Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sonho. Não sei quem sou.

por R.Cheiros, em 31.05.08

Sonho. Não sei quem sou neste momento.
Durmo sentindo-me. Na hora calma
Meu pensamento esquece o pensamento,
     Minha alma não tem alma.

Se existo é um erro eu o saber. Se acordo
Parece que erro. Sinto que não sei.
Nada quero nem tenho nem recordo.
     Não tenho ser nem lei.

Lapso da consciência entre ilusões,
Fantasmas me limitam e me contêm.
Dorme insciente de alheios corações,
     Coração de ninguém.

Fernando Pessoa

Cancioneiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:39


Abraço

por R.Cheiros, em 30.05.08

JÁ ABRAÇOU ALGUÉM HOJE?

O abraço é das formas mais importantes de contacto físico, leva vida aos nossos sentidos.

Por meio dele é possível resgatar o aspecto humano do aconchego, tornando as pessoas mais vivas, presentes e felizes.

Sintam-se abraçados todos sem excepção.

Quem não quiser o meu abraço rejeite sem problema.

Um bom fim-de-semana com muitos abraços.

 

PS:As minhas palavras são o meu abraço para todos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:17


A vida segue lá fora.

por R.Cheiros, em 29.05.08

Sinto que ando a trabalhar de mais, hoje já levo sete  horas de trabalho, e para que...

Sou sempre a última a sair e a primeira a chegar, não sei se é uma forma de fugir dos pensamentos e ideias loucas.

Hoje sinto-me estranha, café e cigarros atrás de cigarros.(aqui ainda se pode fumar)

À minha secretária, parece a de um gabinete de conselho de guerra onde se vai decidir o futuro da humanidade.

A confusão é total sinto-me prestes a desmaiar sem saber para onde me virar, que mariquice é esta.....?)

 A minha visão está nítida, vejo isto tudo mas recuso-me a mexer nesta papelada a vontade está ausente, o meu pensamento anda sabe deus onde.

Encosto-me para trás, fecho os olhos, concentro-me nos meus pensamentos (penso em começar a trabalhar) decido que não prefiro ficar quieta).

Nunca perco a consciência do que me rodeia, mas estou intensamente centrada sobre mim própria com pensamentos bizarros (nunca deixo de saber onde estou ou de me aperceber do som que sai do radio).

Sinto-me tonta, faço perguntas a mim própria, será do fumo  do gabinete? queres ver que o cigarro era um charro ..lol

Agora cinco minutos depois não sei o que foi isto... Agora sinto-me bem, mas não consigo concentrar-me no que estou a fazer. 

Olho para o meu trabalho, não reconheço as páginas do catalogo  que estou a editar! Viro páginas para a frente e para trás, mas não consigo perceber o que estou exactamente a fazer, o objectivo principal. É claro que tenho que parar um bocado. 

Pela janela vejo o sol lá fora, o dia está bonito e eu aqui fechada. Sinto vontade de sair, ir para a rua, pegar no carro e sair em destino. 

Tenho-me perguntado várias vezes, porque? Porque é que ando nesta lufa-lufa, nesta correria desenfreada? 

Será que me falta  imaginação para a vida. ...? 

Sinto-me a começar a falhar em todas as frentes, não sei o que se passa comigo nunca fui assim, de baixar os braços! Algum interesse haverá nisto "tudo" se estou aqui... 

Nesta altura é hora de parar e pergunto-me porque estou com divagações sobre o...... trabalho:)

A vida esta lá fora a sorrir para mim... E eu tenho a maior das dádivas estou viva. 

Que se lixe o resto. Vou sair e apanhar um bocado de ar e sol, quem sabe o que esta tarde ainda me  reserva... 

(Para começar vou almoçar, depois seja o que deus quiser....)

Apetece-me rir, conversar, namorar, fazer amor... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:30


Quando a chuva passar

por R.Cheiros, em 28.05.08

Quando a chuva passar,
Quando o tempo abrir,
Abra a janela e veja eu sou o sol.
Eu sou céu e mar,
Sou céu e fim,
E o meu amor é imensidão...

 

Enquanto não passa e não passa vou trabalhar...ninguém merece estar fechado num escritório até esta hora!!

Boa noite

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10


Universo feminino !!!

por R.Cheiros, em 28.05.08

 

As malhas das mulheres é um dos grandes mistérios da humanidade.

Ontem deixei o carro parado sabe Deus onde, gastei uma pipa de massa num táxi porque das chaves nem sinal...

Dificilmente as encontraria no meio de um rol de coisas pouco úteis mas que não consigo deixar de trazer na mala.

Carteira, chaves de casa e do carro, escova de cabelo, agenda, telemóvel bolsa de maquilhagem e respectivo espelha, pensos livro pastilhas e umas bolachitas...

Tabaco, isqueiro, lenços, óculos e óculos de sol, bolsa das canetas, comprimidos e muitos etc ...

É um mundo onde só por decreto se encontra qualquer coisa...( só quando se vira ao contrario)

Pergunto-me eu, porque diabo a mulher usa tanta tralha dentro das malas??

Quando sei que 99% das coisas não são utilizadas no dia-a-dia e só fazem peso.

Vão lá dizer a uma mulher que são coisas supérfluas.

Ninguém se atreve elas, (nós) defendemos o seu conteúdo com unhas e dentes e arranjamos sempre uma utilidade para qualquer um desses acessórios.

As malas são provavelmente uma das maiores descobertas da humanidade feitas a favor da mulher.

As chaves essas é que não as voltei a descobrir. Nas tinha outra numa carteirinha no fundo da mala....ou seja gastei dinheiro e perdi tempo em vão...

O meu mais que tudo costuma dizer : Isso não é uma mala é um caixote do lixo ambulante e só não transportas a casa contigo porque não podes.

Será que sou a única ou é um mal de todas as mulheres???


 

Ps: Se alguém encontrar uma chave de carro ali pelos arredores do Fonte Nova é minha, fico muito agradecida.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:24


Mascara

por R.Cheiros, em 27.05.08

Aproveita...
Esta é a melhor a melhor altura para deixar cair a mascara.
Hoje, só hoje, deixar cair a máscara!
Da oportunidade que os outros te vejam com realmente és.
Ainda consegues rir ainda existe em ti alguma coisa de criança...
Surpreende os outros, aposto que és capaz, mostra-te.
Se não fores capaz, não te surpreendas, que a vida seja um eterno carnaval, que vivas com mascara, tu e o outros.por todos os dias da tua vida..
 Um dia vamos querer tirar a mascara e fazer a dolorosa descoberta de não saber o que somos quando nos apercebemos que por trás da máscara sempre houve outra máscara. A de fingir que sempre fomos “outros”.. Vamos sendo o que se espera de nós e nunca nós mesmos.
A minha rebeldia, inquietação, faz-me querer tirar  a máscara todos os dias. Vejo através dela um rosto que já tem marcas do tempo mas que ainda mantém um sorriso de criança com qualquer coisa de “inocência”.
Inocência...?
Todos nós guardamos alguma coisa de meninos de inocência dentro de nós. Basta tirar a mascara e procurar ou um dia resolvemos mascarar-nos de nós mesmos...... E assustamo-nos!!!
Mostra-te... Deixa que se veja o que se esconde por detrás dessa máscara de sempre.
Oferece o teu melhor sorriso, sem mascara
Deixa que se veja a tua luminosidade, sem mascara
Deslumbra os outros com o teu deslumbramento, sem mascara
Permite que os outros te vejam as verdadeiras feições. Sem mascara
Dá-te... Sem mascara
Ama, sem mascara
Beija, abraça, faz amor, sexo, promessas, sem mascara
Ou não te surpreendas se a vida se transformar em um eterno baile de mascaras

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:49


Carta em aberto

por R.Cheiros, em 25.05.08

Agora que está na moda as cartas abertas, esta que vou escrever-te é uma carta em aberto porque sei que vou encontrar sempre pontos que posso acrescentar.
Tenho muitas dúvidas a teu respeito, é, já tive certezas, muitas, de que existias quase que poderia dizer com toda a certeza que já te senti viver em mim.
Sim em mim, afinal dizem que tu estas em todo o lado nas coisas mais simples como um sorriso um olhar numa palavra enfim não se vive sem ti.
Claro que deves existir afinal todos falam de ti e te tratam por tu, em teu nome faz-se de tudo desde as coisas mais bonitas como as maiores a atrocidades.
Em teu nome mata-se guerreia-se prende-se e tortura-se e também em teu nome se vivem momentos de grande felicidade.
Sabes, permite-me que também eu te trate por tu ! Afinal somos quase velhos amigos ouço falar de ti desde que me conheço por gente, ainda antes de conseguir pronunciar o teu nome já me falavam de ti.Dizem-me até que és um dos causadores da minha origem que graças a ti estou aqui que fui feita em teu nome.  
Todos os dias ouço falar de ti, todos os dias és invocado nos livros nos filmes nas músicas e nas canções.
Mas será que alguém te conhece na realidade?
E eu.. Será que alguma vez te conheci?

Hoje tenho duvidas que todas as pessoas que falam de ti tenham assim tantas certezas de te conhecer acho que não tem a mínima ideia de quem tu sejas.
Eu já invoquei varias vezes o teu nome e reconheço que até nas situações mais absurdas, mas só o fiz porque acreditava que te conhecia.
Pensei que todas as pessoas que me falavam de ti e da tua eternidade te conheciam e sabiam do que estavam a falar mas hoje sei que era mentira, nenhuma delas te conhece ou conhecia para poder falar há boca cheia da tua existência a afirmar que és eterno.
Hoje o teu nome ande de boca em boca levianamente em qualquer telefonema programa de televisão ou ate aqui na internet.
Não, não estou a dizer que acho mal ou acho bem como poderia se até eu já o fiz tantas vezes..
Desafio-te a procurar um blogue um só que seja  onde o teu nome não seja escrito pelo menos meia dúzia de vezes.
Sabes, a minha família também fala de ti, sim,também afirma que existes mas de uma forma diferente suave e sem fanatismo e eu acredito que sim, que tenhas varias formas de te mostrar e acredito que a forma como te encaixo na minha família e ate nos amigos é real.
Mas quem és tu..?
Aquele que exige sacrifícios que provoca dor, desejo que faz sofre rir e chorar, quem és..? 
Tu existes ou és uma dos maiores “invenções” da historia da humanidade criada por alguma mente diabólica?
Porque permites que se fale o teu nome em vão por quem na realidade não te conhece?  Tu és real?
Eu já não sei se acredito depois de tantas contradições tanto sofrimento e tanta tragédia que se faz em teu nome.
Dizem que viver sem ti é morrer em vida, que nada faz sentido sem a tua presença.
Mas o que é que pode ser mais importante que a própria vida??
Eu sinto-te.. Umas vezes tão perto e outras tão longe, por vezes tenho a impressão que me basta esticar a mão para te poder alcançar já de outras parece que nos separa oceanos de distancia.
Reconheço que me fazes falta e que dificilmente poderia viver sem ti.
Que te sinto no meu corpo e na minha mente e que gosto de te ter comigo. Todos os dias te venero e digo o único nome que te conheço “AMOR”

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:02


Marido traído vende mulher

por R.Cheiros, em 24.05.08

O britânico Paul Osborn, suspeitando que a mulher o andava a trair com um colega de trabalho, decidiu vingar-se e leiloá-la na Internet.

O fiscal de trânsito de 44 anos colocou um anúncio no eBay onde descreve Sharon, a mulher com quem está casado há 24 anos, como «mentirosa» e «adúltera».

O leilão de Sharon - que começou por apenas um cêntimo - recebeu centenas de licitações e atingiu as 500 mil libras (cerca de 625 mil euros), segundo o "The Sun".

Osborn expulsou Sharon de casa após ter lido vários e-mails que comprovavam que a mulher, de 43 anos, o andava a trair com um colega de trabalho.

Apesar de a ter recebido de volta, o clima de confiança não durou muito. Apenas duas semanas depois, Osborn, novamente convencido que andava a ser enganado, decidiu oferecer a mulher a quem pagasse mais.

«Num acesso de raiva pus o anúncio no eBay. Mais tarde retirei-o porque me apercebi que não era a coisa correcta a fazer. Mas estava tão furioso», disse ao jornal britânico.

Apesar de o anúncio já ter sido retirado do eBay, Sharon não perdoou e apresentou queixa contra o marido.

Fonte:Ciberia

Se a moda pega ...para ambos claro:))

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48


CURRÍCULO..

por R.Cheiros, em 23.05.08

 

(ISTO É DE MULHER...) 

Mulher de fino trato  oferecesse ...

Se vocês conhecem alguém que precise de:

- Funcionária mulher, com mais de quarenta anos e que isso não seja sinónimo de velhice e, sim, de experiência;
- Que tenha diploma universitário, mas, infelizmente, sem mestrado ou doutorado diplomados por renomada instituição de ensino, mas conquistado à duras penas, após 18 anos de trabalho árduo, vivendo na prática o que os cursos só ensinam na teoria;
- Que fale e escreva o inglês fluente e consiga, principalmente, escrever e falar a língua pátria com desenvoltura, coisa que na atualidade, poucos  o fazem;
- Que tenha acesso e excelente relacionamento com todos os níveis sociais e hierárquicos da Empresa ou fora dela, por achar que não existem diferenças entre um Presidente e um simples funcionário da limpeza pois, parte do princípio que todos merecem receber um sorriso e um “Bom dia!” com o mesmo calor humano e respeito com os quais gostaria de ser tratada;
- Que não tem medo de ir a luta, seja de carro, comboio, avião, barquinho, pois seu nome é trabalho;
- Que sabe a diferença entre brincar e se exceder, entre amizade e falta de compostura, entre família e ambiente de trabalho;
- Que não tem medo de cara feia, pois isso é sinal de fome ou falta de sorte genética;
- Que sabe sair pela tangente em situações adversas com a mesma prática e habilidade com que comanda a casa sem deixar qualquer tipo de pendência que venha a causar impactos financeiros, sociais, econômicos, judiciais, entre outros;
- E que aceite receber menos que um homem, de igual função, pelo fato de saber e ter se conformado com a sociedade machista, mas principalmente, por precisar desesperadamente, arrumar um emprego descente, para ajudar no sustento familiar;

Por favor entre  em contato comigo! 

Candidato-me  a um emprego, seja ele de motorista a presidente. Quero continuar produtiva, pagar as  minhas contas, comprar os  meus alfinetes,  dar  pequenos mimos aos meus filhos e mãe e, necessito, urgentemente, me sentir viva, capaz e ativa! Portanto, se souberem de alguém que necessite de uma pessoa, como eu, com esse meu jeitinho todo especial de ser, por favor, indiquem  o meu nominho!!

A família, penhoradamente, agradece!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:04


Sem pachorra

por R.Cheiros, em 23.05.08

Eu não sei se é da idade ou mesmo falta de pachorra.
Que me acusem de preconceituosa não me atinge minimamente porque é-me completamente indiferente o que pensa de mim quem não me conhece.
Mas devo ter alguma coisa que desconheço que atrai a imbecilidade.
Ainda há pouco escrevi que existem blogues de tudo e mais alguma coisa e que cada um escreve o que lhe dá na gana para mim é completamente indiferente.
Importa-me tanto o que cada um escreve como me interessa a vida sexual dos canários é a mesmíssima coisa.
(Visito os que me interesso e gosto o resto é conversa).
Que se escreva sobre sexo tudo bem (eu também o faço) é natural o sexo existe..
Estamos aqui todos resultado de uma queca .
Que se coloque a palavra sexo nos tags dos blogues, ok eu também o faço.
Que se descreva ao pormenor as aventuras sexual as vezes que cada um se "vem" onde e como e que se utilize linguagem vulgar parece-me a mim muito bem para quem o quer fazer. Quem escreve deve sentir algum prazer (talvez seja a única maneira que tem de acabar com as frustrações) secreto ou ficar a  imaginar que do outro lado esteja alguém cheio de  "tusa"por estar a ler.
Acho um bocado frustrante...Mas também não me diz respeito e não tenho nada com isso.
O que eu tenho com isso e estou farta é que uma determinada “senhora” sim esta entre aspas porque é um favor que lhe faço chamar-lhe senhora porque o termo adequado é ordinária ou puta , é forte? Não, depois dos e-mails que me tem enviado com textos de qualidade duvidosa e fora de propósito.
E eu quando quiser descrever sexo ao pormenor vou trabalhar para as linhas eróticas sempre ganho alguma coisa.
Agora por favor quarentona ou madura ou lá como te intitulas vai te catar e vê se me desamparas a loja
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:21

web counter free

Usuários online

Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds