Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E é natal!!!

por R.Cheiros, em 09.12.08


Gargalhadas pomposas, cínicas e sorrisos amarelos;
Não gosto do Natal!
Simplesmente é a época de hipocrisia por excelência!
Porque é nesta altura que todos se "preocupam" com o seu semelhante e realizam as boas e caridosas acções...
Começa nos dias que antecedem o “clima natalício”. Esta é a hora de fingir que tudo se perdoou, de reforçar amizades e de ser falso com as pessoas ao redor. Passa-se um ano inteiro em que cada um olha só para o seu umbigo a gladiarem-se em competição desenfreada a criticar e maldizer. E num passe de magica tudo se altera e se resume ao “clima" voltam a amar-se, mesmo que só por uma noite.
Troca de mais singulares e estúpidas mensagens de amor e fraternidade... De pessoas que durante um ano inteiro não se lembram de dizer um simples olá!!
Velas vermelhas e douradas bolas de todas as cores..
 O comércio lucra em cima de pessoas que gastam o que não tem muitas vezes por obrigação.
A comunicação social tornou a comemoração do nascimento de Jesus em um mercado que privilegia os ricos, oprime os da classe média e exclui os pobres.
Porque é a época do consumismo desenfreado...Porque é a época dos sorrisos e compaixão...
A festa de natal tem o seu ponto alto na comilança e no exagero das compras.
O exagera da comida numa mesa que tem tudo, ignorando-se que umas  têm pouco e outras simplesmente não têm.
É uma treta uma ilusão de sentimentos, uma hipocrisia e uma chatice!
Sinceramente, incomoda-me ver as pessoas atafulhadas com sacos e embrulhos, a saltar de loja em loja e parece que nunca estão satisfeitas, bombons, roupa, bolos, brinquedos, livros, cds....meu deus, um sem fim de coisas, quinquilharias e tralha que ao fim e ao cabo não servem para nada.

E porquê....?? O mais irónico de tudo, é que se  compra simplesmente por ser natal, sem termos outra razão válida!!
Já tive dias em que fui mais crente. Já acreditei mais do que acredito agora, e a minha relação com o divino ou com a religião não é lá aquelas coisas e já viu melhores dias...

Já pensaram no abismo que separa a realidade das pessoas e que se acentua na época do natal? Alguns “estragam” esbanjam ignorando a realidade de quem têm pouco ou s simplesmente não têm.
O  apelo mundano de comprar e proporcionar alegria "falsa" na mesa devia ser de todos e não apenas de alguns.
 Em relação há igreja e à sua envolvência se todas sem excepção abandonassem  preconceitos e falsos moralismos e  abrissem os cordões há bolsa das suas abastadas contas e dessem comida aos pobres, o natal faria sentido! e quiça o mundo...
O Natal ou o significado dele está bem dentro de nós, a cada dia que passa.....dizer palavras bonitas a quem gostamos, dar um abraço todos os dias, fazer surpresas quando nos apetece, rir e fazer rir....!!
E quanto há festa da família... a família que realmente se quer reunir não precisa de um dia especial para o fazer já dizia o outro: Natal é quando um homem quiser.

Já alguém se perguntou porquê é que não se mantém este espírito todo o ano??

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:29


12 comentários

De Subjectividades a 09.12.2008 às 11:46

Bom Dia Dona Paula!!
Sabes que mais? Contigo estou à vontade para te dizer que este post me irritou!!
Não deixas de ter a tua razão mas parece que agora pegou moda, toda a gente dar porrada no Natal...porque é essencialmente hipócrita, consumista, egoísta, falsp e blá, blá blá...
Ora se o natal é quando a gente quiser eu quero no dia 25 também!
É tudo muito lindo acerca dos desfavorecidos, dos sem abrigo, dos desamparados, mas toda essa gente que vem a público dizer que o natal é uma treta, que faz realmente de válido para mudar as coisas??
Achas mesmo que as coisas mudariam se acabassemos com o Natal??
Será que desapareciam os sorrisos amarelos, as compras, a alegria falsa, a hipócrisia ou a fome??
Tudo bem que o verdadeiro espirito de Natal está completamente adulterado mas minha querida, o meu não está e eu gosto do NATAL, gosta daquela magia que sinto, daquele espirito de familia, gosto de fazer e ter a mesa cheia, gosto de oferecer presentes, gosta daquela treta toda.
A noite da consoada e o dia de Natal é para os meus e para todos os que amo.
Não me esqueço de todos aqueles que não têm "Natal", faço o que posso dentro daquilo que posso mas recuso-me a não usufruir do meu.
Tenho todo o resto do ano para fazer algo de válido e ensinar sobretudo aos meus a olharem em volta.
O espirito de Natal, a alegria de estar em família, o falar para os amigos e presenterar quem eu quero e posso é algo muito meu e muito verdadeiro e esse essa forma de estar eu já passei para os meus.
Não deixo de te dar razão, reconheço que os teus argumentos são válidos mas eu mesmo assim GOSTO do Natal.

De R.Cheiros a 09.12.2008 às 14:07

Bom dia D. Isabel
Como vai a senhora:))

Com razão ou não é o meu ponto de vista. E não sei se é moda nem estou preocupada.

O que os outros fazem é para mim completamente irrelevante. Mas se me perguntares o que eu faço já são outros 500...!!

Participo em várias instituições ou estou envolvida, como queiras e não é só no natal e com coisas tão simples como doar material escolar roupas ou até coisas mais básicas.
Tenho perto de mim uma instituição : A “Obra do padre Abel” que tem a seu cargo muitas crianças a precisar de basicamente tudo e nenhuma ajuda é demais.
A sol... Que tem tantas crianças a precisar nem que seja de um carinho e também contribuo sempre para a “Despertar” e de várias maneiras inclusive materiais que deveria vender.

Gosto de estar com a minha família que é bastante grande e estamos reunidos muitas e muitas vezes não só no natal.

Não ofereço prendas não dou apenas por dar ... E não gosto das mensagens e palavras de circunstancia.
Acho que tenho espírito solidário todo o ano e para mim esta hipocrisia não faz sentido.

Não sei se os meus argumentos são validos ou não, são os meus .

A tua pergunta a mim é que não faz sentido

(É tudo muito lindo acerca dos desfavorecidos, dos sem abrigo, dos desamparados, mas toda essa gente que vem a público dizer que o natal é uma treta, que faz realmente de válido para mudar as coisas??)

No meu caso faço a minha parte, inclusive ( e já te tinha dito) estou a ver o meu único filho de malas feitas para trabalhar sem renumeração no meio do nada para aqueles que nada tem.

Minha amiga para mim não faz sentido é “ai tão bonzinhos que nós somos no natal"

Tem um óptimo dia

Não gosto de natal mas gosto de ti irritadinha!

PS: Calma... Não te irrites tanto olha o coração... Sabes que isto da idade não perdoa

De Subjectividades a 09.12.2008 às 14:35

Ora é assim mesmo!!!
Tenho-te mesmo no ponto onde queria e não duvidei nem por um segundo, que a tua resposta seria esta!
Não questionei tua solidariedade, o tempo em que te achava fútil já lá vai, agora posso dizer que te conheço e sei os valores que tens e a pessoa que és. Entendi perfeitamente os teus argumentos e concordo inteiramente com eles, irrita-me e o que me irritou mais foi esta mania de "dar porrada ao Natal" e tu sabes que é verdade, pegou moda porque quem mais critica são exactamente aquelas pessoas que só aparecem nesta época. No resto do ano lembram-se lá que até reclamaram da hipócrisia do Natal!!
Fizeram-no porque lhes fica bem, ficam bem na fotografia e na televisão.
Na minha casa por exemplo já é da tradição ter à mesa alguém sem família e a solidariedade estende-se pelo resto do ano, seja com pessoas ou com animais.
Não quero saber o que o natal representa para os outros, eu gosto do que ele representa para mim e como não sou hipócrita em dia nenhum do ano, neste dia também não o sou.
Gostei da tua resposta e querida amiga não te preocupes com o meu coração que ele está bom de saúde a despeito da idade!

Ps- sabes que uma das coisas que mais gosto é provocar-te né! Pois não esperes pela demora!

De R.Cheiros a 09.12.2008 às 15:27

Acho que me começas a conhecer mais do que eu me quero “mostrar”

Mas não existe a “minha” solidariedade existem formas de estar na vida.

Até porque o que a mim me irrita é a bandeira do: (eu faço eu sou solidário e “ofereço”) isso para mim é me** porque não existe nada mais nojento que alguém se alto promover por fazer algo que é uma obrigação de todos nós.

Uma coisa que me foi ensinado desde muito cedo é que o sol quando nasce é para todos, existem é alguns com vidas mais soalheiras do que outras.

Não dou porrada em nada nem em ninguém e muito menos sou de modas ou de falar ou escrever o que fica bem, não és tu que dizes que sou agressiva nas minhas respostas? Supostamente não digo o que seria socialmente correcto.

Apenas aprendi que até mesmo o que estão lá em cima facilmente caem... E quando mais alto se sobe maior é o tombo . E se existe expressão que não utilizo é: desta água não beberei.

O natal... Bom não rezo não vou a missa cada vez acredito menos em divindades tenho sérias duvidas sobre Deus ou pelo menos sobre esse “Deus” tão apregoado ...
Então para mim o natal é só mais um dia em que a família se reúne como todos os fins de semana (como mais porcarias do que o habitual) onde se “discute” os assuntos de sempre e não há troca de prendas.
O único pormenor de diferente é que a minha sogra este ano não passa o natal comigo mas diga-se de passagem é um alívio porque como não gosto dela e ela sabe não temos que nos suportar.

Folgo em sabe que o coração está bom, não te vá dar uma coisita má com o presente do pai natal...

Tu bem tentas mas está difícil tenho a casca rija

Beijinhos querida

De Subjectividades a 09.12.2008 às 15:42

Ora
Tu falas falas ou melhor escreves, escreves e no fundo adoras-me .
Não me resistes mesmo e como eu sei disso e tu sabes disso, deixei-te uma prendinha no meu blog.
Não vou apelar ao teu espirito solidário que sei que tens vou só dizer-te " faz-me a vontade" que eu vou ficar felizzzzzzz.
Gosto do natal, do espirito de Natal mas daquele que a minha família me fez conhecer não o que apregoa a Igreja ou esse de que falas e não, não é só mais um dia para mim. Este ano além de especial o meu Natal simboliza um recomeço.

Bjinho sabes que te adoro!!!

De R.Cheiros a 09.12.2008 às 16:00

Curiosamente tu és das pessoas que mais me diverte mas me faz "gastar tempo" e que mais estou a gostar de conhecer.

Vou começar pelo espírito de natal que a minha família me fez conhecer a mim.
Não é uma noite nada calma nem de palavras doces muito menos de espírito "católico" é muito algazarra muito discussão muitos miúdos a fazerem asneiras e este ano com um "príncipe" especial:))
Mas tu sabes perfeitamente que não era disso que estava a falar mas sim da envolvência hipócrita e materialista que envolve a quadra.

As pessoas parecem as "misses" no final do concurso: quero paz no mundo ajudar os pobrezinhos e blá blá blá ) no dia seguinte não se dão ao trabalho de olhar se alguém estiver caido logo ao seu lado.
Mas adiante que já chega de natal.

Claro que te adoro, alguma duvida??? Gosto principalmente das "prendinhas" que simpaticamente me ofereces.
Sei lá.... Dá-me vontade de te oferecer alguma do género mas para pior... topas?Ando a pensar nisso.

Cuidado com tanto "rasga seda"deixa-me responder a tua prenda e vamos ver se ainda me continuas a adorar

Beijocas

De Subjectividades a 09.12.2008 às 16:06

Não duvides nunca minha amiga!!
Quase, mas vê bem, só quase que digo
"uanto mais me bates mais gosto de ti....

De R.Cheiros a 10.12.2008 às 15:31

Está aqui um caso de amor muito serio

De pingodemel a 09.12.2008 às 12:13

olá amiga

... apesar de até concordar com algumas coisas daquilo que dizes para mim o natal é a epoca do ano que mais gosto :)

beijinhos

De R.Cheiros a 09.12.2008 às 14:10

Olá Mel

Não posso dizer taxativamente : Eu não gosto do natal! Não estava a ser completamente verdadeira mas não gosto do que o natal gera principalmente a hipocrisia.

Beijoca e boa semana

De Just Moments a 09.12.2008 às 12:52

Olá RAinha!!

Já, sim Sra..pergunto-me isso todos os anos..
mas há falta de melhor..ao menos que haja uma altura em que pensemos nos outros, em que a família fique mais unida..enfim..

No entanto..não deixo de concordar que há muita hipocrisia no meio de tudo isto..e materialismo!!

beijinhos e desculpa a ausência!

De R.Cheiros a 09.12.2008 às 14:16

Olá princesa;)

"ao menos que haja uma altura em que pensemos nos outros"
Pois era ai que eu queria chegar.. Pensar é muito pouco quem nada tem pouco se importa com pensamentos alheios ou palavras de circunstância.

Hipocrisia muita materialismo mais que muito e também muita vaidade... Gasta-se o que se tem e não se tem para fazer bonito diante dos outros.

Beijocas

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D