Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




P......!

por R.Cheiros, em 10.01.09

Existem dias parados “inúteis” que muita gente não gosta e que eu adoro..
E como hoje é um dia inútil daqueles que eu e não tenho nada para fazer. Sozinha, com os meus “botões “deixo voar a minha imaginação e não me levou a lado nenhum..
Comecei a pensar no significado das palavras… e cheguei a conclusão que a letra P tem palavras com bastante significado para mim e que eu gosto


Pai – Das pessoas mais importantes na minha vida
Princípios – Têm alguns que espero seguir pela vida fora
Pele – Gosto do toque do cheiro
"Pancada" - As vezes faz bem para acordar para a vida
Paixão -É  bom que se farta

Pastéis de nata- É sem duvida o melhor doce do mundo
Perfume – Uma paixão
Preguiça- Uma das minhas maiores virtudes
Porsche cayenne- O meu próximo carro
Paciência – Coisa que ando a aprender a ter
Pimentos-  O sabor que mais detesto
Patagónia- Não conheço, mas ainda vou conhecer

Paul McCartney -Porquê gosto dos beatles
Portugal –O meu país
Pinheiros – Porque sou natural da zona do pinhal
Poema- Começa por P
Pessoa- Um dos maiores poetas portugueses
Pensamentos- Penso um bocado
Papel – Gosto de escrever em sebentas
Pessoas – Gosto e acredito
Palavra- Tão importante como respirar
Personagem – Eu
Patagónia-- Não conheço, mas ainda vou conhecer
PAULA :Origem latim

Significado: Pequenina e delicada, há pois é..

Parece que muitas mais haveria .. Este texto (parte dele)mostra o poder do P

 

"Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português "

Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas, paredes, portais.

Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos.

Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.

Posteriormente, partiu para Pirapora.

Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres.

Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas.

Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris.

Etc,etc,etc

Autoria desconhecida

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08

web counter free

Usuários online


4 comentários

De Isa_ a 11.01.2009 às 11:06

pancada faz bem bem e acorda p a vida?!! oh PA, pq n te candidatas ao lugar de sargenta/carrasca na cadeia de guantanamo?!
por essa fase de levar pancadas já eu passei, e podes crer q n sabe bem!!
mas.. preciso de amigos, vamos nos conhecer?! prometes q n apareces c um chicote?!
chicote.. n é bem assim.. cobra, talvez!

De R.Cheiros a 11.01.2009 às 20:27

Ó pá , tens umas piadas muita giras mas com este frio me faz cieiro não me consigo rir.

Também não consigo perceber a ligação de ” pancada “ que não sei se notaste está entre (aspas ) com sargentos os carrascos muito menos com cadeias. Mas adiante..

Não sei por que tipo de pancadas passaste, será que te queres referir a agressões ? Lamento por ti e acredito que não seja agradável (ninguém gosta de se agredido).

Precisas de amigos? Também me parece que sim.. De preferência alguém com dois palminhos de testa…
Eu não estou disponível para novas amizades, sorry.

Descansa ,não corres esse risco, nem apareço com nem sem “chicote”. Primeiro não o tenho segundo só faria sentido tê-lo para usar em “algo” que valesse a pena o que não me pareces o caso.

Boa noite e quem sabe se renovares o reportório de piadas eu me consiga rir, a pesar do cieiro..

De Tchello d'Barros a 11.01.2009 às 20:46

Olá, editora deste belo blog Ramo de Cheiro!

Sou Tchello d'Barros, escritor brasileiro com vasto currículo literário. Infelizmente descobri recentemente que seu 'caro amigo' xxxxxxxx, que gosta de se apresentar como "escritor" e "xxxxxxxxx", sonhou demais plagiou meu conto "Padre, Pequei Novamente", onde fez algumas pequenas modificações no texto, inseriu uma frase final, adaptou o texto para o português de Portugal e publicou no blog dele, onde vc fez o seguinte comentário:


"A tua escrita tem o dom de me transportar para os lacais descritos … Conseguir imaginar-me com ela a entrar nas livrarias da baixa e foi fácil imaginar os budas na parede e até sentir o cheiro do incenso e para completar a referencia à Damaia e à Reboleira ..:)
Até os criminosos tem em alma..é parece que alguns tem! Isto acompanhado com o som do Jorge palma : Jeremias O fora da lei foi o cenário perfeito.
Beijo"

Aqui está o link no blog dele onde vc fez o comentário:( xxxxxxxxxxx)

Bem, este é um texto meu até já antigo, registrado na Biblioteca Nacional do Brasil, onde detenho os respectivos direitos autorais do texto. O mesmo já foi publicado no Brasil em livros, jornais e diversos sites, inclusive em Portugal no site Cá Estamos Nós, do jornalista e historiador Carlos Leite Ribeiro. A versão original do texto - em português do Brasil - vc pode conferir em meu blog ou no prestigiado site Garganta da Serpente, no link: http://www.gargantadaserpente.com/coral/contos/tb_padre.shtml

Quando soube do plágio, comuniquei ao tal de xxxxx xxxxx o texto continua lá, infelizmente.

Então, peço desculpas por entrar em contato com vc a respeito de um assunto tão chato como esse, no entanto as pessoas que apreciam a boa literatura e respeitam a criatividade alheia devem ajudar a combater a praga do plágio que alguns praticam na Internet.

Att.,

Tchello d'Barros
Maceió - AL - Brasil
www.tchellodbarros-contosecronicas.blogspot.com
www.tchello.art.br

De R.Cheiros a 12.01.2009 às 08:25

Bom dia

Aqui está o seu comentário que deixou no meu blogue no Domingo, 11 de Janeiro de 2009 às 05:54: Como pode ver, as únicas alterações que fiz foi tirar o nome do blogue do" meu caro amigo" .
Estive para não o publicar, mas acho, que este comentário merece uma resposta.

Primeiro:
O facto de eu ter comentado o blogue de um amigo não lhe dá o direito, a si, de deixar este tipo de comentários nos blogues de terceiros que não são ditos nem achados para o caso.

Segundo:
Nada me garante a mim, que a autoria do texto em causa seja sua... O texto do meu "caro amigo" foi Publicado Quinta feira ,17 de Abril de 2008 , o seu não lhe consigo ver a data de publicação, mas como sabe até isso pode ser alterado....

Terceiro:
Comentei porque gostei, estou-me completamente nas tintas para quem seja o autor. Se for você meu caro Tchello d'Barros , e se está incomodado com o caso, só tem que fazer valer os seus direitos, com quem de direito, e esse alguém não sou eu de certeza absoluta.

Quarto:
Não sei o que pretende com este tipo de comentário, que, para mim considero de mau gosto quando feito em blogues de terceiros, não pertenço à sociedade portuguesa de autores ou coisa que o valha.

Quinto:
Se o seu objectivo era chamar a atenção, para alguma coisa que no seu modo de ver está mal, escolheu a maneira menos própria e o local errado. Para mim este tipo de atitudes é mesquinha e despropositada

Sexto:
O plagio ... a mim não me diz nada, , não sou escritora nem tenho pretensões a tal, Mas ponho-me a pensar na quantidade de escritores, mortos e vivos plagiados em centenas de blogues, a esta hora os mortos estão fartos de dar voltas no túmulo os vivos a encher os tribunais. Está quase tudo inventado, também é normal que vamos utilizando palavras uns dos outros..

Sétimo:
Obrigado por considerar o Ramo de Cheiros um belo blogue. (Também gosto dele, mas não lhe dou tanto valor ao ponto de me preocupar com plágios.)

Oitavo e para terminar:
Olhe, por mim, aqui, pode "plagiar" à vontade o que quiser... força, para mim até é uma honra,não me incomoda nada. O que na realidade me incomoda são estas tricas de comadres que devem ser resolvias entre os intervinientes.

A minha mãe sempre disse: Roupa suja lava-se em casa.

Ramo de Cheiros

PS:Mas não se acanhe... Volte sempre e será muito bem recebido.


Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D