Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Errata

por R.Cheiros, em 24.06.08
Isto é  confissão do editor de que errou em alguma parte do texto.
O que se faz geralmente apos o erro?? Errata.
No post anterior onde se lê : Um amigo (J C) que me foi enviado por e-mail, blá,blá,blá.
Deverá ser lido da seguinte forma: O lado escuro da lua é um excelente trabalho de um novo autorJoão Cordeiro.
Novo porque infelizmente ainda pouco divulgado.
Conheci o joão por mero acaso nestas aventuras dos blogues e foi assim que fiquei a conhecer o seu trabalho.
Confesso que me tem surpreendido tanto pelos textos como pessoa pelas palavras que temos trocado.
É um escritor realmente incrível. Com uma frontalidade única admiro principalmente a coragem com que descreve sentimentos. A cada página em cada palavra deste livro sinto que conheço um bocadinho melhor o João. É quase como um desnudar da personagem que se mistura com o homem.Quase que arriscava a dizer que em algumas situações se descreve a ele próprio. O João tem a capacidade única através dos seus textos me fazer duvidar pensar e acreditar ao mesmo tempo, tem um lado sarcástico outro a beirar o romantismo mas tudo isto muito enevoado, será do lado escuro da lua...?
Por isto tudo lamento que as editoras destes pais estejam cegas e surdas para obras que realmente podem acrescentar alguma coisa a quem as lê.
Reposta a verdade um beijo ao João e contínua.
Pronto não me batas mais e esquece lá os óculos...
Não escrevo tão bem como tu mas é uma parte do que penso de "ti". O resto vamos trocando ideias:)
 

publicado às 16:24


2 comentários

De João Cordeiro a 24.06.2008

Há algumas coincidências, que eu julgo não serem por acaso.
Enquanto a minha querida leitora estava a elaborar uma "errata" por me ter tratado como um Zé Ninguém, eu escrevia precisamente um "post" no meu blogue ainda "aberto" Estado de alma, com o título de Zé...
Afinal de pessoa sem qualquer tipo de importância, ao ler-te vi-me como um Saramago em ponto muito pequenino. Mas observei-me como um homem grande devido ás tuas palavras.
Sei que não me dês-te a devida importância no post anterior, mas caramba, não precisavas exagerar.
Ao ler os teus doces vocábulos, senti um tremor inexplicável. Os calores das tuas palavras queimaram-me a face e gelaram-me o coração.
Contradição? Nada disso. O rubro na face deve-se à vergonha que senti ao ler tão belos elogios. O coração gelado, porque me dás uma monta que eu não possuo.
Dizes que ao leres esse projecto, pois ainda não está editado, me deixo conhecer. É de facto um dos meus "fracos", mas quando leio de pessoas como tu, considerações como "o João tem a capacidade única através dos seus textos me fazer duvidar pensar e acreditar ao mesmo tempo, tem um lado sarcástico outro a beirar o romantismo mas tudo isto muito enevoado, será do lado escuro da lua?"
Como queres que me sinta?
De facto só no lado escuro da lua.
Obrigado e um beijo

João Cordeiro

De Subjectividades a 24.06.2008

Eu assino por baixo!!
Um abraço ao João e um beijinho para ti

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D