Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Todas as pessoas sem excepção guardam algum tipo de segredo.
Não tem que ser obrigatoriamente alguma coisa proibida ou grave, mas é um segredo.
Existem apenas dois tipos de segredos:
"Os que escondemos dos outros e aqueles que escondemos de nós mesmos”
O segredo é normalmente uma coisa só nossa “íntima” pessoal que não contamos a ninguém. Talvez por receio de que deixe de ser segredo, alguma falta de segurança que o confidente escolhido se ria de nós ou ainda porque simplesmente não existem ninguém que confiamos verdadeiramente para o fazer.


Os segredos variam de inofensivos desabafos do dia a dia a historias cabeludas. Há  quem o conte porque sente verdadeira   necessidade de partilhar. As coisas que se passam e que a gente nem sonha nem desconfia..!


Aquela velha historia.. a possibilidade de se falar com a melhor amiga/o mas nada nos garante que ela vá manter a boca fechada. Existe lá piorzinho que uma pessoa língua de trapos?
Xiuuu não contes a ninguém...! E tungas vai-se a ver já todo o escritório sabe... Essa coisa do coitadinho que não sabia o que fazia e que de repente se encontra a contar o que lhe foi confiado cheira-me sempre a esturro..

 

Dizem que as mulheres não sabem guardar segredo... eu começo a desconfiar que são os homens..Se o homem é cavalheiro, pois isso até não lhe fica mal porque um homem educado deve ser cavalheiro com todas as mulheres .Mas entre o ser simpático e o ser mal intencionado… a bem dizer já não sei onde fica a fronteira que isto é mesmo assim há sempre que desconfiar.. ( A vitima passa a ser alvo de piadinhas e olhares de escárnio)


A mim enerva-me pessoas que com a maior facilidade do mundo quebram o segredo que lhes foi confiado..Ai que vontade de  pregar um par de estalos! Sinto-me velha e ultrapassada prontos! Mas mesmo assim acho que estamos a caminhar em sentido inverso ao que deveríamos.


É preciso saber guardar um segredo e parece fácil mas pelos vistos não é. Basta um descuido uma conversa mais acesa e o segredo deixa de o ser em menos de nada.
Muitas vezes magoam-se pessoa sem querer por se falar de mais. Ou o que para quem ouve parece ter pouco significado e não fazer sentido para quem conta faz todo o sentido. Todos nós temos os nossos pequenos segredos e mistérios.


Cada vez menos se confiam segredos? Eu acho que sim. Parece que se quebrou algum laço entre as pessoas até entre os melhores amigos.
Pode ser só impressão minha mas estranhamente as pessoas desconfiam mais umas das outras. A confiança que é um “bem” que devia ser preservado para dividirmos com alguns eleitos das nossas relações esta a quebrar-se.


Acho até que a que a desconfiança passou a ser tónica nas relações humanas é como um segredo, todos desconfiam de todos mas ninguém diz nada. Contar um segredo é muito fácil, escolher a quem o contar é onde reside a dificuldade.


O que é que leva uma pessoa a não conseguir guardar um segredo?Acreditam que existe alguém verdadeiramente confiável?Qual é a vossa relação com o segredo?
 Guardar segredos ou mesmo informações importantes é um sinal de maturidade e compromisso afectivo, acho eu.
Eu ainda confio nas pessoas e não me arrependo. Ou  qualquer dia andava por ai  de faca na liga e a desconfiar até da própria sombra.
Cheira-me que isto da confiança dava  pano para mangas mas enfim…

 

publicado às 10:58


23 comentários

De Fátima Bento a 02.10.2008

Essa do redutora, confesso, saíu mal. Tinhas de me conhecer há MUITO tempo para conseguires não ser "redutora" no sentido que o disse.

Pois sabes o que é, isto de estar em casa, mesmo com um cafézinho com uma ou duas amigas, às vezes é de uma solidão terrível. E o meu marido é o meu "tudo" ( não me interpretes mal, que não é que eu não conseguisse viver sem ele, ou coisa do genero, mas somos os melhores amigos um do outro, e partilhamos tudo. Mas não, não fazêmos relatórios do nosso dia (que raio de ideia!)

Não sou perfeita, o meu casamento não é perfeito, e não quero perfeição em nada, que é uma seca.

Isto cresce, há 15 anos, por tentativa e erro. E acredito que temos feito um bom trabalho.

Para acabar, em dois anos, as pessoas que mais me incentivaram, apoiaram, mostraram admirar o meu trabalho (voluntário), puxaram o tapete de uma maneira... e com eles seguiu a carneirada, qu'a politica é, e excuse my french, uma merda. E cada vez mais as Associações, Federações e confederação de pais estão politizadas. E em 9 anos já vi do piorio... pisar em cima de alguém é o ménos grave.

Destroem.

Por isso não confio nas pessoas. Tenho amigos, poucos, a quem confiaria práticamente a minha vida. Só que as excepções confirmam a regra.

Fátima

De R.Cheiros a 03.10.2008

Olá
Bora lá esquecer essa do “redutora” até porque para mim quem tem um comportamento redutor é alguém que é estreito de mentalidade e inibe os outros de darem a sua própria opinião e não a ceita, e cá para nós que ninguém nos ouve acho que não sou nem tenho esse género de comportamentos.

A parte de estar em casa e sair só para um cafezinho ou espairecer tens razão não sei. Eu adoro o meu trabalho e não consegui (acho) eu viver assim. Mas acredita que dou os parabéns a todas as mães que por opção decidem dedicar-se à educação dos filhos a tempo inteiro e à casa. E diga-se de passagem que não é um trabalho fácil principalmente para quem tem três filhos como me parece ser o teu caso.

Quanto há solidão minha cara amiga toca a todos uns mais do que outros... Possivelmente tu sentirás mais isso porque passas muito em casa e provavelmente sozinha. Mas todos temos os nossos momentos... Eu não tenho vergonha nenhum de dizer que tenho momentos que me sinto só mesmo acompanhada... Embora lide bem com a minha solidão .

Não fiz obviamente nenhuma crítica ao facto do teu marido ser o teu (tudo) se entendeste isso desde já as minhas desculpas. Acho normal que assim seja e até que seja o teu melhor amigo...acredito que num casamento tem que existir partilha confiança cumplicidade e companheirismo só assim resulta. Só não concordei com o facto de lhe teres que contar os segredos que alguém te confia,

Ainda bem que não és perfeita, fico mais descansada:)) bem vinda ao clube.

Minha querida existe e existiram sempre pessoas mal intencionadas e que dão a facadinha pelas costas... Pessoas que julgamos “amigos” e são os primeiros a trair-nos. É a vida... Mas não deixes que isso te influencie no julgamento que fazes dos outros, o ser humano ainda é o melhor que o mundo tem:)

Gostei de esclarecer isto contigo. Acho que não fica nenhum mal entendido, verdade?

És sempre bem vinda e podes ser contra as vezes que te apetecer, eu farei o mesmo se não concordar:))

Beijocas
Paula

De Fátima Bento a 03.10.2008

Ficou tudo explicadinho, não há mal entendidos, e concordar em discordar é do melhor que há!

B'jinhos grandes,

Fátima

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D