Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Nada a assinalar o amor é lindo.

por R.Cheiros, em 26.11.08

 

As vezes desejamos que a vida desse mais voltas do que realmente dá as vezes até queríamos que as coisas  mudassem mas continua tudo na mesma. E às vezes não queríamos e depois é nessas alturas que as coisas acontecem e normalmente a uma velocidade espantosa que nos surpreende.

Existem  assuntos daqueles que normalmente nem se falam mas que é tanto mais notório quanto mais se aproxima a altura do natal. Família reunida conversa... E à coisas por de mais evidentes.

Cada um fechado na sua vidinha...O pessoal anda todo um bocado cansado e mal disposto e sempre que se lhes pergunta o que se passa, saltam sempre as lamentações sobre a falta de dinheiro, a falta de tempo e a falta de motivação e falta sempre qualquer coisa e essa coisa que falta justifica o olhar de carneiro mal morto que se fixa em nós à espera que a gente tenha assim a solução para todos os seus problemas na ponta da língua.

 

Fomos jantar ao japonês o que logo à partida me deixou logo assim descorçoada porque o raio é que esta gente tem tendência a embicar para estes sítios que na minha opinião de exótico não tem nada e de suspeito tem tudo...

Peixe cru ... Mas onde é que já se viu? Mas quando se é derrotado por unanimidade não à nada a fazer.

Também não me perguntem que ainda não encontrei uma resposta plausível. Mas a realidade é que quando vamos à casa de banho nós mulheres vamos sempre aos pares. E como não podia deixar de ser foi o que aconteceu, lá fomos as duas.

(Eu)-  Mas foi grave?
(Ela)-  O custume,  auto stop e ..

(Eu) - E como soubeste?
(Ela)-  Estava com ele, agora não tem documentos
(Eu)-  É bem feita, quem sabe com isso abre a pestana
(Ela)-  E pensas que ficou preocupado? nada , minimamente
(Eu) - E agora como é que fazes, quem é que te vai buscar há faculdade? Aquela hora não vens sozinha, ou vens..?
(Ela)-  Isto foi na quarta feira e na quinta apanhei boleia com uma aluna
(Eu)-  Isso não é sistema, como é que vais fazer, já pensas-te nisso?
(Ela)- Não... Nem falo com ele.

(Eu)- Não? mas ainda À pouco vocês...

(Ela)- O indispensavel quanto estamos com outras pessoas

As coisas que se passam e que a gente nem sonha nem desconfia!

Ou até desconfia e faz de contas que não vê..


Gostamos de sonhar com coisas grandiosas grandes paixões, amores românticos. Sonhar com o amor..

Todos nós sem excepção e por muito que se nega um dia sonhamos com o casamento. Ok podem dizer o contrário mas todos nós já o desejamos. Não sei se é importante ou não mas ainda hoje o casamento é sinónimo do culminar de um grande amor. Um dia sonhamos com o amor e acordamos casados..
E o amor é lindo...

Começamos por querer agradar ao outro, trocamos gargalhadas, pensamos na pessoa amada 24 horas por dia, suspiramos.. Queremos que o tempo passe rápido para estarmos juntos, trocamos ideias, planeamos o futuro.... E que futuro!

Os anos vão passando e manter uma relação a dois nem sempre é fácil... Porque como todos nós sabemos a paixão é passageira, não é? Tão passageira e fugas que o dia acaba...  E depois o que é que resta... As vezes uma grande mão cheia de nada...

E é aqui que  a "porca torce o rabo" que é o mesmo que dizer que é aqui que a coisa "toca mais fino"... Ou que existem a "separação das aguas.."

A vida é tramada e não é só facilidades, tá bem tá, era bom que assim fosse mas vão surgindo sempre obstáculos e para manter o casamento seguir em frente tem que ter uma grande dose de companheirismo, um pedaço de cumplicidade, uma grande amizade e amor muito amor e principalmente inteligência para ceder quando é preciso para saber ouvir ou para saber dizer não. Não quando chega a hora de perceber  que  não há volta a dar.

O tempo passa a relação fica monótona e desgasta-se e nenhum dos dois tem coragem ou vontade de para tentar melhorar ou seguir cada um o seu rumo.

Porque..? Pois eu não sei explicar ... Vergonha? preconceito ? Está provado que não resta mais nada..
Na vida tudo acaba, é ou não é? Então como é que se consegue manter um casamento de aparências e se vive nesta inércia quase indiferente?

 

 O jantar lá decorria estranhamente com conversas cheias de metáforas...

Eu definitivamente não gosto de (sushi) não sabe a nada... É desenxabido.

Ora o problema destas belas metáforas é que ninguém provavelmente entenderá o que querem dizer só mesmo dois dos intervenientes que estão há mesa.

A única coisa que lhe consigo dizer é que a maior parte das vezes as pessoas sofrem por haver uma enorme falta de comunicação. Não culpo nenhum dos dois. As vezes acho que os homens não entendem as mulheres, nem elas a eles, e às tantas preferem nem tentar não fazem o mínimo esforço.
 A gente preocupa-se com o trabalho e chateia que chegue, com os ordenados que parece que encolhem, com os filhos que nos ocupam o tempo e que nos carregam de angústias e de receios pelo seu futuro  e depois sobra pouco tempo para pensarmos que nós também somos importantes e temos sentimentos e desejos e vontades!


(Eu)-  Credo parece que estamos num velório... Eu sei que o comer não é lá aquelas coisas.. Mas foi escolha vossa e não leva ninguém as lágrimas, certo? Cruzes que desconsolo..
Mau...deixa-me estar calada porque existem trocas de olhares fulminantes.. matam mais que uma caçadeira de canos serrados..
Mas não resisto...

(Eu)- ai ai o amor é lindo, vocês não acham?
(Ele dela)- Minha cara quando um homem sente que só é bom porque paga as contas, e que a mulher "participa" no sexo apenas para cumprir calendário, então começa, também, a sentir que está ali a mais.

(Ela) -para dançar o tango são precisos dois, no sexo é igual. E tu ainda sabes o que isso é?

Eu sei que as vezes sou de uma sensibilidade... Uma subtileza arrepiante e não resisti...

(Eu )- Mas vocês já não...?
Ainda me dói a canela do chute que levei por baixo da mesa. Mas o "meu mais que tudo" esta vai pagar com juros... Ou lá se vai... !


E agora eu pergunto o que é que leva alguém a manter um casamento assim?
Existem casamentos de conveniência porque fica bem aos olhos dos outros?
Ora o que me espanta mais a mim é que o pessoal continua a arrastar-se como se amanhã não existisse mas, como se fosse um ritual.
E o amor? Por onde para o amor?

 

Já cá fora..

(Eu )- porque...? Tens o apoio de todos porque insistes nisto?

(Ela)- É o meu marido o pai da minha filha...

 

 Se fosse assim tão simples dizer o que se passa pela cabeça das mulheres e quais são as suas mais secretas e íntimas vontades então éramos todos muito mais felizes e os casamentos duravam para sempre… Infelizmente cada caso é um caso e as mulheres são todas tão diferentes que cada uma é como se fosse um puzzle daqueles bem complicados que nunca se conseguem terminar.
Só me apetece dizer: Ai se fosse comigo..

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11


8 comentários

De pingodemel a 26.11.2008 às 11:44

olá amiga

... infelizmente casamentos de aparencias andam para aí aos montes ... parece-me que neste casal que falas o que mais falta é falta de dialogo ... ás vezes os problemas resolvem-se com uma simples conversa na altura certa claro, caso contrário as "coisas" arrastam-se e o amor vai á vida ... e depois há quem insista que o divorcio não é solução e vivem sem momentos felizes ali a sorrir por fora e a chorar por dentro... e como tu dizes "ai se fosse comigo" mas a verdade é que ás vezes só sabemos realmente como reagir quando estamos nelas...

beijocas e eu também não gosto nada de comida japonesa...

De R.Cheiros a 26.11.2008 às 15:17



Eu sei que nada é perfeito e que não existem casamentos modelos... Mas ás vezes ainda me consigo surpreender com alguns... Ou talvez tenha feito de avestruz muito tempo.

O casal que falo não acredito que tenha volta com qualquer tipo de diálogo, quando já não existe respeito chapéu...não resta mais nada.
O divórcio existe é legítimo e não me parece nada vergonhoso, muito pelo contrário quantas vezes é sinal de maturidade.

Ai se fosse comigo ...é muito fácil de dizer, tens toda a razão. Mas nunca liguei muito as aparências e aos que podem pensar de mim portanto dificilmente viveria uma vida de fachada.
Mas a pessoa em questão foi criada exactamente da mesma maneira na mesma casa com os mesmo valores e vê a vida de outra maneira ou tem outras prioridades. Não entendo.

PS: também detesto sushi e peixe por peixe que eu adoro, acho que os japoneses ainda não descobriram os salmonetes grelhados ou o bom do besugo

Beijocas

De aragem a 26.11.2008 às 13:39

Que seja eterno enquanto dure é uma velha máxima muito certeira e que se aplique sempre. Relações desgastadas vão existir sempre temos que saber parar e salvar o que ainda resta, dignidade, respeito e alguma amizade. Ninguém é dono de ninguém ninguém nos pertence e o divórcio não é o fim do mundo mas o começo de uma vida.
BJ

De R.Cheiros a 26.11.2008 às 15:24


Pouco me importa se falas com conhecimento de causa ou não, o que é um facto é que gostei do teu comentário.
Maturidade emocional é o que falta a muito boa gente e principalmente gostar de si ao ponto de saber parar na hora certa.

Sair com dignidade e respeitar-se respeitando os outros.
Neste caso não me parece que resto muito mais do que conveniência de ambas as partes.

Beijo

De folhacaduca a 27.11.2008 às 17:26

o casamento é um contrato o amor só existe com respeito
abraço

De R.Cheiros a 28.11.2008 às 14:41

Não posso deixar de concordar contigo.

O casamento é de facto um contrato mas um contrato seja ele qual for é feito por duas ou mais partes ninguém assina um contrato sozinho.
Que é o mesmo que dizer que há que respeita-lo.. Ou se cumprem os "estatutos" do tal "contrato" ou então é melhor que seja cancelado, não te parece?

O amor e o casamento ambos só existem com respeito
Outro abraço

De semifrio a 27.11.2008 às 17:45

Casamento não tem obrigatoriamente a ver com o amor já tens idade para saber disso. o amor resulta melhor sem compromissos ou papeis
Beijinho

De R.Cheiros a 28.11.2008 às 14:43

Sinto ai uma pontinha de alergia...

Mas não deixas-te de o experimentar, não é?

Existem casos bem sucedidos

Beijo

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D