega de oportunismo e de dizer o que se quer ouvir.

Muita simpatia, muita generosidade, muita obrigação e muitas regra a seguir. Direito de escolha..? tem juízo tudo pelo bem do (…)
Mas que coisa… eu não sou livre?

 

Hum… chegou-me a mostarda ao nariz. Gosto de perguntar tirar duvidas… Mas havia sempre uma ou outra voz que se lembrava de dizer que o que eu tinha era arrogância e o nariz empinado. Bem contar factos não há argumentos.. Por acaso até tenho, mas posso garantir que é apenas uma questão genética ( de família) não é mau feitio.

 Ponto final. Para esse peditório já dei ..!
Dizia-me o meu "mais que tudo " já farto destas minhas andanças tão contra a "cor" dele.
- Deixa-te disso... se tens ideias, coloca-as em pratica cá em casa sempre é mais seguro;)
 
E não é que tinha razão. É que tenho cada ideia…Assim como assim só se estraga uma casa.
Mas não é que ainda continuo a acreditar que a politica é um emprego de futuro..?
 
Vá se lá saber porque...!

E vai um cafezinho…??

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:14


A ti… ( amizade)

por R.Cheiros, em 10.03.09

 Existe coisa melhor do que a vida… viver..!
A vida é simples e fantástica mas nós teimamos e complicar é quase como diz a minha mãe “ não inventes… não procures cabelo em ovo..” E não é que ela tem razão! Alias como sempre, é uma mulher sábia.
Hoje acordei, cedo como é meu habito abri a janela e Voilà… o dia está lindo e todo há minha espera. Tenho este péssimo habito de achar que o dia nasce para mim..
De caneca de café na mão, sai ( gosto de tomar café do lado de fora )aqui ainda se consegue ouvir o chilrear dos pássaros longe do barulho dos carros.( continuo a ser uma “miúda “ da aldeia)Olho a minha frente, e acho tudo lindo.. até onde a minha vista alcança.
Sento-me numa cadeira acendo um cigarro e  sorrio,  recordo-me do meu primeiro pensamento do dia. ( foi para uma amiga)

 

Gosto de pessoas, já o disse aqui variadíssimas vezes que gosto de pessoas!

Não de um determinado tipo de pessoas com esta ou aquela característica não tenho um estereótipo pré definido ,   mas de pessoas de modo geral.
Para mim , não sei se certo ou errado o que a vida tem de melhor  ou a minha definição de  “viver bem” não passa por  ter uma casa com mais ou menos metros quadrados com ou sem jardim,  ter o carro mais XPTO  topo de gama , muitos menos o numero de €€€.

O bom  da vida  são as pessoas, pessoas que se cruzam na nossa vida os momentos vividos e os as emoções partilhadas.


 Não existem duas pessoas iguais, logo não existem visões iguais sobre as coisas, penso eu de que… Cada pessoa é única e têm uma maneira muito própria de percepcionar o mundo e a vida, logo cada pessoa tem uma forma própria de ver e sentir… a “amizade”.

 

O que é um amigo? O que será a amizade?

 

Procurei no dicionário a palavra (amizade)  e esta foi a melhor definição que encontrei ou a que mais me agradou : A amizade é uma das mais comuns relações interpessoais que a maioria dos seres humanos tem na vida.  "é a aceitação de cada um como realmente ele é".

 

 Isto leva-me a outro ponto, separar o trigo do joio … quem são realmente os meus amigos?

Obviamente que nem todas as pessoas são nossas amigas… muito menos é meu amigo quem quer!


Existem pré requisitos para a amizade? A amizade genuína exige presença assídua e física, tempo, sins constantes, desculpas..?

Não, na minha modesta opinião que vale o que vale… a amizade é precisamente o contrario. Nunca se agradece a um amigo por partilhar as alegrias ou as angustias (porque todos as temos) a amizade é isso mesmo partilha e confiança.  Nunca digo adeus a um amigo mas sim até já… podemos estar meses sem nos falarmos mas sei que está ali para me ouvir se precisar.. 


A presença física não é de todo o mais importante… não, não é. A importância está na disponibilidade para me ouvir (um dia da caça outro do caçador.. que é o mesmo que dizer um dia tua outro eu) e ter a sinceridade de dizer: estás completamente errada.

Na amizade não existem desculpas de ausências… porque se for genuína vence todas as diferenças, todos os defeitos e todas as divergências e jamais termina. Se termina foi porque nunca existiu. Não se iludam!!

 

Nem tudo são rosas… também já levei algumas rasteiras. Mas se há coisa que eu aprendi ao longo da vida é que nem toda a gente e digna de confiança.


Amigos verdadeiros, descobrem-se e revelam-se “as escuras” podem estar longe mas sempre perto… ao alcance de um telefonema.

Uma das coisas que mais prazer me dá  é perceber um amigo feliz e foi precisamente isso que hoje me levou a escrever este post tão “serio”.

Uma amiga que prezo muito uma grande mulher que conquistou o meu respeito e a minha total confiança pelo modo claro que esta na vida e como arregaçou as mangas contra algumas "advertências." (não vou dizer nomes porque ela sabem quem é)


Pessoas que se cruzam na nossa vida são muitas, mas que deixam alguma coisa são pouquíssimas. Assim, para mim uma amizade é mais do que o convívio entre pessoas, mais que lembrar do aniversário ou oferecer prendas no  Natal…  vai muito além disso!

 

Somos por natureza animais sociais e precisamos naturalmente de nós relacionar. De amar de conversar de nos sentir aconchegados e apoiados.
Não existe pior sensação do que perceber que o tal amigo, ou que o considerava como tal, se revela uma fraude… fiz uma amizade recente que passei a valorizar como as mais “antigas” aprendi a entender, conhecer, e sobretudo respeitar apesar de todas as nossas diferenças.

 

As minhas amizades têm um espaço especial na minha vida. Podemos não falar todos os dias.. Mas não é esse facto que me provoca amnésia.
 (curiosamente no dicionário a seguir à definição de amizade vem a de amnésia!!)


As todas as pessoas da minha vida e principalmente aos meus amigos ,  e a (ela )bem hajam por existirem e tenho o maior orgulho que me chamem de amiga!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:46


Era uma vez um blogue...

por R.Cheiros, em 07.03.09

Isto dos blogues tem muito que se lhe diga… ou se têm!
Quando comecei o ” ramo de cheiros “ nunca pensei que durasse tanto tempo. Mas entretanto tomei-lhe o gosto, diverte-me aquilo que vou escrevendo .

Aqui entre nós isto  pode ser  um óptimo  antídoto contra o stress e fica sem duvida mais barato que antidepressivos ou consultas em psicólogos.  

 

O lema desde o inicio, foi e é escrever sobre o que me passa pela cabeça sem me preocupar se alguém vem ler ou não. Também não faço “estudos de mercado “para saber que temas se querem ler…

Blogues ,vou lendo muitos alguns. Uns muito bons, outros assim assim e também muita porcaria. Isto na minha opinião claro. 

 Comentário faço muito poucos ( o tempo também não é muito e é gasto a escrever estas patacoadas) mas os poucos que faço, concordando ou não, com o que está escrito, posso dar a minha opinião nem sempre de encontro ao que pensa quem escreve mas nunca ofendi ninguém. (ou se o fiz, que o digam..)

 

Eu começo a achar que o "ramos de cheiros" é um grande blogue ou quiçá o melhor dos melhores..

Não, modesta nunca fui, e agora muito menos… A ver pelos numero de fãs que estou a arranja só  pode ser pela qualidade do blogue… Claro que também pode ser por mim. Afinal sou muito interessante....

Não é à toa que o meu nome próprio é bonita o do meio linda e o sobrenome fantástica..

 

Todo este blá blá blá já me começa a dar vontade de rir..

Tenho uma amiga minha que fez uma pesquisa em psicologia, mas eu juro, por todos os santinhos, que não estou a defender nenhuma tese para educadora de infância muito menos em psiquiatria.

Também não gosto de vermelho é uma cor que nunca uso fica-me mal ao tom de pele. Então porque raio vêem marrar comigo?????

Se o que escrevo incomoda vêm porquê…?

 

Começo a ficar um bocadinho farta deste tipo de anormalidades, por isso ...

 

 

"Á fulaninha dos comentários"
Excelentíssima senhora dona anónima ;
Sugiro que fale com alguém que conheça dessas coisas da psiquiatria, frustrações e afins  que não eu. É claro que a minha paciência em relação a si já se esgotou, e arranje um local próprio para escrever essas balelas e teorias da tanga que tanto gosta de despejar aqui  para o meu sítio! E olhe que isto não é nenhum caixote de lixo virtual! Sim, porque se fosse o nome do espaço seria “Caixote de Lixo Virtual” e não “ramo de cheiros” está a compreender?!

 

Aqui há dias fiz um post: Viver e deixar viver ( Cada qual sabe as linhas com que se cose)

E a minha fã, que julgo não seja a numero 1, porque são varias … deixou-me o seguinte comentário:

(Isto é apenas uma pequena amostra dos mimos que recebo)

 

Desconhecido (IP: 85.244.150.246) disse sobre Viver e deixar viver ( Cada qual sabe as linhas com que se cose) na Sexta-feira, 6 de Março de 2009 às 00:26:  

hum menina.. axo q o titulo q deste ao post se deve aplicar a ti propria: "vive e deixa viver". cada um tem o direito de fazer o q lhe dá na real gana desde q n intrefira na liberdade de outrem...e sim...tu tambem tens o direito de dar opiniao pois es livre tal como todos nos...embora sempre pudesses dar opinioes sobre temas mais enriquecedores, e falar sobre algo mais construtivo do que os gostos alheios.
ah! e eu tenho 22 anos nao sou nenhuma quarentona com tesao, apaixonada ou a amar ng de 20...mas e se fosse??? deveria ser optimo, é sempre taooo bommm :) va descarrega as tuas frustraçoes em cima de mim que eu posso bem com elas e deixa os outros em paz
sei perfeitamente q nao vais aceitar este comment...mas enfim...espero ao menos q o leias, para nao continuares a fazer figura de frustrada (oops axo q exagerei agora :)
Caty.””

 

Claro que lhe respondi , sou educada!

 

"Ramo de Cheiros"
Olá e muito bom dia.

Aqui não se respondem a comentário anónimos, mas para ti que és uma simpatia vou abrir uma excepção;)

Existem coisas fantásticas, não é…?
Imagina tu que eu estava a pensar não escrever mais no blogue, mas o teu comentário aguçou-me o apetite… nunca fui mulher de virar as costas a um “desafio” também não gosto de pessoas cheias de certezas… e como podes ver o teu comentário está aqui.

Começo por te agradecer o menina, gracias.

Tens toda a razão, este post aplica-se a mim própria, onde é que está a dúvida??
Pensei que era evidente… aplica-se porque é a minha opinião e o que penso sobre o assunto.

Tenho que volta a concordar contigo: Cada um é livre de fazer o que lhe dá na real gana desde que não interfira com a liberdade dos outros. E fico muito mais descansada agora que dizes que sou livre e posso dar a minha opinião. Acho que foi o que fiz, não te parece?

Bom mas eu vou escrever devagarinho (como se tu fosses muito burra ) para que possas entender. 
O que me parece que interfere com a liberdade dos outros são pessoazinhas como tu que não sabem expressar ideias e pontos de vista e partem para o ataque gratuito. Mas entendo as tuas limitações … é por isso e só por isso te dou um desconto.

Quanto ao tema ser ou não enriquecedor e construtivo .. Bom, não estive a fazer um estudo de mercado para avaliar os temas que se querem ler. Mas este parece que mexeu contigo… a ver pelo “tom” do teu comentário.:)

Será que estas apaixonada por alguém mais velho…? A ser verdade tinha pena do “infeliz” aturar uma infantiloide deve ser dose..!

Mas vamos lá a parte que interessa;)

Uma quarentona com ( tesão).. Não que seja da tua conta, mas é verdade, ainda tenho tesão imagina tu…. Mas é bom não é?

E sim também ainda estou apaixona, não por alguém de (20) porque a ver pela amostra do que é a tua geração estava bem trama… são todos tão básicos como tu?


Mas tens a certeza que tens 22 anos?
(estive quase para chamar a minha sobrinha que tem 8 anos para conseguir decifrar este teu comentário visto que a linguagem é aproximada “axo”)

Espero que tenhas ficado esclarecida quanto as minhas “frustrações” mas se te ficaram duvidas podes sempre voltar que eu faço-te um (desenho) . Não respondo a comentário anónimos mas para ti abro sempre uma excepção.

Não exageraste nada…
Beijinhos Caty.

PS:Volta sempre, não te acanhes… ( quem sabe aprendes alguma coisa)

 

Catarina (IP: 85.243.210.191) disse sobre Presunção e água benta cada um toma a que quer no Sábado, 7 de Março de 2009 às 01:12:


lol... realmente foi mesmo conversa de quarentona frustrada...mas assim é melhor, como ja tinha dito, podes descarregar em mim que posso bem com elas.
Esta tipa sou eu: Catarina Taborda da Silva Cunha, moro em paredes e tenho uma linda filha, um lindo namorado e uma linda merda de vida. nem sei porque estou a dizer isto..tu tens informaçao detalhada sobre mim ate deves saber o que comi ao almoço. Bem.. quem me dera chegar a tua idade e estar contente simplesmente porque acho q eduquei bem minha filha (seja ela ou nao feliz) e porque me sinto com a moral de criticar quem é feliz de maneira diferente daquela que eu concebo. aii quem me dera chegar a tua idade e poder dizer: "a juventude esta perdida".. ía me dar cá um gostinho, um sentimento de importancia que tanto me iria amaciar o ego...lol. mais alguma coisa?

 

 

"Ramo de Cheiros"

Olá Catarina

Quarentona frustrada que mexe com o teu imaginário, não? é que não te chamei para aqui e tu voltas sempre…

Não havia necessidade de teres dito que tens uma grande merda de vida. Isso minha querida, nota-se pela tua forma de estar na vida. Um lindo namorado que pelos visto a esta hora da noite ( que fizeste o comentário) deve estar a passar o tempo com alguém com uma cabeça mais saudável do que a tua..

Começo a achar que o realmente te anda a fazer falta é um namorado... Uma boa (queca) e uns bons amassos... Não é nada saudavel na tu idade estar aquia  perder tempo com isto..

Normalmente as mulheres mal (fodias ) destilam o fel por todo o lado:)))

O mal de muitas mãe e pais deste pais é PENSAREM  isso mesmo, que educaram bem os filhos (sejam  eles ou não felizes) ó “lerdinha” ainda não percebeste que a educação da tua filha só será bem feita se ela for feliz…

A ultima parte da juventude perdida e ego amaciado sinceramente não percebi.. tens a certezas que tomas-te os comprimidos a horas, hum..?

Perguntas-me se mais alguma coisa? Eu então aqui respondo-te á tua frase:

(eu nem sei porque te estou a dizer isto tudo..)

Estás a dizer isto tudo porque deves ser uma pessoa tremendamente infeliz e de mal com a vida.

 

  Desconhecido (IP: 85.243.210.191) disse sobre Viver e deixar viver ( Cada qual sabe as linhas com que se cose) no Sábado, 7 de Março de 2009 às 01:20:  

 

normalmente o que nao nos afecta, ignoramos...explica-me la como se eu fosse(q pmais

normalmente o que nao nos afecta, ignoramos...explica-me la como se eu fosse(q pelos vistos sou) muito burra, porque é q ficas-te taaaoooo "picada" por uma anormal de 22 anos q parece nem ter 8 e pelos vistos precisa de saber q ainda tens tesao lol. no comment. para a tua idade podiass te deixar afectar por coisas algo mais...inteligentes llol. ah "bora la minha tesuda" amandar mais insultos a esta parvalhona que esta a adorar a conversa.
li algures "processo judicial"... venha ele q é para eu me rir mais um bocadito. ai como adoro isto :)
quando é q vais postar algo que critique os homosexuais? ou eles nao mexem tanto ctg como os amigos do teu filho? lol...

 

"Ramo de Cheiros"

Afectou-te o meu post?

Pelos vistos sim.. Para te dares ao trabalho de passares as tuas noites ( que devem ser pouco interessantes) nisto.

Nunca ignoro ninguém que se dirige directamente a mim , que foi o teu caso.

Anormal tu própria te chamas, eu não diria tanto só que tens um ligeiro desvio de comportamento. Quanto a insultos não os esperes de mim, sou uma pessoa bastante educada. Mas se descer ao teu nível não tarda nadinha mando-te para o caralho com todas as letras.

Processo judicial? Não me digas que me vais processar.. é outras das tuas graças?

Ora ora, não me desiludas… Preconceitos ,é...?? Porque deveria eu criticar os homossexuais não me dizes?

Vou-te contar um segredo mas só a ti…Eu sou lésbica.! Hum.. mas já  descortinei..  Descobriste que sou quarentona, tesuda e agora estás a mandar-te a mim.. ! Querida desiste és vulgar de mais.

Quanto aos amigos do meu filho são de certo mais inteligentes do que tu e olha que alguns tem a tua idade.

 

Desconhecido (IP: 85.243.210.191) disse sobre Viver e deixar viver ( Cada qual sabe as linhas com que se cose) no Sábado, 7 de Março de 2009 às 01:22:    


ah! e so deixo comments anonimos porque nao tenho tempo para me andar a preocupar com bloguinhos e bloguetas. mais q fazer..prefiro ler a exposiçao alheia do que me expor alheiamente, se é q m fiz entender.
caty
  

"Ramo de Cheiros"
 Ai caty , eu bem tento entender, mas sabes que não consigo?
Admito que a culpa deve ser minha, a idade já não é o que era..

Também não estou habituada a lidar com pessoas tão “inteligentes” como tu..
Para quem não tem tempo dás-te ao trabalho de vir constantemente ao meu blogue e de deixar não 1 nem 2 comentários seguidos mas sim 3. Não tens mais o que fazer menina??
Queres maior exposição que está… ?
Pronto se querias tempo de antena e tomar conta do meu blogue aqui está.
Boa noite.

 

Na minha terra existe um ditado que diz que a primeira tem graça a segunda já é chalaça.. Mas À terceira .quarta ,quinta e por ai fora já me começa a dar nos nervos...

Também podia não liga, simplesmente ignorar... Mas acho que esta (coisa) merece pelo menos uma "notazinha" e eu até estava sem ideias para escrever um post...

 

Espero que agora entendas, (sejas tu quem fores) quanto ridícula/o és.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:31

Ao longo da vida ( e no meu caso já são alguns anos) quarentona como dizem.. Quarentinha e uns trocos como eu gosto de dizer.
Mas dizia eu ,que ao longo da vida durante o nosso percurso vamos vivendo aprendendo errando acertando é uma aprendizagem constante.
 
Existem coisas que preferimos esquecer, cruz credo..Porque embora na altura nos parecesse certo hoje temos noção que foram aselhices e outras de que nos orgulhamos e muito. É ou não é? Invariavelmente isto acontece com toda a gente.

 

Não me vou por aqui a divagar sobre coisas construtivas ou enriquecedoras (até porque já disse aqui uns post atrás) quem procura ler coisas inteligente que procure uma enciclopédia, aqui não encontra ..!

E, como pertenço ao mundo também como filha, sei que tudo começa lá atrás com os nossos pais e com tudo o que nos  transmitem, facultando-nos  a capacidade de nós podermos um dia transmitir valores e formas de estar.
(mas quando eles próprios não tem capacidade para tal, tá tudo estragado..) 


Vou apenas dizer que me orgulho muito do meu filho!

 

Fui mãe muito nova, hoje o meu filho tem vinte anos e alguns trocos e uma filha de "coração".  De inicio até pensei que não era capaz..É serio...:)
Hoje orgulho-me de todos os passitos que fui dando na formação de ambos.
São ambos adultos independentes educados bem formados  e com noção do mundo que os rodeia. Pode ser presunção minha, demito, claro que pode! Mas não dizem que presunção e agua benta cada um toma a que quer? Há pois é..!

 
Quem ler isto. Sim porque podem não comentar mas a minha "base de dados" dá-me indicação precisa de quem vem cuscar..Está a esta hora a pergunta: Mas porque é que esta tipa está  falar disto? Alguém lhe perguntou alguma coisa...!

 

Não, não perguntou, mas eu escrevo o que me apetece!

E pelo que vou vendo por ai… ( e vem ter comigo, eu não procuro)  só me apetece dizer: Esta juventude (e não só..)esta de caixão há cova..!
Falta-lhe o básico… educação, auto estima, valores e saber estar.

Porque isto na vida é assim: Estar todos estamos saber estar é que não é para todos...!

E digam lá se não é verdade que cada um sabe as linhas com que se cose..!

 
- Obrigado, mãe.
Eu meneei a cabeça, sabendo que sorria.
- Eu que tenho de agradecer... filho.
(Só me faltou dizer : por seres quem és.)


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:21

  Gostei desta frase de (Dayane Breyer) para o título 

 

Tudo muda tudo se transforma. De facto  vivemos num "admirável" mundo novo. E é  surpreendente.... Pode parece exagero quando se diz que hoje parecemos colones uns dos outros mas não está  longe da verdade … Hoje prima-se mais pela cópia do que pela diferença  é bom ser como o vizinho o primo ou o colega de trabalho. Os mais jovens  quase que se poderia dizem que saíram da mesma linha de montagem e analisados na mesma base de dados tal são as  semelhanças.


O silicone proporciona-nos ser  fêmeas que não deixa nada a desejar aos pneumáticos. 
Se alguém sofre de leve acesso de melancolia   nada que o Prozac ou Saroxat não resolva. A fecundação in vitro esta na ordem do dia. A empresa cor de rosa invade-nos todos os dias com estereótipos da moda e beleza . Os jardins e o  ar puro foi trocado por complexos  equipamentos de ginastica e  os ginásios caríssimos substituem o desporto ao ar livre. A publicidade e som ambiente das grandes superfícies (supermercados ) incluem sublimes mensagens destinadas a induzir-nos a comprar… A televisão oferece-nos concursos e programas de entretenimento altamente duvidosos com vidas de mentira onde por dinheiro tudo é possível até vender a própria mãe ao diabo. O cinema cada vez mais sensacionalista oferece-nos  violência , tórridas paixões  e amores  surreais, ou seja   todo o tipo de emoções fortes sem necessidade de levantar-mos o traseiro do belo do sofá. 


 E, no entanto e atendendo a tudo isto não me parece que sejamos pessoas mais felizes a viver num mundo melhor.

 Há alguns anos atrás, não muitos.. Se nos tinha saído  na rifa ser uma mulher de peito pequeno ou nos resignávamos ou púnhamos enchumaços no soutien. Se um homem não era, digamos abonado de (dito-cujo) mas completamente capaz de erecções, aceitava-o com calma e talvez até se queixasse mas em privado. Actualmente ,recorre-se desenfreadamente aos silicones à prostaglandina  ao viagra e a todo o tipo de fertilizações e daqui a nada até à clonagem.


Mas se existe alguma verdade nisto tudo é que o mundo esta em mudança e estão a quebrar barreiras e tabus .Durante séculos tivemos sob a influencia de uma "religião" que considerava o corpo como cárcere da alma e onde a sensualidade não existia, sexo era para procriar. ( isso não impediu claro está ,que alguns grande senhores se tenham entregue com devoção a grandes borgas e orgias que hoje fariam corar muito boa gente).


O prazer estava proibido à mulher, era visto como um pecado  uma transgressão  com pena de castigos como caldeirões fumegantes e horrorosos suplícios.

Nós pecadoras convictas, conscientes hoje de que o pecado não é nem mais nem menos um “medo” para nos controlar ,e  já conhecedoras do castigo que nos espera ( que é igual ao dos homens  ou seja nenhum) parece-nos lógico que também nós estejamos dispostas a pecar , não tanto como eles… Mas tendo em conta que vamos ser condenadas de qualquer das maneiras, assim como assim que seja por obter algum prazer.

E já algum disse: não existe melhor forma de se amar a si próprio do que aceitar-se a si mesmo e deixar-se levar pelas exigências mais primarias do nosso eu e  amai-vos uns aos outros..:)


Os homens são por natureza mais promíscuos do que as mulheres. É um pouco discutível se a promiscuidade masculina é uma  tendência natural ou não. Há ate quem diga e defenda a teoria de que a monogamia é antinatural .Mas também não o são a televisão, o telemóvel , os  automóveis e até os aviões..? Os homens podem aprender a ser fieis do mesmo modo que aprenderam a  conduzir.
 

E agora pergunto-me eu, e a mulher é fiel por natureza?
A maioria das mulher é ou foi tradicionalmente mais fiel do que os homens. Mas não acredito que esse comportamento corresponda a uma tendência genética, seria mais fácil acreditar que o lugar ideal para um elefante era uma loja de cristais.

Mas também há que ter em conta que esse comportamento se deve a  uma sociedade onde a maioria  das culturas penaliza ou penalizava  as mulheres sexualmente activas.  

Se não vejamos, ainda hoje existem culturas onde se contempla legalmente o homicídio por honra.  Homens que matam as mulheres ou as irmãs ou as filhas adulteras e sabem que podem contar com a conivência da sociedade onde estão inseridos e com a benevolência  da justiça, (e que justiça ..) Em muitos países africanos ainda hoje  se pratica a cliterodictomia .  

Estive a ler sobre isso e uma das explicações é que serve para garantir a fidelidade ao seu futuro marido.

Sejamos lógicos se a mulher fosse monogâmica por natureza, para que seriam necessárias semelhantes barbaridades para garantir uma tendência natural?

 

Se pensarmos bem as fêmeas dos nossos parentes mais próximos os chimpanzés ( pois é são nossos parentes) e dos orangotangos não são propriamente um bom exemplo de castidade fidelidade e bons costumes…mas isto é no reino animal …:)  

No caso das humanas  existem quem diga que estamos destinadas a ser das fêmeas mais promíscuas da espécie animal ,pois somos a únicas que dispomos de um órgão exclusivamente destinado ao prazer, há.. Pois é! O clítoris. Ok eles têm um pénis, mas é "multi-funções". Este, o nosso é destinado exclusivamente ao prazer. Dai que nós mulheres possamos atingir orgasmos múltiplos com mais facilidade..

 

De modo que eu acho que se pode dizer que as mulheres, são por natureza tão promíscuas quanto os homens, mas ao fim de tantos séculos de dominação masculina, aprendemos a auto iludir-nos ou a dissimulá-lo. Mas neste novo milénio algumas de nós começam a tirar a mascara...

Na verdade qualquer mulher pode ser, ao mesmo tempo boa e má, protectora ou agressiva, criadora ou destruidora, adorável com os seus amigos, perigosa com os inimigos, fiel quando decide sê-lo ou uma cabra se lhe der na gana..  Tal qual outro ser humano!  

Mas para muitas de nós a mulher ainda tem que ser como a de César, não tem apenas que ser honesta, mas também de parecê-lo.

 

A infidelidade , há quem viva  obcecada com medo de ser traída/o há quem a pratique sem o menor preconceito e há até quem diga que isso é coisa que não existe, que a infidelidade está na cabeça das pessoas.

Hoje em dia o sexo é um tema banal, todos o praticam todos falam dele e já quase ninguém tem pudor em comentar o assunto.
Mas aqui entre nós, com esta “quebra de tabus” como alguns lhe chamam esta modernice e desinibição mais ou menos explicita, parece que vivemos em uma sociedade bem mais infeliz.. 
 
Não são de agora, os casos de infidelidade sempre aconteceram. Sempre  foi praticada, e escondida a sete chaves .

Quando era masculina, eram rotulados de grandes machos  e possivelmente só o faziam porque não tinham uma mulher de “jeito” em casa, portanto nunca eram culpados. No caso feminino a coisa muda de figura,  infiéis ou imorais sãos os nomes mais simpáticos para as descrever. 
Hoje os limites são mais flexíveis ou estão a ultrapassar-se todos os limites?

Ainda se mantém determinados valores?

Ou o culto do casamento começa a ser cada vez menos usual? 

Tanto  homens como  mulheres (hoje) querem ser livres viver o momento e depois partem, não se inibem na procura de  novas experiências sem ter que dar satisfação.
Isto parece um sinónimo mais do que evidente de que hoje em dia ninguém se quer prender a ninguém..

Eu ainda acredito que nem todos pensam assim, ainda existem aquelas e aqueles que o casamento fidelidade e compromissos são coisas “sagradas” por muito que se modernize..


As vezes procuram e não sabem bem o que...  perfeição, sensação de perigo ou é 
aquela  velha máxima “o fruto proibido é o mais apetecido”? 

 E qual é a mulher que gosta de ser traída..? Nenhuma julgo eu!

Mas  mesmo quando (eles) são apanhados com a boca na botija entra sempre a canção do bandido... as velhas desculpas, tipo: "Aquilo não significou nada é a ti que eu amo" ou "Um homem não é de ferro "ou ainda, "Estava com os copos nem me lembro da cara dela". blá blá blá. 

 Já (elas)  justificam-se de modo diferente…: Falta de carinho, necessidade de atenção e de afecto, e um desejo de ser vista como mulher, e não como a companheira perfeita ou a mãe dos teus filhos.

A mulher não trai com a mesma  facilidade com que o homem o faz.  Ela precisa de envolvência, e não é algo que surja do dia para a noite.

 

A infidelidade é insegurança, só pode…tanto em homens como em mulheres.. 

Há quem tenha relacionamentos liberais com acordos pré estabelecidos onde os dois se podem envolver-se com quem quiserem.
São novos mundos..Novas mentalidade ... Excesso de liberdade ... Insegurança..  Ou simplesmente uma grande falta de vergonha?

O que é certo é que a infidelidade existe…
 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13


Que dia é hoje?

por R.Cheiros, em 13.02.09

Sexta-feira... (13)
Muitas pessoas têm a sexta-feira 13, como um dia de azar por pura superstição sem saberem ao certo como surgiu este dia (negro)

Quando ouvimos a palavra Sexta-feira 13 pensamos logo em azares e lembramos de todas as velhas superstições e crendices que fomos crescendo a ouvir:
 Bater na madeira, não passar por baixo de escadas, gatos pretos, espelhos partidos, nunca abrir um guarda- chuva dentro de casa, nunca colocar a mala no chão e muito menos um chapéu em cima da cama. e muitos outros que nos induzem a acreditar que tragam azar. Mas isso são apenas superstições, que nossa cultura adoptou com o passar dos século.


Fui procurar o significado da palavra superstições e encontrei isto:
“Sentimento religioso erróneo que induz a criar falsas obrigações e que leva à prática de deveres absurdos ou imaginários;
Excessiva credulidade;
Crendice;
Preconceito.”

 

A final a que é que se deve o “mito” da sexta-feira 13 ser dia de azar?
É a mais enraizada e popular crença entre os cristãos. Quando o dia 13, calha a  uma sexta-feira, é dia de azar.
Há várias explicações para isso mas talvez a mais antiga que que sempre me lembro de ouvir é esta:

Jesus Cristo “supostamente” teria sido crucificado em uma sexta-feira e, na sua última ceia havia  13 pessoas à mesa: Ele e os 12 apóstolos e o traidor estava entre eles: Judas!
 Hoje em dia por superstição em muitas casas por norma não se sentado 13 pessoas há mesma mesa, porque é desgraça na certa. Isto sendo sexta-feira ou não.

(na casa dos meus pais é impensável estarem 13 pessoas a mesa)

 

Mas as explicações para a malfada sexta-feira 13 são várias e talvez até mais antigas do que esta.
Outra versão vem da  da mitologia nórdica. Conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, o” mauzinho” espírito do mal e da discórdia, foi de penetra e apareceu sem ser convidado e armou tamanho desaguisado  que terminou com a morte de Balder, que era tipo uma divindade de justiça e sabedoria era tão bonzinho tão bonzinho que por onde passava so espalhava boa vontade e a paz tornando-se o favorito dos deuses. Daí veio mais uma  crendice de que convidar 13 pessoas para ua mesa a coisas dava azar.


O mito relacionado à sexta-feira 13 deve-se à perseguição aos cavaleiros templários ou os hereges como foram considerados. O Papa da época Clemente V  (que dizem as más línguas não era flor que se cheire) feito com o rei de França  Felipe IV  o belo :) ordenou a perseguição e morte que ocorreu em toda Europa numa sexta-feira 13. Assim, com esse massacre, a Igreja Católica acabou por criar uma data para a crença popular do "dia terrível".

Também existe a lenda da deusa do amor e da beleza o nome dela era Friga (que deu origem à palavra friadagr = sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, a lenda transformou Friga em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o diabo . Os 13 ficavam a rogar pragas aos humanos por toda a sexta-feira. (para o que lhes havia de dar..)

 

Na antiga numeração hebraica (dos judeus), os números eram representados por letras. A letra que indicava o número 13 era a mesma usada para a palavra morte. O mesmo acontece nas cartas do tarot.

O mais engraçado é que hoje em dia esta superstição (sexta feira 13 dia de azar) é universal, está em quase todas as culturas raças e religioso e tanto acreditam nela os ricos como os pobres.
Foi feito um estudo pelo Centro norte americano de Estatísticas Atuariais, onde mostra que o índice de acidentes e incêndios é menor nas sextas-feiras que caem em um dia 13, em comparação às outras sextas.

 

Bem, não sou muito dada a crendices nem a fé religiosa divindades ou outras que tais. Não sei muito bem se acredito em "azares"

Sexta-feira... Ah, que dia maravilhoso! Só de imaginar que faltam poucas horas para um descanso merecido...

 

Bater na madeira, espelhos partidos, passar de baixo das escadas, gatos pretos ...Afinal de contas, cada um faz o quer... Não se devem ter cuidados há noite por ser sexta-feira 13 mas sim porque à noite, todos os gatos são pardos...

 

Boa sexta feira e um óptimo fim de semana.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


O sonho...Oxalá se cumpra!

por R.Cheiros, em 11.02.09

O sonho comanda a vida, dizem...

Uma coisa é certa todos nós sonhamos!
A dormir ou acordados ... Mas nem todos têm a capacidade  de sonhar acordados ,já a  dormir é uma experiencia que todos vamos tendo,apesar de muitas vezes não nos lembrarmos dos sonhos.


"Freud" parece que foi um dos grandes pesquisadores sobre sonhos e tinha um um conceito muito próprio: Quando a pessoa dorme a mente adormece e o subconsciente desperta. E quando acordamos,da-se a troca a mente acorda e a subconsciente adormece. Também concluiu que durante o sonho todos os nossos desejos frustrados, emoções, pensamentos que não foram liberados durante o dia são libertados pelo inconsciente. Isso é que é são os sonhos segundo Freud.

 

Qual será a causa dos sonhos? E Porque é que temos por vezes sonhos tão estranhos?
Eu tenho tido  sonhos estranhos... 

Ultimamente tenho alguns sonhos que se repetem, nem todos com a mesma clareza mas todos eles incluem os mesmos personagens.. (crianças)
Mas este ultimo, parecia tão real... Parecia um recado..Com palavras e imagens, acção e confesso que gostei. Ponho-me aqui a divagar qual será a causa deste sonho..? serão  ciclos de vida desejos do inconsciente?


O “lugar” era a minha casa, sim conhecia-o bem...

Eu estava na cozinha a fazer um bolo de chocolate.. (detesto chocolate) e mexia e remexia em pacotes de farinha e açúcar e sobre a mesa estava uma forma e mais algumas coisas, não deu para definir bem o que era. Eu estava com mais uns 5 anos, a ficar "entradota"

 

A saltitar a minha volta estava uma criança linda, uma menina :) com o cabelo apanhado em dois totós e de bibe quadriculado azul e branco. Completamente salpicada de farinha e chocolate.

Não aparentava mais de 4 anos, e ela disse-me:

 

- Avô, agora quero ir brincar lá para fora com a Rita!( Rita é a minha gata)

Eu estava  ocupada no meio daquela tralha toda e disse-lhe:

- Amor, pede ao avô, a avó  tem que acabar o teu bolo.

- Sim, ela concordou e lá foi toda saltitante, ainda a ouvi gritar:

- Avôoo

 

Acordei mas fiquei a magicar nisto... E até agora não consigo tirar esse sonho da minha cabeça pareceu-me tão natural..

 

Eu sei que fui mãe muito cedo e sem convencimentos sei que muitas vezes não passo por mãe do meu filho (com vinte anos e já  alguns trocos...) mas...

E eu quero ser avó? Háaa eu adorava!
Não tenho ar de avó mas sei que dava uma avó fantástica, olha eu tão modesta...;)


Sei que foi um sonho, mas há tantos sonhos que se convertem em  realidade. Oxalá este cumpra o destino.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds