Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Eles e nós... Aventuras de cama e cueca

por R.Cheiros, em 31.10.08

 Elas;
 Gostam de dar nas vistas, coquetes utilizam gestos e expressões chamativas sabem que tem ali mesmo uma plateia pronta a absorver tudo ao mais pequeno pormenor.
Eles;
 Exageradamente “machos” " Indiana Jones" de muitas histórias e aventuras.
Apetitosos enredos com muitos detalhes empregues na narrativa. Não me surpreende nem um bocadinho que aquelas à cerca da infidelidade, masculina e feminina, sejam as que tem mais ouvintes atentos... mas sobre as mulheres  chegam ao ponto do delírio..


Ontem passei ali pela Luísa que é a "gaja" que me trata da farta cabeleira que eu da aparência não descuido, lá no San J... até me custa a dizer o nome do “instituto de beleza” sim porque com estas modernices já não se vai ao cabeleireiro vai-se ao instituto de beleza, chique não é?

 Para me dar aqui um toque no cabelo que não está curto nem comprido e convêm ir aparando. E já agora dar um retoque na cor. E não, não é para o pintar, é mesmo só retocar que o meu cabelo preto já tem uns brancos que teimosamente teimam em aparecer e de vez em quando precisa de ser retocado!

Porque aqui entre nós, não sei de onde vem esta ideia mas que ela existe existe. Uma mulher com cabelos brancos quase sempre é apontada como velha...   Um homem é grisalho e só lhe fica bem!
Ela coitada  a (Luísa) até é uma tipa porreira mas não deve gostar muito de me ver por lá porque acha que sou uma stressada cheia de pressa. Logo eu que  até me considero uma das mulheres mais pacientes do planeta. Também vocês digam-me cá quem é que hoje em dia tem pachorra para perder tempo no cabeleireiro? Mas ontem...Agora  que aquilo é unissexo nem vos digo nem vos conto… passa-se lá cada filme que mais parece comédia.

 

Histórias é a melhor categoria para enquadrar o género de conversa que por lá se vai desenrolando. Os homens de modo geral, têm o condão de fazer autênticos milagres da multiplicação dos “pãezinhos” quando toca a enumerar as aventuras amorosas e os casos escaldantes que tiveram ao longo da sua vida. Quando começam é um pulinho até se elevarem ao grau do extremo .

Mas nós mulheres estamos a começar a ser tão ou mais desenvoltas na arte de meter agua..


Mas se eu pensar bem, também o que seria dessas histórias sem o exagero de quem as conta?Tinha alguma graça sem o pormenor íntimos e as performances levadas ao exagero destes bons machos latinos?
Mas os homens são uns grandes gabarolas, alguém tem duvidas?

Mas são bem piores quando tem uma plateia de mulheres atentas.
Mentes retorcidas é o que é… e não me isento a mim própria de sofrer desse mal porque eu bem sei os filmes que faço na minha própria cabecinha quando alguém se estica desta maneira. 

Dizem que as mulheres complicam demais aquilo que é simples....Que  nem sempre as historias têm segundo sentido...E que  nem sempre existe qualquer coisa nas entrelinhas. As vezes o que se diz é real, não havendo mentira, nem segundas intenções,ok  pois está bem...mas aqui não me parece nada..

 

As tantas, já nada fica igual porque quando os devaneios atingiram certas alturas a gente já nem se lembra do ponto de partida já não bate a bota coma perdigota...portanto a coisa é mais ou menos a olhómetro depende da atenção da plateia...mas também como o tempo felizmente vai passando, o resto do pessoal também já não se lembra das coisas e prontos. O pior é mesmo aqueles que se lembram de tudinho porque estão atentos..( era o meu caso)


Sim, porque lá estava eu... atenta, não como protagonista porque a minha vontade  de rir era tanta como o meu ar incrédulo, estava sim  como ouvinte. Fazia parte de um público que se encontrava sentada na  plateia que entrara sem pagar bilhete .

Deliciava-me  a tentar adivinhar qual das histórias seria a mais verdadeira, ou qual dos contadores destas histórias de sexo, cama e cueca   estaria a mentir mais. ..
Alturas houve até que senti que já tinha chegado ao fim mas afinal parece que ainda me falta um bocadinho.

 

(P... )é a tua vez, queres primeiro o cabelo ou a depilação? E é completa ou... Xiu... Esta mulher passa-se... não querem lá ver que me quer tornar personagem de alguma historia... E lá estava eu com todos aqueles olhares de "gozo " apontados na minha direcção...como à espera a minha resposta... Eu um dia mato aquela fulana.


 Já sentada e com a cabeça enfiada na água e champô, lá fui imaginando mentalmente cada uma das histórias tentar de forma racional coloca-las por ordem  que me auxiliassem a avaliar a veracidade do que ouvia e cheguei a uma conclusão.
Contabilizando o total de mulheres alvo dos engates ,e  atendendo às pessoas que eram os contadores, diria eu com mais verdade, que depois de baralhado e voltando a dar, e levando em conta que alguma das histórias tenha sido verdadeira, na melhor das hipóteses  os caçadores  tenham sido os caçados.


Mas que imaginação....As histórias eram muito fantasiosas mas os homens quando toca a falar das suas conquistas, tem destes momentos mágicos de" iluminados" que desponta violentamente nas suas mentes e que facilmente se tornam realidade.

Claro que as mulheres também tem as suas.. Mas os homens esticam-se um bocadito,não acham?
Mas elas estavam como ouvintes talvez tão deliciadas como eu com os pormenores..Porque isto de sexo, aventuras, cama e cueca Sempre nos espicaça a imaginação, é ou não é?

 

Estes são os verdadeiros mestres na arte de bem viver...

Se alguns homens soubessem que ficar de boca calada as vezes compensa, valoriza-os muito mais;)
A mulher povoa realmente o imaginário das conversas masculinas.
No final, ao olhar para os contadores de histórias, todos eles com o ar mais convicto do mundo pensei, quando acabassem o relato o sonho acabava e a realidade podia ser bem dura:)

Porque é que certos homens teimam em contar as suas aventuras de cama  e cueca?

Eu sempre ouvi dizer que homem que é homem come e cala... Não é verdade?


 As nossas histórias "intimas" sim porque todos as temos.. Devem ser guardadas. A experiência a mim ensinou-me a calar.., Aliás, estas histórias só têm piada quando só as ouvimos a nossa cabeça. E recordamos.:)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:59


Lá teve que ser...

por R.Cheiros, em 30.10.08

 

 A Isabel "  coisasdocoracao "  resolveu amavelmente ,porque é muito minha amiga e sabe que "adoro"... desafiar-me para mais um interessante para não dizer interessantíssimo desafio.  Eu nunca digo que não a uma amiga.

Então é assim:

 

- Colocar uma foto individual sua (pois eu sua não tenho  portanto vai mesmo uma minha).

 

Foto: Ver aqui: Eu

 

- Escolher uma banda/artista (Jorge Palma)

 

- Responder SOMENTE com TÍTULOS das canções da banda / artista escolhido anteriormente;

- Escolher 4 pessoas para que façam o desafio, sem esquecer de avisá-los; 

 

1) És homem ou mulher?
Disse Fêmea
Diz-me Tu Maril
Eu Sei Lá
Essa Miúda

 

2) Descreva-se:
Gosto de brincar com o fogo
Jeremias O Fora Da Lei
Optimista céptico
Voo Nocturno

 

3)O que as pessoas acham de ti?
Quem és tu, de novo
Eles Já Estão Fartos
Cara d'Anjo Mau
Dizem Que Não Sabiam Quem Era

 

4) Como descreves o teu último relacionamento:
 Encosta-te a Mim
 Eternamente Tu
 Finalmente a Sós
 Lobo Malvado

 

5) Descreve o estado actual da tua relação com o teu namorado ou pretendente:
Na Terra dos Sonhos
O Meu Amôr Existe
Quando a Gente Lá Chegar
Só Mais Uma História
 

 


6) Onde querias estar agora?
 Viagem
 Lado Errado da Noite
Bairro do amor
 Atrás dos Tempos 

 

 7) O que pensas a respeito do amor?
 Imaginação
Meu Amor (Agora Não Fiques Para Aí a Dormir)
Dormia Tão Sossegada
Deixem Voar Este Sonho

 
8) Como é a tua vida?

 Eu Estou Bebem
 Viagem na palma da mão
 Pecado (do) capital
Olá (Cá estamos Nós Outra Vez)

 
9) O que pedirias se pudesses ter só um desejo?

 Tudo Bem (Os Morangos Estão Lá)
Dá-me Lume  
 

 

10) Escreve uma frase sábia: 
    Deixa-me Rir

 
Espero ter conrrespondido as espectaivas
 
Mudo as regras e não passo a ninguém mas se alguém se sentir tentado faça favor... É todo vosso.
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:12


Tranquilidades, estranhamente calma!!

por R.Cheiros, em 30.10.08

Hoje o dia amanheceu calmo, chuvoso e tranquilo.
A chuva batia na janela do meu quarto enrosquei-me um pouco mais nos lençóis. Eu gosto de me levantar cedo, mas hoje... Espreguicei-me uma duas vezes mas  a vontade de me levantar era pouca ou nenhuma.
Não me conseguia levantar da cama, parecia que alguma coisa me prendia e eu aproveitei  cada bocadinho ao mesmo tempo que o meu corpo se enroscava no lençol solto e nas lembranças.
Nas manhãs de chuva gosto de fazer ronha na cama aproveitar todos os minutinhos. Nunca vos aconteceu?
O pensamento voar para longe e parece que fazermos um pequeno filme da nossa vida? A preguiça  consome-me.!!
Atire a primeira pedra, quem nunca  sentiu saudades.
A vida não nos poupa, exerce todos os papéis... Assim, como o tempo, apenas cobre de dores e alegrias, segue seu rumo de ser tempo, tempo para ter, conquistar, amar, conhecer pessoas, recordar e sentir saudades.
Cada pessoa o sente à sua maneira, com a sua própria intensidade e com suas próprias verdades....
Mas hoje, assaltou-me esse fantástico sentimento tão português que tantos nos caracteriza.
Saudades do tudo o que já  vivi, saudades de amigos distantes, saudades de conversas e de lugares
A saudade que devemos cultivar é um sentimento suave que invade o coração e traz à lembrança aquelas pessoas que amamos, acontecimentos felizes e belos lugares.
Sim, a  saudade pode não entristece o coração de quem sente, podem ser lembranças agradáveis.
Saudade das frases que sempre dizia, de momentos, dos amigos, da convivência, das brincadeiras...
Saudades dos meus pais...
Saudades daquela criança que já só existe na minha memoria..
Saudades de mim

Eu tenho diversas saudades!!
É fantástica a variedade de coisas que podemos fazer na cama ,já pensaram nisso ??
Dormir, sonhar, ler, planear, desfrutar, sexo, ordenar, amor, executar e ate sentir saudades!!
“Hoje não te levantas??”
Alguém me chama... é hora de voltar a realidade.
 (o meu mais que tudo as vezes é tão oportuno..)
O estupor do despertador não se cala!!

Hoje acordei estranhamente calma..
 

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:51

 

Ai a minha vida tem sido uma coisa estranha, sem tempo nem energia. Ele é a crise o pessimismo geral desconfiança no futuro. Que nem sei bem como ainda estou lúcida o suficiente para estar aqui a estas horas indecentes a pensar em temas que não são inteligentes nem tem nada de urgente.
A culpa não é minha, não é não. A culpa é de quem me faz perguntas ... E depois fico a pensar no assunto.
Eu não sei como é com vocês, mas eu escrevo aqui no "Cheiros" situações com que me vou deparando ou sobre assuntos que normalmente vem à baila em conversa com amigos.
A verdade verdadinha é que também se fantasia um bocado..mas ninguém tem nada com isso eu escrevo como gosto e o que me dá na real gana. .
 

- Então mulher o que é que se passa contigo?
- Gripe... Estou com uma constipação que nem te conto!
- É só isso?
- O trabalho, é muito e também não esta a correr muito bem!
Momentos depois...
- Estou um pouco cansada e saturada de tudo... Sinto-me presa tenho momentos que me falta o ar.

 

("A vez apetece-me criar uma ilusão para me afastar da monotonia da realidade..a monotonia não se evita ou nem sempre se consegue como se diz por ai...Acho que tenho tudo, uma vida quase "perfeita"  mas por  vezes  entro em crise... Sinto que não acontece nada..., que a minha vida é uma grande monotonia, embora seja bem agitada e sempre acontecem coisas novas.
É tão agradável e tão excitante criar uma ilusão, vive-la, fazer planos entusiastas mas vive-los...

O meu "mais que tudo" diz-me que sou louca quando o envolvo nestas coisas..
Mas é muito bom por momentos esquecer a realidade como é, sim porque sonhar faz falta.. E mesmo sabendo que depois de criada esta grande ilusão temos que voltar a dura realidade.. Mesmo assim o momento em que ela existe e dura é tão excitante e electrizante que acreditem vale a pena.

Outras vezes sinto que preciso de espaço, o meu espaço... Porque não me venham com tretas que amor é viver e respirar o ar do companheiro/a dia após dia após dia... No amor é bom ter saudades ..( o diabo é que o meu não me deixa tê-las) É bom desejar... O que é de mais também pode saturar. Não somos siameses.
Amo o meu "mais que tudo", nem ponho isso em causa. Mas já tive dias que me apeteceu rifa-lo...

Ó pá mas com a sorte que tenho de certeza que a rifa ia saia à casa.")


- Bem me parecia que era mais alguma coisa...
- O meu "mais que tudo" estava aqui e não me sentia muito a vontade para alongar a conversa
- Aposto que quis saber quem é essa amiga de longe com quem tanto falas
- Não, nada disso.. Não faz perguntas. O meu telemóvel não se cala ... Constantemente recebo telefonemas de trabalho, se perguntar cada vez que ele toca não faz outra coisa.
- Há, o teu é daqueles que não faz perguntas e confia?


Fiquei a pensar nisso...ciúmes,confiança, amor de mais ou de menos.

Falar de ciúme é complexo e até polémico..se perguntar a 10 pessoas diferentes aposto que vou ter 10 respostas diferentes do que é o ciúme e como o entendem..uns dizem que o ciúme é prova de amor, outros que é o sal de uma relação, há quem diga que o ciúme é próprio do amor, que quem ama cuida. Outros, porém, afirmam que ele é o veneno do amor. Eu, particularmente, diria que depende da dose!

A falta de ciúme é falta de amor e interesse? Não eu não acredito!
O meu "mais que tudo" não tem ciúmes, ou pelos menos se tem guarda-os bem guardados e nunca os percebi... Bom também não é difícil porque eu sou feia como uma noite de tempestade quando troveja...Sim, eu sei que no dia que deus deu a beleza eu tinha tirado férias.


Amar um ser humano é uma das coisas mais difíceis do mundo, porque no momento em que começamos a sentir e demonstrar amor esse “amor” “pessoa “ torna-se  um “objecto” de posse.

Ai não..?

Então vejamos... O meu namorado/a o meu marido/mulher a meu amante.. E por ai fora é meu...
Tornamo-nos dependentes dele ou dela. Podemos ser pressionados  psicologicamente, sem querer ou saber e ninguém quer ser um escravo. Mas todos os seus relacionamentos humanos acabam salvo raras excepções por serem  uma escravidão.( pode haver quem goste, eu não,não me parece saudavel.)
Ok, posso estar a ser racional de mais e a ver as coisa só por um anglo mas de modo geral os relacionamentos afectivos entre humanos são isto mesmo uma escravidão.


- Estas precisar de umas féria sozinha.
- Sozinha? Estas a gozar há anos que tiramos férias juntos imagina eu sozinha...


É aqui que entra a escravidão nos relacionamentos.
Se eu quiser ir de férias sozinha posso ir que ninguém me pode impedir mas afectivamente e psicologicamente não me sinto preparada para o fazer. Porque? Não claro que não é por ciúmes, mas fico a pensar o que é que o meu "mais que tudo" fica a fazer..

Não é que não confie nele, também não é isso... Mas isto com os homens nunca fiando... É preciso um olho no burro outro no cigano...
Não sou nada ciumenta.  o meu "mais que tudo"  nunca foi nenhum deus, mas até que era bem apanhado e ainda está bem  jeitoso.

 

 Mas para mim o ciúme é uma coisa de homem ou mulher que pensa que o companheiro/a é uma posse territorial deles. E esta sempre com medo que esse território possa ser conquistado pelo inimigo . O homem então só pensa em matar.... Têm que concordar comigo que os gajos matam facilmente, é orgulho de macho ferido claro! Como é óbvio lá decorre um caso ou outra que uma mulher também mata... Mas normalmente os motivos são outros. O macho se fareja que alguém lhe roubou a fêmea e o gajo tungas! Mata o outro, mata a pobre da mulher como se ela não tivesse voto na matéria, e depois em calhando até se mata a ele para completar o serviço!  o ciúme é tramado.


Claro que para estes magníficos actos   há sempre por parte de quem os pratica razões suficientes, honra ou lá o que é. É o que se chama a esperteza saloia. Ser corno é que não!! Ela/e deixou de gostar e ate lhe disse ... Mas esse facto era completamente irrelevante e como tal em nada iria contribuir para a sua felicidade uma vez que o seu único objectivo era salvar  o orgulho ferido, nem que para isso tivesse que mentir, subornar ou quebrar umas poucas de regras de qualquer código ético que se preze.

 

Eu ainda acredito que quando existe amor e respeito, o diálogo aberto e franco é sempre uma boa saída para desenredar a teia do ciúme e desfazer seus nós, que podem ser reais ou frutos de nossa imaginação.

 
Infelizmente muita gente só percebe a inutilidade do ciúme depois de uns valentes tombos e cabeçadas, ossos partidos e dores mentais: Tarde começam a perceber que esta ilusão do ciúme é uma mera perda de tempo e que ninguém é de ninguém isso é uma falsa ilusão.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:41


Ai...Isto tá mau!

por R.Cheiros, em 28.10.08

O que me custa lidar com certas pessoas!

Se ontem o dia correu mal hoje talvez tenha começado ligeiramente melhor. Mas acho que esta minha missão começava a cheirar a impossível. Não me apetece trabalhar! Descobrisse eu uma fórmula de ganhar dinheiro sem trabalhar...não que queira ser rica, longe disso, duvido que alguém fique rico a trabalhar.
Até porque só existem três maneiras de ser rica : Nascer rica, não nasci. Casar com um tipo cheio de papel.., já perdi essa oportunidade. Esperar o euromilhões mas o diabo é que não jogo.Resta-me trabalhar e não está fácil..

Constipada com uma tosse horrorosa que não me deixa pregar olho a noite inteira nem só um bocadinho! Umas olheiras que parecem que levei um murro em cada olho
Há 3 dias seguido que me anda a doer a cabeça. Começo a ficar desnorteada! Aneurisma, Cefaleia ou  tumor  não deve ser. Alguma coisa a crescer na testa também duvido... Até porque o meu mais que tudo tem amor há vida,há pois é.. Se não ando por ai a bater com ela nas paredes .O que raio será?!
Gripe na certa, foi a brincadeira que fui arranjar a Viseu este fim de semana passado.


 E por falar em Viseu...Era bom que a vida às vezes desse mais voltas às vezes a gente até queria que as coisas mudassem e elas continuam todas na mesma.
Um amigo meu, que por acaso é presidente de uma câmara desses conhecidos que até parecem na TV, bem colocado na vida, daqueles que “cheiram a direita” por tudo o que é poro as tantas no meio de uma acesa conversa  virou-se para mim e disse-me: As mulheres hoje em dia perderam os valores da fé, estão a esquecer-se do seu lugar na sociedade. O objectivo é competir com os homens.

- What???
- Meu caro as gajas hoje em dia tem é mais consciência do seu papel na sociedade e já não vivem de baixo das asas dos homens.
- Gajas ? tu tratas-te a ti mesma por gaja ?”.

(Ai meus deus que lá se foi o verniz...)


O que eu detesto pessoas certinhas e boazinhas... Dá-me nos nervos, juro que dá. Nunca dizem uma asneira, politicamente correctos longos discursos sobre boas maneiras e formas correctas de estar na vida.. E gabarolas, ai o que isso me irrita. Por isso não tenho fé. Eu não tenho fé, e dai??? Alguém tem alguma coisa com isso?

Mas numa terra de beatice é um crime sem fiança.


Eu acho que nesta vida as coisas boas também acontecem. Mas  não acontecem por uma mera questão de sorte beatice ou fé. Muito menos por milagre... Não é que a gente mereça mais do que qualquer outra pessoa. Mas também lá por isso não merecemos menos do que qualquer outra pessoa. Mas é porque lutamos por o que queremos a menos que nos caia no colo de mão beijada...

Merecemos gostar da vida que temos e quantos de nós se podem gabar disso? Sou uma eterna insatisfeita! Da pior espécie que existe e custa-me ver pessoas paradas no tempo a pensar que devemos limitarmos a ser "conformadas"e bem comportadas.


Gaja para mim não é um termo nada depreciativo. E pensando no assunto chego a conclusão que gaja é um termo bem apropriado.
é que bem vistas as coisas não há um termo que me melhor me defina…
Pois não sou menina, porque ninguém chega aos 46 anos a ser menina, mas não sou mulher, naquela acepção da palavra que se costuma ter e que este "repressor" lhe queria dar.
Sou uma mistura de menina e mulher... Sonhadora, irreverente, infantil, refilona, criança, receosa, mimada, lutadora, chorona, risonha, e sedutora quando menos se espera:)


Nos meus tempos de criança  achava que quando se chegava aos trinta se “é gente”. Que a vida está resolvida. Hoje percebo quanto enganada estava…Nos “quarentas” a vida, a minha, é um livro com muitas, muitas  páginas em branco e cada vez vou notando mais isso. Tantas, quiçá, quanto as que preenchi até hoje e cheias de amanhã..
Mas o amanhã pode ser tarde..
Porque será que certas pessoas deixam para manha o que podem fazer hoje?
Eu por exemplo: Ontem pensei em telefonar à minha mãe e fui deixando passar o tempo e só o fiz hoje de manhã, porque..?

Amanhã pode ser tarde de mais...
Amanhã pode ser tarde de mais para dizer amo-te
Amanhã pode ser tarde de mais para te dizer o quanto gosto de ti.
Amanhã... Quem sabe o dia de amanhã?
Amanhã logo se vê...


Hoje apetece-me mandar tudo à (m......) fava.

Quem é que não tem dias assim?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:11


Homem que é homem não chora?

por R.Cheiros, em 27.10.08

 

Ninguém é tão forte que nunca tenha chorado!

 

Xiu,então .. Um homem não chora!
É maçadora e repetitiva esta frase:"os homens nunca choram", até porque isso não é verdade.
Os machos só têm "autorização" para chorar em circunstâncias especiais, sim porque as tem...
Diante de uma catástrofe, como um atentado ou uma guerra. Ai podem, por um acontecimento desportivo, até fica bem. Um grande acontecimento familiar, como o casamento de um filho ou o nascimento do primeiro neto é da praxe e isso é aceito como algo normal, na natureza masculina.

 

Existem machos que tem grandes dificuldades com as lágrimas, mas também a expressar os seus sentimentos e emoções em geral.

Mostrar afectos, temores, compaixão e a ternura são um desafio para aqueles que têm uma emotividade rasa.

Mas que diabo, alguém me explica de onde vem esta idiotice de que um homem não chora?

Já vi homens, mostrarem-se duros, mas perante uma desilusão amorosa, chorarem como bebés.

 

Também conheço alguns que não se lembram de alguma vez ter chorado...

Mas esses (pelo menos é a minha forte convicção) um dia que percam alguém que amam realmente, um filho ou até uma mãe vão seguramente chorar por uma vida inteira...
Os machos choram, à sua maneira, mas choram.

No fundo todos choram, alguns podem é não ter mais lágrimas para derramar.

 

" Os homens não choram porque são o sexo forte". ??

Existe aquela velha máxima de que as mulheres até choram porque partem uma unha!

E os homens..?? Porque choram e quando choram?

 

E não me venham com a velha frase de "Um homem nunca chora", porque nessa já nem eu acredito!

Os homens choram, choram é muito baixinho...

Os homens da minha vida sempre choraram...

 


( Repescado do meu antigo blog)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:28


Se achares que isto é loucura!!!

por R.Cheiros, em 24.10.08

Se achares que isto é loucura, consideres que não sei o que estou a dizer. Se achares que isso é racional, consideres que exponho as  minhas ideias com clareza. Se pensares, que é um misto de devaneio com lucidez, consideras que mostro, traduzo os meus sentimentos, as minhas emoções, usando este “código” que estás a ler agora. A interpretação destas minhas anotações, dependerá exclusivamente do teu ponto de vista e estado psicológico. No final da leitura, pensarás que sou uma criatura perversa, pensarás que sou uma dissimulada, uma sonhadora, uma perturbada, uma feiticeira, uma... Sou apenas carne e osso, sou um alguém que sente o mundo.

 

   Há noites, em que rolo nos meus lençóis procuro respostas para as questões, que nem eu mesma sei quais são. Há dias, em que o lápis corre pelo papel e logo surgem páginas e páginas de suspiros e encantos, sonhos e pesadelos, delírios e realidades. Há tardes em que percorro as ruas e as montras  não me atraem, procuro alimentar o meu ego.  Quase invisível, eu ando pelas ruas  escuras e fundas, deparo-me com aquele mundo real, que as vezes me  assusta e deixa sem fôlego. Cambaleio rapidamente, como se vivesse uma fuga, uma fuga das minhas reais ideias.

 

   Mesmo que o vento sopre  fortemente, continuo a percorrer a estrada da vida. Folheio  livros, procuro  por sinais de minha existência, vendo a luz ali na esquina. A grande luz, que poderia brotar de minha mente e iluminar todo esse trajecto que ainda me resta. Sempre que tropeço, caio. Sempre que caio, levanto. Sempre que levanto, levo a lição da última queda. Sempre que me deito, durmo. Sempre que durmo, sonho. Sempre que sonho, acordo e levo aquele brilho das minhas utopias.

 

   Olho aquelas fotografias, lembranças de um passado que me fez quem sou e ficou lá trás.. Já não uso as mesmas roupas, o mesmo penteado, o mesmo batom. Mas espero o mesmo homem, com o mesmo desejo,a mesma música, a mesma dança. O fogo que queima na lareira, é o mesmo que queima dentro de mim, sempre queimou. Adormeço no sofá antigo, com almofadas de tecido felpudo, sinto o mesmo perfume, ouço a mesma voz, mas muitas vezes permaneço sozinha mesmo acompanhada

 

    Nunca choro. Chorar é admitir fraqueza. Prefiro sorrir, ainda que por vezes não existam motivos lógicos para isso. Costumo rir à toa, costumo recepcionar fantasmas na morada de minha alma ou de meu corpo. Frequentemente, abro as janelas de minha casa, para que o sol da manhã invada e leve um pouco destas minhas loucuras embora. Sempre funciona. Então, sento-me na  minha cadeira preferida, apanho meu diário, que na verdade, não seria bem um diário, mas sim, um caderno para dias lastimáveis, algo parece estar preso em minha garganta e não tenho a possibilidade de falar, por isso começo a escrever. A angústia vai embora, isso sempre funciona.

 

    Respiro profundamente, abro os braços e tento voar. Volto para a minha antiga infância, para aqueles velhos tempos em que matar o tempo, não era pecado.

 

    Vivo nesta nuance, entre eu e eu mesma , entre o sonho, que também os tenho e a realidade.. Vivo o  meu caminho intensamente, consigo fintar a monotonia, Espero-te com o meu melhor sorriso e amo-te incondicionalmente nunca tive duvidas.. para suprir a ausência de mim. Algumas vezes  finjo ser outra, mas para o meu interior só tu sabes o caminho.

 

 

Se achares que isto é loucura!!!

Hoje era o que te diria. 

(Para ti… que não sabes que este blogue existe.)

 

PS: Vai mudar a hora e deve ser isso que me está a afectar os neurónios

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:14

Esta noite tive um sonho... Se te contar não acreditas!

Quem é que nunca disse isto?
Quantos enredos conseguimos nós recriar numa noite de sono? Sítios e pessoas que não conhecemos e com quem nunca nos cruzamos no nosso mundo real fazem parte de um cenário e recriamos cada personagem no nosso imaginário...
Os sonhos são situações criadas pela nossa mente que nos transmitem sentimentos de tristeza ou alegria, dor, amor, desejo sem muita lógica. ( outros tem toda a lógica) Eu acho que o  sonho é uma manifestação criada pela mente inconsciente e consciente e transcende os meros cinco sentidos. Portanto, os sonhos podem, de forma simbólica ter uma linguagem própria, revelar questões de nossa personalidade ou os nossos desejos mais escondidos.

 

O enredo que criamos nos  sonhos nem sempre é muito claro... É como um puzzle onde faltam algumas peças. E se os tentamos descrevemos para alguém, reparamos sempre que faltam pedaços que não nos lembramos muito bem do como aconteceu. lembramo-nos de pequenas passagens....
Existe uma explicação para os sonhos?

Eu acredito que sim, embora não esteja muito certa do que possa ser. ..Mas acredito que está ligado com o nosso dia a dia e com a vivencias que vamos tendo.

Mas como dizia eu, esta noite tive um sonho ou talvez fosse um pesadelo ... O que é certo é que me tirou o sono e eu desisti de tentar entender o que é que podia querer dizer... ( ou talvez saiba).Sonhos são caleidoscópios do imaginário que nos conseguem baralhar..

 

Ontem um pouco antes de me deitar tinha estado a jogar (para não me enjoar com o jogo do Sporting) o jogo dos pinguins...

Acho que toda a gente conhece este jogo, não? O abominável homem das neves (neste caso nós) damos umas traulitadas valentes nos pobres dos pinguins a ver a que distancia conseguem ir...Ou acertamos e eles lá vão todos lampeiros ou caem de focinho no chão.

Pois não sei se foi por tanto esborrachar pinguins ou por outro motivo o jogo continuou no meu sonho...

 

Inconscientemente fiz algumas alterações.
Então um a um vou substituindo os sorrisos idiotas dos pinguins por caras de pessoas que eu conheço. E alguns bem merecem umas traulitadas... Mas já estava  a ficar farta , até que...Ena! Encontrei uma vontade em mim! Vamos   lá continuar o raio do jogo que eu não sou mulher para deixar nada a meio! Comecei por trocar  os pobres dos pinguins por algumas caras que conheço que a meio substitui por políticos...E depois de tê-los todos assim, com cara de "políticos" é que a coisa começou a animar.

 

Mas arma que tinha era uma prancha e pareceu-me pouco.

Se a gente escolhe a arma errada então corremos o risco de não acertamos em político nenhum com a agravante dos que  se ficarem todos a rir de nós porque quisemos tira-lhes  os sorrisos estúpidos da cara e mudar alguma coisa.

 

Já escolhi a minha arma, uma caçadeira de canos serrados.
Como sou justa antes de cada tiro uma perguntinha...
Porque é que cobram IVA as impressas no acto da facturação quando o lógico seria ser cobrado contra recibo? Sem explicação...
Porque diabo existe o pagamento especial por conta? Sem explicação...
Porque carga de água o estado deve aos fornecedores durante dois anos e quando paga não inclui juros? Sem explicação...
Para que diabo serve e para que foram  desenterrar o Decreto-lei Nº18/2008? Sem explicação...

( mais perguntas no próximo sonho) 

E nesta altura do campeonato,  pego portanto  na minha caçadeira de canos serrados e faço pontaria ao alvo, que é como quem diz ao primeiro pinguim ou ao primeiro que me aprece à frente ou à cambada que diz que nos governa..Olho para aquelas caras de sacanas     e pumba! Aqui vai disto e os gajos fica logo todo furado e caem para o lado!  Venha o seguinte..!

 

Freud dizia que os sonhos são a satisfação de desejos reprimidos no inconsciente pessoal.
Existem tantos tipos diferentes de sonhos, as pessoas estudam-nos, tentam entendê-los e dividindo-os em grupos. E nós vamos sonhando e vamos antecipando o seu significado  formulamos julgamentos, uns positivos e outros que até evitamos lembrar.

Os sonhos vêm e da mesma maneira se vão. E normalmente são uma coisa inócua.

Raramente perco o sono ou pouca coisa me tira o sono. Mas confesso que agora acontece muitas vezes, e este sonho pode ser premonitório. Depois  não consigo dormir por mais voltas de dê na cama a melhor solução é inventar o sono. Sou alérgica a qualquer tipo de medicação para dormir. A coisa possivelmente funcionava melhor depois de meia  garrafita de whisky e depois de  tê-la mamado toda iria dormir como uma anjinha..! mas também não bebe portanto estava fora de questão essa ideia de me enfrascar.

 

Os sonhos vêm e da mesma maneira se vão. Vêm provocar imagens e sentimentos. Mas, quando acordamos, e quase sempre, frustrados sem saber o final do sonho ou porque o sonhamos.. Perguntamo-nos ,porque vieram esses sonhos e para onde foram?
Quero lá saber de onde  vêm ou para  para onde vão... Deve  haver um espaço no nosso inconsciente  onde as histórias são montadas, onde os personagens são escolhidos pelo critério da ilusão, do desejo e da vontade....

Na noite anterior também sonhei..! Não me lembro como foi o sonho, mas como tudo é loucura, posso usar também uma linguagem poética e dizer sonhei contigo..:))

 

"Dentro de cada um de nós há um outro que não conhecemos. Ele fala conosco por meio dos sonhos."
(Carl Jung)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:25

Tenho errado muito ao longo da minha vida.

Estranhamente não são raras as vezes que dou por mim parada a pensar nos erros que tenho cometido.
Seja por imaturidade teimosia convicção ou os de aprendizagem dos mais básicos aos obrigatórios todos sem excepção foram uma aprendizagem. Alguns são injustos, não diria traumatizantes mas com um preço demasiado caro.
Não penso neles com tristeza até porque a incapacidade de voltar atrás não me deixa margem para isso. E pergunto-me mesmo se tivesse a oportunidade de fazer tudo de novo se não cometeria os mesmos erros e as mesmas faltas.. Afinal foi tudo isto que me trouxe aqui e fez de mim a pessoa que sou hoje.


O ser humano é na minha opinião uma “obra prima” com muitos defeitos... Um deles é a incapacidade de não poder voltar no tempo... Não poder refazer caminhos redefinir prioridades e avaliar consequencia depois das atitudes tomadas.

A desculpa é sempre tão relativa... Depois de feito e das palavras ditas existem desculpas que apenas vão camuflar o que está feito..
Irrita-me solenemente esta minha incapacidade de ser razoável esta minha imaturidade racional.

A minha maior frustração é guiar-me sempre pelo coração pelos estados de alma e raramente pela razão. E afinal amor, ódio, amizade, paixão, vingança, irracionalidade não mexem como o nosso racional e com o emocional?
Vinte e um gramas é o peso que uma pessoa perde no momento da morte. É o peso da nossa alma dizem... (excelente filme 21 gramas) eu acredito que todos sem excepção tem  alma e (estados de alma) uma coisinha tão leve influencia tanto o comportamento, pelo menos o meu.


Existem erros que não me soam a válidos. Nesta complexidade a que chamamos de vida.
 É certo que já errei muito, é certo que irei errar ainda muito mais, mas também não é menos certo que no meio de tantos erros tenho acertado muitas vezes. E se hoje à distância consigo reconhecer que errei isso faz de mim uma pessoa consideravelmente mais atenta. Só não comete erros quem nunca viveu ou fez "merda" nenhuma na vida ... . Eu não gosto de errar mas também não me assusta, é a única maneira que tenho para aprender a não cometer duas vezes o mesmo erro.


Afinal quem é que nunca errou?
Conseguem imaginar um mundinho sem erros, “perfeito”. Alegria, felicidade, delícias e prazeres. Sem maldade tristeza dor ou morte, sem dúvidas ou perguntas...era uma vida chata sem convicções emoção ou adrenalina, sem futuro... Um mundo de pessoas chatas e frustradas.
São os erros que nos fazem crescer e mudar atitudes e caminhos.

 

Quem diz que não comete erros e se intitula "perfeito" não pode mudar e só os burros não mudam!
Dizem que o grande erro de Noé foi que ele colocou na "arca" apenas dois animais de cada espécie, mas quando chegou a vez dos burros deixou-os entrar a todos....
Errar é próprio do ser humano que nunca cometeu erros é que é um verdadeiro erro da natureza.
Para evitar confusões digo desde já que não considero ser um erro ter errado tanto. O maior erro que eu   poderia cometer na vida era passar por ela   com medo de cometer erros.

 

E afinal o que é o certo e o errado? Qual é o critério de avaliação, é igual para todos?

 

(Lembrei-me dos erros porque hoje não posso errar nas minhas decisões)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:39


Vontades

por R.Cheiros, em 21.10.08

 

Hoje estou naqueles dias em que só me apetece escrever…!!

 

 (Desculpem-me se me excedi)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:15

web counter free

Usuários online

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds