Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Este está no ir…

por R.Cheiros, em 30.12.09

Mais um  que se “passou” (está por horas…) e como passou rápido!!! 

Uma das muitas coisas que ainda não sei, é como acabará o meu ano, mas sei muito bem como eu quero que ele termine! Com os meus dois homens, vivinha da silva e cheia de saúde.

Com muitas verdades e de preferência sem hipocrisias…

Sem medo de mostrar o que sinto, falar o que me vai na alma … dizer não quando assim o entender, não perdoar só porque fica bem, e mandar a merda…. Quem merecer..!!

A vida é uma dádiva e vale a pena viver cada dia. Com todos os stresses, problemas, chatices, tristezas e alegrias …tem de tudo… porque nada é perfeito, e ainda bem, a perfeição é uma grande chatice …

Aos amigos, um beijo com carinho e para o ano cá estaremos…

Aos inimigos, dois beijos doces… parece-me justo 

Vemo-nos por ai… ainda temos muita lenha para queimar e muito o que viver;)

Já agora…

Boas entradas para todos

E atenção …

Esqueçam lá essa história de entrar com o pé direito, o esquerdo também faz muita falta… e não vá o diabo tecê-las e escorregarem.

( até pró ano )

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:22


4 comentários

De pingodemel a 30.12.2009 às 12:21

feliz 2010 amiga...com tudo de bom :)

beijinho grande

De R.Cheiros a 06.01.2010 às 13:18

Olá Mel
Ainda vou a tempo... ainda resta trezentos e cinquenta e nove:))
Um excelente ano
Beijocas
Paula

De Subjectividades a 31.12.2009 às 11:20

De repente, num instante fugaz,
os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente
e o ano velho ficou para trás.

De repente, num instante fugaz,
as taças de champagne se cruzam e o vinho francês borbulhante anuncia que
o ano velho se foi e ano novo chegou.

De repente, os olhos se cruzam,
as mãos se entrelaçam e os seres humanos,
num abraço caloroso, num so pensamento,
exprimem um só desejo e uma só aspiração: paz e amor.

De repente, não importa a nação, não importa a língua,
não importa a cor, não importa a origem,
porque todos são humanos e descendentes de um só Pai,
os homens lembram-se apenas de um só verbo: amar.

De repente, sem mágoa, sem rancor, sem ódio,
os homens cantam uma só canção, um só hino: o hino da liberdade.

De repente, os homens esquecem o passado,
lembram-se do futuro venturoso, de como é bom viver.
Feliz Ano Novo !

De R.Cheiros a 06.01.2010 às 13:19

Olá miúda
Viver é sempre bom mesmo com todos os prós e contras… a vida é bela
Um ano cheio de coisas boas e muitos minos
Beijos
Paula

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D