Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E é natal!!!

por R.Cheiros, em 09.12.08


Gargalhadas pomposas, cínicas e sorrisos amarelos;
Não gosto do Natal!
Simplesmente é a época de hipocrisia por excelência!
Porque é nesta altura que todos se "preocupam" com o seu semelhante e realizam as boas e caridosas acções...
Começa nos dias que antecedem o “clima natalício”. Esta é a hora de fingir que tudo se perdoou, de reforçar amizades e de ser falso com as pessoas ao redor. Passa-se um ano inteiro em que cada um olha só para o seu umbigo a gladiarem-se em competição desenfreada a criticar e maldizer. E num passe de magica tudo se altera e se resume ao “clima" voltam a amar-se, mesmo que só por uma noite.
Troca de mais singulares e estúpidas mensagens de amor e fraternidade... De pessoas que durante um ano inteiro não se lembram de dizer um simples olá!!
Velas vermelhas e douradas bolas de todas as cores..
 O comércio lucra em cima de pessoas que gastam o que não tem muitas vezes por obrigação.
A comunicação social tornou a comemoração do nascimento de Jesus em um mercado que privilegia os ricos, oprime os da classe média e exclui os pobres.
Porque é a época do consumismo desenfreado...Porque é a época dos sorrisos e compaixão...
A festa de natal tem o seu ponto alto na comilança e no exagero das compras.
O exagera da comida numa mesa que tem tudo, ignorando-se que umas  têm pouco e outras simplesmente não têm.
É uma treta uma ilusão de sentimentos, uma hipocrisia e uma chatice!
Sinceramente, incomoda-me ver as pessoas atafulhadas com sacos e embrulhos, a saltar de loja em loja e parece que nunca estão satisfeitas, bombons, roupa, bolos, brinquedos, livros, cds....meu deus, um sem fim de coisas, quinquilharias e tralha que ao fim e ao cabo não servem para nada.

E porquê....?? O mais irónico de tudo, é que se  compra simplesmente por ser natal, sem termos outra razão válida!!
Já tive dias em que fui mais crente. Já acreditei mais do que acredito agora, e a minha relação com o divino ou com a religião não é lá aquelas coisas e já viu melhores dias...

Já pensaram no abismo que separa a realidade das pessoas e que se acentua na época do natal? Alguns “estragam” esbanjam ignorando a realidade de quem têm pouco ou s simplesmente não têm.
O  apelo mundano de comprar e proporcionar alegria "falsa" na mesa devia ser de todos e não apenas de alguns.
 Em relação há igreja e à sua envolvência se todas sem excepção abandonassem  preconceitos e falsos moralismos e  abrissem os cordões há bolsa das suas abastadas contas e dessem comida aos pobres, o natal faria sentido! e quiça o mundo...
O Natal ou o significado dele está bem dentro de nós, a cada dia que passa.....dizer palavras bonitas a quem gostamos, dar um abraço todos os dias, fazer surpresas quando nos apetece, rir e fazer rir....!!
E quanto há festa da família... a família que realmente se quer reunir não precisa de um dia especial para o fazer já dizia o outro: Natal é quando um homem quiser.

Já alguém se perguntou porquê é que não se mantém este espírito todo o ano??

 

publicado às 10:29


12 comentários

De Subjectividades a 09.12.2008

Não duvides nunca minha amiga!!
Quase, mas vê bem, só quase que digo
"uanto mais me bates mais gosto de ti....

De R.Cheiros a 10.12.2008

Está aqui um caso de amor muito serio

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D