Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O titulo?? pode ser sexo

por R.Cheiros, em 13.06.08

dave_nestler038.jpg 

Ontem em uma conversa entre amigos onde se fala de tudo veio à baila os blogues a sua finalidade.

Porque os fazemos e essas bocas de sempre uns dizem que é uma forma barata de fazer terapia outros que foi a libertação de muitas mulheres etc etc . As patacoadas de sempre onde cada um tem a sua opinião...

Uma das coisas que mais me “chateia” e que noto de modo geral é que tanto homens como mulheres têm a opinião que todas as mulheres são recalcadas sexualmente.

(" -Existem meia dúzia delas sem preconceitos e resolvidas e isso nota-se pela forma aberta e sem tabus que escrevem nos blogues." )

Na opinião de alguns não ter tabus e moderno e "bem"é descrever passo as nossas quecas... Isto está giro:))

Não posso deixar de me rir... Tenho precisamente uma opinião contrária, acho é  que têm uma grande imaginação mas de certeza uma grande frustração....

Só me ocorre uma pergunta: O que é que leva alguém a descrever a as suas intimidades ao pormenor?

Ou será que descrevem o que gostavam de fazer e não tem coragem ? lol

Hello... Acordem o sexo já é praticado deste o inicio da humanidade e não tem tantos mistérios como querem fazer querer..

 As tantas ouvi está "pérola" : As brasileiras são mais desinibidas e melhores na cama (que me desculpem as brasileiras não tenho nada contra) mas tenham dó...

Visitei o blogue do "dito cujo" e lá estava o tema sexo e brasileiras. Achei mais interessantes os comentários do que a postagem em si, o meu amigo que me desculpe, mas foram tantos os comentários nervosos que lá se seguiram das senhoras ofendidas ou não, que achei graça como cada uma tentava defender ou chamar a atenção do autor de que a mulher para fazer bom sexo não tem nacionalidade.

E eu concordo com isto! A mulher é ou não boa no desempenho que tem com o seu marido, namorado, amante, amigo ou seja o que for se ele também for ou não um bom amante!

Não existem mulheres frias, existem mulheres mal amadas...

Mas porque carga de água se fala sempre nas mulheres, que são frias pouco seguras ou que tem tabus e não são liberais??

E os homens? Para dançar o tango ainda são precisos dois ou estou enganada? Existem homens com a sensibilidade de "gorila"...

Também existem homens psicologicamente incapazes. Existem homens que não são  capazes de se libertar-se com tanta “beleza” à sua frente... A ansiedade é tanta, que se perdem dentro deles próprios e não se sentem aptos para actuar digamos assim:)

Para os homens e para as mulheres, o desejo, a excitação e finalmente o sexo, vem de todo um conjunto de vontades, de cheiros de tesão de estimulação juntamente com a visão das formas do corpo de cada um, a comunicação é perfeita.

Desculpem-me mas não é a mulher brasileira que é boa na cama.

É a mulher realizada, optimista, desenvolvida, estimulada,resolvida, e principalmente... Infinitamente amada!

Não existem mulheres frias só mal amadas por culpa de homens incompetentes.

Bom acho que me estiquei mas não pretendo ferir susceptibilidades é só a minha opinião e vale o que vale...

E como o dia está lindo e a vida é bela o importante é que toda a gente se ame muito e bem homens e mulheres de todas as nacionalidades.

publicado às 09:40


Ai o amor..

por R.Cheiros, em 11.06.08

 

Hoje acordei assim... A pensar no amor,não sei se estou apaixonada ou piegas?

Ainda existe aquele amor "verdadeiro"...aquele que nos faz palpitar, tremer e corar apenas por vermos a pessoa amada?

Ou não passa tudo de mera atracção física e interesses? 

Consegue-se definir o amor??

Grandes pensadores dizem que o amor não é algo que possa ser descrito por palavras, mas sim algo inexplicável que se sente ao olhar para "aquela" pessoa.
Eu no início aprendi a amar os meus pais e irmãos,  amor era o que eu sinta por eles

e  eles sentiam o mesmo por mim.(Espero que ainda sintam)

Fui crescendo, quando me comecei a interessar por algum rapaz e comentava com a minha mãe ela dizia-me que era amor e que o meu coração iria bater mais depressa quando estivesse com ele.( e bateu algumas vezes)
Assim foi durante alguns anos ,tive alguns "amores" até encontrar o que me fazia o coração bater mais depressa e casar com ele. (isto era amor)
Depois... fui mãe , e  sem  precisar que alguém me dissesse algumam coisa, soube desde o início o que sentia pelo meu bébé era amor.

Todas estas fases por que passei na minha vida foram diferentes, dependendo da altura e das pessoas

Em alguns casos um acumular de amores ou amor.

O amor está em tudo o que nos rodeia (sem excepção) depende de nós ter capacidade de o sentir ou não.

Deve ser isto o amor , não será?Pode é ter varias vertentes e pode-se ligar amor e sexo ou não necessariamente!!

O sexo pode simplesmente partir do desejo ou da atracção e pode ser satisfatório. Desejo como uma fonte de satisfação.. o amor  até pode não estar presente ou não, existe até quem diga que:sexo é um  desejo de comer  uma  fome sentida e insaciada.

Quem é que nunca sentiu uma vontade inconsciente de comer até se farta? Só que... Mas depois a nossa atitude mental tem tendência a reprimir-nos.

Isto tem alguma coisa a ver com amor??? pode não ter absolutamente nada.

Ok a segurança emocional a afectividade o amor ajudam na entrega e na satisfação. 

Acredito mesmo que uma relação sexual é mais satisfatória e completa quando se dão num contexto de intimidade e afecto e amor.
Quando estamos emocionalmente envolvidos, descontraídos, de bem connosco e com a outra pessoa, a intensidade do toque as carícias tudo pode ser bem mais agradável, estimulante e sensual e o cheiro é muito importante....

Claro está, que cada pessoa sente de forma diferente 

Bom... mais isto é só o que eu acho e vale o que vale. Com o passar dos anos aprendi que mesmo o amor "romântico "homem mulher passa por várias fases pode ser vivido de formas diferentes.Aquela história do coração bater mais rápido o nervosismo e sangue aquecer e blá blá... Existe, claro que existe, mas...

Mas tambem existe um amor calmo, sereno e cúmplice. Perde-se muitas coisas é certo mas ganham-se outras,  em todas estas etapas da minha vida  houve sempre algo em comum, a boa-vontade, a simplicidade, honestidade, confiança que entreguei... 

Penso que o mais importante  que aprendi sobre o amor, é que ele é tudo o que me rodeia (sem excepção), e apenas dependia de mim sentir-me capaz de o sentir ou não.

Ele está sempre lá.
Cabe a cada um de nós decidir se o queremos ver ou não.

Entristece-me já não existir (se é que alguma vez existiu), o verdadeiro amor que dura uma vida....é que ainda sou uma romantica:) 

O verdadeiro amor não tem preço, idade, cor, posição social ou riqueza mas sim o respeito para com a pessoa amada e respeito pelo próximo mesmo com aquele que nos quer mal (claro não o deixando abusar)

O verdadeiro Amor existe, mas também existe o medo de amar. O medo de amar e sofrer por amor.

Porque amar não é amor e uma cabana, quando há amor e as pessoas se juntam as dificuldades surgem, e é nessa altura que devemos ser os melhores como amigos como namorados e como amantes.

Mas nem sempre tudo corre como deve ser. O ser Humano  na maioria das vezes não sabe ouvir o silêncio do outro, não compreende as  frustrações, e não se ajuda mutuamente  a sonhar.... Podem ser básicos no bom sentido, e tão complexos.

O verdadeiro Amor existe, quando realmente se  acredita no Amor

Mas o amor tambem acaba e o cupido tambem se engana.

 

PS: Alguem é servido???

 

publicado às 09:30


O tal!!

por R.Cheiros, em 09.06.08

 


 

Dizer que ele não existe é asneira, ele existe sim, mas para cada uma de nós ele é diferente, se fosse perfeito para todas nós, seria muito complicado, o que eu costumo dizer, é que alguns são “belezas universais” ou seja, são tão bonitos, que não tem quem não goste , e mesmo assim, pode ser que quando tu  o conheças, nem o aches tão interessante assim.

Mas voltando ao assunto, homem perfeito existe? Eu espero que sim, não acredite que o homem perfeito não tenha defeitos, mas sabe que os tem e tenta melhorar, ele entende de tudo um pouco, e aquilo que não entende, tenta aprender, ele não é maravilhoso, mas é bem bonito e muito charmoso. Ele troca as lâmpadas, abre os frascos complicados , faz pequenas coisas que nem sempre conseguimos fazer.

Ele é másculo, mas não é machista, é um cavalheiro, mas não é piegas, ele olha de um jeito que é só dele e é só para ti , e tem um sorriso que te derrete na hora.
Ele também sabe Dizer  não, mas sabe dizer com jeito, ao mesmo tempo que diz sim quando realmente quer alguma coisa, ele não faz “tipo” ... Ele é safado, mas só tu sabes disso, ele faz sexo mas também sabe fazer amor,mata-te de desejo mas também te acalma com amor e ternura,ele é romântico sem ser meloso, ele é determinado sem ser um louco ambicioso.

Ele nunca vai esquecer o teu aniversário, ele adora a família, ele é divertido, mas não faz questão de ser o centro das atenções nas  festas, ele é gentil, presta atenção nas pequenas coisas, e também nos assuntos importantes. Ele veste-se muito bem, mas adora um palpite teu , e tu também adoras saber o que ele acha sobre ti.

Os defeitos? Claro, vários deles, mas eu também tenho, provavelmente os que eu mais odeio nele,  tenho-os em mim, e porque não, juntos tentar melhorar cada vez mais? Através de conversa, compreensão e é claro, amor. Saber falar o que sente, é muito bom, para os dois lados, tanto ouvir quanto falar é imprescindível.

Para cada uma de nós existe o homem perfeito, ele é apenas alguém que tem sintonia contigo , que tem objectivos em comum, ideias , e principalmente valores, e tendo tudo isso, fará com que tu  o vejas de maneira diferente, um compreenderá o outro de maneira tão intensa, e tão harmoniosa, que quando tu perceberes, já terás sido fisgada, ou seja, o conjunto de acções e não acções que são exactamente o que tu esperavas de alguém.
 

PS -1-Só me falta saber onde é que ele está)

PS -2-Existem mentes brilhantes com uma imaginação... Não é?
 Convêm acordar porque ninguém é perfeito 
 


 

publicado às 08:37


Teorias e manias

por R.Cheiros, em 06.06.08

 

Acho que ontem já tinha referido que a minha mãe é uma "sábia" ou seja não fala muito mas quando abre a boca tem o dom de arrasar.

Então cala-me sempre com esta frase: "A mania é pior que a doença."

Mas todos temos um pouco de mania e varias teorias ou não?
Eu cá sou uma gaja cheia de teorias. E acredito nelas até ao dia que me provarem que não são verdadeiras.

Tenho a teoria de que :

-A amizade é a aceitação de cada um como realmente ele é ;

-Amizades, as verdadeiras, são eternas; as pessoas não precisam necessariamente de se interessam pelo mesmo tema, para gostarem de partilhar momentos juntos;

-As pessoas mais apaixonadas não são necessariamente as que mais o demonstram, ou seja, os casais aparentemente “perfeitos” fazem-me “urticária” e desconfio sempre da aparente felicidade;

-As mulheres podem tornar-se facilmente amigas de um homem só pela companhia e amizade do outro;

-As pessoas por dinheiro transformam-se;

-Mas que tristezas não pagam dividas;

-Quem mais esperto se julga, mais facilmente é enganado;

-A sinceridade está em desuso que nas costas dos outros podemos ver as nossas;

-As pessoas tem várias mascaras dependendo do local e da companhia estando no emprego ou em casa;
- Que as pessoas com um copo a mais fazem exactamente o que a coragem lhes falta para fazer quando estão sóbrias;

-E que as mágoas não se afogam em copos nem em xanax;

-Nada acontece por acaso;

-As coincidências existem e explicam muita coisa;

-Normalmente o que parece não é;

-A minha intuição nunca ou raramente se engana ;

-Detesto ter sempre razão mas tenho;

-Quem cala consente é das maiores mentiras ;

-Que quem se cala não se entala é completamente errado;

-O amor à primeira vez existe porque quando olhamos duas ou três detestamos;

-Quando se gosta de duas pessoas ao mesmo tempo não se gosta de nenhuma;

-Não existem pessoas felizes, nem vidas perfeitas;

-O amor é eterno enquanto dura;

-Sexo e amor não andam  obrigatoriamente de mãos dadas;

-Amor não implica sexo;

-Sexo e amor é a união perfeita;

-Que o desejo aparece quando menos se espera;

-Quando uma das partes se anula a outra tem consentimento prévio para seguir em frente;

-O casamento é um contrato que deveria ter os estatutos actualizados de 5 em 5 anos;

-Grandes machões são os primeiros a serem facilmente dominados pela “cara-metade”

-Que não se devem engolir sapos;

-E que  é preferível  uma verdade dolorosa que uma mentira piedosa;
-A minha vida é uma merdinha e não uma merda como eu tantas vezes digo;

-Meninas com ar certinho são sempre as piores;

-Brincar com o fogo é muito bom;

-Afelicidade são pequenos momentos;
 

publicado às 11:40


Carta em aberto

por R.Cheiros, em 25.05.08

Agora que está na moda as cartas abertas, esta que vou escrever-te é uma carta em aberto porque sei que vou encontrar sempre pontos que posso acrescentar.
Tenho muitas dúvidas a teu respeito, é, já tive certezas, muitas, de que existias quase que poderia dizer com toda a certeza que já te senti viver em mim.
Sim em mim, afinal dizem que tu estas em todo o lado nas coisas mais simples como um sorriso um olhar numa palavra enfim não se vive sem ti.
Claro que deves existir afinal todos falam de ti e te tratam por tu, em teu nome faz-se de tudo desde as coisas mais bonitas como as maiores a atrocidades.
Em teu nome mata-se guerreia-se prende-se e tortura-se e também em teu nome se vivem momentos de grande felicidade.
Sabes, permite-me que também eu te trate por tu ! Afinal somos quase velhos amigos ouço falar de ti desde que me conheço por gente, ainda antes de conseguir pronunciar o teu nome já me falavam de ti.Dizem-me até que és um dos causadores da minha origem que graças a ti estou aqui que fui feita em teu nome.  
Todos os dias ouço falar de ti, todos os dias és invocado nos livros nos filmes nas músicas e nas canções.
Mas será que alguém te conhece na realidade?
E eu.. Será que alguma vez te conheci?

Hoje tenho duvidas que todas as pessoas que falam de ti tenham assim tantas certezas de te conhecer acho que não tem a mínima ideia de quem tu sejas.
Eu já invoquei varias vezes o teu nome e reconheço que até nas situações mais absurdas, mas só o fiz porque acreditava que te conhecia.
Pensei que todas as pessoas que me falavam de ti e da tua eternidade te conheciam e sabiam do que estavam a falar mas hoje sei que era mentira, nenhuma delas te conhece ou conhecia para poder falar há boca cheia da tua existência a afirmar que és eterno.
Hoje o teu nome ande de boca em boca levianamente em qualquer telefonema programa de televisão ou ate aqui na internet.
Não, não estou a dizer que acho mal ou acho bem como poderia se até eu já o fiz tantas vezes..
Desafio-te a procurar um blogue um só que seja  onde o teu nome não seja escrito pelo menos meia dúzia de vezes.
Sabes, a minha família também fala de ti, sim,também afirma que existes mas de uma forma diferente suave e sem fanatismo e eu acredito que sim, que tenhas varias formas de te mostrar e acredito que a forma como te encaixo na minha família e ate nos amigos é real.
Mas quem és tu..?
Aquele que exige sacrifícios que provoca dor, desejo que faz sofre rir e chorar, quem és..? 
Tu existes ou és uma dos maiores “invenções” da historia da humanidade criada por alguma mente diabólica?
Porque permites que se fale o teu nome em vão por quem na realidade não te conhece?  Tu és real?
Eu já não sei se acredito depois de tantas contradições tanto sofrimento e tanta tragédia que se faz em teu nome.
Dizem que viver sem ti é morrer em vida, que nada faz sentido sem a tua presença.
Mas o que é que pode ser mais importante que a própria vida??
Eu sinto-te.. Umas vezes tão perto e outras tão longe, por vezes tenho a impressão que me basta esticar a mão para te poder alcançar já de outras parece que nos separa oceanos de distancia.
Reconheço que me fazes falta e que dificilmente poderia viver sem ti.
Que te sinto no meu corpo e na minha mente e que gosto de te ter comigo. Todos os dias te venero e digo o único nome que te conheço “AMOR”

 

publicado às 00:02


Falar de amor.

por R.Cheiros, em 19.05.08

 "Quando me dá para falar de amor alguma coisa de pouco católico se passa..."


Dizem que o amor é a linguagem universal, vence todas as barreiras, existe em todas as camadas sociais faixas etárias, credos e religiões.É mais forte que as ondas do mar, chega a todo lado, faz rir e chorar, é alegria na dor, faz sonhar o mais séptico.

E quanto tempo conseguimos estar sem falar de amor..??

Não existe o tempo quando o assunto é amor.

É tão fácil, falar de amor.. O toque que nos desperta pode ser de um filho, de um pai, de uma mãe, de um irmão ou de um amigo, ou da pessoa a quem amamos...

Falamos de amor todos os dias, e com amor.Para falar verdade o amor na minha vida faz todo o sentido não vivo sem estar apaixonada.

Um dos amores da minha vida a é minha família. Eles são os meus "amores" quem eu mais amo e que nunca irei deixar de amar .....

O amor tem assumido inúmeros significados e expressões ao longo da história. Ouvimos falar de amor nos  romances, conhecemos histórias e conhecemos pessoas que se dizem apaixonadas.

Estive a ler sobre isso e o amor não é igual para todos.

Para Freud o amor está presente em toda motivação humana; para Nietzsche o amor faz-se no “eterno retorno“, todo prazer retorna à dor; para Shakespeare todo amor termina em tragédia; para Chaplin o amor é uma das mais belas frustrações…

E para nós....???? Todos  conhecemos pelo menos uma definição de amor,não é? Quer  seja na voz do poeta por uma canção ou por um  filósofo, ele é retratado nos duelos do amor e do ódio .

Mas eu acho que existe um outro tipo de amor... Para cada um de nós existe alguém especial... Que vamos sonhando idealizando, mas será que existe o amor ideal..?

O amor físico paixão, sexo e amor tem que estar ligado ao casamento?

Ou o casamento é uma instituição em ruínas e completamente falida?

Li esta frase que faz todo o sentido: ("Quando os casamentos tinham por base os interesses, eram estáveis e duravam, pois os interesses em geral permanecem. Mas, quando as pessoas começaram a casar-se por amor, estragou-se tudo: porque o amor é por natureza instável e passageiro") Nem sempre uma paixão arrebatada resulta num casamento sólido. O amor pode ser tramado...

O amor é tão subjectivo...

Algumas vezes o amor e a paixão podem  deixar-nos tão cegos que não conseguimos ver o óbvio. Ou seja : Nem sempre conseguirei viver a vida inteira com aquela pessoa por quem nos apaixonámos um dia..

Ou crescemos juntos na mesma direcção ou..Fica na base dos interesses!

Para nós  seres humanos a felicidade é encontrada no desejo daquela figura feminina ou masculina que nos satisfará por completo, representando o fim de todo tédio e angústias; aquela pessoa que nos vai salvar de toda apatia e suprir todas nossas carências. Sonhamos com um amor incondicional, pleno, acima de todas as coisas. De repente, quando menos esperamos, os nossos olhares são atraídos para alguém que nunca tínhamos visto antes, mas pensamos que aquela pessoa não nos parece estranha. Nessa situação experimentamos os batimentos cardíacos acelerarem, alguns suam frio, experimentam o rubor e até perdemos as palavras. Nesse momento gostaríamos que o tempo parasse para que pudéssemos fitar com um olhar mais demorado cada detalhe que está causando o balançar do coração.

 

Ahhh… o amor à primeira vista. Será?

 

Ai ai o amor...Que seja eterno enquanto dure!!!

publicado às 08:23


S...o não é amor?

por R.Cheiros, em 08.05.08

 

(gosto desta imagem retirada da internet)

 

TAMBEM ACHO RIDICULO...

Algumas pessoas insistem em dizer que não fazem sexo e sim fazem amor!

Eu acho isso um bocadinho hipócrita” parece que a palavra sexo é feia ou é um tabu.

Podes amar o teu companheiro e demonstrar isso todos os dias nas atitudes no respeito etc...mas quando os dois vão para a cama, fazem sexo.

Para mim não tem essa de fazer amor quando se esta nu em cima do outra pessoa....

O que existe é : A pessoa fazer sexo com afecto (amor) ou fazer sexo sem afecto nenhum pelo outro, mas ambos são sexo, porque entra o desejo da carne, a nossa sexualidade esta em jogo, o nome já diz tudo sexualidade, acho muito dissimulado as pessoas que dizem essa frase ridícula : "Eu não faço sexo eu faço amor"... porque... !

Quando ouço lembro-me sempre nem sei bem porque das consultas médicas...

Tem uma razão de ser :)) Nós mulheres vamos a consultas de ginecologia de 6 em seis meses ou pelo menos deveríamos ir. Uma das perguntas frequentes nessas consultas é: com que regularidade tem relações sexuais (sexo)? Ou com que regularidade faz amor?

Acho que é exclarecedor....

Óbvio que fazer amor torna tudo muito mais romântico, mas podem ser coisas diferentes, ou não?

Amor fazermos com pequenos gestos, um agrado uma palavra gentil fazemos actos de amor com diversas pessoas e em todos os momentos.

Sexo é carnal, entra o desejo, tesão, a nossa sexualidade fica mais em evidência.

Ou será  que fazem amor sem desejo, tesão, uma coisa morna tipo dever cumprido?

O amor é "coração" e já agora o coração sente tesão? Desde quando? Vamo-nos deixar de histórias... Pelo amor de Deus estamos no século XXI,

Quem pensa dessa forma, ainda quer enganar a quem além de si próprio?

Li por ai em algum blogue que dizia que : (falar de sexo aumenta as "audiências" )como isto me faz rir... 

Portanto quem o escreveu deve ter a noção que sabe isso porque  também procura os (tags) de sexo. Ok ok foi para estatística:))

Outra coisa que me apoquenta é que o sexo para alguns possa ser um tabu.

 Eu pergunto-me : não é natural? Desde que o mundo é mundo se faz sexo e se tem bebés.
A única que o teve sem sexo já todos sabemos quem foi, uma mãe pretensamente virgem mas isso é muito discutível.
Eu por mim preferia pensar que Maria fora uma senhora normal e que Jesus tivera irmãos como qualquer outra pessoa.(eu própria tenho 3, e esse pormenor não desmerece em nada a minha mãe perante os meus olhos) feitos com sexo.

Como sou uma romântica também faço amor. Mas ora bolas também faço sexo.

Eu pensei em escrever sobre os clássicos da literatura e tentar ser mais culta. Falar sobre assuntos de referência em varias áreas mas pronto, deu-me para isto....:)

Receio bem que vou continuar a optar por ser culta só lá mais para o fim da vida, quando for grande...se lá chegar.

 

Entretanto vão-me saindo estas pérolas!!!!

 

E então sexo não é amor????


Um parte : (falar sobre sexo pode ser tão saudável e bonito como outro tema qualquer, não tem que ser vulgar ou ordinário. Entre sexo e histórias de amor frustradas lágrimas e mágoas prefiro o primeiro.)



publicado às 11:29


Nós mulheres gajas

por R.Cheiros, em 06.05.08

Porque hoje me apetece!! Vou falar de sexo, que é o mesmo que dizer vou falar de mulheres, ou seja vou falar de nós gajas.

Já faz  uns tempitos de venho lendo todo o tipo de blogue de "gajas"que se encontram a nossa disposição, crescem como cogumelos, parece que todos os dias existem 4 ou 5 novos, se não for mais.

Reparo que 99% tem uma coisa em comum (desejo, tesão, sexo..) ou mulheres mal amadas.Não deixa de ser curioso, comparado com blogue masculinos. Os nossos em matéria de sexo batem os homens em largos pontos.(Salvo raras excepções)

Sim, dá-me um certo gozo ler alguns deles, consigo dar umas valentes gargalhadas.

Sinceramente  que me tenho perguntado algumas vezes, se somos um país de mulheres mal "fodidas"ou se andamos todas com as hormonas  á flor da pele?

Possivelmente temos estado escondidas, (presas) claro que a internet veio ajudar muito, aqui podemos ser "tudo", dizer "tudo", por para fora os nossos desejos mais secretos, afinal basta umas fotos ousadas (coisa que abunda por aqui) e escrever umas palavras de fazer corar as pedras da calçada, e pumba, esta feito.

Agora falando muito a serio, o que é que se passa connosco, gajas...?

Será que precisamos tanto de falar sobre as nossas males de amor ? E de sexo de uma forma (vulgar) porque nos faz sentir poderosas...?? Ou é mesmo desejo de por em pratica tudo o que escrevemos e não temos coragem para isso..???

Tenho cá para mim, que este é o nosso lado oculto de "meninas más" que na vida real fica muito aquém do que aqui escrevemos.... Será que estou errada.???

Não tenho assim..... Tanta experiencia de vida, afinal tenho 46 anitos, mas tenho alguma, e de todas as amigas que tenho, parece que ao vivo e a cores nenhuma de nós é assim. E tambem falamos de homens....e sexo. Porque aqui entre nós,muitas mulheres juntas.... Hum, as conversas podem ser sobre tudo..:)).

Curioso  é que  não são só as mulheres mais jovens, na casa dos vinte e poucos anos, trinta, supostamente deveriam ser essas as mais liberadas, as que escreveriam mais abertamente de sexo, (talvez outra geração, questão de mentalidade) pois é completamente errado, que se desengane quem pensa isso.É mais abrangente.

(A fase de que depois dos 40 se morre para a vida está ultrapassada.)

Concordam  comigo que é depois dos quarenta que se começa a viver? ou pelo menos a termos "aquela" segurança....

Só esta connosco quem quer, não fazemos frete, gostamos muito mais de nós, sabemos o que queremos, sabemos dizer não, e a ultima palavra passou a ser nossa.

Chorar só se for de tanto rir.

A calma é das nossas melhores armas.

Aprendemos a conhecermo-nos.

Enfim, estamos na "tal" idade...

A esta hora estão algumas a pensar: Esta tipa é doida o meu blogue não fala de sexo muito menos de forma vulgar.(Existem os restantes 10%) Pois é minhas amigas não fala mas essas mesmo “puritanas” que estão a pensar isso são as que normalmente fazem os comentários anónimos ou ainda aquelas que adicionam tudo quanto é blogue de sexo como amigos. Depois há ainda aquelas ou aqueles fico na dúvida, que enviam e-mails tão brilhantes como eles próprios.

(Um à parte)

"E aproveito para informar que não sou gajo"

Bem.... Vou tomar um  isto é só a minha opinião e vale o que vale!

Fui repescar este post ao meu antigo blogue

 

publicado às 10:13


Até que a morte nos separe ??

por R.Cheiros, em 22.04.08
 

 

Todas as pessoas casam para viver felizes para sempre, mas a verdade é que há cada vez mais existem  uniões que de facto não resultam.

Ou será que é possível viver o "conto de fadas" e acreditar que não é só nos desenhos animados que o amor é perfeito???

Nem sempre é o que gostaríamos de ter, mas  permitimo-nos esquecer o peso do dia-a-dia e quase nos convencemos  que o nosso é um amor-perfeito.

Uma amiga minha costuma dizer que tem falta de sorte. Não, não é no jogo. Mas porque não encontrar o homem certo. O certo não é o "perfeito", porque isso não existe...

O certo, ou seja, o “tal” o que a toca, contraria, que a tira do sério, e que sorte, das sortes, ela também o consegue tirar do sério.

Já tentei rebater com todos os argumentos que tenho e alguns que invento, mas tenho que lhe dar razão.

Diria eu que é pura sorte. Existem aquelas patacoadas do costume, personalidades compatíveis, gostos idênticos, empatia, o teu interior é lindo...o olhar blá blá blá , mas alguém tem duvidas que a sorte também lá está?

Amor eterno... O tanas é que é eterno. Podemos apaixonar-nos, até mesmo ser correspondidos, mas as probabilidades de ser o (tal) que vamos ser felizes para a vida toda é quase idêntica à de acertar no primeiro premio de euromilhões.

E não é só porque uma mulher encontrou um marido teve filhos lindos, tem uma casa maravilhosa, tem amigos, viaja todas as ferias, tem o carro da moda que é necessariamente feliz.

Não é porque uma mulher  é alta executiva, cargo invejável, conhece o mundo todo, é assediada bonita, bem vestida e culta nem sempre é feliz...

Para ser feliz é preciso encontrar alguém e ter filhos.???

Essa é a base da nossa criação, mas não é verdade. Encontrar alguém é óptimo, ter filhos é maravilhoso, mas não são garantias da felicidade que procuramos ou que tanta gente apregoa.

Assim como ter sucesso na vida profissional também não é garantia de nada. Ser feliz está além dessas conquistas.

Conheço casais que vivem juntos por comodismo, casais desgastados, casamentos de fachada, maridos com amantes, falta de respeito, falta de carinho,mulheres sem auto-estima, casadas ou não, executivas ou não. Assim como homens mas dizem que são felizes... E fazem do casamento uma bandeira.  Entre eles o sexo pode ser excelente ,mas...

Mentira!!? Pois sim...

Descobri ao longo do tempo que o objectivo da vida de alguém não está em ter um marido, um excelente emprego ou algo assim.

O nosso objectivo aqui é sermos felizes. Ser feliz é ou deveria ser a prioridade de todos. E ser feliz implica em fazer o que nós gostamos e não o que disseram para a gente gostar.

 Não sei se estou a fazer  entender... Perdi um bocado a ilusão do amor eterno embora acredite que pode haver casamentos felizes (com mais ou menos amor) mas relativamente felizes

O amor eterno é possível?? Num Mundo Perfeito possivelmente sim! Na terra dos Homens dura quando muito ( "que seja eterno enquanto dure". )Até que a morte nos separe já era...Ou será que não?

É agora é altura para responder à pergunta sobre a existência ou não do amor eterno. A resposta é que ele é possível... Quando o mundo for perfeito.

-

-

 (Bom... vou fazer mais uma avaria ao cabelo. O azul sempre me ficou bem!!)


publicado às 11:59


O pecado mora aqui.

por R.Cheiros, em 16.04.08

 

 

 

Eu pecadora me confesso!
Podia começar assim o post: Mas ainda ninguém me conseguir definir ao certo o que é o pecado. Dizem que um dos sete “pecados” é a Inveja.
Sei que a inveja é um sentimento muito feio. Mas não consigo deixar de sentir inveja, e não é uma inveja qualquer, é uma inveja do tamanho do mundo.
Daquelas pessoas que acordam de manhã com um ar fresco, com um sorriso, ar de quem já está acordado há horas.
Falam pelos cotovelos o que para mim é impensável quando acordo, e isso leva-me a outro “pecado” a Ira.
Fico “irada” com aquelas pessoas que de manha têm sempre assunto. e dizem “Bom dia” como que  a cantar com um ar radiante, quando o que me apetece é dormir...ou pelo menos ficar em silêncio.
A preguiça é outro dos tais “pecados” sou preguiçosa daquelas que custa a acordar. Ou seja tenho sempre a sensação que me passou um camião por cima.

É sempre difícil quando tenho reuniões de manhã (daquelas bem chatas) é uma Avareza desmedida todos querem ter a ultima palavra.
A Vaidade e a Preguiça comigo normalmente andam juntas, ter que aparecer nas primeiras horas da manhã impecavelmente maquilhada e penteada e com um ar completamente leve... No fundo com bom ar!
As vezes nem uma boa base conseguem disfarçar os olhos inchados...
Já para não falar deles que estão sempre bem!
Com o seu fatinho e gravata e sem cara de sono. Como é que fazem? Acordam bastantes horas mais cedo? Fazem ginástica? cantam pelo caminho para chegar completamente despertos? Tem alguma técnica de maquilhagem que as mulheres desconhecem? Ai a Luxúria.... é um regalo há vista, o sexo oposto é realmente uma visão agradável!
É certo que tenho mau acordar, faço caretas para o espelho, tenho algumas rugas, o cabelo dá-me que fazer, mas nunca tenho olheiras:))).
E que depois de um bom café, dois,” Gula” e de um bocado em silêncio e em paz...estou pronta para um longo dia e que há noite tenho sempre um ar “normal” mas gostava tanto de acordar com melhor feitio!!!!

 

No fundo sou uma pecadora cheia de virtudes... não podemos levar tudo há letra... mas tenho algumas

Aqui Sete Virtudes estão elas.

publicado às 10:50


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds