Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




"Silencio e tanta gente"

por R.Cheiros, em 16.02.09

Dizem que recordar é viver, não sei se será assim mas pelo menos é bom recordar.
Esta musica tem no mínimo 25 anos e se não estou em erro foi das piores pontuações que Portugal já teve num festival da Eurovisão.
Na minha opinião tem um poema fantástico que hoje me apeteceu recordar.


"Silencio e tanta gente"

 

Às vezes é no meio do silêncio
Que descubro o amor em teu olhar
É uma pedra
Ou um grito
Que nasce em qualquer lugar

Às vezes é no meio de tanta gente
Que descubro afinal aquilo que sou
Sou um grito
Ou sou uma pedra
De um lugar onde não estou

Às vezes sou também
O tempo que tarda em passar
E aquilo em que ninguém quer acreditar

Às vezes sou também
Um sim alegre
Ou um triste não
E troco a minha vida por um dia de ilusão
E troco a minha vida por um dia de ilusão

Às vezes é no meio do silêncio
Que descubro as palavras por dizer
É uma pedra
Ou um grito
De um amor por acontecer

Às vezes é no meio de tanta gente
Que descubro afinal p'ra onde vou
E esta pedra
E este grito
São a história d'aquilo que sou

 

Com letra e música de (Maria Guinot ) acompanhou hoje a minha manhã calmamente..

 

publicado às 11:40


Que dia é hoje?

por R.Cheiros, em 13.02.09

Sexta-feira... (13)
Muitas pessoas têm a sexta-feira 13, como um dia de azar por pura superstição sem saberem ao certo como surgiu este dia (negro)

Quando ouvimos a palavra Sexta-feira 13 pensamos logo em azares e lembramos de todas as velhas superstições e crendices que fomos crescendo a ouvir:
 Bater na madeira, não passar por baixo de escadas, gatos pretos, espelhos partidos, nunca abrir um guarda- chuva dentro de casa, nunca colocar a mala no chão e muito menos um chapéu em cima da cama. e muitos outros que nos induzem a acreditar que tragam azar. Mas isso são apenas superstições, que nossa cultura adoptou com o passar dos século.


Fui procurar o significado da palavra superstições e encontrei isto:
“Sentimento religioso erróneo que induz a criar falsas obrigações e que leva à prática de deveres absurdos ou imaginários;
Excessiva credulidade;
Crendice;
Preconceito.”

 

A final a que é que se deve o “mito” da sexta-feira 13 ser dia de azar?
É a mais enraizada e popular crença entre os cristãos. Quando o dia 13, calha a  uma sexta-feira, é dia de azar.
Há várias explicações para isso mas talvez a mais antiga que que sempre me lembro de ouvir é esta:

Jesus Cristo “supostamente” teria sido crucificado em uma sexta-feira e, na sua última ceia havia  13 pessoas à mesa: Ele e os 12 apóstolos e o traidor estava entre eles: Judas!
 Hoje em dia por superstição em muitas casas por norma não se sentado 13 pessoas há mesma mesa, porque é desgraça na certa. Isto sendo sexta-feira ou não.

(na casa dos meus pais é impensável estarem 13 pessoas a mesa)

 

Mas as explicações para a malfada sexta-feira 13 são várias e talvez até mais antigas do que esta.
Outra versão vem da  da mitologia nórdica. Conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, o” mauzinho” espírito do mal e da discórdia, foi de penetra e apareceu sem ser convidado e armou tamanho desaguisado  que terminou com a morte de Balder, que era tipo uma divindade de justiça e sabedoria era tão bonzinho tão bonzinho que por onde passava so espalhava boa vontade e a paz tornando-se o favorito dos deuses. Daí veio mais uma  crendice de que convidar 13 pessoas para ua mesa a coisas dava azar.


O mito relacionado à sexta-feira 13 deve-se à perseguição aos cavaleiros templários ou os hereges como foram considerados. O Papa da época Clemente V  (que dizem as más línguas não era flor que se cheire) feito com o rei de França  Felipe IV  o belo :) ordenou a perseguição e morte que ocorreu em toda Europa numa sexta-feira 13. Assim, com esse massacre, a Igreja Católica acabou por criar uma data para a crença popular do "dia terrível".

Também existe a lenda da deusa do amor e da beleza o nome dela era Friga (que deu origem à palavra friadagr = sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, a lenda transformou Friga em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o diabo . Os 13 ficavam a rogar pragas aos humanos por toda a sexta-feira. (para o que lhes havia de dar..)

 

Na antiga numeração hebraica (dos judeus), os números eram representados por letras. A letra que indicava o número 13 era a mesma usada para a palavra morte. O mesmo acontece nas cartas do tarot.

O mais engraçado é que hoje em dia esta superstição (sexta feira 13 dia de azar) é universal, está em quase todas as culturas raças e religioso e tanto acreditam nela os ricos como os pobres.
Foi feito um estudo pelo Centro norte americano de Estatísticas Atuariais, onde mostra que o índice de acidentes e incêndios é menor nas sextas-feiras que caem em um dia 13, em comparação às outras sextas.

 

Bem, não sou muito dada a crendices nem a fé religiosa divindades ou outras que tais. Não sei muito bem se acredito em "azares"

Sexta-feira... Ah, que dia maravilhoso! Só de imaginar que faltam poucas horas para um descanso merecido...

 

Bater na madeira, espelhos partidos, passar de baixo das escadas, gatos pretos ...Afinal de contas, cada um faz o quer... Não se devem ter cuidados há noite por ser sexta-feira 13 mas sim porque à noite, todos os gatos são pardos...

 

Boa sexta feira e um óptimo fim de semana.

 

publicado às 10:00


O que eles escreveram sobre elas (nós)

por R.Cheiros, em 12.02.09


 " E como é que  ainda hoje  nós utilizamos frases e sobrescrevemos alguns destes energúmenos...!

 

Mesmo que a conduta do marido seja censurável, mesmo que este se dê a outros amores, a mulher virtuosa deve reverenciá-lo como a um deus. Durante a infância, uma mulher deve depender de seu pai, ao se casar de seu marido, se este morrer, de seus filhos e se não os tiver, de seu soberano. Uma mulher nunca deve governar a si própria."

Leis de Manu (Livro Sagrado da Índia)

 

"A mulher que se negar ao dever conjugal deverá ser atirada ao rio."

Constituição Nacional Suméria (civilização mesopotâmica, século XX a.C.)


"Quando uma mulher tiver conduta desordenada e deixar de cumprir suas obrigações do lar, o marido pode submetê-la à escravidão. Esta servidão pode, inclusive, ser exercida na casa de um credor de seu marido e, durante o período em que durar, é lícito a ele (ao marido) contrair novo matrimónio"

Código de Hamurábi (Constituição Nacional da Babilônia, outorgada pelo rei Hamurábi, que a concebeu sob inspiração divina, século XVII a.C.)

 

"A mulher deve adorar o homem como a um deus. Toda manhã, por nove vezes consecutivas, deve ajoelhar-se aos pés do marido e, de braços cruzados, perguntar-lhe:
Senhor, que desejais que eu faça?"

Zaratustra (filósofo persa, século VII a.C.)

 

"As mulheres, os escravos e os estrangeiros não são cidadãos."

Péricles (político democrata ateniense, século V a.C., um dos mais brilhantes cidadãos da civilização grega)

 

"A mulher é o que há de mais corrupto e corruptível no mundo."

Confúcio (filósofo chinês, século V a.C.)


"A natureza só faz mulheres quando não pode fazer homens. A mulher é, portanto, um homem inferior."

Aristóteles (filósofo, guia intelectual e preceptor grego de Alexandre, o Grande, século IV a.C.)

 

"Que as mulheres estejam caladas nas igrejas, porque não lhes é permitido falar. Se querem ser instruídas sobre algum ponto, interroguem em casa os seus maridos."

São Paulo (apóstolo cristão, ano 67 d.C.)

 

"Os homens são superiores às mulheres porque Alá outorgou-lhes a primazia sobre elas. Portanto, dai aos varões o dobro do que dais às mulheres. Os maridos que sofrerem desobediência de suas mulheres podem castigá-las: deixá-las sós em seus leitos, e até bater nelas. Não se legou ao homem maior calamidade que a mulher."

Alcorão (livro sagrado dos muçulmanos, escrito por Maomé no século VI, sob inspiração divina)

 

"Para a boa ordem da família humana, uns terão que ser governados por outros mais sábios que aqueles; daí a mulher, mais fraca quanto ao vigor da alma e força corporal, estar sujeita por natureza ao homem, em quem a razão predomina."

São Tomás de Aquino (italiano, um dos maiores teólogos católicos da humanidade, século XIII)

 

"Inimiga da paz, fonte de inquietação, causa de brigas que destroem toda a tranquilidade, a mulher é o próprio diabo."

Petrarca (poeta italiano do Renascimento, século XIV)

 

"O pior adorno que uma mulher pode querer usar é ser sábia."

Lutero (teólogo alemão, reformador protestante, século XVI)

 

"As crianças, os idiotas, os lunáticos e as mulheres não podem e não têm capacidade para efetuar negócios."

Henrique VII (rei da Inglaterra, chefe da Igreja Anglicana, século XVI)

 

"Enquanto houver homens sensatos sobre a terra, as mulheres letradas morrerão solteiras."

Jean-Jacques Rousseau (escritor francês, precursor do Romantismo, um dos mentores da Revolução Francesa, século XVIII)

 

"Todas as mulheres que seduzirem e levarem ao casamento os súditos de Sua Majestade mediante o uso de perfumes, pinturas, dentes postiços, perucas e recheio nos quadris, incorrem em delito de bruxaria e o casamento fica automaticamente anulado."

Constituição Nacional Inglesa (lei do século XVIII)

 

"A mulher pode ser educada, mas sua mente não é adequada às ciências mais elevadas, à filosofia e algumas das artes."

Friederich Hegel (filósofo e historiador alemão do século XIX)"


"Quando um homem for repreendido em público por uma mulher, cabe-lhe o direito de derrubá-la com um soco, desferir-lhe um pontapé e partir-lhe o nariz para que assim, desfigurada, não se deixe ver, envergonhada de sua face. E é bem merecido, por dirigir-se ao homem com maldade de linguajar ousado."

Le Ménagier de Paris (Tratado de conduta moral e costumes da França, século XIV)"

 

 


Dizem alguns: isso foi no passado... Ai sim? Então pasmem...

 

Casamento de divorciadas é uma praga social."

Papa Bento XVI

"...alastra-se as feridas dos divórcios e das uniões livres."

Papa Bento XVI

"O ministério sacerdotal do Senhor é, como sabemos, reservado aos homens."

Papa Bento XVI

"...não se poderá oferecer mais espaço, mais posições de responsabilidade às mulheres."

Papa Bento XVI

 

publicado às 15:14


O sonho...Oxalá se cumpra!

por R.Cheiros, em 11.02.09

O sonho comanda a vida, dizem...

Uma coisa é certa todos nós sonhamos!
A dormir ou acordados ... Mas nem todos têm a capacidade  de sonhar acordados ,já a  dormir é uma experiencia que todos vamos tendo,apesar de muitas vezes não nos lembrarmos dos sonhos.


"Freud" parece que foi um dos grandes pesquisadores sobre sonhos e tinha um um conceito muito próprio: Quando a pessoa dorme a mente adormece e o subconsciente desperta. E quando acordamos,da-se a troca a mente acorda e a subconsciente adormece. Também concluiu que durante o sonho todos os nossos desejos frustrados, emoções, pensamentos que não foram liberados durante o dia são libertados pelo inconsciente. Isso é que é são os sonhos segundo Freud.

 

Qual será a causa dos sonhos? E Porque é que temos por vezes sonhos tão estranhos?
Eu tenho tido  sonhos estranhos... 

Ultimamente tenho alguns sonhos que se repetem, nem todos com a mesma clareza mas todos eles incluem os mesmos personagens.. (crianças)
Mas este ultimo, parecia tão real... Parecia um recado..Com palavras e imagens, acção e confesso que gostei. Ponho-me aqui a divagar qual será a causa deste sonho..? serão  ciclos de vida desejos do inconsciente?


O “lugar” era a minha casa, sim conhecia-o bem...

Eu estava na cozinha a fazer um bolo de chocolate.. (detesto chocolate) e mexia e remexia em pacotes de farinha e açúcar e sobre a mesa estava uma forma e mais algumas coisas, não deu para definir bem o que era. Eu estava com mais uns 5 anos, a ficar "entradota"

 

A saltitar a minha volta estava uma criança linda, uma menina :) com o cabelo apanhado em dois totós e de bibe quadriculado azul e branco. Completamente salpicada de farinha e chocolate.

Não aparentava mais de 4 anos, e ela disse-me:

 

- Avô, agora quero ir brincar lá para fora com a Rita!( Rita é a minha gata)

Eu estava  ocupada no meio daquela tralha toda e disse-lhe:

- Amor, pede ao avô, a avó  tem que acabar o teu bolo.

- Sim, ela concordou e lá foi toda saltitante, ainda a ouvi gritar:

- Avôoo

 

Acordei mas fiquei a magicar nisto... E até agora não consigo tirar esse sonho da minha cabeça pareceu-me tão natural..

 

Eu sei que fui mãe muito cedo e sem convencimentos sei que muitas vezes não passo por mãe do meu filho (com vinte anos e já  alguns trocos...) mas...

E eu quero ser avó? Háaa eu adorava!
Não tenho ar de avó mas sei que dava uma avó fantástica, olha eu tão modesta...;)


Sei que foi um sonho, mas há tantos sonhos que se convertem em  realidade. Oxalá este cumpra o destino.

 

publicado às 11:00

Os homens são todos iguais? Claro que não! Uns são farinha de milho, outros de trigo, outros com fermento à mistura...e daí por diante . 

Sim é verdade, na minha opinião os homens não são todos iguais, mas inserem-se em diferentes categorias, porque têm determinadas características.


Estou apenas numa fase inicial deste estudo que, certamente durará toda a minha vida (ainda bem, porque este espécimen é aquele que mais me interessa!). O problema em catalogá-los é que eles apresentam (às vezes) traços, nuances ( e não estou a falar das dos nossos cabelos hehehe) pertencentes a outras categorias. Mas não há-de ser nada.Chegou a hora de retractar cada um deles, vamos ver se concordam comigo:

 

 

Sigam-me nesta árdua tarefa e vejamos se não concordam comigo?! Entre outras categorias por catalogar...temos por exemplo:

 

O Flausino Incurável é bom como o milho, tem uma data de namoradas, porque está consciente do seu feitiço sobre nós e trabalha com o seu charme 24h por dia, inclusive fins de semana e feriados. Anda abertamente no engate, mas também quem lhe pode levar a mal com aquele caparrão, olhar felino e dengoso, todo bem vestidinho e cheiroso? Uepá (como canta o Ricky Martin na "Maria"(canção). Ele é assim tipo Forte, Doce, Charmoso ( ou eram outros adjectivos??). Bom só sei que desta vez não estou a falar do vinho!! Conhecem este anúncio, que nos quer pôr a beber vinho nacional? Pois é, mas eu até que não sou grande apreciadora de vinhos, sou antes uma apreciadora de homens e aquele do cartaz... Mham é uma delicia, não concordam comigo, agora que namorados, noivos, maridos e afins, não nos ouvem? Ora adiante...


O Sonso é aquele que de aspecto não está mal de todo, uma mistura de bétinho e pãozinho sem sal, que parece que não mata uma mosca, porque faz tudo pela calada, mas se for preciso até de insecticida anda! No entanto como não é assim nada de tão especial, não tem tanto sucesso connosco, como gostaria de ter, às vezes é inofensivo. Porém como há gostos para tudo, há que ter cuidado, rédea curta, porque é do tipo a "Ocasião faz o Ladrão".


O-Homem-De-Uma-Mulher-Só - este é que é bom para uma relação duradoura. Não se deixa arrebatar por paixonetas, é sério, tem princípios e não deita tudo a perder por uma noite bem passada, é um pai e marido extremoso, pode não falar muito dos seus sentimentos, mas mostra-os, porque nos ama. Gosto deste! Acho-o um homem e pêras! Pêras? Ah, ok, é a expressão.


O Lobo Solitário, por sua vez anda só, é uma velha raposa que nunca ninguém conseguiu apanhar, está só por opção, vai tendo umas relações, mais curtas ou mais compridas, mas coisas muito sérias dão-lhe dor de cabeça e não valem a pena. Dizer adeus é mais simples, pode continuar a vaguear pela floresta e conhecer quem lhe interessa, sem cobranças. É selvagem e já viveu tempo demais sozinho para poder partilhar o seu espaço e tempo com outra pessoa. Já conheceu mulheres demais para ir além de um entusiasmo leve, um arrebatamento suave, motivado por Algo-Que-Bem-Nós-Sabemos-O-Quê.


O Sou-Casado-Mas-Nego-Tudo é um tolinho, casou, teve filhos porque queria ter a sua continuidade, mas em vez de respeitar a sua mulher e mãe dos seus filhos, nada disso. Ele é muito homem e para isso, tem de ter muitas mulheres (se conseguir) e é com elas que pode ser kinky na cama. A mulher nem pensar!! Afinal ela podia achá-lo estranho. Ou não usa aliança ou guarda-a quando sai. Sai com a matilha cúmplice de colegas desesperados como ele e acham que uma mulher (que não a mulher deles) é sempre melhor. Adoram a novidade e mentem com os dentes todos (e mais tivessem, mais mentiam), que não são casados. Cá agora, ainda não encontraram a mulher perfeita, que poderá sempre ser a potencial conquista! Ás vezes são apanhados por gafes básicas como a marca da aliança! Básicos amadores!!


O Extrovertido
é aquele tipo meio pachorrento em relação à vida, não porque seja mole, mas porque não se está muito por chatear, vai fazendo o que tem de fazer. Pode ser ambicioso, ou não, mas definitivamente não tem tendência para estar triste. Está sempre bem disposto e faz-nos rir, mesmo quando pensamos que não estamos para aí viradas, é bom estar com ele, porque nunca é um tédio. Vê a vida de uma vida tão positiva, que é constagiante a alegria que transborda. Alegria pela companhia (nós) e pela vida.


O Sou-Muita-Mau-e-Faço-Das-Mulheres-O-Que-Quero
é do piorio, acho-o horrível, não o queria nem dado, nem que viesse coberto de ouro e diamantes (disse diamantes? Ai, ai, enfim teria de renunciar a estas belas pedras). Este é o machão, o Não-Faço-Nada-Em-Casa-Porque-me-Pode-Cair-Qualquer-Membro-Do-Corpo. Aliás todas as actividades inerentes ao lar e crianças são responsabilidade da mulher submissa que tem. É, infelizmente é mesmo assim, ela faz tudo o que ele quer, ou porque não tem arcaboiço para sair da situação, ou porque não é independente. E ele sabe disso, o Rei e Senhor manda e desmanda, todas as decisões e ordens vêm em decreto lei da sua cabeça e como punição, uma ocasional chapada ou murro, pontapé e afins estão em vigor. Degradante e terrível. Do tempo da idade da pedra, mas o que é uma verdade é que ainda existe.


O Dependente
tanto pode ser uma doçura que nos faz todas as vontades, como uma melga pegajosa que não descola (tipo aqueles caramelos espanhóis que são tão docinhos, mas que para sair dos dentes é uma trabalheira, sabem quais são?). Leva-nos, até a fazer umas quantas caretas bem estranhas. Estão a ver mais ou menos, não é? Estava eu a dizer que, este tipo até é interessante, mas temos que o espicaçar um pouco para dar luta. É tipo aqui me que queres aqui me tens. Para quem gosta de controlar é bom, mas a chatice é que, às vezes não nos apetece decidir, apetece-nos largar as rédeas um pouco e deixarmo-nos levar e ele é dependente demais para fazer isso. Precisa de muito amor e carinho e definha, morre de saudades quando lá não estamos. O que me agrada bastante é que nós somos o centro das suas atenções e a sua prioridade, o que nos dia de hoje não é nada mau.


O Traumatizado, cá para mim é uma seca. Porquê? Sabem aquele tipo que está connosco e de repente faz uma alusão ao seu primeiro amor ou a uma que o marcou (e geralmente magoou...bem feita!), faz comparações, refere lugares... tudo tem uma ligação à respectiva. Quando finalmente, esquece a outra, após termos engolido muitos sapos (Salve Seja!), não é que tem o desplante de agir de uma maneira mais fria e premeditada connosco? Já aprendeu a lição e não quer cometer os mesmos erros, diz com convicção ( e nós aqui a chuchar no dedo novamente, haja paciência). É, lá seca! Precisa disto e daquilo e... nós que nos lixemos! Bah! Se fosse àquela parte, perdoem-me a franqueza!


Bom, mas o tema continua na parte 2 deste artigo. A saga de "Os homens são todos Farinha do Mesmo Saco?" desenrolar-se-á na descrição dos espécies que faltam e também naquilo que eu acho que todos têm em comum, para além da parte anatómica, claro!!!


Até lá, digam qualquer coisinha (façam sugestões) e sobretudo tenham um dia feliz!

Este texto foi escrito pela (fati_diogo)e não resisto porque está muito engraçado..

E o meu tempo não anda lá essas coisas, confesso....

 

publicado às 15:04

Tenho uma amiga que tem dois “putos” gémeos que são uma  delícia. Um deles é completamente obcecado por bolas. Então, o Dinis quando sai de casa despede-se sempre da bola com: Adeus bolinha até logo e no regresso o procedimento é o mesmo: Olá bolinha tá boa,tá..??
Tenho dias que me sinto assim, uma verdadeira criança, acordo e sinto-me uma miúda pequena, mas à medida que me aproximo do espelho é que começo a perceber a diferença, pequena continuo a ser mas miúda foi chão que já deu uvas.
É a minha parte de criança que hoje lhe apetece dizer : Olá blogue ..:)
 
E é assim... Hoje é segunda feira e cá estou eu de volta à minha vidinha., estouradinha, mas com a mente desocupada…e com um “belo” de um sorriso na cara…
Adoro o que faço
Às vezes apetece-me chutar tudo para o alto e mudar o rumo da minha vida. Mas depois quando estou, como hoje, de regresso ao meu “mundo” sinto que é isto que quero fazer que sei fazer e que gosto de fazer. As partes chatas vem depois..eu aguardo.
 
Não vale a pena negá-lo. Sou uma apaixonada por este  país Estão cá todas as pessoas que gosto, todas as sensações, cheiros e até os paladares...
Mas não é só isso. Gosto de Portugal e quanto mais vejo mais farta fico dos discursos miserabilista e imbecis que temos e que fazemos e, em que algumas vezes, também eu alinho. As pessoas tendem a não querer ver o óbvio. E arranjam desculpas para o que lhes vai acontecendo sem se questionarem se a culpa não é também em parte delas próprias. Nós somos fantásticos só nos falta um bocadinho ................assim de atitude.
Continuo a achar que os “outros”tem o dom de se gostarem, ( somos bons, somos mesmo do melhor..) mesmo com todas as falha, que lá isso todos tem ... mas a atitude é diferente.
 
Cowboys, petróleo, gado, desertos praias de mar, pequenas e   grandes cidades. Houston, Dallas, Austin, S.Antonio é uma cidade tipicamente virada para o turismo mas eu gosto S. Marcos onde ainda se fazem nas ruas reproduções dos tempos do faroeste  até  simular  assaltos a bancos.
 
Quem diria que esta terra de cowboys esta cada vez mais moderna:)
Em cinco anos upa upa...embora existam coisa que se mantêm. O melhor sitio para tomar uma cervejinha ainda é o “Celis Brewery” em Forbes Drive
No  Cedar Park uma aventura bem gira é  andar de  locomotiva a lembrar o velho oeste uma boleia na historia..  atravessar  a famosa ponte de madeira do filme "O Newton Boys." com aquele bonitinho ,o Matthew McConaughey, não sei se alguém se lembra ...De lá, o percurso segue , através  cidade de Liberty Hill e sobe para o Hill Country.

 

Também a  40km do centro de Houston, toda a gente se pode sentir astronauta por um dia, pagando claro..e  passear pelo espaço por algumas horas . "Space City".
 É onde todos os homens sem excepção se sentem umas "crianças" realizadas. No Johnson Space Center, unidade da Nasa (agência espacial norte-americana).  é aberto ao publico se não estou em erro desde 1992. O centro espacial é hoje a maior atracão de Houston. É uma espécie de Disneylândia  das viagens espaciais.   Tem  um parque temático "científico" com jogos e simuladores de voos projectado pela Walt Disney Imagineering. É um mundo de 18 mil metros quadrados que vale muito a pena visitar.
A entrada  inclui um museu a visita ao centro de controle dos voos do projecto Apollo, que levou o homem à Lua pela primeira vez, e aulas sobre o treino  dos astronautas e pesquisas espaciais.

 

A duas horas de carro mais coisa menos coisa S.Antonio tem o  Stock Show & Rodeio. Ai sim é que se faz o gostinho ao pé...Para quem gosta de música country. Além das apresentações de rodeio que é bem divertido , há... até teve uma espécie de  "Willie Nelson", mas para melhor  diga-se de passagem.
Outra coisa que adoro é dançar! E aquilo convida mesmo a um pezinho de dança.
Muitos hispânicos, muitos mesmo.

Polaca..? Mas que raio, porque logo polaca? Ainda estou para descobrir:) E quieres bailar?então não quero... Claro que quero...

 

Carne muita carne...bacon,tudo com nome de "big"... cachorros quentes com fartura  coca cola ... muito pouco originais.  ...existe à venda quase em cada esquina. Engorda que se farta mas são  óptimos. E também acabei de descobrir que já dificilmente aparecerei nas capas da playboy , portanto... 
Acho que estou com dois os três quilitos a mais, e parece que não, mas já cá cantam mais de 40...ou seja quarenta e uns trocos.
 E tem os melhores espargos que já comi em toda a minha vida.

 

Dallas uma cidade moderna e muito bonita e extremamente limpa. As pessoas são do mais simpático que já vi faz-me sempre lembrar uma serie  que dava na Tv. há muitos anos atrás..."Dallas"

Dallas, Houston e muitos arredores mas nada de ver o ranger do Texas o tal do Chuck Norris o herói dos heróis:)

 

 Decididamente sou um desastre é a “fazer” malas para viajar. A dificuldade que eu tenho para organizar a meia dúzia de trapos que devo por na mala para 4 ou 5 dias não lembra a ninguém, quando acabo o quarto parece uma bancada da feira de Carcavelos ao final do dia.
Que raio, mas também como é que eu vou saber o que me apetece vestir no domingo à noite ou na segunda ou na quarta-feira, se estou a fazer a mala na sexta-feira? Sei lá se quero estar poderosa, ou se assim-assim…bem assim-assim ninguém quer estar e eu muito menos. Mas como é que sei se me apetece vestir umas calças de ganga e uma bela de uma t-shirt com uma camisa xadrez, ou um vestido simpático? E como é que sei se está fresco ou se pelo contrario a noite até está amena…Pelo sim, pelo não…o melhor é fazer como de costume e levar algumas (muitas) peças a mais….
Não há nada a fazer, acho que qualquer mulher tem dificuldade em fazer as malas. Mas como também costumo dizer mais vale sobrar do que faltar..
 
Sou inconstante. Admito. Só estou bem onde não estou parece a letra do António variações...
 
Mas sem duvida que o melhorzinho que isto tem é rever os amigos e a família,  por a conversa em dia , matar saudades.

Depois, não vejo a hora de me vir embora.. as ultimas horas para dizer adeus parece que não tem fim... (eu que  morro de medo de aviões) .


As partes repetitivas..  as discussões do início: Não queres levar também a casa?

E as do regresso, é matemático: Quero ver onde é que vai meter tanta tralha... É sempre briga de criar bicho.

Ok, admito sou uma consumista assumida e gosto deste  jogo  da procura desenfreada por algo.. diferente, souvenirs:) botas chapéu e cintos desta vez.
Sou inconstante , consumista e brigo, mas sou” feliz” assim. 
Ou como costumo dizer que vivo os meus momentos felizes.

E é aí que encontro o meu equilíbrio, aquele que os ditos certinhos nunca hão-de perceber. Digo eu...:)
Back...
Balanço da semana...
Ai, ai...

 

publicado às 08:35


Mimo "O tio Óscar "

por R.Cheiros, em 07.02.09

Existe lá coisa melhor do que receber um mimo?
Hum… é de boas vindas? Olha também se não for passa a ser!
Existem duas versões para o nome Óscar nesta estatueta dourada.
Uma é que uma secretaria de um estúdio em Hollywood (Margareth Herrick) olhou para a estatueta em 1931 e disse: "Parece meu tio Óscar"

A outra que a actriz Bette Davis  dizia sempre que via a estatueta, na altura com o nome de (Prémio de Mérito da Academia) lhe lembrava o marido   Harmon Óscar Nelson.
Uma coisa é certa, nos "Esteites" vestem-se a rigor com jóias do melhor e até se “matam “por o pobre do tio Óscar. 

E nós aqui …Pimba, oferecemos o premio e com muito menos caganças.
Obrigada há Mel é uma amiga:)


Este blogue é maneiro.. Há pois é eu também acho!
E o que me diverte escrever aqui estas patacoadas..:)

 

 

E os proximos  vencedores deste mimo (Óscar) são...

novinha em folha

O Gato

Infiel

Todos por motivos diferente que agora não me apetece explicar.

 

 

 

publicado às 20:58

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds