Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cheirinhos... de trazer por casa !

por R.Cheiros, em 13.01.09

Portugal  é um país de brandos costumes… Gente boa, pachorrenta como diriam alguns: Muito bons de boca.... Há até quem lhe chame: O cantinho há beira-mar plantado.


Tenho aqui no escritório uma TV. Aquela “caixinha mágica” que agora parece que é moda dizer-se que não se vê…(Gosto de a ter ligada como som de fundo, até posso não lhe estar a ligar.. Mas faz-me companhia principalmente quando trabalho fora de horas.) Pois, mas eu sou muito antiga e gosto de ver.

Não que mereça a publicidade (SIC) tem uma programação que benza deus… já para não falar da falta de respeito pelos espectadores. Sim falta de respeito, só um canal dirigido por alguém que não tem dois dedos de testa muda os programas de horário só porque lhe convêm a seu belo prazer. Sem se preocupar com outros tantos que aquela mesma hora segue um determinado  programa de informação ou seja lá do que for. Mas a diante… 


Eu gosto de ver  a ver a SIC noticias( ontem foi um bocadinho mais ao lado na generalista) e vejo um senhor da protecção civil.. (um responsável) quando acusados de não terem dada o seu melhor neste ultimo nevão, com o seguinte discurso: "Não podemos adivinhar onde vai nevar nem a que horas, podemos ajudar não podemos fazer milagres."
Eu pergunto se é “isto” o responsável  pela protecção civil estamos bem tramados… Ai paíszinho de terceiro mundo.... Se um dia a nevar deixou uma quantidade de gente presa  nos carros por mais de 12 horas se nevar durante duas semanas bem morremos de fome e de frio! O país fecha as portas. Depois de tantos avisos da meteorologia que trabalha directamente com a protecção civil isto lá é resposta que se dê..?


E por falar em frio..!
Eu olho para as minhas mãos e até me dói a alma, alem das próprias mãos, está claro. É que isto de ter frieiras não é brincadeira. Primeiro, sente-se uma ardência acompanhada de comichão, depois começam a aparecer uns pontinhos vermelhos que inflamam até se transformarem em bolhas. Como resultado, os dedos incham e cobrem-se de um vermelho intenso e a pele estica tanto que parece querer rebentar. A minha sorte é que as minhas não rebentam e nunca me apareceram nas orelhas.

Existem casos que são necessário tratamento de enfermagem. Bom também tenho sorte de não morar em Vila Franca do Rosário uma freguesia de Mafra. Por incrível que pareça nem um profissional de enfermagem tem. (Isto ainda no programa de informação..)
Quando se perguntou ao director do centro de saúde o porque da falta de profissionais de enfermagem naquele centro, a resposta foi rápida e certeira: "Porque temos falta de pessoal"  

Bravo meu caro Doutor, uma verdade de "la palice" a que já todos tinham chegado. A pergunta que se impõe é:Porque..? Com tantos jovens e não só, licenciados em saúde a quererem trabalhar e em situação precária, estão a espera de que?

 

A área da saúde é uma coisa que sempre me fez confusão. Todos os dias se ouve falar na falta de médicos principalmente no interior. Eu pergunto-me : Então porquê é que não há mais vagas para medicina?   E as que existem são médias altíssimas.. (Será que existe aqui um dos tais lóbis que tanto se fala?)Mas atenção, aqui mesmo ao lado em Espanha qualquer aluno com média de 16 entra para medicina. Que depois vem alegremente trabalhar para Portugal e já pode? Não é estranho?
Que eu saiba, medicina ainda continua a ser um curso só possível de tirar em universidades públicas, não nas privadas, certo? O estado não deveria colocar os recém formados onde existem falta de médicos?? Afinal foi um investimento na sua formação há conta de todos nós.

 

Tondela é uma boa terra, na região centro, zona do bom vinho do Dão. Alias, não é só Tondela todo o Distrito de Viseu é excelente mas frio como o coraças. Uma das principais características dos tondelenses é o desenrascanço, pois é... Não há aquecimento na escola toca de levar aquecedores e cobertores. há... Mas sempre tem o "Magalhães" não minimiza o frio mas faz bem ao ego do nosso primeiro. 


Li por ai algures alguém a “dizer”:   Por incrível que pareça tudo o que escrevo é fruto da minha imaginação!   Eu por incrível que pareça sou pouco imaginativa.. e tudo o que escrevo são coisas que vou ouvindo aqui e ali…


Ainda na TV , estive a ver uma reportagem onde se perguntava :será  que nos conseguimos olhar  como verdadeiros críticos de nós próprios?
Boa pergunta…
Será que conseguimos mesmo?
Tenho serias duvidas que sejamos capazes de nos analisar e de nós criticar de forma absolutamente imparcial.

E vocês o que acham?


Fala-se tanto em livre arbítrio mas tecnicamente não existe, só  em teoria é possível . Seria uma maravilha se tivéssemos controlo sobre as nossas escolhas, mas na realidade isso não acontece. Apenas escolhemos o que a sociedade nos impõe.

Para que o livre arbítrio pudesse vir a ser real, (e o que é real..?) teríamos que escolher algo que não nos foi imposto, ou não seja de nosso conhecimento, só que escolher algo que não existe (o que é existir?) é impossível, logo o livre arbítrio não existe.
Existem muitas possibilidades, mas possibilidades essas que o sistema impôs ao indivíduo, ele não as criou, elas existem e são impostas. 

Nós  nada mais somos do que o instrumento da execução de uma das alternativas que nos são dá-das.

Por isso não temos livre arbítrio, nós somos apenas um instrumento de execução. A nossa  escolha é baseada na  informação que nos é impingida.. influencia as nossas  escolhas, as nossas  acções não são espontâneas, são  condicionadas.
O livre arbítrio não existe, a originalidade também não, somos reflexos de uma sociedade imposta, que nos direccionam e influenciam sobre as nossas escolhas, somos “robôs programados”.

 

Vivemos numa grande " ilusão" ! Claro que não tão grande como a daquele casal que teve a ilusão de ter 4 milhões de euros de premio no casino e nem lhes viu a cor..

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

web counter free

Usuários online


18 comentários

De pingodemel a 13.01.2009 às 11:09

olá amiga

:) ...quanto á tv, sou como tu, gosto do barulhinho de fundo... mas aqui no escritório é so musica :)... quanto á questão da sic mudar os programas de horário já me perguntei a mim mesmo se eles já alguma vez se questionaram sobre o facto de os espectadores das 14 não serem os mesmo das 2 da manhã e isso não consigo entender ... as prioridades do governo também não vou comentar caso contrário não sairia daqui :)
... referente á questão que nos colocas: se somos capazes de nos analisarmos de uma forma imparcial ... eu acho que não, gosto tanto de mim que apesar de me conhecer os defeitos não consigo falar muito mal de mim :) tornando sempre os defeitos em feitio:)
beijocas

De R.Cheiros a 13.01.2009 às 22:18

Olá Mel
Mesmo que não saiba o que se passa gosto do barulhinho que faz, também tenho aqui rádio mas a horas tardias como hoje prefiro TV

A SIC na minha opinião peca por mudar a programação conforme lhe da na telha e os os filmes e séries mas interessantes a horas tardias.
O governo .. é quase se não o podes vencer junta-te a eles a ver se minimizamos o estrago

Defeitos em feitio é boa…:) Ai eu tenho tantos “feitios”

Beijocas
Paula

De Um homem que gosta de te ler a 13.01.2009 às 11:47

Contentamo-nos em fazer pequenas escolhas dentro de um diversificado número de restrições que nos são impostas. Não temos uma real percepção dos nossos defeitos e qualidades somos notáveis enganadores de nós mesmos.
Bons dias

De R.Cheiros a 13.01.2009 às 22:20

É o possível dentro do que existe, pequenas escolhas.

Notáveis enganadores com noção da "nossa" mentira:)

Boa noite

De Laura a 13.01.2009 às 11:57

Posso morrer amanhã, não faço ideia, e por isso preciso deixar ditas as coisas que nunca poderiam ficar por dizer. parece o que tu estás a fazer.
Porque o tempo avisa-nos da sua correria, mas nós fazemo-nos esquecidos e deixamos sempre para o dia seguinte as tarefas que achamos possíveis de realizar na boa amanhã ou depois.
Mas não é assim que a coisa funciona para mudar alguma coisa temos que nos fazer ouvir. temos essa escolha,calar ou falar.

De R.Cheiros a 13.01.2009 às 22:25

É uma grande verdade, temos essa escolha falar ou calar. Lamentavelmente acho que os (gatos da TV ) tem razão. Falam falam e não dizem nada.. É mais cómodo deixar andar.

Pois, não sei quando vou morrer,… mas o objectivo não era esse: dizer agora porque posso morrer amanha
Boa noite

De semifrio a 13.01.2009 às 14:15

Portugal é um país de brandos costumes… Gente boa, pachorrenta como diriam alguns: Muito bons de boca....
Queres melhor prova podes fazer um balanço
Beijos frios

De R.Cheiros a 13.01.2009 às 22:27

Nada disso

Cada um fala ou opina sobre os temas que mais lhe interessam, o amor é seguramente mais fácil de comentar ou mandar palpitaste, não é?

Beijocas
Paula

De Paula C. a 13.01.2009 às 15:53

A minha opinião é que somos um país de brandos costumes e de "deixa a andar, que depois logo se vê", ninguém está para se chatear. É a nossa filosofia de vida.
Beijinhos,
Paula

De R.Cheiros a 13.01.2009 às 22:32

Olá Paula
Concordo que é mais ou menos assim…
Mas depois todos reclamam acusam e dizem mal ..
Ninguém está disposto a ceder um milímetro pelo país mas esperam mundos e fundos sem se preocupar de onde vem ou como se faz..
2009 Dizem que vai ser um ano “tramado” pois vamos ter nem mais nem menos que 137 feriados a contar com as “pontes” . Alguém esta disposto a abdicar de algum..?

Beijocas boa noite
Paula

De intuição a 13.01.2009 às 16:21

não tenho capacidade para me avaliar sem me proteger até de mim propria acho que poucos tem,
ai este post:) deixamos de ser fado futebol e fatima e passamos a futebol feriados e vamos dizendo tásse bem.
jinho

De R.Cheiros a 13.01.2009 às 22:35

Concordo, é sempre difícil avaliarmo-nos sem se ser tendencioso.
Por falar em feriados, minha amiga, este ano com pontes dá (137) e que tal, hum?

Beijocas
Paula

De aragem@sapo.pt a 13.01.2009 às 17:57

como bom português vou ao milhões, quatro milhões??? onde?

De R.Cheiros a 13.01.2009 às 22:44

Se não estou em erro acho que foi no casino de Lisboa
Portugal no seu melhor.. aqui tudo é possivel

De estreladosul a 13.01.2009 às 19:08



Oi amiguinha.
Quanto à proteção civil, não me admira nada que tenha acontecido isso. Está entregue a civis, que não fazem a mínima ideia daquilo que devem fazer.
Quanto ao resto "prefiro nem comentar". eh eh eh

Uma linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

De R.Cheiros a 13.01.2009 às 22:40

Olá Mário;

Queres dizer que se quem desse as ordens e estivesse no terreno fossem militares faria diferença?

É o nosso mal, de todos nós… é preferível nunca comentar:) " Devíamos era gritar, espernear, fazer ouvir a nossa voz.."


Uma excelente semana para ti e bem vindo de novo

Beijocas
Paula


De O Gato a 14.01.2009 às 09:04

Como eu custumo de dizer: Portugal no seu melhor.
Frieiras sabes a cura fazer XIXI para cima, eu sei que é nogento mas dizem que resulta.
Beijinhos ando por perto

De R.Cheiros a 14.01.2009 às 11:02


Com todos os prós e contras adoro este país.

Xiiii que porcaria..:) Também conheço essa teoria mas tem que ser de uma virgem, falta descobri-la:)

Beijo e andas tu muito bem;)
Paula

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D