Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Lucida!!

por R.Cheiros, em 21.05.08

 

 

 

 

Quem de nós nunca teve vontade uma vez por outra de gritar, um grito de alma e dizer basta...

Sim, tu que me estas a ler neste momento, nunca te passou pela cabeça mudar tudo??

Nesta sociedade sou mais um número, nada me destaca, contribuições em dia, voto, dever cívico cumprido, tenho casa, carro, família, sou correcta em todos os aspectos.

Na rua sou invisível, não me vês sou igual a toda a gente, nada me diferencia.

Uso o disfarce perfeito, roupas da Zara,Massimo Dutti Lanidor,de uma sociedade consumista e ambulante, igual a milhares de outras pessoas, onde ninguém me pedira justificação ..

Ninguém olha ninguém nos olhos.

Quero tirar o meu disfarce.

Eu sou muito mais do que isto que se vê ..., falta a minha alma, o sorriso, o meu amor, o meu ódio, o meu desprezo, o meu cérebro meu olhar, os meus sonhos..

Sonhos que dificilmente tu consegues ver. É isso que me torna livre, me afasta das tuas rédeas, que pôs o brilho nos meus olhos, que me torna única.

Sou muito mais do que tu queres, ou do que consta no meu BI, sem complexos, fronteiras, barreiras ou limites.

Sozinha no meio de tanta gente...

 


 

publicado às 10:01


Desafio cusco

por R.Cheiros, em 20.05.08

   

 Mais um desafio...A Mel que é uma querida....:))

Lembrou-se de me desafiar a a dizer algumas coisas que goste mas que tenha vergonha de admitir.

Primeiro: Vergonha é roubar e não poder fugir.. Não sou mulher de muitas vergonhas acho que as fui perdendo com a idade.

Mas que é um desafio muito cusco lá isso é.

 

Em casa tenho sempre as luzes todas acesas

Bom... Gosto de ler na casa de banho.

Quando vejo tv ou no cinema mexo constantemente no nariz (sabe-me bem)

Em casa ando sempre com pouca roupa, e durmo nua .

Não tenho chinelos.. Nem um par sempre descalça

Derreto se alguém me mexe na cabeça... É uma coisa que me delicia

Quando estou sozinha em casa ouço música clássica com os meus gatos eles adoram .

Tomar banho nua na ribeira da minha terra. para lembrar: sou da zona da Lousã e a minha aldeia tem 2 habitantes permanentes.

Comer cebola com mel

Jogar playstation com o meu filho ( mas só as vezes)

Por a língua de fora aos putos quando vou de carro ( coisa que irrita o meu marido)

Equipar a rigor para ver os jogos mesmo em casa.

 

Estas são as que posso contar:))

Desafio a quem passar por aqui!!!

 

 

publicado às 16:10


solidão

por R.Cheiros, em 20.05.08

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo...
Isto é carência!
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar...
Isto é saudade!
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes para realinhar os pensamentos...
Isto é equilíbrio!
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente...
Isto é um princípio da natureza!
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
Isto é circunstância!
Solidão é muito mais do que isto...
SOLIDÃO é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma

a:...


 

publicado às 09:20


Falar de amor.

por R.Cheiros, em 19.05.08

 "Quando me dá para falar de amor alguma coisa de pouco católico se passa..."


Dizem que o amor é a linguagem universal, vence todas as barreiras, existe em todas as camadas sociais faixas etárias, credos e religiões.É mais forte que as ondas do mar, chega a todo lado, faz rir e chorar, é alegria na dor, faz sonhar o mais séptico.

E quanto tempo conseguimos estar sem falar de amor..??

Não existe o tempo quando o assunto é amor.

É tão fácil, falar de amor.. O toque que nos desperta pode ser de um filho, de um pai, de uma mãe, de um irmão ou de um amigo, ou da pessoa a quem amamos...

Falamos de amor todos os dias, e com amor.Para falar verdade o amor na minha vida faz todo o sentido não vivo sem estar apaixonada.

Um dos amores da minha vida a é minha família. Eles são os meus "amores" quem eu mais amo e que nunca irei deixar de amar .....

O amor tem assumido inúmeros significados e expressões ao longo da história. Ouvimos falar de amor nos  romances, conhecemos histórias e conhecemos pessoas que se dizem apaixonadas.

Estive a ler sobre isso e o amor não é igual para todos.

Para Freud o amor está presente em toda motivação humana; para Nietzsche o amor faz-se no “eterno retorno“, todo prazer retorna à dor; para Shakespeare todo amor termina em tragédia; para Chaplin o amor é uma das mais belas frustrações…

E para nós....???? Todos  conhecemos pelo menos uma definição de amor,não é? Quer  seja na voz do poeta por uma canção ou por um  filósofo, ele é retratado nos duelos do amor e do ódio .

Mas eu acho que existe um outro tipo de amor... Para cada um de nós existe alguém especial... Que vamos sonhando idealizando, mas será que existe o amor ideal..?

O amor físico paixão, sexo e amor tem que estar ligado ao casamento?

Ou o casamento é uma instituição em ruínas e completamente falida?

Li esta frase que faz todo o sentido: ("Quando os casamentos tinham por base os interesses, eram estáveis e duravam, pois os interesses em geral permanecem. Mas, quando as pessoas começaram a casar-se por amor, estragou-se tudo: porque o amor é por natureza instável e passageiro") Nem sempre uma paixão arrebatada resulta num casamento sólido. O amor pode ser tramado...

O amor é tão subjectivo...

Algumas vezes o amor e a paixão podem  deixar-nos tão cegos que não conseguimos ver o óbvio. Ou seja : Nem sempre conseguirei viver a vida inteira com aquela pessoa por quem nos apaixonámos um dia..

Ou crescemos juntos na mesma direcção ou..Fica na base dos interesses!

Para nós  seres humanos a felicidade é encontrada no desejo daquela figura feminina ou masculina que nos satisfará por completo, representando o fim de todo tédio e angústias; aquela pessoa que nos vai salvar de toda apatia e suprir todas nossas carências. Sonhamos com um amor incondicional, pleno, acima de todas as coisas. De repente, quando menos esperamos, os nossos olhares são atraídos para alguém que nunca tínhamos visto antes, mas pensamos que aquela pessoa não nos parece estranha. Nessa situação experimentamos os batimentos cardíacos acelerarem, alguns suam frio, experimentam o rubor e até perdemos as palavras. Nesse momento gostaríamos que o tempo parasse para que pudéssemos fitar com um olhar mais demorado cada detalhe que está causando o balançar do coração.

 

Ahhh… o amor à primeira vista. Será?

 

Ai ai o amor...Que seja eterno enquanto dure!!!

publicado às 08:23


Esta é nossa!!! Sportingggg

por R.Cheiros, em 18.05.08

Esta já cá canta!!!

Sporting I love you

 

publicado às 19:33


FORÇA SPORTING!

por R.Cheiros, em 17.05.08

 Que seja um jogo limpo e que ganhe o melhor!!

sporting.jpg

A felicidade está

nas pequenas coisas da

vida

basta que consigamos

percebelas

para lhe poder dar o

devido valor

é tão simples ser

feliz

a gente é que complica tudo

  

publicado às 21:47


Íntima

por R.Cheiros, em 16.05.08

 

Tem que se saber escolher  para surpreender

Como escolhemos a nossa ligerie?

Saber escolher a certa é tão importante para levantar a auto-estima de uma mulher como uma ida ao cabeleireiro ou uma tarde de compras.

Estou na fase de valorizar  a  roupa interior mesmo quando não tenho oportunidade de a mostrar.

Numa conversa de mulheres depois das compras veio á baila a ligerie, umas acham muito importante outras não tanto, afinal não anda a mostra e é para tirar mesmo:)

Bom, quando as mulheres se juntam a falar destas coisas é divertido e fazem-se todo o tipo de filmes...

Ora é bem possível  que o  teu  mais que tudo  (ou um ilustre desconhecido) te convida para jantar.... Pois é!!

Vão a um restaurante super romântico, o jantar corre maravilhosamente bem à luz de velas.

De seguida, vão dar um pezinho de dança, beber uns copos.

Tu  sentes-te linda e resplandecente, eu diria mesmo maravilhosa;)

Escolhes  o teu melhor vestido, cuidas ao pormenor do teu  corpo, do teu cabelo e da tua maquilhagem e estás pronta.

Achas que não te esqueceste  de pormenor nenhum e acreditas que a noite vai correr às mil e uma maravilhas.

Depois do pezinho de dança decidem ir para casa....

Os beijos começam e o ambiente aquece muito rapidamente.. Beijo aqui, beijo ali e a vontade de tirarem a roupa um ao outro é cada vez maior...

Mas, de repente,  tu  lembra-te de uma coisa super importante: como é que vais ter coragem de tirar a roupa se a lingerie que tens vestida  está velha e esgaçada?? Ó diabo....

Lá se vai a boa noite de sexo lol

Este detalhe é super importante e não penses que os homens, no calor do momento, não reparam nesses pormenores.

Claro que sim, alguns são mais cuscus que nós mulheres: A lingerie é algo que lhes aguça o apetite e lhes estimula a imaginação.

Como mulheres, não podemos deixar estes pormenores ao acaso e devemos dar tanta importância à roupa interior como a qualquer outra peça de roupa ou adereço.

Também nunca, mas nunca  caias no erro de apenas te  preocupares  com a lingerie que veste quando pensas que vais ter oportunidade de a mostrar, (sabes lá..)

Primeiro: Muitas vezes as grandes oportunidades surgem quando menos esperamos e depois não devemos encarar a lingerie apenas como um estimulo para os homens mas sim como uma maneira de nos sentirmos bonitas e com a auto-estima elevada.

Pois... conversas de mulheres... eu escolho a minha pelo conforto e pela minha forma de estar na vida..

 

Existe para todos os gostos:Básica -Branca ,Preto, carne/Fetiches -Lingeries cheias de segundas intenções /Fio dental -questão de gostos.../Românticas-Com flores, rendas, frufrus e muito romance /SEXI-Transparências e ousadias na medida certa para seduzir

 

??

 

 

publicado às 11:51


Um pensamento pelo meu reino

por R.Cheiros, em 16.05.08

 

Sempre tive a mania das grandezas e não faço a coisa por menos... Um reino só meu.

Já não procuro o príncipe encantado porque o ultimo casou com a Banca de Neve e segundo parece foi tão difícil de encontrar que ela precisou da ajuda dos sete anões.

Em tempos... Ouve outro que era sapo foi beijado e virou príncipe blá blá blá mas ok não é um príncipe que procuro.

 

Os desafios estão na moda nos blogues, certo? Eu como respondo a tudo o que me aparece e mais umas coisitas que recebo por e-mail... (mas isso dava outra conversa) quem sabe para outro dia.
Hoje e só porque me apetece desafio a todos quantos passam aqui mesmo os mais tímidos a deixarem um "pensamento" uma frase sobre o que vos apetecer em troca levem o MEU reino.

  

 A minha frase é:

Sou uma eterna criança que de vez em quando veste a capa de mulher madura !!!  

Alguem se atreve???

  

publicado às 09:32


"Retalhos da vida real"

por R.Cheiros, em 15.05.08

 
A ver se hoje consigo sair mais cedo, hei-de pensar em qualquer coisa, digo que tenho que levar a miúda ao dentista, afianço que é o único dia disponível do doutor.
Hei-de sair cedo, apanhar o autocarro antes que comece a confusão da hora de ponta, saio cedo e vou ao cabeleireiro já combinei com a Lucinda, nada de muito complicado que não há tempo nem dinheiro, pelo menos lavar e secar, fica-se logo com outra cara.
Comprei ontem uma camisa de dormir curta, avermelhado escuro, com folhinhos em cima do peito.
A ver se hoje.... Pensei que hoje porque hoje é quinta-feira, dia em que o Jorge consegue chegar mais cedo, apareço-lhe sem a menina, ele pergunta por ela e digo-lhe que ficou em casa da Céu a fazer os deveres da escola com a miúda dela, ando a pensar nisto porque percebi que tenho que arranjar tempo.....O que equivale a dizer ocasião, a tal que se diz que faz o ladrão.

Porque o resto do tempo, levantar, fazer o pequeno-almoço, correr para o autocarro, chegar à companhia de seguros, atender telefones, quando cai a noite correr para o autocarro, apanhar a menina, chegar a casa, manda-la para o banho, fazer o jantar, pôr a mesa, levantar a mesa, passar a loiça por agua, ir ao quarto dar um beijo à menina que amanhã há escola, e há o emprego para mim e o emprego do Jorge, sento-me ao lado dele na sala, a cabecearmos em frente aos concursos.

Por isso nunca é de noite porque a noite estamos cansados, nunca é de de manhã porque de manha não há tempo, nunca é ao fim de semana por causa das compras para a semana, porque a menina anda lá por casa, porque o Jorge, e acho isso natural, as vezes vai ao futebol, outras ao café estar com os amigos.

Agora ando a pensar nisso, a primeira coisa que nos aparece é a primeira a ir-se embora.

Andamos desencontrados, é o que costumo dizer, andamos desencontrados e não há maneira de nos encontrarmos.

Às vezes no sofá o Jorge vai-se chegando a mim, passa-me a mão ao de leve sem olhar para mim, mas eu penso na roupa que não se passa a ferro sozinha, eu de ouvido alerta a ver se a menina ainda acorda.

De maneira que o Jorge retira a mão amuado, e nas próximas horas, nos próximos dias, responde-me torto por causa de tudo e mais alguma coisa, e se percebo que a menina dorme já e se estamos na cama, toco-lhe eu, a luta contra o sono, toco-lhe na perna a ver se ele percebe que pode ser, mas ele volta-se a fazer barulho, a fingir que já ressona, os amuos duram cada vez mais.

Embora possa jurar que não quero um amante, como não estou a ver o Jorge com tempo para uma amante, acontece apenas que andamos desencontrados, que alguma coisa se partiu e logo aquela que nos juntou, porque não me venham com coisas, a gente no princípio o que quer é abraçar-se e tocar no corpo um do outro, e agora temos que arranjar minutos para tanta coisa que depois para isso já não dá.
As pernas nunca mais se tocam quando querem tocar, porque uma quer e a outra não, e no dia seguinte a que queria já não quer, mesmo que a outra agora insista.
E não quero amante coisa nenhum, quero o Jorge, não me quero mostrar a amantes, visto-me e dispo-me de costas para o espelho, não me quero ver porque acho que vou arranjar explicação definitiva para isto, e vou concluir que percebo porque é que a primeira coisa que nos junta é a primeira a ir-se embora.

 

Texto: Rodrigo Guedes De Carvalho

 

publicado às 10:22


Mimos

por R.Cheiros, em 14.05.08

 De início quando comecei a fazer este blogue dava e dou umas voltas por outros que gosto de ler. Confesso que uma das coisas que me fazia grande confusão era uma das expressões utilizadas abundantemente neste “meio” a facilidade com que toda a gente utilizava a palavra "amizade". Todos nós sabemos que a "amizade" é uma coisa de valor e até se diz que pobre daquele que não tem amigos. Eu normalmente tenho por hábito de dizer que tenho muitos conhecidos amigos são poucos mas bons. Isto tudo para dizer que achava estranho que por aqui são todos muito amigos. Hoje eu própria utilizo essa palavra varias vezes por dia no relacionamento que mantenho com algumas pessoas de blogues que eu gosto. Não sinto que seja uma contradição. Numa sociedade tão individualista onde ninguém quer saber de ninguém e que impera a lei do mais forte neste espaço virtual parece que é precisamente o contrario. Descobri que afinal no fundo ainda gostamos das outras pessoas ainda damos mimos e que fazemos questão de passar nem que seja para dizer bom dia. Descobrimos pessoas interessantes e pode ser uma “amizade” bem mais genuína porque é sem interesse algum, afinal nem sabemos quem esta do outro lado. Eu tenho este mau hábito de me esticar nas palavras e acabo por fazer testamento de uma coisa que se podia resumir em poucas palavras: Recebi estes dois mimos de uma amiga virtual que gosto de ler:pingodemel. Agradeço que se tenha lembrado de mim é sinal que também gosta de ler as minhas baboseiras. Os mimos são estes:


  Este é bem castiço não é?

 

Thanks to you Mel.
E mais um que diz uma verdade: um amigo vale ouro.
 
Aqui há uns tempos li num suplemento de fim-de-semana desses que fazem parte de alguns de jornal de grande tiragem o seguinte: "«Se houvesse um concurso das coisas mais idiotas que nos perturbam a existência, seria de caras a mania dos blogs.“ Eu (Ramo de Ceiros)Concordo é uma moda ou mania como outra qualquer.. Assim como é moda estes comentadores da treta agora em todas as televisões e revistas quem tem a mania que sabem tudo e não dizem nada. E continua:"« Estamos claramente perante o uso indevido de uma tecnologia que até podia ter algum interesse. Bastava que o blog fosse usado para dar conta do que verdadeiramente nos pode interessar sobre os outros cidadãos .»”.Também eu compro o jornais para ler a notícia X ou a Y e tenho que levar com um gajo que tem a mania que sabe tudo que fala dos globos de ouro de quem levava o vestido in ou mais caro ou a falar do restaurante XPTO onde comeu a sopa W .Isso realmente interessa-me muito e é uma notícia primordial para sair no jornal ou deve contribuir em muito para a felicidade dos portugueses. Agora digo eu: Estamos claramente perante o uso indevido da escrita que até podia ter algum interesse.
Agora vou passar estes mimos a:
e de volta à:Mel
 
Estão mimados o resto é convosco:)
 
PS: Mimos sim mas por favor não me entupam a caixa do correio com e-mails de anjinhos e correntes porque com tantos anos de azar por não enviar nenhum nunca mais vou ter sorte:))
Tenho dito.
 
O mimo extensivel a quem me visita;)
 

publicado às 09:12



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds