Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lucida!!

por R.Cheiros, em 21.05.08

 

 

 

 

Quem de nós nunca teve vontade uma vez por outra de gritar, um grito de alma e dizer basta...

Sim, tu que me estas a ler neste momento, nunca te passou pela cabeça mudar tudo??

Nesta sociedade sou mais um número, nada me destaca, contribuições em dia, voto, dever cívico cumprido, tenho casa, carro, família, sou correcta em todos os aspectos.

Na rua sou invisível, não me vês sou igual a toda a gente, nada me diferencia.

Uso o disfarce perfeito, roupas da Zara,Massimo Dutti Lanidor,de uma sociedade consumista e ambulante, igual a milhares de outras pessoas, onde ninguém me pedira justificação ..

Ninguém olha ninguém nos olhos.

Quero tirar o meu disfarce.

Eu sou muito mais do que isto que se vê ..., falta a minha alma, o sorriso, o meu amor, o meu ódio, o meu desprezo, o meu cérebro meu olhar, os meus sonhos..

Sonhos que dificilmente tu consegues ver. É isso que me torna livre, me afasta das tuas rédeas, que pôs o brilho nos meus olhos, que me torna única.

Sou muito mais do que tu queres, ou do que consta no meu BI, sem complexos, fronteiras, barreiras ou limites.

Sozinha no meio de tanta gente...

 


 

publicado às 10:01


2 comentários

De Infiel a 22.05.2008


eu vivo numa aldeia e trabalho numa vilda
meios pequenos onde todos se conhecem, por vezes sinto-me um papa com a mão a acenar hehe

mas se vou á cidade , misturo-me com a multidão e observo, os seus rostos, a indiferênça e só la vou quando sou obrigada a fazê-lo

ha uns anos estava em Freiburg na Alemanha, e uma mulher escorregou e caiu
estava visivelmente gravida e ninguem a ajudou a erguer-se
chocou-me muito
estava com uma amiga e, ambas corremos para a senhora e ajudamo-la
voltamos a casa, estavamos com uns amigos meus, alemães e comentamos o assunto, indignadas,
a resposta deles foi:
" se a senhora se tivesse magoado, poderia acusar a quem a tinha ajudado e culpa-lo por não a ter erguido da melhor maneira!"

- nunca esqueci esta mentalidade e o egoismo de quem vive nas cidades

- relativo a gritar: eu grito
em plenos pulmões e canto e danço sempre que me apetece e necessito e... sabe muito bem, equilibra a minha mente e sinto-me viva e livre

De R.Cheiros a 22.05.2008

Eu sei que a inveja é um sentimento horrível mas nem imaginas como te invejo porque tens a possibilidade de viver numa aldeia que imagino seja um sítio calmo e onde consegues respirar ar puro e quem sabe ver as noites estreladas e ouvir os grilos etc etc.
Eu sempre que a minha vida me permite também gosto de passar uns dias na minha aldeia ( agora ate lá tenho os meus pais a viver) mas para viver ainda não posso…
Sou da zona da Lousã uma aldeia pequena com dois habitantes perdida no meio da serra.
Essa mentalidade de que falas é típica de vários países da Europa e não só.
Por uma coisa que nos poder parecer mínima como ajudar alguém podes levar com um processo de alguma companhia de seguros em cima que pode ser uma carga de trabalhos.
E grito refilo danço e ate choro muitas vezes mas normalmente de raiva alivia-me um bocado.

(- relativo a gritar: eu grito
em plenos pulmões e canto e danço sempre que me apetece e necessito e... sabe muito bem, equilibra a minha mente e sinto-me viva e livre)

E se a mente não está sã como pode estar o resto não é?
Obrigada por ires comentando, gosto de te ver por cá

Beijoca

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds