Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Este final da semana tem sido uma coisa que acho que não lembrava nem ao diabo. Está uma mulher muito bem a viver a sua a vidinha muito pacatamente, sim que eu cá nunca fiz mal a ninguém e sempre fui a alma mais pacata que se pode imaginar mas de repente desata tudo a descambar para o lado contrário do que será esperado e nós nem sequer podemos fazer nada senão esperar que a coisa passe. Em alternativa podíamos tentar virar o bico ao prego que é o mesmo que dizer: voltar atrás. Mas eu nunca fui tipa de voltar atrás e dar o dito por o não dito. Comigo foi sempre em frente que atrás vem gente e em frente é que é o caminho. Mas a confesso que neste momento já nem sei bem… Até tenho muitas duvidas…


Não, desta vez não são duvidas existenciais são mais duvidas sobre e praticamente: TUDO.

A começar pelo amor… ora mas que raio é que é o amor?

Com o peso dos anos e com a minha sabedoria, vou explicar o que é o amor. Pois eu digo-lhes já que acho que o amor é uma grandessíssima chatice! A gente fala fala é tudo boas intenções palavras bonitas frases feitas mas de boas intenções está o inferno cheio.


Porque esta coisa da gente se agarrar às pessoas de quem gosta, e nomeadamente aos homens, é uma grandessíssima estupidez porque eles acabam sempre por nos desiludir no momento que mais precisamos que fiquem do nosso lado. Depois quem fica a sofrer somos nós porque depositamos a nossa confiança e o nosso tal de amor nesses seres .

(depois há aqueles   mais ordinários que maltratam as  mulheres.Mas isso era outra conversa..)


Facto é que ninguém vive sem ele ou não quer viver. Então as mulheres parece que já trazem no ADN essa coisa gravada e todas sabem o que é ou para que serve o amor. Existem aquelas que acham que serve para lhes fazer filhos porque o relógio biológico acaba por dar sinal e mal por mal que se use o método tradicional essas são as maternalistas . Outras que serve para lhe pagar as contas ao final do mês são as materialistas claro está . As  que acham que o amor serve para tudo isso e muito mais...Que  é lindo até em uma cabana.


Mas convínhamos... Qual cabana qual que... A menos que seja uma cabana em alguma ilha do pacifico em algum resort de luxe ... Ai menos mal.


Ai Jesus com esta conversa de cabanas ilhas  não é que esta noite sonhei que estava no meio da selva em África? Eu  era a grande chefe duma tribo dessas que por lá há.

Sim porque isto comigo é assim...Mesmo em África no meio da selva não deixo de ser rainha. Apaparicada por todos para terem a minha atenção. Muita comida e bebida mas as tantas senti-me mal disposta a precisar de ajuda médica. Ó diabo mas quem é que me vem prestar os primeiros socorros.... Cruz credo nem quero ver!!!

Às tantas isto da má disposição foi alguma coisa que me deu a volta ao estômago, sim, porque o meu é do mais delicado que há que qualquer coisita menos fresca ou refinada  dá-me logo a volta.


Festas no meio da selva nunca mais. Aliás ando cá com uma urticária a tudo que tem a ver com África...

Ok, tem um lindo pôr do sol e África é linda e tal, mas pôr do sol pôr pôr do sol agora apetece-me que seja no Mónaco antes de um jantar de gala com um daqueles vestidos fantásticos Valentino ou coisa que o valha. Sim porque isto da idade está deixar-me cada vez mais egoísta e excêntrica materialista.

Não, não tipo “bibi” ou “xaxa” ou “lelecas” essas peruas futeis que a única ocupação que tem é ir a festas “mamar” uns acepipes um rissol aqui um croquete acolá para enganar o estômago porque a fomega é negra...

 

Sim porque eu posso ser pobre mas não sou burra e sei bem onde se encontram todas as coisas que eu sinto que mereço! Mais o género pois se me apetecesse ir até Itália ao Grand Hotel Plaza Roma passar uma noite ou ir jantar ao La tour d´argent a Paris . Ou ir escolher jóias e diamantes ao Tiffany’s ali à Quinta Avenida em Nova Iorque… Sim, porque eu sinto que mereço!


A modos que neste momento quando vou a Nova Iorque ( com o furreta do meu mais que tudo) contento-me com as compritas no chinatown. Sim porque não pensem que isto das lojas dos chineses tem exclusividade portuguesa... Pois não meus queridos amigos Nova Iorque já há muito tempo que tem para lá a suas chinesices e não há turista que se preze que não dê lá o seu pulinho e traga um souvenir:)) É mais ou menos o nosso Martim Moniz mas em chique e mais bem cheiroso.


Mas voltando ao amor e ao casamento. Ora o casamento não é nem mais nem menos que um acordo feito por ambas as partes depois de concordarem com todas as cláusulas do contrato e devidamente assinado. Depois é que a firma começa a laborar com os dois sócios ambos maioritária ou pelo menos deveriam de ser. Objectivo é que cresça e se multiplique. Mas como em qualquer firma os sócios além de terem direitos têm deveres iguais. Só com responsabilidade, honestidade, sinceridade e espírito de sacrifício é que se consegue.


O tempo passa pois que remédio que mesmo que a gente queira não o consegue parar. E como não somos parvas nem nada começamos a tirar as lentes cor de rosa e a ver com olhos de ver. Ora porque não me venham cá com tretas nada é perfeito e não existem “paraísos” perfeitos nem os fiscais...


A gente precisa de companhia masculina  isso não há como negar. Que a companhia seja "abastada", e inteligente ,sociável , solidário, companheiro, bom amante, carinhoso e que não compactuo com "coisas que nos irritem" Bem..com tanta qualidade acho que já estamos a entrar no reino da fantasia pura.

Depois de tanto investimento há sempre alguma coisa que falha com (.......) onde  depositamos a nossa confiança e o nosso amor.

A coisa até  correr bem de início e somos muito felizes e achamos que encontramos a pessoa que nos preenche mas com o passar dos anos e com o estupor do conhecimento íntimo e rotineiro, pois olhem, acaba sempre por estragar qualquer coisita!


Ficamos mais exigentes e há alturas que já tudo nos enerva. Se estão sempre a olhar para nós não deviam porque nos irritam. Se não olham ficamos mais danadas ainda. Se por ventura  fazem não deviam ter feito, ou pelo menos deviam ter pedido a nossa opinião. . Se não fazem caímos-lhes em cima com tudo...
É....com o passar dos anos  os  homens   mudam... e não é só  aquela zona que separa  o peito da .... outra parte mais conhecida e designada por pneu. Ou então somos nós....Em conversa com algumas amigas cheguei à conclusão que ou nós  afinamos por tudo e por nada ou aquele "gajo"a que até achámos piada agora existe só mesmo com o propósito de nos tirar do sério contrariar e nos  infernizar a cabeça.

 

Assim sendo considero-me injustiçada porque casei com o amor da minha vida e as vezes sinto que estou a dormir com o "inimigo".

Porque é que os estupores dos homens fazem questão de nos contrariar??

Hoje se me perguntarem se casei por amor ou por interesse não tenho duvidas que só pode ter sido por amor. É que hoje e neste momento (estou tão irritada) que interesse não lhe vejo nenhum.

 

Deixem-se de tretas quem nunca se sentiu injustiçada pelos ditos cujos...


 

publicado às 10:39


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds