Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Sozinha em casa”  foi literalmente o que me aconteceu ontem e foi também uma óptima oportunidade para não cozinhar, não é que eu não goste, mas só para um “gato pingado” não me apeteceu e foi um descanso de panelas e tachos. As tantas dou por mim a comer todo o tipo de porcarias, desde biscoitos a pistachos passando pelas chamuças e mais uma série de porcarias prontas que tinha lá por casa.  Começo a achar que não posso ficar sozinha devo ter alguma carência afectiva:) então se me enervo a coisa complica e como desenfreadamente. E estranhamente a gripe abre-me o apetite. ( eu sei que sou estranha)

Também é verdade que devido há minha ruindade não são estas baboseiras que me engordam , mas a ver meu apetite voraz e a continuar sozinha em pouco  tempo duplicava o peso.  O que de certo não me favorecia muito , a ver pelo meu enorme metro se secenta.. E o que é  que acontecia? Passava a ser uma gordinha sexy ou uma gorda feia? As “gordinhas” são obrigatoriamente feias? Ou só não se enquadram nos padrões de beleza estereotipados por uma sociedade cada vez mais exigente com o corpo e com a beleza?  

 Esta sociedade em que vivemos transformou-se numa passarela, uma feira de vaidades que não se compadece com padrões diferentes, ser-se considerado "belo" tornou-se uma obrigação. Mas eu  pergunto-me o  que é a beleza? Tambem tenho o meu ideal de beleza..

Assim o Homem dos meus sonhos “belissimo” a bem dizer deveria possuir o olhar transparente de James Dean sob as sobrancelhas arqueadas de Sean Connery ,o ar atormentado de Jeremy irons, o beicinho senual de Russell Crowe,mas adornados com o lábio partido de Humphrey Bogart, o queixo de Pierce Brosnan, o sorriso amável de James Stewart a voz sussurrante de Roberto de Niro ,o balançar de ancas de Jim Morrison a imaginação de Spielberg,a afiada ironia de Óscar Wilde, o corpo fantastico de Joaquim Cortés e a conta bancária do Belmiro de Azevedo.  Seria com certeza lindo e um excelente partido, ai lá isso era.... A modos que seria assim! que é o mesmo que dizer: Não existe. A beleza é muito relativa..

Beleza é a percepção individual que cada um de nós caracterizada normalmente pelo que é agradável aos sentidos. Nos novos conceitos de beleza. Uma mulher ou homem  para ser bonita/o tem que ser magros só assim é “aceite” na sociedade. Mas que grande treta… eu pessoalmente acho que existem gordinhos bem bonitos ( o Malato é um exemplo disso). E nunca me interessei por minguem pelo aspecto físico. E vocês, acham que seria possível interessarem-se por um gordinho/a ou isso está fora de questão? 

De todas as formas de discriminação, a que mais atinge principalmente as  mulheres é a da “gordura” talvez seja a mais perversa. Atitudes racistas ou homofóbicas são publicamente condenáveis. Mas quando se trata de fazer piada com aparência dos mais gordinhos parece que é normal..  E o  preconceito aparece nas mais  diversas situações e muitas vezes sem nos apercebermos..  Uma mulher gorda , é 'simpática' ou, no máximo, '(ATÉ) tem um rosto bonito'. Se quiser andar na moda, tem que mandar fazer roupa sob medida porque  habitualmente as lojas não tem números grandes. E o que tem são sempre modelos desactualizados e de péssimo gosto. Se for responder a uma vaga de trabalho, precisa rezar para que nenhuma magra queira o mesmo posto. E, se resolver ir ao ginásio, vai ter que superar a incómoda sensação de que é o centro das atenções. Porque o sociedade  não perdoa quem está fora das medidas.  

Mas vamos ser claros: Se aceitarmos que ser magro é condição "sine qua non" para se ser aceite pela sociedade, chegamos, inevitavelmente ,a uma outra constatação: todos aqueles que não são magros são feios, logo, excluídos. Beleza é mais do que aparência. Personalidade e atitude também nos fazem parecer mais bonitos. 

É verdade que nunca a imagem foi tão privilegiada, mas isso não quer dizer que sejamos reféns dos padrões dominantes de beleza,ou sim..?? A  beleza não é só aparência física. Eu por exemplo não ligo nenhuma a  beleza pronta, das capa de revista. Beleza conseguida sabe deus a que preço e com carradas de fotoshop . Uma beleza feminina  pré feita .  As mulheres hoje julgam-se tão inteligente emancipadas e livres e não se apercebem que se estão a tornar escravas de uma “suposta” beleza e a virar um produto de consumo rápido oferecido de bandeja.  

Senão vejamos , vamos a qualquer salão automóvel onde o objectivo é ver os carros em exposição e se nos interessar comprar algum.. ou no mínimo fazer uma ideia do que queremos. Todas as marcas de carros tem ao lado uma menina semi vestida a fazer posse como o macaquinho e sempre de taxa arreganhada, e para que, pergunto eu?  Claro que podia ser a vendedora de determinada marca e quiçá para dar alguma informação, mas desenganem-se estás “criaturinhas” Só foram programadas para não mais  que dizer bom dia ou boa tarde e sorrir muito.. Mostrar o corpito e estão ali apenas como chamariz .  

Mas quem acredita que são só as mulheres está redondamente enganado, os homens começam também a ficar obcecados pelo corpo perfeito( nem todos graça a todos os santinhos) Eu nunca gostei de homens muito musculosos, especialmente quando passam do limite e ficam desproporcionais, com ombros e braços enormes que fazem a cabeça parecer minúscula. Especialmente quando converso com um deles e concluo que o cérebro também é minúsculo. 

 Existem os "magros de ruindade", que comem, comem e mesmo assim não engordam e existem gordinhos que comem pouco ou seja até fazem uma alimentação regrada. Podem existir vários factores para se ser gordinho.  Mas ambos tem a sua beleza, pessoas bonitas ou feias não tem que ter obrigatoriamente a ver com o aspecto físico. 

Hoje em dia tanto homens como mulheres tem tendência a querer ser  e a apaixonarem-se por pessoas que não existem, por imagens pré  fabricadas. O ideal que hoje se tem de beleza Humana é feito construída e transmitida através da mídia. Oferecem-nos como exemplo artistas famosos ou modelos de preferência bem "escanzeladas" magros, corpos trabalhados sabe deus a que preço e com quantos bisturis, não podem ter borbulhas, rugas, celulite, e a pele sempre bronzeada, etc, etc. Cada um é como cada qual… essas convenções imposta pelas revistas e tv que  diz que as  mulher tem que  ser magras é um engano. Cada um tem que tentar fazer uma alimentação saudável, sem se tornar escravo da perfeição e o  mais importante  é ser saudável!   Amar-se e principalmente ser feliz!  

Vejam algumas modelos, que coisas esquisitas?, parece que  morreram e esqueceram de as  enterrar. E mais, de acordo com estudiosos do comportamento humano, mulheres excessivamente preocupadas com a própria imagem acabam por se tornar  superficiais, ao passo que homens acometidos pela mesma inquietação tornam-se narcisistas. 

Se eu não acho que seja possível a combinação entre estética e inteligência? Eu sei que é. Toda a gente  tem defeitos, e aqueles que insistem em aparentar perfeição (e fazem uso de subterfúgios diversos para ocultar dos outros o que não toleram nem a si mesmos) costumam ser insuportavelmente chatos.  Já imaginaram  um homem que não se permite a acompanhar  a companheira numa enorme taça de gelado ou em  saborosos uns pasteis de Belém? Alimentos  proibidos? Que desgraça! Toda as pessoas tem a sua beleza independente de ser magra, gorda, alta ou baixa... Se a pessoa se souber  vestir, se estiver de bem com a vida  , não tem como ser feio!! 

Existem homens e mulheres que gostam de ter onde pegar...: e sexo com um gordinho....  Já ouvi até uma conversa de homens que dizem que ir para a cama com uma mulher perfeitinha é um stress ...porque não conseguem relaxar, têm medo de suar, de estragar o penteado , de ficar numa posição que de alguma forma desvalorize seus pontos fortes, de aparecer uma celulite ou uma estria contra a luz. 

Beleza é uma coisa relativamente e pessoal, porque cada pessoa interpreta a beleza de uma forma, tem um gosto distinto. Procure se cuidar, fez exercício físico para se manter saudável, e no fazer sacrifício para emagrecermos. Porque ninguém é perfeito, até as boazonhas das capaz de revistas tem lá as suas mazelas.. 

Eu não tenho nada contra gordinhos, até os acho bem interessantes… e homens obcecados por dietas então é de bradar aos céus.. é vê-los separar coisas no prato, “ui, cebola não, enchidos  não, batata frita  não”.  Ah, mas parece coisa de criancinha..! E a fobia de açúcar? “Oh, céus, isso não tem sabor de adoçante ... Argh, será açúcar? Nããão!!!”. Contar calorias é coisa para gorda neurótica, homem que é homem não sabe a diferença entre ligth e diet. o que realmente  é  importante é  uma vida saudável e feliz, mais quilo menos quilo .... não é importante. Existem gordinhos muito interessantes..

publicado às 08:55


2 comentários

De Fátima Bento a 06.10.2008

Hoje vivemos numa sociedade "fast food" - e não me estou a referir a comida. Parecemos hamsters na rodinha, sempre a correr para não chegar a lado nenhum. Mas lá que corremos... corremos. E não temos tempo a perder, como o coelho da 'Alice no País das Maravilhas'.

Por isso, nada como julgar um livro pela capa (bom, eu hoje é só clichés, vai lá vai...). É mais rápido olhar e decidir. Conversar, descobrir, explorar... consome muito tempo, e então, tumba, é boa, buga lá, se não encaixa nos padrões, lá tenho tempo a perder a conhecer "aquilo"? Tempo que posso passar a conhecer "a boa" (mas mesmo assim tem de ser rápido...)?

E elas é igual, que aqui o género é indiferente.

Então o speed dating não chegou cá? E em 5 minutos, quem é que vão escolher? Helloooo!!!!!

É uma tristeza, há pessoas fabulosas que não encaixam nos padrões... mas ainda há quem se dê ao trabalho de as conhecer. Poucos mas bons.

Bem pode o Carl Honoré escrever aquela ode ao slow - "O movimento slow", fantástico, "O" livro que TODA a gente deveria ler - que o pessoal continua a acordar a correr, a conduzir a correr, a comer a correr, a trabalhar a correr, e a dormir a correr. Sem pensar.

Ou seja, desta vez não há polémicas: assino por baixo. e nem a propósito, vou a procura de um filme que me mandaram, sobre os padrões de beleza, e vou pôr no meu blogue. Dá-me só 30 minutos, e podes lá ir - se quiseres, claro :))

B'jinhos e continuação de melhoras,

Fátima

De R.Cheiros a 07.10.2008

Bom dia Fátima
É quase isso mesmo parecemos clones uns dos outros todos a tentar ser iguais e pouco paramos para pensar que o que nos faz únicos são as diferenças..
Quem não se enquadra nos padrões “tipo “é quase automaticamente seleccionado e posto de lado e realmente debaixo das nossas capas sejam elas quais forem porque todos as temos existem pessoas fabulosas que não nos damos ao trabalho de descobrir porque a julgamos há partida pelo invólucro.

Já estive a ver o filme e também o conhecia e digo-te que acho arrepiante, não foi há toa que determinados países por essa Europa fora adoptaram uma lei que os manequins das montras não podem passar a imagem de magreza escanzelada que nos habituamos e é obrigatório a venda de números grandes.

Obrigada estou quase fina:))
Beijocas

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds